SlideShare uma empresa Scribd logo

Mamografia adriana ii copia

L
Luanapqt
1 de 65
Baixar para ler offline
ASPECTO GERAL DO
   MAMÓGRAFO
APARELHO ESPECIALMENTE
PROJETADO PARA EXAMES
MAMOGRÁFICOS, QUE
UTILIZA A
RADIAÇÃO IONIZANTE
Mamografia adriana ii   copia
Componentes do Mamógrafo



Bucky (Porta-chassis)   Placa de Compressão


                                       Colocação
                                       do cassete

Compressor
Localizado (SPOT)
Mamografia adriana ii   copia
Mamógrafos: Princípios
        de Operação
Dois  eletrodos (catodo e anodo)
dentro de um tubo a vácuo.
O  feixe de elétrons ao se chocar
com o anodo (pista de Mo e/ou Rh)
produzirá CALOR e raios-x(99%
CALOR / 1% RX).
A   energia de cada fóton do feixe de
raios-x não é uniforme, alguns serão
pouco energéticos e outros muito
energéticos.
 Há a necessidade de filtros (Mo ou
Rh) para canalizar essa energia.
A  combinação anodo/filtro tem que se
adequar ao tipo (densidade) da mama.

Recomendados

A qualidade do ponto de vista médico mamografia
A qualidade do ponto de vista médico    mamografiaA qualidade do ponto de vista médico    mamografia
A qualidade do ponto de vista médico mamografiaGerciane Neves
 
Apostila mamografia final
Apostila mamografia finalApostila mamografia final
Apostila mamografia finalGerciane Neves
 
Controle de qualidade e artefato em mamografia
Controle de qualidade e artefato em mamografiaControle de qualidade e artefato em mamografia
Controle de qualidade e artefato em mamografiaRoberto Mesquita
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 
Mamografia aula
Mamografia aulaMamografia aula
Mamografia aula
 
Aula introd a mamo
Aula introd a mamoAula introd a mamo
Aula introd a mamo
 
Mamografia figuras
Mamografia figurasMamografia figuras
Mamografia figuras
 
Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 
Ressonancia Magnetica
Ressonancia MagneticaRessonancia Magnetica
Ressonancia Magnetica
 
Aula 1 - histórico e aspectos físicos
Aula 1 - histórico e aspectos físicosAula 1 - histórico e aspectos físicos
Aula 1 - histórico e aspectos físicos
 
MAMOGRAFIA
MAMOGRAFIA MAMOGRAFIA
MAMOGRAFIA
 
Mamo. 06
Mamo. 06Mamo. 06
Mamo. 06
 
HISTÓRIA DA MAMOGRAFIA
HISTÓRIA DA MAMOGRAFIAHISTÓRIA DA MAMOGRAFIA
HISTÓRIA DA MAMOGRAFIA
 
RADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITALRADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITAL
 
Introdução à Radioterapia
Introdução à RadioterapiaIntrodução à Radioterapia
Introdução à Radioterapia
 
Aula 3 mamografia controle de qualidade
Aula 3 mamografia controle de qualidadeAula 3 mamografia controle de qualidade
Aula 3 mamografia controle de qualidade
 
Aula câmara escura
Aula   câmara escuraAula   câmara escura
Aula câmara escura
 
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na OncologiaTomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
 
Tomografia trabalho
Tomografia trabalhoTomografia trabalho
Tomografia trabalho
 
Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.
 
Conceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemConceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagem
 
Incidências e achados básicos em Mamografia - Gabi.pptx
Incidências e achados básicos em Mamografia - Gabi.pptxIncidências e achados básicos em Mamografia - Gabi.pptx
Incidências e achados básicos em Mamografia - Gabi.pptx
 
Aula filmes écrans_(elementos_da_radiologia) (3)
Aula filmes écrans_(elementos_da_radiologia) (3)Aula filmes écrans_(elementos_da_radiologia) (3)
Aula filmes écrans_(elementos_da_radiologia) (3)
 

