A comunicação dirigida e a Mídia Empresarial

912 visualizações

Publicada em

Trabalho dos alunos do curso de Administração de Empresas, da FAMINAS - FACULDADE DE MINAS. Referência:
FRANÇA, Fábio; LEITE, Gutemberg. A comunicação como estratégia de recursos humanos.
Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007. pág. 31-49.
http://pt.slideshare.net/claudiotoldo/comunicao-interna?related=1
http://youtu.be/yZgKEAz9B

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
912
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A comunicação dirigida e a Mídia Empresarial

  1. 1. FAMINAS
  2. 2. A COMUNICAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE RECURSO HUMANOS A COMUNICAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE RECURSOS HUMANOS A COMUNICAÇÃO DIRIGIDA E A MÍDIA EMPRESARIAL REFERÊNCIA FRANÇA, Fábio; LEITE, Gutemberg. A comunicação como estratégia de recursos humanos. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007. pág. 31-49. http://pt.slideshare.net/claudiotoldo/comunicao-interna?related=1 http://youtu.be/yZgKEAz9B
  3. 3. ORGANIZADORES Organizadores: Abelar Afonso de Oliveira Neto Luciano Brambila Ferreira Marisa Carvalho de Melo Matheus Toledo Cupertino
  4. 4. http://vdmidia.no.comunidades.net/
  5. 5. Segundo França e Leite (2007, p. 36), a comunicação dirigida representou sempre o grande recurso das empresas na transmissão de informações. Isso se deve ao fato de as mensagens programadas atingirem com eficácia tanto públicos internos, quando externos. Todavia, faz-se necessário saber que o comunicador (emissor da mensagem) deve dispor de uma visão estruturada da comunicação dirigida e saber com precisão quando utilizá-la, para que produza o efeito esperado.
  6. 6. O setor de Recursos Humanos foi pioneiro na utilização dos multimeios e do direcionamento da comunicação para os empregados. O papel do comunicador de RH na comunicação organizacional, enquanto dirigida a segmentos de públicos, é fundamental para que o projeto de comunicação atinja, de fato, os públicos empresariais. Intimamente ligada à comunicação, a mídia empresarial sempre se destacou pelo uso de multimeios, sempre voltados para necessidade básica de levar aos públicos internos a informações de que necessitam. A abordagem da comunicação organizacional focaliza a presença da comunicação em todas as atividades da empresa e afirma que ela influencia no desempenho da organização, podendo afetar a sua produtividade.
  7. 7. A comunicação dirigida é a ordenação do direcionamento de mensagens especiais, adequadas a segmentos específicos de um ou mais Público, por meio de mídia selecionada e predeterminada, para garantir o acolhimento da mensagem e sua eficácia na opinião desses públicos pela comprovação estatística de seus resultados.
  8. 8. Indica a espécie de comunicação que utilizamos cujo objetivo é ser direcionada para um segmento específico do público para o qual determinada mensagem é mais apropriada. O direcionamento da mídia – formas de comunicação por via oral, escrita, eletrônica, impressa – é um dos fatores condicionantes do êxito da comunicação. Há princípios primordiais que devem ser considerados no estabelecimento de um processo eficaz de comunicação dirigida , tanto pelo setor de RH como pelos jornalista e relações-públicas dos departamentos de Comunicação.
  9. 9. • Como em muitas organizações cabe ainda ao setor de RH o gerenciamento do processo da comunicação interna. Indicam-se aqui os passos que devem ser seguidos na sua implantação. http://www.tropicalfm99.com.br/site/noticias_interna.php?id_noticia=4555
  10. 10. A fonte de informação deve ter credibilidade e veracidade; Ter certeza do alcance da mensagem; Ter zelo ao passar as mensagens com a importância devida e adequadas ao momento; Não permitir que informações distorcidas cheguem aos seus funcionários; Identificar problemas dentro da empresa, e comunicar-se de forma correta; Influenciar os públicos internos e externos; Usar meios de comunicação adequados e eficazes para reforçar e alcançar resultados; Ter uma boa estratégia de informação para atingir o máximo do publico alvo; Ter conhecimento do contexto empresarial, suas atividades e seu relacionamento com seu público (funcionários).
  11. 11. A comunicação dirigida é selecionada, pormenorizada, representa sempre o grande recurso das empresas na transmissão de informações, principalmente para seus colaboradores. Suas mensagens podem atingir os públicos internos como os externos.
