SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
CONTEXTUALIZAÇÃO
Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo
frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob
seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de
uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos.
MAPA - FUNDIÇÃO E SOLDAGEM - 54/2023
Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa MAPA? Iremos te ajudar!
(63) 99129-5554
M.A.P.A. – FUNDIÇÃO E SOLDAGEM
Olá, aluno(a), tudo bem?
Seja bem-vindo(a) à nossa atividade M.A.P.A da disciplina de Fundição e Soldagem. A
atividade que será apresentada
aqui terá como tema as
decisões que um engenheiro
responsável pelo setor de
manutenção de um frigorífico
deverá tomar para a execução
correta dos serviços prestados.
Sua atividade encontra-se
dividida em duas etapas, sendo
que cada uma das etapas
aborda um conteúdo diferente
do seu livro.
As suas tarefas no M.A.P.A
serão:
Conhecer e descrever a escolha
do tipo de material que deverá
ser utilizado na situação apresentada.
Apresentar as melhores opções relacionadas a processo de fabricação dos itens
apresentados.
Descrever processos técnicos referentes a processos de fundição e de obtenção de
material.
Para ajudar na compressão da atividade, acesse o vídeo a seguir:
https://youtu.be/ndL7I-QihZ4
CONTEXTUALIZAÇÃO
Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo
frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob
seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de
uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos.
CONTEXTUALIZAÇÃO
Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo
frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob
seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de
uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos. Uma
vez que a máquina não está em funcionamento, o prejuízo é grande já que não existe outra
máquina que possa substituir sua função, provocando a pausa da linha. Para conhecimento,
observe a imagem abaixo, onde é possível observar um quebrador de ossos.
Fonte: O autor, 2023
Com o intuito de iniciar o processo de resolução do problema, você resolve realizar a
primeira análise visual. Ao realizar esta análise você constata a presença de trincas em
mais de um dos quebradores. Como a trinca era generalizada e presente em muitos dos
elementos, dado o tempo de vida da máquina e sua importância para o processo você opta
CONTEXTUALIZAÇÃO
Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo
frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob
seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de
uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos.
por obter uma nova máquina semelhante a já existente.
Há, contudo, um ponto mais emergencial a ser resolvido. Uma vez que só há uma máquina
quebradora de ossos, não podemos ter a linha parada até a chegada da nova máquina.
Neste caso, será necessárias algumas ações imediatas e momentâneas para seguir com a
produção. A ação a ser tomada consiste na substituição dos quebrados de ossos que
quebraram. Para isso, você mandará sua equipe de usinagem produzir novos e soldar no
lugar como plano de ação imediato.
Como a máquina apresenta mais de 10 anos, você não foi capaz de achar o manual de
instrução/manutenção da mesma e o fornecedor já não existe mais. Você sabe que o
quebrador é fabricado com ferro fundido, mas não sabe qual o tipo. Diante do cenário
apresentado, leia as fases 1 e 2 abaixo:
FASE 1
Como este modelo de quebrador de ossos te atende bem e supri suas necessidades, você
resolve não alterar o projeto. Além disso, para evitar erros no processo de reparação
provisória do seu equipamento, você necessita saber o material para aplicar o melhor tipo
de solda. Com base nisso, responda as seguintes questões:
a) Qual(is) técnica(s) ou processo você, na condição de líder de manutenção, pode pedir
para que seu time de colaboradores realize para determinar o tipo de ferro fundido, sendo
que está, deverá ser uma técnica de baixo custo e rápido resultado? Explique sua resposta.
b) Uma vez determinado o tipo de material do quebrador de ossos, você resolve realizar um
estudo para que, o novo equipamento, tenha um tempo de vida útil maior que o antigo. Para
isso, você identifica que seu equipamento quebrou justamente em uma de suas garras que
é utilizada para quebrar os ossos pois não aguentou tanto impacto. Sabendo que a ideia é
continuar utilizando ferro fundido, qual tipo de ferro fundido (maleável, branco, cinzento ou
nodular) você aconselharia para a fabricação desta nova garra? Por qual motivo?
FASE 2
Suponha agora que outro problema surgiu neste mesmo frigorifico que você trabalha. Desta
vez, uma peça, produzida em alumínio, quebrou no interior de uma das máquinas. Esta
peça é relativamente pequena, pesando aproximadamente 8 quilos. Ela apresenta muitos
detalhes, rebaixos e seções finas. É uma peça única que necessita de alto rigor
dimensional.
Para evitar futura dor de cabeça, sabendo que esta peça é um item praticamente impossível
de se encontrar no mercado, você irá mandar produzir duas réplicas, uma para substituir a
peça quebrada e outra para deixar em estoque. Com base nas informações apresentadas,
responda:
a) Levando em conta o custo-benefício, qualidade e quantidade, qual processo de fundição
você utilizaria para a fabricação do item em questão? Por qual motivo?
OBS: por processo de fundição entende-se os processos de modelamento como
microfusão, areia verde e outros. Não sendo, portanto, os processos de fusão como alto
forno e cadinho.
b) De acordo com o processo escolhido, descreva as etapas do processo determinado.
c) Com base no que foi apresentado, quais processos de fundição você não utilizaria para a
produção do item quebrado? Explique o motivo.

Mais conteúdo relacionado

Mais de Azul Assessoria Acadêmica

Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Azul Assessoria Acadêmica
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Azul Assessoria Acadêmica
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Azul Assessoria Acadêmica
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...Azul Assessoria Acadêmica
 
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica de
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica deASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica de
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica deAzul Assessoria Acadêmica
 

Mais de Azul Assessoria Acadêmica (20)

Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
 
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
Análise crítica A importância de ler os rótulos dos alimentos A leitura dos r...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
Excerto 1: A evolução do pensamento filosófico na história processou-se sob e...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
O BIM (Building Information Modeling) é um processo de modelagem 3D colaborat...
 