Destaque

Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaBruna Oliveira
 
Programação Outubro Rosa
Programação Outubro RosaProgramação Outubro Rosa
Programação Outubro RosaPortal NE10
 
Digital literacy and the 21st century classroom environment
Digital literacy and the 21st century classroom environmentDigital literacy and the 21st century classroom environment
Digital literacy and the 21st century classroom environmentmwinfield1
 
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para Mamografia
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para MamografiaFujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para Mamografia
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para MamografiaJJSussumu
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaMathielly Samara
 
1.tumores em cabeça e pescoço
1.tumores em cabeça e pescoço1.tumores em cabeça e pescoço
1.tumores em cabeça e pescoçoGlauson Chaves
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...Cristina Kari
 
Bi rads - mamografia
Bi rads - mamografiaBi rads - mamografia
Bi rads - mamografiadapab
 
Câncer de mama- Outubro Rosa
 Câncer de mama- Outubro Rosa Câncer de mama- Outubro Rosa
Câncer de mama- Outubro RosaTeresa Oliveira
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.biankathamara
 
Equipamentos e acessorios rcvm
Equipamentos e acessorios   rcvmEquipamentos e acessorios   rcvm
Equipamentos e acessorios rcvmRenata Cristina
 

Destaque (17)

Projeto de mamografia
Projeto de mamografiaProjeto de mamografia
Projeto de mamografia
 
Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
 
Mamografia (todo)
Mamografia (todo)Mamografia (todo)
Mamografia (todo)
 
Programação Outubro Rosa
Programação Outubro RosaProgramação Outubro Rosa
Programação Outubro Rosa
 
1 mamo1
1 mamo11 mamo1
1 mamo1
 
Digital literacy and the 21st century classroom environment
Digital literacy and the 21st century classroom environmentDigital literacy and the 21st century classroom environment
Digital literacy and the 21st century classroom environment
 
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para Mamografia
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para MamografiaFujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para Mamografia
FujiFilm: Programa de Controle de Qualidade para Mamografia
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mama
 
Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 
1.tumores em cabeça e pescoço
1.tumores em cabeça e pescoço1.tumores em cabeça e pescoço
1.tumores em cabeça e pescoço
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
 
Bi rads - mamografia
Bi rads - mamografiaBi rads - mamografia
Bi rads - mamografia
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Câncer de mama- Outubro Rosa
 Câncer de mama- Outubro Rosa Câncer de mama- Outubro Rosa
Câncer de mama- Outubro Rosa
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
 
Equipamentos e acessorios rcvm
Equipamentos e acessorios   rcvmEquipamentos e acessorios   rcvm
Equipamentos e acessorios rcvm
 

Semelhante a Mamografia adriana ii copia

A8 Posicionamento - Manobras.ppt
A8 Posicionamento - Manobras.pptA8 Posicionamento - Manobras.ppt
A8 Posicionamento - Manobras.pptAnaPaulaAlves673943
 
apresentação mamo
apresentação mamoapresentação mamo
apresentação mamoLuanaNeves30
 
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)Lucas Radicchi
 
Protocolo de Mamas Ressonância Magnética
Protocolo de Mamas Ressonância MagnéticaProtocolo de Mamas Ressonância Magnética
Protocolo de Mamas Ressonância MagnéticaAlex Eduardo Ribeiro
 
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaEquipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaHeraldo Silva
 
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICAL
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICALLINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICAL
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICALDrRuben Cardenas
 
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2Marcelo Gomes
 
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptx
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptxUFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptx
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptxNome Sobrenome
 
Anatomia Aplicada Aula 1, Prof. MSc Danillo Aguiar
Anatomia Aplicada  Aula 1, Prof. MSc Danillo AguiarAnatomia Aplicada  Aula 1, Prof. MSc Danillo Aguiar
Anatomia Aplicada Aula 1, Prof. MSc Danillo AguiarDanillo Aguiar
 

Semelhante a Mamografia adriana ii copia (20)

A8 Posicionamento - Manobras.ppt
A8 Posicionamento - Manobras.pptA8 Posicionamento - Manobras.ppt
A8 Posicionamento - Manobras.ppt
 
