Gestão de Negócios na Complexidade

909 visualizações

Publicada em

Apresentação do prof. Luis Lobão no envento G3 de Recursos Humanos, São Paulo - 09/06/2011

Publicada em: Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
909
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de Negócios na Complexidade

  1. 1. Gestão de Negócios na[COMPLEXIDADE ]ADMINISTRAÇÃO 2.0 Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  2. 2. Um grande TOMBO!!!
  3. 3. O desesperoCORREU O MUNDO
  4. 4. [ ENTENDENDO AS FORÇAS DA NATUREZA ]Tempestade A BORDO “Quando o mar estava calmo, todos os navios sem distinção mostravam competência... flutuando!” SHAKESPEARE
  5. 5. CRISE ou seja, do[ Política ] [ Ética ] de [ gestão ] [ Energética ] [ cuidado ]
  6. 6. Sociedades agrícolas em que o capital mais [ 1ª ONDA ] A QUARTA ONDA importante era a terra e o uso agrícola [ 2ª ONDA ] Era industrial onde o capital são as máquinas e as fábricas[ 3ª ONDA ]Era da informação onde o capitalé o conhecimento e a tecnologia [ 4ª ONDA ] o desafio de cuidar... Fonte: HBR – Março 2008
  7. 7. O MUNDO EM 2050 A primeira força global é a [ Demografia]Megacidades com 10 milhões de habitantes:1950: Nova York e Tóquio (02)2025: Tóquio, Mumbai, Nova Deli, Dhaka,São Paulo, Cidade do México, Nova York,Calcutá, Xangai, Karachi, Kinshasa, Lagos,Cairo, Manila, Beijing, Buenos Aires,Los Angeles, Rio de Janeiro, Jacarta,Istanbul, Guangzhou, Osaka, Moscou,Karachi, Xangai, Chennai, e Paris (27)
  8. 8. O MUNDO EM 2050 A primeira força global é a [ Demografia]Megacidades com 10 milhões de habitantes:1950: Nova York e Tóquio (02)2025: Tóquio, Mumbai, Nova Deli, Dhaka,São Paulo, Cidade do México, Nova York,Calcutá, Xangai, Karachi, Kinshasa, Lagos,Cairo, Manila, Beijing, Buenos Aires,Los Angeles, Rio de Janeiro, Jacarta,Istanbul, Guangzhou, Osaka, Moscou,Karachi, Xangai, Chennai, e Paris (27)
  9. 9. O MUNDO EM 2050A segunda força , relacionada apenas emparte à primeira, é a crescente demandaque os desejos humanos impõem aos[ Recursos naturais ]. Reservasnaturais referem-se a ativos finitos. 10
  10. 10. O MUNDO EM 2050A segunda força , relacionada apenas emparte à primeira, é a crescente demandaque os desejos humanos impõem aos[ Recursos naturais ]. Reservasnaturais referem-se a ativos finitos. 11
  11. 11. O MUNDO EM 2050A terceira força é a [ globalização ], umconjunto de processos econômicos, sociaise tecnológicos que estão tornando omundo mais interconectado einterdependente. 12
  12. 12. 13
  13. 13. O MUNDO EM 2050A quarta força global é o [ impactoambiental ], as atividades industrialhumana está alterando a composiçãoquímica da atmosfera, o que causará aelevação da temperatura média global. 14
  14. 14. Essas 4 forças globais: demografia, demanda de recursos, globalização e mudança climática, moldarão nosso futuro e serão temas recorrentes. [ DEMOGRAFIA] [ MUDANÇA CLIMÁTICA][ GLOBALIZAÇÃO] [ DEMANDA POR RECURSOS] “Quente, plano, e cheio”. Fonte: HBR – Março 2008
  15. 15. O mundo estáMUDANDOAlguns estrategistas se perguntam[ para onde irão as novastecnologias, produtos ouestilos de vida? ]
  16. 16. Pensamento [ versus ]PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO “O Futuro pertence a quem enxerga as possibilidades [ antes que elas se tornem óbvias demais ]”. John Scully 18
  17. 17. [ HIPERCOMPETIÇÃO ] Velocidade da INOVAÇÃOVelocidade da Taxa de Disseminação de [ inovações tecnológicas ] (em número de anos necessários para Atingir 50 milhões de usuários)
  18. 18. Nunca um notebook, celular, televisão, carro, passagem aérea, hotel, mp3 player, casa, custou tão barato como agora. NÓS VIVEMOS NA[ ERA DO CONSUMIDOR ].