  12. 12. Para garantir a qualidade e a eficácia da comunicação dirigida, é útil aplicar a ela a técnica do Just in Time, que está fundamentada na filosofia da qualidade na fonte, do faça certo da primeira vez, segundo o princípio de M. Juran. No processo produtivo, a aplicação do Just in Time concentra-se nas células de manufatura, no emprego do controle visual do processo (Kanban) e na busca da melhoria contínua (Kaizen), de modo a permitir que haja sincronismo ente a linha de montagem e as operações das células, e flexibilidade no nível de resposta as necessidades de rápidas mudanças.
  13. 13. A Fiat utiliza, há anos, o sistema “Just-in-Time”, que otimiza seus espaços de estoques, obrigando os fornecedores a um complexo fornecimento das peças a poucas horas de sua utilização na fabricação dos veículos. http://projetoscsp.blogspot.com.br/2008/11/fiat-e-o-processo-just-in-time.html
  14. 14. Keko instituiu Em de 2010 a Keko - empresa que atua em acessórios para a personalização de veículos automotores, resolver instituir o Kaizen, um processo de gestão e uma cultura de negócios que visa o aprimoramento contínuo e gradual, através do envolvimento ativo e do comprometimento de todos os integrantes da organização. http://www.rh.com.br/Portal/Mudanca/Materia/6816/uma-filosofia-que-gera-beneficios-as- empresas-e-aos-colaboradores.html
  15. 15. planejamento do processo definira as formar de transmissão saber o que vai se dito Quem diz o quê, para quem? O comunicador deve transmitir credibilidade. Tem como papel a função de elaborar programas, pesquisar e definir o que será comunicado. Planejar uma estrutura que atenda as necessidades das informações, deve ainda contar com recursos humanos e matérias.
  16. 16. Quem Onde Como Por que vou Com que meios Com quem Quando http://maisocitocina.blogspot.com.br/2013/03/helena-kolody-i-desafio.html
  17. 17. As empresas utilizaram sempre um complexo sistema de veículos para se comunicar com seus públicos. A ampla mídia interna origina-se do processo administrativo, fonte da comunicação administrativa, base de todo o inter-relacionamento empresarial e a força que leva os membros de qualquer organização ao cumprimento de suas funções. Podem ser classificadas em oito tipos: a) Mídia administrativa básica (correspondência interna); b) Mídia impressa (publicações em geral); c) Mídia oral (discurso empresarial); d) Mídia audiovisual (programas audiovisuais); e) Mídia visual (murais, quadros de avisos); f) Mídia eletrônica (internet, intranet, tv, radiodifusão); g) Mídia especial (eventos); h) Mídia não convencional (mídia interativa)
  18. 18. acompanhamento e avaliação de desempenho dos funcionários. 4 - Mídia audiovisual e eletrônica, verticalizada; Programas audiovisuais, circuito interno de TV, recursos eletrônicos e informatizados, tais como terminais usados na mídia internais disponíveis para funcionários, sistemas de comunicação on-line, telecursos, videotexto, internet e intranet. 5 - Mídia visual alternativa, todos os recursos; Faixas, cartazes, quadros de avisos, jornais murais, displays, pôsteres, banners. 6 - Mídia integração e promoção; Através de promoção de eventos, visitas e encontros de confraternização. 1 - Mídia administrativa (correspondência interna); Unilateral, verticalizada e dirigida através de circulares, memorandos, relatórios mensais e ainda com “palavra do presidente” e carta aos colaboradores. 2 - Mídia impressa (publicações em geral); Unilateral, verticalizada. É realizada através de boletins, jornais internos, revistas, folhetos, volantes, manuais de integração, de segurança, de procedimentos, de rotinas, descrições de cargos. 3 - Mídia oral, de caráter bilateral; Discurso empresarial, reuniões, palestras, seminários, programas de treinamento, de integração de
  19. 19. Pesquisa: para se ter toda dimensão das necessidades de comunicação da empresa. Clareza no processo: para que comunicação não seja mal sucedida Definir os objetivos gerais e por seguimento; para atender as diversas características do publico. Evitar o excesso de veículos de comunicação. Onde pode saturar o publico. O projeto para a programação dirigida, além de indicar as atividades que serão realizadas e os instrumentos para se conseguir alcançar os objetivos. Deve determinar as formas de avaliação para o cumprimento das atividades. O projeto deve ser apresentado a diretoria para discussão dos objetivos, de forma que os dirigentes da empresa possam ajudar na sua execução.
  20. 20. É representada por diversos veículos: boletins para acionistas, relatório anual, revista e jornais externos, publicações para revendedores, fornecedores, relatórios de responsabilidade social, além é claro, da promoção de eventos especiais para esse público, como feiras, salões, encontros, convenções e outros similares. Em alguns casos, a empresa pode lançar mão da chamada mídia exterior, como painéis de rua (outdoors e back-lights), painéis de rodovias e outros.
  21. 21. http://youtu.be/yZgKEAz9BWo
  22. 22. Obrigado

×