Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  Universidade	
  Fernan...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  Universidade	
  Fernan...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Enquadramento	
  
§ ...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Enquadramento	
  
§ ...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
São	
  considerados	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
A	
  energia	
  eólic...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Com	
  o	
  aumento	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
§  É	
  um	
  sector...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
§  A	
  falta	
  de	...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
A	
  nível	
  Europeu...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Normas	
  e	
  proced...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Eólicas	
  no	
  Mar	...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Em	
  	
  Terra	
  (O...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
No	
  Mar	
  (Off-­‐Sh...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
	
  
Segurança	
  e	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
	
  
Segurança	
  e	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
	
  
Segurança	
  e	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
	
  
Segurança	
  e	
...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Segurança	
  e	
  Saú...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
Fontes	
  
•  hmps://...
Universidade	
  Fernando	
  Pessoa	
   30-­‐05-­‐2014	
  Ana	
  Teixeira	
  &	
  Sílvia	
  Costa	
  
	
  
	
  
	
  
Obriga...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Segurança e saúde no setor da energia eólica

4.033 visualizações

Publicada em

Segurança e saúde no setor da energia eólica

  1. 1. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa  Universidade  Fernando  Pessoa   Engenharia  e  Gestão  da  Qualidade   UC:  Segurança  no  Trabalho  II   Trabalho  realizado  por:  Ana  Teixeira  e  Silvia  Costa   Docente:  Lucia  Afonso   2014     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia   Eólica  
  2. 2. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa  Universidade  Fernando  Pessoa     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  3. 3. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Enquadramento   §  Agência   Europeia   para   a   Segurança   e   a   Saúde   no   Trabalho     §  Sector  da  Energia  Eólica   §  Visão   profunda   e   abrangente   -­‐   uma   análise   dos   desafios   em   matéria   de   Segurança   e   Saúde   no   Trabalho.   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  4. 4. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Enquadramento   §  Promover  a  consciencialização  e  apoiar  as  boas   práTcas  de  SST.   §  São   consideradas   as   aTvidades   associadas   à   energia  eólica:   –  Conceção  e  fabrico  de  peças  de  turbinas  eólicas;   –  Transporte;     –  Instalação  e  manutenção;     –  Recuperação  e  tratamento  de  resíduos.   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  5. 5. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   São  considerados  aspetos  relacionados  com:   §   Instalação  em  áreas  remotas;   §   Condições  meteorológicas  extremas;   §   Espaços  confinados;   §   Posturas  inadequadas;   §   Riscos  elétricos;   §   Quedas;   §   ….     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  6. 6. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   A  energia  eólica  é  uma  fonte  de  energia:   §  Não  Poluente,   §  Renovável  e  limpa,     §  Não  produz  gases  de  efeito  de  estufa.   Tem  sofrido  um  grande  crescimento:   §  Atualmente  emprega  192  mil  pessoas,   §  Prevê-­‐se    até  2020  446  mil  postos  de  trabalho.       Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  7. 7. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Com  o  aumento  do  número  de  trabalhadores  no   setor,  o  trabalho  perigoso  está  relacionado  com:   •   A  localização,     •   O  Transporte,   •   A  montagem   •   A  manutenção,     •   O  desmantelamento  de  turbinas  eólicas.     