Apostila mamo tec
Apostila mamo  tecApostila mamo  tec
Apostila mamo tec
 
apresentação mamo
apresentação mamoapresentação mamo
apresentação mamo
 
Mamo. 07
Mamo. 07Mamo. 07
Mamo. 07
 
Mamo. 07
Mamo. 07Mamo. 07
Mamo. 07
 
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)
Aspectos técnicos em radioterapia de tórax e mama (2011)
 
Mamografia.pdf
Mamografia.pdfMamografia.pdf
Mamografia.pdf
 
Smn unicamp
Smn unicampSmn unicamp
Smn unicamp
 
Protocolo de Mamas Ressonância Magnética
Protocolo de Mamas Ressonância MagnéticaProtocolo de Mamas Ressonância Magnética
Protocolo de Mamas Ressonância Magnética
 
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaEquipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
 
artigo mama
artigo mama artigo mama
artigo mama
 
mamo.pdf
mamo.pdfmamo.pdf
mamo.pdf
 
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICAL
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICALLINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICAL
LINEAS DE LA UNION CRANEO CERVICAL
 
Métodos de biópsia no cancer de mama
Métodos de biópsia no cancer de mamaMétodos de biópsia no cancer de mama
Métodos de biópsia no cancer de mama
 
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2
Apostila ( Ortodontia Otimizada ) TYPODONT STRAIGHT WIRE 2
 
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptx
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptxUFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptx
UFCD STC7 - Ressonancia Magnética [Guardado automaticamente] (1).pptx
 
Micro
MicroMicro
Micro
 
Anatomia Aplicada Aula 1, Prof. MSc Danillo Aguiar
Anatomia Aplicada  Aula 1, Prof. MSc Danillo AguiarAnatomia Aplicada  Aula 1, Prof. MSc Danillo Aguiar
Anatomia Aplicada Aula 1, Prof. MSc Danillo Aguiar
 
Preparo biomecânico
Preparo biomecânico  Preparo biomecânico
Preparo biomecânico
 
Questões comentadas - Técnico em Radiologia EMSERH
Questões comentadas - Técnico em Radiologia EMSERHQuestões comentadas - Técnico em Radiologia EMSERH
Questões comentadas - Técnico em Radiologia EMSERH
 

Mais de Luanapqt

4 tomo-linear
4 tomo-linear4 tomo-linear
4 tomo-linearLuanapqt
 
Reforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoReforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoLuanapqt
 
Politica nacional atencao_basica_2006
Politica nacional atencao_basica_2006Politica nacional atencao_basica_2006
Politica nacional atencao_basica_2006Luanapqt
 
Normas operacional da assistencia a saude
Normas operacional da assistencia a saudeNormas operacional da assistencia a saude
Normas operacional da assistencia a saudeLuanapqt
 
Manifesto final
Manifesto finalManifesto final
Manifesto finalLuanapqt
 
Luiz anatomia
Luiz anatomiaLuiz anatomia
Luiz anatomiaLuanapqt
 
Leis do sus na integra
Leis do sus na integraLeis do sus na integra
Leis do sus na integraLuanapqt
 
Lei 8080 1990 8pg
Lei 8080 1990 8pgLei 8080 1990 8pg
Lei 8080 1990 8pgLuanapqt
 
Humanizasus 2004
Humanizasus 2004Humanizasus 2004
Humanizasus 2004Luanapqt
 
Estatuto do idoso comentado
Estatuto do idoso comentadoEstatuto do idoso comentado
Estatuto do idoso comentadoLuanapqt
 
Consolidação do sus e suas diretrizes
Consolidação do sus e suas diretrizesConsolidação do sus e suas diretrizes
Consolidação do sus e suas diretrizesLuanapqt
 
Código de ética do servidor público 1
Código de ética do servidor público 1Código de ética do servidor público 1
Código de ética do servidor público 1Luanapqt
 

Mais de Luanapqt (20)

4 tomo-linear
4 tomo-linear4 tomo-linear
4 tomo-linear
 
Reforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoReforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidação
 
