Regulamento OCIMAC 2015

557 visualizações

Publicada em

OLIMPÍADA DE CIÊNCIAS DA MARIA CÉLIA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
245
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento OCIMAC 2015

  1. 1. II Olimpíada de Ciências da Maria Célia OCIMAC – 2015 Regulamento 1. Dos Objetivos 1.1 A Olimpíada de Ciência da Maria Célia (OCIMAC) é uma promoção do Laboratório de Ciências da EEEP Professora Maria Célia Pinheiro Falcão em parceria com os professores de Biologia (Luciane Kely Gonçalves, Conceição Francysmeire Feitosa, Kátia Laene Pinheiro), de Química (Sanmarlon Michel), de Física (Francisco Vanderli de Araújo, Gerlânio Nogueira Cavalcante) e de Matemática (André Bandeira). A referida olimpíada tem os seguintes objetivos: (a) avaliar o nível de conhecimento dos alunos em relação à química, física, biologia e matemática e consequentemente, despertar e estimular o interesse do alunado pelas referidas disciplinas; (b) aproximar os alunos à realidade das universidades, institutos de pesquisa e sociedades científicas; (c) identificar estudantes talentosos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas; (d) promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento; (e) contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica; (f) proporcionar desafios aos estudantes. 2. Das inscrições dos grupos. 2.1 Poderão participar da II Olimpíada de Ciência da Maria Célia (OCIMAC) estudantes da EEEP Professora Maria Célia Pinheiro Falcão que estiverem regularmente matriculados na 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio. 2.2 Para se inscrever, o grupo deverá preencher a ficha de inscrição anexada a este regulamento. 2.3 Os grupos serão formados por no máximo 5 alunos e no mínimo 3, não podendo haver a interferência de educadores na formação dos mesmos. 2.4 Os grupos só poderão ser formados por discentes da mesma modalidade. 2.5 Para participar da OCIMAC os grupos deverão entregar a ficha de inscrição até a data limite estipulada por este regulamento no laboratório de biologia. 3- Da olímpiada 3.1 A olímpiada terá três modalidades: Modalidade A – Será composta por grupos da 1ª série do ensino médio;
  2. 2. Modalidade B – Será composta por grupos da 2ª série do ensino médio; Modalidade C – Será composta por grupos da 3ª série do ensino médio. 3.2 A Olimpíada ocorrerá em 2 (duas) fases. 3.3 A primeira fase será realizada por meio de uma prova objetiva (parte teórica), contendo questões de química, física, biologia e matemática. 3.4 A segunda fase será uma apresentação artística-cultural baseada em conteúdos da referida modalidade em uma das disciplinas abordadas (química, física, biologia e matemática) e de acordo com as orientações contidas no item 6 deste regulamento. 4. Da Prova da 1ª Fase 4.1 As provas da 1ª fase serão específicas para cada modalidade e conterão questões de múltipla escolha. 4.2 Na 1ª fase cada integrante do grupo fará INDIVIDUALMENTE uma prova objetiva contendo: 10 questões de Biologia; 10 questões de Química; 10 questões de Física; 10 questões de Matemática; 4.3 Cada questão da prova da 1ª fase valerá 1 ponto, ou seja, cada grupo somará no máximo 40 pontos. 4.4 A pontuação do grupo na 1ª fase, será a média aritmética das notas dos participantes. Ex: Grupo 3 do 2º ano B MEMBRO NOTA JOÃO 25 MARIA 30 JOSÉ 40 JOSEFA 15 RAIMUNDO 27 TOTAL 137 MÉDIA DO GRUPO 137/5=27,4 4.5 As provas da 1ª Fase serão realizadas conforme o calendário da OCIMAC, na própria escola. A aplicação das provas terá duração máxima de 3:30hs (três horas e trinta minutos);