  19. 19. A HIPERCOMPETIÇÃO • Desregulamentação/globalização; • Aceleração do surgimento de novos produtos; • Riscos e custos crescentes das tecnologias/P&D • Novas tecnologias de informação e comunicação. Tamanhoda Vantagem Competitiva Tempo de Sustentação da Vantagem
  20. 20. Se refere à nova geração da WEB incluindo sua arquitetura e aplicações , secaracterizando por uma transição de websites isolados de informação, para umaplataforma computacional em Web para os usuários finais.Um fenômeno social de criação e distribuição de conteúdo, caracterizado pelacomunicação aberta, descentralização de autoridade e liberdade para compartilhare reutilizar.Serviços P2P como o BitTorrent demonstram um outro princípio da Web 2.0: todocliente também é um servidor, logo o serviço se torna melhor quando mais usuárioso utilizam.
  21. 21. Você acha [ POSSÍVEL...]
  22. 22. ...aumentar o valor de uma empresa mineradora deUS$ 100 MILHÕES PARA US$ 9 BILHÕES em menos de 10 anos usando a inteligênciacoletiva?
  23. 23. [ GOLDCORP CHALLENGE ] http://www.goldcorpchallenge.com/challenge1/homepage_static.html Desafio organizado pela empresa em 2000 aberto para qualquer pessoa no mundo Os participantes recebiam um kit com as informações sobre terreno sendo explorado A empresa recebeu estimativas e métodos para se encontrar jazidas de ouro Resultou em 44 novos pontos de exploração com quantidades substanciais de ouro
  24. 24. [ GOLDCORP CHALLENGE ]http://www.goldcorpchallenge.com/challenge1/homepage_static.html
  25. 25. [ GOLDCORP OUTPERFORMANCE]http://www.goldcorpchallenge.com/challenge1/homepage_static.html Fonte: Bloomberg
  26. 26. [ CLEAR ] http://www.clearme.com/[ Desafio ]: Aumentarem 15% a rapidez dosprocedimentos de segurançanos aeroportos.
  27. 27. [ CLEAR ] http://www.netflix.com[ Desafio ]: Melhorar em10% a precisão do programade computador que calcula aprobabilidade de um consumidorgastar ou não em determinadofilme baseado em suas escolhasanteriores
  28. 28. Foi descentralizado o poder de gerar conteúdoe passou a ser GERADO E ENRIQUEDO POR [ QUALQUER USUÁRIO ].
  29. 29. A Era do conhecimento [ GLOBAL ]
  30. 30. Temos dimensões Estamos preparados [ DESTE FENÔMENO ]? [ PARA ELE ]??? 80 Milhões de blog 100 mil novos blogs por dia 15 novos posts por segundo  Muito grande 1,3 milhões de posts por dia  Muito rápido Bilhões de links inter-relacionados  Muito complexo
  31. 31. [ MODELOS DE COLABORAÇÃO ]
  32. 32. GERAÇÃO [ DIGITAL ]
  33. 33. [ CONFLITO DE GERAÇÕES ] Veteranos Baby-Boomers Geração X Geração Net“As organizações deverão moldar-se a uma nova cultura digital”. Grown Up Digital, Tapscott
  34. 34. Linha MESTRARebooting Businessand the World
  35. 35. A administração É...Uma das [ invenções Configurações do Aliás, as bases da “moderna” fluxo de trabalho,mais importantes administração foram lançadas planejamentoda humanidade ] e [ Taylor, Fayol e por orçamentário, análiseresponsável por promover o de retorno sobre oprogresso econômico. Henry Ford ], por volta investimento, gestão de 1880. de projetos – entreO problema é que a maioria muitas outras estão aidos saltos fundamentais desde o começo doocorreu há décadas. século 20.
  36. 36. Profecia alto REALIZADA A evolução da administração seguiu o traçado de uma [ clássica curva S ].Acelerado no inicio – no começo do século 20 -,com o ritmo da inovação caindo aos poucos e nosúltimos anos o avanço [ praticamenteparou ]. A administração, assim com o motor de combustão interna é uma tecnologia madura que precisa, hoje, [ ser reinventada ] para uma nova era.
  37. 37. Uma pequena viagem AO PASSADO A Administração foi inventada, originalmente, para solucionar dois problemas: Garantir que trabalhadores  Coordenar toda essa atividade de modo a permitir a produção de bens e semiqualificados [ executassem serviços complexos em [ grande tarefas repetitivas ] com competência, diligência e eficiência. quantidade ].
