Monitoria Patologias Pulmonares na Radiografia Simples de Tórax

2.209 visualizações

Publicada em

Monitoria ministrada à turma da disciplina de Diagnóstico por Imagem do curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Maria, no segundo semestre letivo de 2015.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.209
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.015
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Monitoria Patologias Pulmonares na Radiografia Simples de Tórax

  1. 1. Radiografia de Tórax Manifestações Patológicas Pulmonares Mais Comuns Prof. Carlos Jesus Pereira Haygert Acad. Lucas Samuel Perinazzo Pauvels Medicina UFSM Santa Maria, Agosto de 2015.
  2. 2. Radiografia de Tórax Abordagem sistemática Desvio da normalidade Padrão radiológico Diagnóstico Diferencial
  3. 3. Sumário 1. Padrões patológicos mais frequentes. 1. Consolidação 2. Infiltrado Intersticial 3. Atelectasia 4. Nódulos e Massas 2. Patologias específicas. Case courtesy of Dr Craig Hacking, Radiopaedia.org, rID: 36891
  4. 4. Padrões Patológicos na Radiografia de Tórax Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html
  5. 5. Consolidação Substituição do ar nos alvéolos por qualquer coisa! Maior densidade = Mais radiopaco Exemplos: Exsudato — pneumonia Transudato — edema pulmonar Sangue — contusão pulmonar Células — tumores
  6. 6. Consolidação • Aspecto de algodão. • Não desloca estruturas. • Sinal do Broncograma Aéreo • Sinal da Silhueta Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html
  7. 7. Sinal da Silhueta Perda da interface entre estrutura normal e uma porção de pulmão aerado. Case courtesy of Dr Jeremy Jones, Radiopaedia.org, rID: 24130
  8. 8. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 8470
  9. 9. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 8470
  10. 10. Fonte: http://image.wikifoundry.com/image/1/DIIOEjAQjweeVdJtRb-APw285378/GW837H561
  11. 11. Fonte: http://image.wikifoundry.com/image/1/F1gmcnLRSdYNeB8Mf_AtCw236936/GW839H575
  12. 12. Opacificação + Broncograma Aéreo + Sinal da Silhueta = Consolidação de Lobo Superior Direito Case courtesy of Dr Jeremy Jones, Radiopaedia.org, rID: 24130
  13. 13. Opacificação + Broncograma Aéreo + Sinal da Silhueta = Consolidação de Lobo Inferior Esquerdo Case courtesy of Dr Henry Knipe, Radiopaedia.org, rID: 31388
  14. 14. Case courtesy of Dr Henry Knipe, Radiopaedia.org, rID: 31388 Opacificação + Broncograma Aéreo + Sinal da Silhueta + Sinal do Dégradé = Consolidação de Lobo Inferior Esquerdo
  15. 15. Infiltrado Intersticial Alteração das estruturas que compõem o interstício. Interstício pulmonar: - Tecido conjuntivo - Veias - Vasos linfáticos Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 8760
  16. 16. Infiltrado Intersticial Alteração das estruturas que compõem o interstício. Reticular Nodular Reticulonodular Exemplos: Congestão venosa — edema pulmonar cardiogênico Alteração do colágeno — colagenoses Doenças pulmonares intersticiais Pneumonias intersticiais TUBERCULOSE
  17. 17. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 15434 Infiltrado Intersticial Reticular
  18. 18. Atelectasia Perda do ar do espaço aéreo. A ausência de ar nos alvéolos causa colabamento do parênquima adjacente. Possíveis causas: Obstrutiva (B) Não-obstrutiva Compressiva (C) Adesiva Cicatricial Fonte: http://people.upei.ca/lopez/respiratory2/Notes_respir_2010_files/image004.gif
  19. 19. Atelectasia • Parênquima radiopaco bem delimitado. • Ausência de broncograma aéreo. • Sinal da silhueta presente. • Sinais de perda de volume. Achados Radiológicos Case courtesy of Dr Jeremy Jones, Radiopaedia.org, rID: 8782
  20. 20. Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html
  21. 21. Opacificação bem delimitada + Sinal da Silhueta + Sinais de perda de volume = Atelectasia de Lobo Superior Direito Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 10552
  22. 22. Massa peri-hilar + Deslocamento da fissura horizontal causado por atelectasia obstrutiva Sinal S de Golden Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 10552
  23. 23. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 10552
  24. 24. Nódulos e Massas Áreas focais hiperdensas. Denominações utilizadas para descrever focos arredondados ou elípticos radiopacos à radiografia simples. Nódulos: ≤ 3 cm. Massas: > 3 cm. São causados por qualquer coisa que determine aumento da densidade de uma área focal, bem delimitada ou não. Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html