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  8. 8. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   §  É  um  sector  completamente  novo.   §  Está  a  crescer  a  um  ritmo  elevado.   §  Há   poucos   trabalhadores   com   experiência   comprovada.   §  Há  recurso  a  trabalhadores  não  -­‐  qualificados.   §  Os   trabalhadores   não   estão   plenamente   conscientes  dos  perigos  que  existem.   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  9. 9. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   §  A  falta  de  especialização  na  indústria  da  energia   eólica   é   atribuída   à   falta   de   normas/ regulamentação  e  formação  no  sector.   §  É   deixada   a   cada   empresa   a   decisão   sobre   a   adoção  de  normas  adequadas.   §  As  pequenas  e  médias  empresas  não  são  capazes   de  oferecer  formação  adequada  !!!     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  10. 10. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   A  nível  Europeu  recomenda-­‐se  formação:   -­‐  Torre  de  salvamento/alpinista;   -­‐  Construção  segura;   -­‐  Primeiros  socorros;   -­‐  Segurança  elétrica;             -­‐  Segurança  mecânica;     -­‐  PráTcas  de  aparelhamento;   -­‐  Sinal  de  guindaste.   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  11. 11. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Normas  e  procedimentos:   §  Série  61400:     Fornece   requisitos   para   garanTr   que   as   turbinas   eólicas   são   adequadamente   projetadas:   Fases   de   projeto,   produção  e  construção  de  um  parque  Eólico   §  EN50308:   Turbinas  de  vento  –  requisitos  de  segurança,  produção  e   manutenção.             Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica  
  12. 12. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Diagrama  EsquemáGco  de  Turbina  com  Eixo  Horizontal   Área  de  giro   das  lâminas   Diâmetro  do     Rotor   Fundação     (vista  lateral)   Ligações  elétricas  subterrâneas   (vista  frontal)   Nascele  com   embreagem  e     Gerador   Torre   Altura  do   rotor   Lâmina   do  rotor    Turbina  Eólica  
  13. 13. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Eólicas  no  Mar  (Off-­‐shore)  e  em  Terra(On-­‐shore)   Pode   ocorrer   em   qualquer   fase   do   projeto   do   parque  eólico:   §  Projeto/desenho  e  desenvolvimento;   §  Fabricação  e  Transporte;   §  Construção  e  Operação;   §  Infraestrutura  associada;     §  Manutenção  e  Desmantelamento;   §  Tratamento  de  resíduos  e  reciclagem.       Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  14. 14. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Em    Terra  (On-­‐Shore)  –  principais  riscos:     §  Queda  de  pessoas  e  de  carga;     §  Queda  em  altura;   §  Espaços  confinados;   §  Carga  instável  que  se  desloca;   §  Colisão  com  outros  veículos;   §  A  fadiga  causada  por  longas  viagens;   §  Acessos  dilceis  por  terra;   §  Carga  lsica  e  riscos  elétricos.       Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  15. 15. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   No  Mar  (Off-­‐Shore)  –  principais  riscos:     Apresenta  mais  perigos  de  risco  elevado:   §  Transferência  de  pessoas;   §  Operações  de  mergulho;   §  Evacuação  de  emergência;     §  Exposição  às  condições  atmosféricas;     §  Falhas  intrínsecas  ao  ambiente  marinho;   §  Levantamento  de  guindastes.       Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    
  16. 16. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Transporte  por  terra     hmps://www.youtube.com/watch?v=s-­‐RBVcZQ1m0  
  17. 17. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica                              Fase  de  construção     A  construção  é  vista  como  a  fase  mais  complicada   e  possivelmente    a  mais  perigosa  no  ciclo  de  vida   de  uma  turbina  eólica.                      Instalação  dos  componentes  principais:   §  A  fundação;   §  Peças  de  transição;     §  Montagem  da  turbina  eólica.  