  38. 38. Novas realidadesNOVOS IMPERATIVOSA “moderna” administração, que remontaem boa parte ao fim do século 19, chegou aum ponto em que já não pode sermelhorada.
  39. 39. Coragem para MIRAR ALTO Grandes conquistas começam com grandes aspirações. Não é raro nos contentarmos em codificar melhores práticas em  O que precisamos é de [ metas vez de olhar além. Executivos se ousadas ] que motivem a busca mostram mais inclinados a por maneiras novas e radicais de perguntar se “alguém mais já fez mobilizar e organizar a capacidade isso?” do que “não valeria a pena humana. testar isso?”.
  40. 40. Destacar-se em umMUNDO COMPLEXOChegamos no limite daAdministração 1.0 – o paradigmada era industrial erguido sobre osprincípios da padronização, daespecialização, da hierarquia, docontrole e da primazia dosinteresses do acionista.
  41. 41. De volta para O FUTUROHoje, o gestor enfrenta novos desafios,fruto de um [ cenário volátil ]. Ocupamos um mundo que estáEm um período muito curto, conectado em várias dimensões e emconscientizamo-nos das mudançasclimáticas, das questões geopolíticas, das níveis profundos – um [ sistemavulnerabilidades das cadeias de global de sistemas ].suprimentos de alimentos, e das ameaçasde segurança global.
  42. 42. De volta para O FUTURO 2Não bastam mais mudanças Antes, os CEOs reconheciam aincrementais em um mundo que necessidade de inovação do modelo de negócio, mas hoje estão lutando paraestá operando de [ formas encontrar a [ liderançafundamentalmente criativa] necessária para produzir taldiferentes ]. [ inovação ].
  43. 43. Para capitalizar na complexidade, os CEOs devem: Incorporar a Reinventar o Formar a destrezaliderança criativa relacionamento operacionalDiante de um mundo que com o cliente Os CEOs estão renovandose torna extremamente Em um mundo suas operações para estaremmais complexo, é maciçamente prontos para agir quando asinteressante que os interconectado, os CEOs oportunidades ou desafiosCEOs tenham priorizam a familiaridade aparecem. Estruturas deselecionado a custos flexíveis e com os clientes comocriatividade como atributo capacidades de parceria nunca. permitem-lhes ampliar ade liderança mais expansão rapidamente.importante.
  44. 44. Administração 2.01 Garantir que o trabalho da gestão sirva a um propósito maior.2 Inserir plenamente a ideia de comunidade e cidadania em sistemas de gestão.3 Reconstruir as bases filosóficas da administração.4 Eliminar patologias da hierarquia formal.5 Diminuir o medo e aumentar a confiança.
  45. 45. Administração 2.06 Reinventar os meios de controle.7 Redefinir o papel da liderança. Ampliar e explorar a diversidade.8 Reinventar a criação da estratégia como processo9 emergente.10 Reduzir drasticamente o apelo ao passado.
  46. 46. [ COMEÇANDO... ] A meta Trabalhar Liderar da com comAdministração 2.0 é um propósito criatividade nos exigirá quetornar toda maior, o éthos da desfaçamos de algumasorganização tão comunidade. crenças arraigadas. Ashumana quanto abordagens precisam seraqueles que nela originais, em vez detrabalham. tradicionais. Combata o impulso natural de esperar por clareza e estabilidade. [ TRANSFORMAR A COMPLEXIDADE EM UMA VANTAGEM ]
  47. 47. Obrigado!!! Luis Lobão lobao@fdc.org.br (31) 9295-9812 www.crescimentosustentado.ning.com[ Bibliografia utilizada nesta apresentação ]• Relatório Capitalizando na Complexidade – IBM CEOs Study 2010• Hamel, Gary – Grandes metas para a administração, Harvard Business Review, Edição temática, 2011.• Site: The Management Lab – managementlab.org/future• Livro: O Mundo em 2050 – Laurence C. Smith

×