O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Gestão de Portais de Periódicos

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 38 Anúncio

Gestão de Portais de Periódicos

Baixar para ler offline

Apresentação realizada no II Encontro Nacional de Editores da Rede Federal. Contextualiza a importância da existência dos portais. Indica a estrutura de gestão mínima necessária para ter um desempenho que promoverá o acesso, a visibilidade e a credibilidade da publicação.

Apresentação realizada no II Encontro Nacional de Editores da Rede Federal. Contextualiza a importância da existência dos portais. Indica a estrutura de gestão mínima necessária para ter um desempenho que promoverá o acesso, a visibilidade e a credibilidade da publicação.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (12)

Semelhante a Gestão de Portais de Periódicos (20)

Anúncio

Mais de Lúcia da Silveira (8)

Mais recentes (20)

Anúncio

Gestão de Portais de Periódicos

  1. 1. Gestão de Portais de Periódicos Lúcia da Silveira, Mestra. Bibliotecária Coordenadora do Portal de Periódicos UFSC Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons
  2. 2. Quanto pagamos para ter acesso?
  3. 3.  2015 - USP investiu R$ 16 milhões na compra de 2.645 periódicos científicos. http://epoca.globo.com/vida/noticia/2015/11/voce-pagaria-r-6-mil-para-ler-uma-revista.html
  4. 4. Quanto lucram as editoras comerciais?
  5. 5. 2012 US $ 500 a US $ 5000 USD Taxas de publicação dos autores Lucrou 780 milhões libras Libra = R$ 3,20 – 2012 Lucro R$ 2.496.000.000 (SPINACK, 2014)
  6. 6. Porque aderir a publicação em acesso aberto e ter um portal de periódicos na sua instituição que atenda a esses princípios? Tradução de: Jorge Cham (2009) http://phdcomics.com/comics/archive.php?comicid=1200
  7. 7.  Acesso aberto possibilita maior produtividade, integração científica e maior visibilidade para as pesquisas científicas.  Origem dos portais de periódicos institucionais. https://www.youtube.com/watch?v=Rs4VAfA2u3A
  8. 8. O que não é um Portal de Periódicos?  Não é um software.  Não é apenas um site de hospedagem.  Não é apenas um repositório.  Não é apenas suporte técnico. Imagem: https://cdn4.iconfinder.com/data/icons/basic-office-icons/512/gears.png
  9. 9. O que é um Portal de Periódicos? “É um conjunto de periódicos científicos de diferentes áreas, seguem padrões de qualidade nacionais e internacionais afiliadas a uma instituição, agrupadas sistematicamente, com equipe multidisciplinar, oferecem serviços especializados para atender às demandas de informação das equipes editoriais e leitores, promovendo as funções da comunicação científica e os princípios do acesso aberto à informação.” (SILVEIRA, 2016, p. 204)
  10. 10. Funções dos Portais de Periódicos  A função educativa é disponibilizar produtos e serviços que viabilizem os editores e suas equipes a desenvolver a competência informacional voltada para a editoração científica, os princípios do acesso aberto e as funções da comunicação científica.  A função tecnológica é servir e prover por melhores recursos, tendo em vista as mudanças sociais e tecnológicas vigentes.  A função social e política é garantir o direito ao acesso às informações públicas, bem como ser um articulador político institucional e despertar a conscientização da comunidade científica dos benefícios das fontes em acesso aberto. (SILVEIRA, 2016, p. 88)
  11. 11. Objetivo dos Portais de Periódicos “Promover a ciência por meio do acesso aberto à informação, com qualidade, sustentabilidade e otimização dos custos.” 11 (SILVEIRA, 2016, p. 251)
  12. 12. 12 IdentidadeEquipe Serviços Documentos de gestão Estrutura de gestão
  13. 13. Identidade  Contextualiza ao leitor uma espécie de resumo executivo, dando elementos para que ele possa perceber a relevância dessa fonte de informação.  Emite segurança e credibilidade ao leitor.  Boas práticas: UFMG, UFSC, USP, FIOCRUZ, UNICAMP e UFPR. (SILVEIRA, 2016, p. 233)
  14. 14. Documentos de gestão Os documentos de gestão devem levar em conta:  Lei nº 12.527 de Acesso à Informação (2011), objetivos e planejamento estratégico institucionais, funções da comunicação científica e do acesso aberto.  Ex.: Políticas, diretrizes, regulamentos, planejamentos, mapeamento de processos, programas de apoio, etc.
  15. 15. Boas práticas: UTFPR, UFSC, USP e FIOCRUZ. http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/couni/processos/PolticaPeridicosCientficosPERI_Final.pdf