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
 
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
 
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica de
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica deASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica de
ASSUNTO 1 CONTROLE DE POTÊNCIA DE FORNO INDUSTRIAL A Eletrônica de
 
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
MAPA - ELETRÔNICA DE POTÊNCIA - 53-2023
 

Último

PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 

Último (20)

PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 

Quebrador de ossos quebrado: decisões de engenharia

  • 1. CONTEXTUALIZAÇÃO Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos. MAPA - FUNDIÇÃO E SOLDAGEM - 54/2023 Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa MAPA? Iremos te ajudar! (63) 99129-5554 M.A.P.A. – FUNDIÇÃO E SOLDAGEM Olá, aluno(a), tudo bem? Seja bem-vindo(a) à nossa atividade M.A.P.A da disciplina de Fundição e Soldagem. A atividade que será apresentada aqui terá como tema as decisões que um engenheiro responsável pelo setor de manutenção de um frigorífico deverá tomar para a execução correta dos serviços prestados. Sua atividade encontra-se dividida em duas etapas, sendo que cada uma das etapas aborda um conteúdo diferente do seu livro. As suas tarefas no M.A.P.A serão: Conhecer e descrever a escolha do tipo de material que deverá ser utilizado na situação apresentada. Apresentar as melhores opções relacionadas a processo de fabricação dos itens apresentados. Descrever processos técnicos referentes a processos de fundição e de obtenção de material. Para ajudar na compressão da atividade, acesse o vídeo a seguir: https://youtu.be/ndL7I-QihZ4
  • 2. CONTEXTUALIZAÇÃO Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos. CONTEXTUALIZAÇÃO Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos. Uma vez que a máquina não está em funcionamento, o prejuízo é grande já que não existe outra máquina que possa substituir sua função, provocando a pausa da linha. Para conhecimento, observe a imagem abaixo, onde é possível observar um quebrador de ossos. Fonte: O autor, 2023 Com o intuito de iniciar o processo de resolução do problema, você resolve realizar a primeira análise visual. Ao realizar esta análise você constata a presença de trincas em mais de um dos quebradores. Como a trinca era generalizada e presente em muitos dos elementos, dado o tempo de vida da máquina e sua importância para o processo você opta
  • 3. CONTEXTUALIZAÇÃO Imagine que você trabalha como Engenheiro de Projetos em uma empresa do ramo frigorífico na região central do Brasil. Determinado dia, um dos equipamentos que está sob seu cuida, conhecido como quebrador de ossos, parou de funcionar devido ao tempo de uso. O quebrador de ossos pertence à empresa e trabalha continuamente há 10 anos. por obter uma nova máquina semelhante a já existente. Há, contudo, um ponto mais emergencial a ser resolvido. Uma vez que só há uma máquina quebradora de ossos, não podemos ter a linha parada até a chegada da nova máquina. Neste caso, será necessárias algumas ações imediatas e momentâneas para seguir com a produção. A ação a ser tomada consiste na substituição dos quebrados de ossos que quebraram. Para isso, você mandará sua equipe de usinagem produzir novos e soldar no lugar como plano de ação imediato. Como a máquina apresenta mais de 10 anos, você não foi capaz de achar o manual de instrução/manutenção da mesma e o fornecedor já não existe mais. Você sabe que o quebrador é fabricado com ferro fundido, mas não sabe qual o tipo. Diante do cenário apresentado, leia as fases 1 e 2 abaixo: FASE 1 Como este modelo de quebrador de ossos te atende bem e supri suas necessidades, você resolve não alterar o projeto. Além disso, para evitar erros no processo de reparação provisória do seu equipamento, você necessita saber o material para aplicar o melhor tipo de solda. Com base nisso, responda as seguintes questões: a) Qual(is) técnica(s) ou processo você, na condição de líder de manutenção, pode pedir para que seu time de colaboradores realize para determinar o tipo de ferro fundido, sendo que está, deverá ser uma técnica de baixo custo e rápido resultado? Explique sua resposta. b) Uma vez determinado o tipo de material do quebrador de ossos, você resolve realizar um estudo para que, o novo equipamento, tenha um tempo de vida útil maior que o antigo. Para isso, você identifica que seu equipamento quebrou justamente em uma de suas garras que é utilizada para quebrar os ossos pois não aguentou tanto impacto. Sabendo que a ideia é continuar utilizando ferro fundido, qual tipo de ferro fundido (maleável, branco, cinzento ou nodular) você aconselharia para a fabricação desta nova garra? Por qual motivo? FASE 2 Suponha agora que outro problema surgiu neste mesmo frigorifico que você trabalha. Desta vez, uma peça, produzida em alumínio, quebrou no interior de uma das máquinas. Esta peça é relativamente pequena, pesando aproximadamente 8 quilos. Ela apresenta muitos detalhes, rebaixos e seções finas. É uma peça única que necessita de alto rigor dimensional. Para evitar futura dor de cabeça, sabendo que esta peça é um item praticamente impossível de se encontrar no mercado, você irá mandar produzir duas réplicas, uma para substituir a peça quebrada e outra para deixar em estoque. Com base nas informações apresentadas, responda: a) Levando em conta o custo-benefício, qualidade e quantidade, qual processo de fundição você utilizaria para a fabricação do item em questão? Por qual motivo? OBS: por processo de fundição entende-se os processos de modelamento como microfusão, areia verde e outros. Não sendo, portanto, os processos de fusão como alto forno e cadinho. b) De acordo com o processo escolhido, descreva as etapas do processo determinado. c) Com base no que foi apresentado, quais processos de fundição você não utilizaria para a produção do item quebrado? Explique o motivo.