  3. 3. 4.6 As provas da 1ª Fase serão aplicadas pelos professores da própria escola. 4.7 As provas da 1ª Fase serão corrigidas pela comissão organizadora. 4.8 Serão classificados para a segunda fase os cinco primeiros grupos de cada modalidade, tendo como requisito para a classificação, a média da prova. 4.9 Serão abordados nas provas da 1ª fase os conteúdos comuns às propostas curriculares de cada modalidade. 5. Do critério de desempate 5.1 Primeiro critério: em ambas as fases, em caso de empate, será utilizada a maior média aritmética das notas dos estudantes nas disciplinas de química, física, biologia e matemática do 3º bimestre do ano de 2015 para desempatar. Ex: Média do grupo no terceiro bimestre de 2013 Nota/biologia Nota/química Nota/física Nota/matemática João 10,0 10,0 10,0 10,0 Maria 8,0 7,0 9,0 8.0 José 10,0 6,0 9,0 9,5 Marina 7,0 10,0 9,0 7,7 Letícia 9,0 9,0 10,0 10,0 44/5= 8,8 42/5= 8,2 47/5= 9,4 45,2/5= 9,0 Média do grupo 8,8+ 8,2+ 9.4+ 9,0 = 35,4 / 4 = 8,9 5.2 Segundo critério: maior número de participação dos integrantes do grupo em eventos científicos (Olimpíadas na área de Ciências da Natureza e Matemática e Feira de Ciências). 5.3 Se permanecer o empate após os itens 5.1 e 5.2 deste regulamento, os grupos empatados se classificarão. 6. Da 2ª Fase 6.1 Os grupos que estiverem entre os cinco primeiros colocados, em ordem decrescente de notas, na 1ª fase, serão automaticamente inscritos para a 2ª fase. 6.2 Na 2ª fase as equipes classificadas deverão desenvolver uma apresentação artística- cultural sobre um dos conteúdos de sua modalidade, proporcionando, de forma lúdica, o entendimento do conteúdo o qual serviu de base para a sua criação. 6.3 Será obrigatório a criação de uma apresentação artística-cultural em uma das disciplinas aqui proposta (química, física, biologia e matemática).
  4. 4. 6.4 Os alunos deverão escolher uma das linhas de trabalho abaixo para participar da segunda fase.  Teatro;  Animações computadorizadas;  Curta-metragem; 6.5 A 2ª Fase será realizada por meio das apresentações artístico-culturais de cada grupo à comissão julgadora na data estabelecida por esse regulamento. 6.6 As apresentações serão avaliadas por uma comissão a ser designada pela comissão organizadora da olimpíada e terão pontuação de 0 a 20. 6.7 As apresentações deverão ter duração máxima de 25 minutos. 7. Dos conteúdos abordados 7.1 Modalidade A: QUÍMICA FÍSICA BIOLOGIA MATEMÁTICA  Introdução ao estudo de química;  Modelos atômicos;  Estudo do átomo;  Tabela periódica;  Ligações químicas;  Geometria molecular e ligações químicas intermoleculares.  Movimento retilíneo uniforme (MRU) e movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV);  1ª, 2ª e 3ª lei de Newton;  Força peso;  Energias: cinética, potencial, gravitacional e potencial elástica;  Trabalho de uma força e potência.  Citologia;  Ecologia;  Origem da vida;  Bioquímica.  Razão e proporção;  Porcentagem;  Gráficos e tabelas;  Funções do 1º e 2º grau;  Conjuntos e conjuntos numéricos;  Trigonometria no triângulo retângulo. 7.2 Modalidade B: QUÍMICA FÍSICA BIOLOGIA MATEMÁTICA  Soluções;  Termoquímica;  Propriedades coligativas;  Cinética química;  Equilíbrio químico.  Calor e temperatura;  Processos de transmissão de calor;  Escalas termométricas;  Dilatação térmica;  Princípios da óptica geométrica;  Espelhos planos e esféricos.  Ecologia;  Genética;  Evolução.  Análise combinatória e probabilidade;  Funções trigonométricas;  Geometria plana;  Matrizes e determinantes;  Sistemas lineares;  Trigonometria da circunferência.
  5. 5. 7.3 Modalidade C: QUÍMICA FÍSICA BIOLOGIA MATEMÁTICA  Introdução à química orgânica;  Hidrocarbonetos;  Funções orgânicas oxigenadas;  Funções nitrogenadas;  Outras funções orgânicas;  Isomeria;  Reações de substituição;  Reações de adição.  Processos de eletrização;  Lei de Coulomb;  Corrente e potência elétrica e leis de Ohm;  Geradores;  Magnetismo.  Genética;  Sistemas: digestório, circulatório e respiratório;  Evolução.  Geometria espacial – corpos redondos e poliedros;  Geometria analítica;  Matemática financeira e estatística. 