Politica nacional atencao_basica_2006
Politica nacional atencao_basica_2006Politica nacional atencao_basica_2006
Politica nacional atencao_basica_2006
 
Normas operacional da assistencia a saude
Normas operacional da assistencia a saudeNormas operacional da assistencia a saude
Normas operacional da assistencia a saude
 
Noas
NoasNoas
Noas
 
Manifesto final
Manifesto finalManifesto final
Manifesto final
 
Luiz anatomia
Luiz anatomiaLuiz anatomia
Luiz anatomia
 
Leis do sus na integra
Leis do sus na integraLeis do sus na integra
Leis do sus na integra
 
Lei
LeiLei
Lei
 
Lei 8080 1990 8pg
Lei 8080 1990 8pgLei 8080 1990 8pg
Lei 8080 1990 8pg
 
Humanizasus 2004
Humanizasus 2004Humanizasus 2004
Humanizasus 2004
 
Estatuto do idoso comentado
Estatuto do idoso comentadoEstatuto do idoso comentado
Estatuto do idoso comentado
 
Consolidação do sus e suas diretrizes
Consolidação do sus e suas diretrizesConsolidação do sus e suas diretrizes
Consolidação do sus e suas diretrizes
 
Código de ética do servidor público 1
Código de ética do servidor público 1Código de ética do servidor público 1
Código de ética do servidor público 1
 
