21 janeiro

513 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
200
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

21 janeiro

  1. 1. A Educação Sexual em Meio Escolar Metodologias de Abordagem/ Intervenção Mafalda Branco Janeiro | 2012
  2. 2. “Sê a mudança que gostarias de criar.” M. Ghandi
  3. 3. “As informações são arquivadas na memória, as experiências são cravadas no coração.” Augusto Cury, in “Pais Brilhantes, Professores Fascinantes”
  4. 4. “Em todos os problemas há um sonho frustrado." David Cooperrider
  5. 5. ESTENDAL DE IDEIAS
  6. 6. GÉNERO A expressão “sexo” é uma designação biológica: sexo masculino e feminino. Quando nascemos somos “meninos” ou “meninas”. Segundo a literatura, a expressão “sexo” é utilizada para mencionar e comparar os indivíduos com base na respectiva pertença a uma das duas categorias demográficas possíveis, em virtude das suas características biológicas: sexo masculino e sexo feminino (Deaux, 1985, citado por
  7. 7. GÉNERO A expressão “género” é o papel que a sociedade atribui ao sexo masculino e feminino. É o que a sociedade espera do rapaz e da rapariga, por terem nascido com o sexo masculino e feminino. Segundo a literatura, a expressão “género” remete para os julgamentos, as percepções, as atribuições e as expectativas associadas à divisão anteriormente referida. Trata-se da construção de uma categorização social decorrente das diferenças biológicas (Deaux, 1985, citado por Vieira, 2006).
  8. 8. GÉNERO Tem a ver com crenças que definem o que é masculinidade e feminilidade, bem como com expectativas criadas pelos próprios pais à volta do que será e fará o seu filho se for rapaz ou rapariga (Pereira e Freitas, 2001).“Era uma vez outra Maria”
  9. 9. ESTEREÓTIPOS DE GÉNERO São representações generalizadas e socialmente valorizadas acerca do que os homens e as mulheres devem ser (traços de género) e fazer (papéis de género).
  10. 10. IGUALDADE DE GÉNERO  Valorizar de igual maneira tanto as diferenças entre mulheres e homens como os diferentes papéis que desempenham na sociedade;  Discutir como atingir um maior equilíbrio entre valores femininos e masculinos;  Garantir uma igual visibilidade;  Empowerment e participação de ambos os sexos em todas as esferas da vida pública e privada. (Pereira e Freitas, 2001)
  11. 11. PROVÉRBIOS“À mulher roca e ao marido espada.”“Mulher ao volante, perigo constante.”“A casa é das mulheres e a rua é dos homens.”“Do homem a praça, da mulher a casa.”“Mulher sem marido, barco sem leme.”“Homem com fala de mulher nem Diabo o quer.”“Vinho, mulheres e tabaco põem o homem fraco.”“Homem velho e mulher nova, ou corno ou cova.”
  12. 12. ALGUMAS TÉNICAS EM EDUCAÇÃO SEXUAL“Dois homens olhampela mesma janela. Um vê a lama. O outro vê as estrelas.” Frederick Langbridge
  13. 13. “O QUE ESTÁS A PENSAR?” Técnica de clarificação e debate de opiniões, valores e atitudes
  14. 14. TÃO IGUAIS E TÃO DIFERENTES Técnica de clarificação e debate de opiniões, valores e atitudes
  15. 15. RE-SIGNIFICADOS Técnica de treino de competências

×