  18. 18. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica     Riscos  associados  à  construção     •  Queda   de   estruturas,   cargas   ou   objetos   durante   as   operações  de  elevação;   •  Quedas  em  altura;     •  Riscos  mecânicos,  como  o  contato  com  partes  móveis;   •  Offshore   -­‐   operações   maríTmas   de   transporte,   por   exemplo,   colisões   de   navios   ou   quedas   do   homem   ao   mar.  
  19. 19. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa     Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Riscos  associados  à  construção     •  Riscos   Elétricos   -­‐   curtos   circuitos,   sobrecargas,   fenómenos  eletrostáTcos  ou  choque.   •  Incêndio/explosão  da  turbina  ou  do  navio.   •  Movimentação  manual  de  cargas.   •  Riscos  Ergonómicos-­‐  efeitos  fisiológicos,  como  resultado   de  trabalho  pesado  e  movimentos  repeTdos,  a  fadiga  do   subir  escadas  ou  trabalhar  em  espaços  confinados.  
  20. 20. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Riscos  associados  à  construção     •  Trabalho  com  substâncias  perigosas.     •  Trabalho  em  espaços  confinados  -­‐  a  configuração  de  todas   as  naceles  vai  classificá-­‐los  como  espaços  confinados.   •  Os  efeitos  climatéricos  (vento,  ondas,  correntes,  raios).   •  Organizacional   -­‐   pressão   de   tempo;   equipamentos   de   segurança  insuficientes  ou  falta  deles;  falta  de  competência   ou  habilidades  para  o  setor  de  energia  eólica.   •  A  exposição  ao  ruído  e  vibração.     !   Evacuação    
  21. 21. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   •  hmps://www.youtube.com/watch?v=xPuWjl28gng     Montagem  
  22. 22. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Manutenção   •  Uma   vez   em   funcionamento,   os   parques   eólicos   são,   essencialmente,  instalações  não  tripuladas.     •  Durante  a  fase  de  construção,  pode  haver  mais  de  500   pessoas   a   trabalhar   no   local,   mas   uma   equipa   operacional   de   manutenção   será   normalmente   composta   por   duas   pessoas   para   cada   20   ou   30   turbinas  eólicas.    
  23. 23. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    Manutenção   •  O  tempo  de  manutenção  de  roTna  xpica  de  uma  turbina   eólica  moderna  é  de  40  horas  por  ano.     •  As   aTvidades   de   manutenção   incluem   tarefas   comuns,   como   limpeza   das   lâminas,   lubrificação,   revisão   das   peças   do   gerador,   subsTtuição   dos   componentes   e   reparação  de  unidades  de  controle  elétrico.      
  24. 24. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Manutenção   •  Condições  climatéricas  extremas,  condições  tais  como   a   neve,   vento   forte   e   chuva   podem   resultar   em   temperaturas   que   variam   de   muito   baixas   a   muito   altas,   e   essas   condições   adversas,   juntamente   com   a   sujidade,   poeira   e   raios,   também   contribuem   para   as   lâminas  serem  reparadas  ou  limpas  regularmente.      
  25. 25. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Manutenção  da  Nacele   •  Os   trabalhos   de   manutenção   na   nacele   ou   em   torno   desta,  envolvem  riscos  associados  às  partes  móveis,  as   partes  quentes  que  causam  queimaduras  e  os  cabos  de   alta  tensão.   •  Se   as   partes   móveis   da   turbina   (como   engrenagens   e   lâminas)   não   são   protegidas   corretamente,   podem   causar  ferimentos  graves,  tais  como  dedos  esmagados   ou  mãos,  amputações,  queimaduras  ou  lesões  oculares   graves  que  podem  levar  à  cegueira.  
  26. 26. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Manutenção  da  Nacele   O  acesso  à  nacele  também  significa  subir  escadas  verTcais   muito  altas  (por  exemplo,  80  m  de  altura),  quando,  com   ou  sem  elevador  na  turbina  eólica,  o  elevador  falhou.      
