Aula 4 BáRbaros

2.306 visualizações

Publicada em

ROTEIRO BÁSICO

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 4 BáRbaros

  1. 1. PROFESSORA LUCILEIDA MARA DE CASTRO<br />
  2. 2. REVISANGLO<br />AULA 4<br />
  3. 3. As invasões <br />bárbaras<br />
  4. 4. Bárbaros:<br />aqueles que não falavam latim <br />nem estavam subordinados aos <br />romanos.<br />Os não-romanos.<br />
  5. 5. <ul><li> Celtas
  6. 6. Eslavos (Russos, polacos,</li></ul> checos, sérvios, bósnios...)<br /><ul><li> Tártaro-mongóis (hunos,</li></ul> turcos, búlgaros, húngaros...)<br /><ul><li> Germanos (visigodos,</li></ul> ostrogodos, hérulos, anglo, <br /> saxões, francos...)<br />
  7. 7. Muitos povos bárbaros entraram<br />no império de forma pacífica, outros<br />muitas vezes se introduziram de <br />forma violenta.<br />
  8. 8. Na fase final do Império Romano, tribos<br />germânicas se instalaram no norte da<br />Itália e no centro da atual França.<br />REINO<br />FRANCO<br />
  9. 9. Primeira dinastia dos Francos<br />MEROVÍNGIOS<br />Segunda dinastia dos Francos<br />CAROLÍNGIOS<br />
  10. 10. Sistema administrativo<br />Missi dominici<br />Expansionismo<br />(768-814)<br />CARLOS MAGNO<br />
  11. 11. Com a morte de Carlos Magno<br />Luis, o Piedoso<br />Divisão do reino<br />TRATADO DE VERDUN - 843<br />(descentralização política)<br />
  12. 12. A expansão <br />islâmica<br />
  13. 13. Alta idade média<br />Invasões na Europa<br />Ao Norte = bárbaros<br />Ao Sul = árabes <br />
  14. 14. As invasões árabes provocaram o<br />fechamento do Mar Mediterrâneo<br />CONSEQÜÊNCIA<br />INTENSIFICAÇÃO <br />DO FEUDALISMO<br />
  15. 15. Arábia pré-islâmica<br /><ul><li> Predomínio de áreas desérticas.
  16. 16. Tribos urbanas - (Yatreb, Meca) e</li></ul> rurais – beduínos do deserto.<br /><ul><li> Politeístas – ídolos ficavam em Meca, </li></ul> na Caaba.<br /><ul><li> Controle da Caaba – Tribo dos Coraixitas.</li></li></ul><li>Arábia islâmica<br /><ul><li> Islamismo - criado por MAOMÉ.
  17. 17. Pregações começaram em 610.
  18. 18. Nova religião colocava em risco</li></ul> o poder dos CORAIXITAS.<br /><ul><li> Perseguição a Maomé – HÉGIRA</li></ul> 622 – início do calendário árabe.<br />
  19. 19. Islamismo<br />LIVRO SAGRADO<br />Corão ou Alcorão<br />
  20. 20. Orar cinco vezes por dia voltado para Meca<br />
  21. 21. PEDRA<br />NEGRA<br />CAABA<br />
  22. 22. A expansão islâmica<br />se deu sob a dinastia<br />Omíada.<br />Auge: quando Tarik<br />atravessou o Estreito <br />de Gibraltar (711) e<br />subjugou os visigodos)<br />
  23. 23. O avanço árabe na Europa se deu<br />em 732, na batalha de Poitiers,<br />nos Pirineus, por Carlos Martel,<br />prefeito do palácio da dinastia<br />merovíngia (francos).<br />
  24. 24. O mundo <br />bizantino<br />
  25. 25. Enquanto o Império Romano do Ocidente caiu em 476, o Império Romano do Oriente existiu durante toda a Idade Média.<br />Resistiu às invasões bárbaras, desenvolveu um vasto comércio e forte agricultura. <br />
  26. 26. <ul><li> Capital: Constantinopla, antiga</li></ul>Bizâncio, atual Istambul.<br /><ul><li> Política: fundamentada na</li></ul>figura do Imperador.<br /><ul><li> No século VII adotou o grego</li></ul>como idioma oficial.<br /><ul><li> Manteve a estrutura jurídica e </li></ul>administrativa herdada de Roma.<br />
  27. 27. Principal imperador: JUSTINIANO<br />(527-565)<br />Direito: CORPUS JURIS CIVILIS<br />
  28. 28. Arquitetura: CATEDRAL DE SANTA SOFIA<br />
  29. 29. Disputas entre a autoridade do papa <br />e do Imperador levou , em 1054, ao <br />CISMA DO ORIENTE.<br />IGREJA CATÓLICA <br />DO ORIENTE:<br />ORTODOXA<br />
  30. 30. QUEDADO <br />IMPÉRIO BIZANTINO:<br />1453 – Tomada de Constantinopla<br />pelos turcos-otomanos.<br />

×