Mn10
Mn10Mn10
Mn10
 
Mn9
Mn9Mn9
Mn9
 
Mn08
Mn08Mn08
Mn08
 
Mn07
Mn07Mn07
Mn07
 
Mn06
Mn06Mn06
Mn06
 
Mn04 05
Mn04 05Mn04 05
Mn04 05
 

Mamografia adriana ii copia

  • 1. ASPECTO GERAL DO MAMÓGRAFO APARELHO ESPECIALMENTE PROJETADO PARA EXAMES MAMOGRÁFICOS, QUE UTILIZA A RADIAÇÃO IONIZANTE
  • 3. Componentes do Mamógrafo Bucky (Porta-chassis) Placa de Compressão Colocação do cassete Compressor Localizado (SPOT)
  • 5. Mamógrafos: Princípios de Operação Dois eletrodos (catodo e anodo) dentro de um tubo a vácuo. O feixe de elétrons ao se chocar com o anodo (pista de Mo e/ou Rh) produzirá CALOR e raios-x(99% CALOR / 1% RX).
  • 6. A energia de cada fóton do feixe de raios-x não é uniforme, alguns serão pouco energéticos e outros muito energéticos.  Há a necessidade de filtros (Mo ou Rh) para canalizar essa energia. A combinação anodo/filtro tem que se adequar ao tipo (densidade) da mama.
  • 10. Seleção da Dose A dose seleciona parâmetros de exposição baseados na característica individual de cada mama. Possui Filtro de dois materiais: Molibdênio e Ródio, que através da combinação anodo/filtro permite a melhora da imagem com a menor dose possível.
  • 12. Sistema de Compressão Automática Reduz a espessura da mama e a dose de radiação Assegura a imobilidade Aumenta o contraste Reduz a superposição de tecido A compressão deve ser suportável para a paciente.
  • 14. Magnificação Amplia a imagem através do aumento da distância objeto/filme. Utilizasuporte (afastador) para a mama, bucky próprio(sem grade). Utiliza compressor padrão ou de Spot.
  • 17. PERMITE A ROTAÇÃO PARA AMBOS OS LADOS ATÉ 180º
  • 18. Seleção de altura Sistema de altura ajustável à pacientes em cadeira de rodas ou com baixa estatura.
  • 20. Unidade de Biópsia Estereotaxia Unidade de Biópsia
  • 21. CÉLULA FOTOELÉTRICA  DISPOSITIVO DE CONTROLE AUOMÁTICO DE EXPOSIÇÃO(AEC –CAE-Atomatic exposure control)  LOCALIZADA ABAIXO DO BUCKY, A CÉLULA FOTOELÉTRICA FAZ A LEITURA DA DENSIDADE DA MAMA E SELECIONA PARAMÊTROS TÉCNICOS PARA CADA TIPO DE DENSIDADE MAMÁRIA.(Kv, Mas e filtro)
  • 24. CASSETES E ÉCRANS –O receptor de imagem em mamografia é constituído por um cassete(chassi) com um écran intensificador de imagem em contato íntimo com o filme que possui emulsão em um único lado.
  • 26. Do que consiste basicamente um exame de Mamografia?  1o Passo: Duas imagens de cada mama de ângulos diferentes (C/C e MLO)  2o Passo:Avaliação das imagens: Paciente pode ser liberada ou ser chamada para uma complementação  3o Passo: Estudo detalhado da área suspeita: Localizada(Spot),Magnificação e/ou Biópsia Estereotáxica
  • 28. A ARTE DO POSICIONAMENTO O CORRETO POSICIONAMENTO DA MAMA É FUNDAMENTAL PARA A DETECÇÃO DE ALTERAÇÕES MAMÁRIAS EM FASE INICIAL.  MAMOGRAFIAS COM QUALIDADE DIAGNÓSTICA REQUEREM FATORES ESSENCIAIS COMO; TÉCNICA UTILIZADA, EQUIPAMENTO, FILMES ESPECIAIS, PROCESSAMENTO DA IMAGEM E A ARTE DO POSICIONAMENTO.
  • 29. INCIDÊNCIAS DE ROTINA SÃOINCIDÊNCIAS BÁSICAS PARA UM EXAME MAMOGRÁFICO.  DUASIMAGENS DE CADA MAMA DE ÂNGULOS DIFERENTES (C/C E MLO) CRÂNIO CAUDAL E MÉDIO LATERAL OBLÍQUA.
  • 30. INCIDÊNCIA CRÂNIO CAUDAL(CC) Nesta incidência a mama é posicionada de forma que o feixe de RX se projete da cabeça em direção aos pés. Esta incidência deve apresentar toda a área de parênquima, QI e QE, atrás do parênquima a área de gordura e mais posteriormente o músculo peitoral.(nem sempre visualizado).