8. Dos critérios de avaliação 8.1 Criatividade e inovação: Criatividade é pensar coisas novas, inovação é fazer coisas novas e valiosas. Inovação é a implementação de um “novo” ou “significativamente” melhorado produto (bem ou serviço), processo de trabalho ou prática. Nem sempre a inovação é o resultado da criação de algo totalmente novo, mas, com muita frequência, é o resultado da combinação original de coisas já existentes. Algumas importantes inovações consistem de novos usos para objetos e tecnologias existentes. (Edital da 5ª Feira Regional de Ciências e Cultura da CREDE 11- Jaguaribe, edição 2012). 8.2 Fundamento científico: o grupo deverá apresentar um trabalho correspondente a algum conteúdo da sua modalidade, não podendo fugir dessa linha de trabalho. O grupo precisa demonstrar que aprendeu significativamente os conceitos implicados associados ao trabalho defendido, também precisam demonstrar que desenvolveram a capacidade de responder questionamentos sobre o seu trabalho de posse dos conhecimentos científicos. Do conhecimento científico nasce o raciocínio argumentativo que é extremamente relevante para o conhecimento das ciências. (Edital da 5ª Feira Regional de Ciências e Cultura da CREDE 11- Jaguaribe, edição 2012). 9. Classificação e Premiação 9.1 Serão classificadas, por ordem decrescente de pontuação, os três primeiros grupos de cada modalidade. - 1º Lugar: receberá troféu, medalhas e certificados de participação. - 2º e 3º Lugar: receberão medalhas e certificados de participação. 9.2 A nota geral de cada grupo será composta pelo somatório da nota da 1ª fase com o da 2ª fase.
  6. 6. Ex: G-bio 1ª Fase 2ª Fase 33 38 Nota Geral 33 + 38 = 71 10. Das disposições gerais 10.1 todos os casos ocorridos paralelos a este regulamento serão tratados e julgados único e exclusivamente pela comissão organizadora, podendo essa, solicitar ou não opiniões do núcleo gestor da escola, dos alunos responsáveis pelas inscrições e dos parceiros do evento. 10.2 Os grupos da modalidade C serão formados pelas turmas em sua composição atual. 1ª Semana 2ª Semana 3º A/B 3º A/B 3º C 3º C 10.3 As datas das atividades contidas no cronograma anexado a este regulamento poderão sofrer modificações. 11. Comissão organizadora A comissão organizadora é formada pelos professores de Biologia (Luciane Kely Gonçalves, Conceição Francysmeire Feitosa, Kátia Laene Pinheiro), de Química (Sanmarlon Michel), de Física (Francisco Vanderli de Araújo, Gerlânio Nogueira Cavalcante) e de Matemática (André Bandeira).
  7. 7. ANEXO I CRONOGRAMA ATIVIDADE DATA PROVAVEL Inscrições De 28/10/2015 à 04/11/2015 Prova da 1ª fase A partir 13:30 do dia 10/11/2015 Prova da 2ª fase 27/11/2015 Resultado Final 27/11/2015 Solenidade de Premiação 27/11/2015
  8. 8. ANEXO II II Olimpíada de Ciências da Maria Célia OCIMAC – 2015 ANO/CURSO:________________________________________________ NOME DO GRUPO:_____________________________________________________ Nº DE INSCRIÇÃO: 1-__________________ ________________________________________________ Responsável pela inscrição do grupo _________________________________________________ Responsável pelo recebimento da inscrição INTEGRANTES TURMA
  9. 9. ANEXO II II Olimpíada de Ciências da Maria Célia OCIMAC – 2015 ANO/CURSO:________________________________________________ NOME DO GRUPO:_____________________________________________________ Nº DE INSCRIÇÃO: 2-__________________ ________________________________________________ Responsável pela inscrição do grupo _________________________________________________ Responsável pelo recebimento da inscrição INTEGRANTES TURMA
  10. 10. ANEXO II II Olimpíada de Ciências da Maria Célia OCIMAC – 2015 ANO/CURSO:________________________________________________ NOME DO GRUPO:_____________________________________________________ Nº DE INSCRIÇÃO: 3-__________________ ________________________________________________ Responsável pela inscrição do grupo _________________________________________________ Responsável pelo recebimento da inscrição INTEGRANTES TURMA

×