  27. 27. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Espaços  confinados     A   insuficiência   de   oxigênio   é   sempre   uma   preocupação   quando  se  trabalha  de  espaços  confinados.     •  Fumos   tóxicos   podem   surgir   da   irradiação   de   calor   ou   faíscas   elétricas   que   inflamam   as   resinas   à   base   de   solvente   ou   outros   compostos   orgânicos   voláteis   uTlizados  para  lubrificação  .     •  Inspecção  dos  bueiros,  espaços  semelhantes  estreitos  de   uma   lâmina   para   inspecionar   a   iluminação   ou   para   reparar  as  pás  ou  a  pele  de  fibra  de  vidro.       •  A  decomposição  de  aves  mortas  ou  roedoras  que  podem   ter   ficado   no   espaço   confinado   podem   consumir   o   oxigénio   a   parTr   do   ambiente   para   provocar   níveis   de   oxigénio  ainda  mais  inseguros.  
  28. 28. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Manutenção     •  Programas  de  formação;   •  Sistemas  de  Bloqueio;   •  Documentos   e   procedimentos   padrões   durante   as   aTvidades  de  bloqueio;   •  Autorizações  de  trabalho.    
  29. 29. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica    Ruído     O  ruído  nas  turbinas  eólicas  é  gerado  de  duas  formas:     §  Mecanicamente  -­‐  através  do  movimento  das  peças   perto  do  gerador.   §  Aerodinamicamente  -­‐  através  do  deslocamento  do   ar  causado  pela  rotação  das  pás.      
  30. 30. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Ruído     •  Geralmente,  está  compreendido  no  intervalo  de  35-­‐50   deciBel  ajustado  (dBA)  o  que  é  comparável  ao  ruído  de   fundo  interior  .     •  A   percepção   deste   ruído   difere   entre   indivíduos,   algumas   pessoas   definem-­‐no   como   um   som   indesejável.     •  O  Ruído  da  turbina  eólica  está  entre  os  35  e  50  dB    e   pode  ser  associada  à  interrupção  do  sono  nas  pessoas   que  vivem  a  menos  de  2,5  km  das  turbinas,  o  que  pode   ser  um  problema  para  a  trabalhadores  em  instalações   no   mar   (offshore)   em   plataformas   de   alojamento   ao   lado  da  turbina.    
  31. 31. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Ruído     Os  efeitos  na  saúde  da  exposição  a  longo  prazo,  ao  ruído  de   baixa   frequência   são   desconhecidos,   mas   alguns   afirmam   que  o  ruído  de  turbinas  eólicas  provoca  sintomas,  como:     §  Dores  de  cabeça,     §  Tonturas,  instabilidade,     §  Náusea,     §  Cansaço,     §  Ansiedade,     §  Problemas  de  irritabilidade,     §  Depressão,     §  Problemas  de  sono  crónicos,   §  Zumbido,   §  Problemas  de  concentração  e  aprendizagem.    
  32. 32. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   DesaTvação             Os   riscos   associados   com   SST,   às   fases   finais   de   um   componente   ou   de   vida   de   turbina   não   são   bem   documentadas   no   domínio   público,   mas   poderemos   supor   que   os   riscos   associados   à   fase   de   desacTvação   são   semelhantes  aos    que  existem    na  construção  e  na  fase  de   instalação.  
  33. 33. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Segurança  e  Saúde  no  Setor  da  Energia  Eólica   Reciclagem   •  Na  análise  do  ciclo  de  vida  para  as  turbinas  eólicas  em   terra   e   no   mar,   presume-­‐se   que   a   maior   parte   dos   materiais   da   turbina   eólica   será   reciclada   no   final   do   seu   ciclo   de   vida,   nessa   hipótese,   a   torre   e   a   nacele   serão  transportados  para  uma  fábrica  de  reciclagem  e   as  lâminas  serão  enviadas  para  aterro.   •  Os   principais   materiais   uTlizados   na   fabricação   de   turbinas   eólicas   são   as   resinas,   fibra   de   vidro,   ferro,   aço,  cobre  e  betão.    
  34. 34. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa   Fontes   •  hmps://osha.europa.eu/en/publicaTons/reports/occupaTonal-­‐ safety-­‐and-­‐health-­‐in-­‐the-­‐wind-­‐energy-­‐sector  
  35. 35. Universidade  Fernando  Pessoa   30-­‐05-­‐2014  Ana  Teixeira  &  Sílvia  Costa         Obrigada!!!!      

×