  16. 16. Equipe Comitê editorial do portal de periódicos Setores: TI, Editora, Biblioteca, Jornalismo e comunicação, Pró-Reitorias de Pesquisa e de Pós-Graduação, etc. Funções:  Tomar as principais decisões que impactem na instituição.  Estimular institucionalmente melhores condições de infraestrutura, manutenção e o aperfeiçoamento do portal.  Avaliar os resultados das ações do portal e sugerir melhorias, quando necessário.  Aprovar ou rejeitar as propostas de solicitação de periódicos.  Acompanhar o monitoramento da evolução dos periódicos.  Boas práticas: USP, UNICAMP, UFMG, UTFPR, UFRGS, UFSM, UFRN e UFPA. Garrido; Rodrigues (2010), Cunha; Cavalcanti (2008), Rodrigues; Fachin (2008, 2010), Ferreira (2008), Grants; Bem; Alves (2012), Oliveira (2012), Rodrigues; Garcia (2014), Carvalho (2014), Marra; Weitzel (2015), Silveira (2016)
  17. 17. Equipe Equipe técnica multidisciplinar  Analista de Sistemas, Professor-Editor, Bibliotecário, Tradutor de Texto, Revisor de Texto (língua portuguesa), Designer, bolsista, etc. Garrido; Rodrigues (2010), Cunha; Cavalcanti (2008), Rodrigues; Fachin (2008, 2010), Ferreira (2008), Grants; Bem; Alves (2012), Oliveira (2012), Rodrigues; Garcia (2014), Carvalho (2014), Marra; Weitzel (2015), Silveira (2016)
  18. 18. Boas práticas: UNICAMP, USP, UFPR, UFSM, UFG e UFSC. 19
  19. 19. Serviços Os serviços desenvolvidos nos portais de periódicos são necessários para garantir aspectos de:  padronização;  preservação;  disseminação da informação. Promovem qualidade, visibilidade e credibilidade para o periódico.
  20. 20. Controle, normalização, edição e indexação  Migração e digitalização das edições impressas.  Controle de qualidade da nova edição, incluindo padronização dos metadados.  Atribuição, validação, correção do DOI.  Normalização dos periódicos e dos artigos científicos.  Marcação do artigo em eXtensible Markup Language (XML).  Auxílio na configuração da revista.  Realização, em conjunto com o editor, da indexação em diretórios, catálogos, bases de dados, etc.  Boas práticas: UFSC, UFPR e UTFPR.
  21. 21. Segurança e preservação da informação  Garantir o acesso a longo prazo e promover a credibilidade ao leitor.  Desenvolver Programa de Preservação Digital da Informação.  Padronizar os metadados.  Atualizar as versões do sistema editorial.  Utilizar recursos: DOI, XML, PDF/A.  Participar da Rede Cariniana de Serviços de Preservação Digital.  Boas práticas: FIOCRUZ e UNICAMP.
  22. 22. Ética e Direito Autoral  Disponibilizar sistemas de antiplágio para os editores.  Construir instruções com os direitos e deveres para autores, editores e avaliadores (Committee on Publication Ethics - COPE).  Recomendar a licença Creative Commons.  Configurar o sistema para que fique condizente com a política adotada.  Gerenciamento de crises: amparar o editor no caso de retratação pública, ou em situações que interfiram nos aspectos éticos da publicação e da propriedade intelectual.  Boas Práticas: UTFPR.
  23. 23. Avaliação, métricas e relatórios de gestão  Avaliação dos serviços oferecidos pelo Portal: propósito de verificar se estão adequados, se há demanda por serviços diferentes.  Avaliação interna dos periódicos: objetivo de buscar a qualidade contínua, promovendo a sua sustentabilidade.  Estatísticas diversas do Portal: atendimentos individuais e em grupo, serviços oferecidos e estatística de atribuição de DOI.  Métricas dos periódicos: usuários, downloads, acessos e citações dos artigos, etc.  Boas práticas: USP, UFSC, UFPR e UNICAMP.
  24. 24. Marketing científico digital  Ampliar as formas da divulgação científica, aproximando a sociedade da ciência.  Aumentar a disseminação consequentemente aumentará a visibilidade da produção.  Criar divulgação para públicos diferenciados.  Elaborar parcerias com o setor de comunicação da instituição.  Desenvolver um plano estruturado de divulgação.
  25. 25. Boas práticas UNICAMP
  26. 26. Assessoria e capacitação Formar os editores e as equipes editoriais tem como propósito torná-los aptos para o trabalho de editoração científica. Um editor capacitado proporciona melhor qualidade ao periódico, estimula o uso da publicação e, consequentemente, dá mais credibilidade ao periódico e à instituição.  Ex.: Programa de formação continuada das equipes editoriais, cursos, eventos, oficinas, atendimento personalizado, etc.
  27. 27. Boas práticas
  28. 28. Atualizado em 2017, original em: SILVEIRA (2016, p. 101)
  29. 29. Desafios As instituições produtoras de informações científicas e técnicas têm a responsabilidade de retomar o compromisso com a publicação dos periódicos. Incluir o portal de periódicos na estrutura organizacional da instituição – garantia de perenidade. Até 2020, a União Europeia publicará em acesso aberto. E o Brasil?