  • 33. INCIDÊNCIA MÉDIO LATERAL OBLÍQUA(MLO) Nesta incidência, o feixe de RX se projeta na região medial da mama indo em direção a lateral oblíqua. A angulação do tubo pode variar de 45º a 60º de acordo com o biótipo da paciente.
  • 35. INCIDÊNCIAS DE ROTINA (MLO E CC) Médio Lateral Oblíqua( MLO)
  • 36. INCIDÊNCIAS COMPLEMENTARES SÃO INCIDÊNCIAS UTILIZADAS PARA AUXILIAR NO DIAGNÓSTICO.  SÃO REALIZADAS EM CASOS DE IMAGENS SUSPEITAS OU QUE CAUSEM DÚVIDA.
  • 37. COMPRESSÃO SELETIVA (SPOT) Nesta incidência utilizamos um compressor pequeno que tem por finalidade dissociar estruturas que possam estar causando dúvidas.
  • 40. MAGNIFICAÇÃO  INCIDÊNCIA AMPLIADA DE IMAGENS SUSPEITAS.  PODE SER FEITA COM OU SEM COMPRESSÃO SELETIVA(SPOT).  UTILIZADO PARA ESTUDO DE MICROCALCIFICAÇÃO, DENSIDADES ASSIMÉTRICAS,...
  • 43. INCIDÊNCIAS EM PERFIL 90º(LM e ML) INCIDÊNCIA REALIZADA COM O APARELHO ANGULADO EM 90º. É UTILIZADA PARA DISSOCIAR GRANDES ESTRUTURAS. PODE SER FEITA EM LÁTERO MEDIAL E MÉDIO LATERAL.
  • 45. INCIDÊNCIA CRÂNIO CAUDAL EXAGERADA  UTILIZADA EM CASOS SUSPEITOS DE LESÕES EM QUADRANTE EXTERNO(QE).  O TUBO DEVE SER ANGULADO CERCA DE 5º, ELEVANDO-SE O BUCKY DE FORMA QUE A PORÇÃO LATERAL DA MAMA(QE) FIQUE ELEVADA.  REALIZA-SE A COMPRESSÃO NA PORÇÃO LATERAL DA MAMA.
  • 47. INCIDÊNCIA CLEAVAGE TEM POR FINALIDADE O ESTUDO DA PORÇÃO MEDIAL DA MAMA.(QI) ESTE POSICIONAMENTO É FEITO TRACIONANDO AMBAS AS MAMAS AO MESMO TEMPO, DESSA FORMA RADIOGRAFA-SE A REGIÃO MEDIAL(QI) QUE POSSUA LESÃO SUSPEITA OU
  • 49. INCIDÊNCIA AXILAR  UTILIZADA NOS CASOS SUSPEITOS DE NÓDULO AXILAR E QUE NÃO PODE SER VISUALIZADO EM MLO.  A PACIENTE É POSICIONADA COM O BRAÇO SOBRE O BUCKY (45º de angulação) DE FORMA QUE TODA ÁREA AXILAR SEJA RADIOGRAFADA.
  • 51. INCIDÊNCIA DE CLEÓPATRA  ESTA INCIDÊNCIA É UMA VARIAÇÃO DA CRÂNIO CAUDAL EXAGERADA(CCex).  SUA FINALIDADE É VISUALIZAR A PORÇÃO LATERAL DA MAMA(QE).  A PACIENTE É POSICIONADA DE MODO QUE O SEU CORPO INCLINE PARA O LADO DA MAMA EM ESTUDO.
  • 53. INCIDÊNCIAS EM MAMAS COM PRÓTESE DE SILICONE RADIOGRAFAR COM TÉCNICA MANUAL AS INCIDÊNCIAS CC E MLO. A COMPRESSÃO DEVE SER SUPORTÁVEL PARA A PACIENTE.
  • 54. MANOBRA DE EKCLUND ESTA MANOBRA CONSISTE NA MOBILIZAÇÃO POSTERIOR DA PRÓTESE DE FORMA QUE SE COMPRIMA SOMENTE O PARÊNQUIMA MAMÁRIO. É REALIZADA EM POSIÇÃO DE CC.
  • 57. MANOBRA DE EKCLUND RESTRIÇÕES: PRÓTESES ENDURECIDAS; PRÓTESES ADERIDAS AO PARÊNQUIMA MAMÁRIO; PRÓTESES COM ÁREAS IRREGULARES, ABAULADAS OU ONDULADAS.
  • 58. INCIDÊNCIA CAUDO CRANIAL  POSICIONAMENTO INVERTIDO DO APARELHO(180º DE ANGULAÇÃO), O FEIXE DE RX É EMITIDO DOS PÉS EM DIREÇÃO A CABEÇA.  É UTILIZADA EM PACIENTES COM MAMAS PEQUENAS,COM O ESTERNO E ARCOS COSTAIS PROEMINENTES E PACIENTES MASCULINOS.
  • 60. INCIDÊNCIA TANGENCIAL  REALIZADA PARA DESFAZER DÚVIDAS EM RELAÇÃO A LESÕES DE PELE, SINAIS CUTÂNEOS, CALCIFICAÇÕES DE PONTOS CIRÚRGICOS,...  REALIZA-SE A INCIDÊNCIA CC OU MLO COM MARCADOR METÁLICO.
  • 62. INCIDÊNCIA ROLADA ESTA INCIDÊNCIA TEM POR FINALIDADE DESFAZER IMAGENS SUSPEITAS CRIADAS POR SUPERPOSIÇÃO DE TECIDO. A MAMA É POSICIONADA EM CC E ROLADA PARA DIREITA OU ESQUERDA, APÓS ISSO, É EFETUADA A COMPRESSÃO.
  • 64. TRUQUES E DICAS CRÂNIO CAUDAL(CC)
  • 65. “SONHOS SÃO GRATUITOS TRANSFORMÁ-LOS EM REALIDADE TEM UM PREÇO. OUSE.” E. J. GIBS