  30. 30. Referências CARVALHO, Teila de Oliveira. Portais de periódicos científicos em bibliotecas acadêmicas: uma nova função no contexto do acesso aberto à informação científica. 2014. Monografia (Graduação em Biblioteconomia) - Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília, 2014. Disponível em: <http://bdm.unb.br/handle/10483/8625>. Acesso em: 22 jan. 2016. CUNHA, Murilo Bastos da; CAVALCANTI, Cordélia Robalinho de Oliveira. Dicionário de biblioteconomia e arquivologia. Brasília: Briquet de Lemos, 2008. GARRIDO, Isadora Dos Santos; RODRIGUES, Rosangela Schwarz. Portais de periódicos científicos online: organização institucional das publicações. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 2, p. 56–72, ago. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362010000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 1 fev. 2016. GIERVELD, Heleen. A Conceptual Analysis of Functions, Processes, and Products in the Scholarly Communication Chain. In: TECHNOLOGY INTERACTIONS: INTERNATIONAL ICCC/IFIP CONFERENCE ON ELECTRONIC PUBLISHING HELD, 6., 2002, Karlovy Vary. Proceedings...VWF: Berlin 2002. p. 160–171. Disponível em: <&lt;http://elpub.scix.net/data/works/att/02-16.content.pdf&gt>. Acesso em: 15 maio 2016. GONÇALVES, Andréa; RAMOS, Lucia Maria S. V. Costa; CASTRO, Regina C Figueiredo. Revistas Científicas: características, funções e critérios de qualidade. In: POBLACIÓN, Dina Aguiar; WITTER, Geraldina Porto; SILVA, José Fernando Modesto. Comunicação e produção científica: contexto, indicadores, avaliação. São Paulo: Angellara, 2006. FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto. Repositórios versus revistas científicas: convergências e convivências. In: FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto; TARGINO, Maria das Graças. (Org.). Mais sobre revistas científicas: em foco a gestão. São Paulo: Cengage Learning, 2008b. p. 111–137. OLIVEIRA, Alexandre Pedro. O sistema das profissões: o trabalho nos portais de periódicos. 2012. Não publicado. GRANTS, Andréa Figueiredo Leão; BEM. Roberta Moraes de; ALVES, Maria Bernardete Martins. Competência informacional do editor de periódicos científicos e o papel educacional da biblioteca e do bibliotecário na disponibilização de conteúdos com qualidade: o Portal de Periódicos da UFSC. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 15., 2012, Gramado. Anais eletrônico... Gramado, 2012. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/portal_ufsc/4-qt4>. Acesso em: 15 abr. 2016. GRUSZYNSKI, A. C; GOLIN, C; CASTEDO, R da S. Produção editorial e comunicação científica: uma proposta para edição de revistas científicas. E-Compós (Brasília), v. 11, p. 1- 17, 2008. Disponível em: <http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/238/274>. Acesso em: 05 abr. 2016. MARRA, Patrícia dos Santos Caldas; WEITZEL, Simone da Rocha. Portais de periódicos de acesso aberto nas universidades brasileiras: a utilização do Open Journal Systems. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015, João Pessoa, Anais eletrônicos..., João Pessoa, 2015. Disponível em: <http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/enancib2015/enancib2015/paper/view/3134>. Acesso em: 8 jan. 2016. RODRIGUES, Rosângela Schwarz; FACHIN, Gleisy Regina Bories. A comunicação científica e o uso de portais: estudo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 9., 2008, São Paulo. Anais eletrônicos... São Paulo: ANCIB, 2008. Disponível em: <http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/ixenancib/paper/viewFile/3113/2239>. Acesso em: 10 set. 2015. RODRIGUES, Rosângela Schwarz; FACHIN, Gleisy Regina Bories. Portal de periódicos científicos: um trabalho multidisciplinar. TransInformação, Campinas, v. 22, n. 1, p. 33- 45, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/483>. Acesso em: 10 set. 2015. RODRIGUES, Rosângela Schwarz; GARCIA, Cristiane Luiza Salazar. Portais de periódicos científicos: a situação das universidades do estado de Santa Catarina. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 15., 2014, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... Belo Horizonte, 2014. Disponível em: <http://enancib2014.eci.ufmg.br/documentos/anais/anais-gt7>. Acesso em: 5 mar. 2016. SPINAK, E. O contra-ataque dos gigantes – Elsevier saiu à caça de autores [online]. SciELO em Perspectiva, 2014 [viewed 30 June 2017]. Available from: http://blog.scielo.org/blog/2014/02/06/o-contra-ataque-dos-gigantes-elsevier-saiu-a-caca-de-autores/ SILVEIRA, Lúcia da. Portais de periódicos das universidades federais brasileiras: documentos de gestão. 2016. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2016. Disponível em: < http://www.faed.udesc.br/arquivos/id_submenu/2121/dissertacao_lucia_da_silveira_portais_de_periodicos.pdf >. Acesso em: 15 abr. 2016.
  31. 31. Muito obrigada! . Lúcia da Silveira Universidade Federal de Santa Catarina lucia.Silveira@ufsc.br

×