  25. 25. Nódulos e Massas Diagnóstico Diferencial Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html • Neoplasia primária ou metastática • Infecção, abscesso (TB!!) • Linfadenopatia hilar ou mediastinal • Doença inflamatória, granuloma • Causas vasculares • Impactação de muco • Doenças ocupacionais
  26. 26. Padrões Patológicos na Radiografia de Tórax Fonte: http://radiologyassistant.nl/en/p50d95b0ab4b90/chest-x-ray-lung-disease.html
  27. 27. Dúvidas?
  28. 28. Pneumotórax Presença de ar no espaço pleural. Fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/46/Blausen_0742_Pneumothorax.png Exemplos: Traumatismo torácico penetrante. Fratura de costelas. Enfisema pulmonar. Blebs pulmonares subpleurais.
  29. 29. Pneumotórax Achados Radiológicos • Região periférica radiolucente, sem parênquima pulmonar. • Borda pulmonar visível (parênquima + pleura visceral). • Sinal do sulco profundo (seio costofrênico ipsilateral aparenta estender-se mais do que o normal). • Pode haver presença concomitante de coleções líquidas (causas traumáticas).
  30. 30. Case courtesy of Dr Henry Knipe, Radiopaedia.org, rID: 27798 Região periférica radiolucente + Borda pulmonar visível = Pneumotórax
  31. 31. Pneumotórax Hipertensivo Deslocamento de estruturas pelo aumento da pressão • Há formação de um sistema de válvula que permite a entrada de ar no espaço pleural a cada inspiração, mas evita sua saída. • Aumento de pressão no espaço pleural • Deslocamento de estruturas mediastinais, e hilares. • Instabilidade hemodinâmica — urgência médica! • Compressão e colabamento do parênquima pulmonar.
  32. 32. Case courtesy of Dr Craig Hacking, Radiopaedia.org, rID: 37183 Região periférica radiolucente + Borda pulmonar visível + Deslocamento da traqueia e de estruturas mediastinais e hilares + Sinal do sulco profundo + Enfisema subcutâneo = Pneumotórax hipertensivo
  33. 33. Derrame Pleural Presença de líquido no espaço pleural. Fonte: http://images.medicinenet.com/images/illustrations/pleural-effusion.jpg Distúrbios no equilíbrio entre a integridade das pleuras e suas pressões de filtração e reabsorção geram acúmulo de exsudato ou transdudato entre os folhetos pleurais. Exemplos: Doença pleural — tuberculose, neoplasia. Doença sistêmica — insuficiência cardíaca congestiva.
  34. 34. Derrame Pleural • Derrame pleural — transudato. • Hemotórax — sangue. • Empiema — pus. • Quilotórax — linfa. Presença de líquido no espaço pleural. Tipos de líquido: Não podem ser diferenciados apenas com a imagem!
  35. 35. Derrame Pleural • Obliteração do seio costrofênico. • Imagem em menisco (pode não estar presente). • Aparente elevação da cúpula diafragmática. • Incidência em decúbito lateral pode deslocar o líquido, aumentando a sensibilidade do método. Achados Radiológicos Raios-x Fonte: apresentação Felipe W Langer.
  36. 36. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 25595 Obliteração do seio costofrênico + Imagem em menisco = Derrame Pleural
  37. 37. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 25595 Obliteração do seio costofrênico = Derrame Pleural
  38. 38. Derrame Pleural Presença de líquido no espaço pleural. Incidência Supina Fonte: apresentação Felipe W Langer. Case courtesy of Dr Alexandra Stanislavsky, Radiopaedia.org, rID: 22269
  39. 39. Derrame Pleural Subpulmonar Líquido no espaço pleural sobre o diafragma Case courtesy of Dr Mohammad Taghi Niknejad, Radiopaedia.org, rID: 22165 Case courtesy of Dr Nafisa Shakir Batta, Radiopaedia.org, rID: 24982
  40. 40. DPOC • Limitação ao fluxo aéreo persistente e não totalmente reversível. • Relacionada a uma resposta inflamatória exacerbada a partículas nocivas ou gases. • Compreende: • Enfisema pulmonar • Bronquite crônica obstrutiva • Doença das pequenas vias aéreas Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica Principal causa: TABAGISMO
  41. 41. DPOC • Sinais de hiperinsuflação pulmonar. • Retificação do diafragma. • Aumento do diâmetro anteroposterior do tórax. • Espaço retroesternal aumentado. • Coração relativamente pequeno. • Aumento da transparência pulmonar. Achados Radiológicos
  42. 42. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 8512 Cúpula diafragmática retificada + Coração relativamente pequeno = DPOC
  43. 43. Case courtesy of Dr Frank Gaillard, Radiopaedia.org, rID: 8512 Aumento do diâmetro AP Aumento do espaço retroesternal Retificação do diafragma = DPOC
  44. 44. Muito obrigado! Dúvidas? lucassamuel.pp@gmail.com
  45. 45. Referências e leituras recomendadas: 1. Chiles, Caroline; Gulla, Shannon M. Radiologia do tórax. In: Radiologia básica. Lange. Chen, M; Pope, T; Ott, D. 2. ed. Porto Alegre: AMGH, 2012. pp. 70 - 131. 2. Radiology Assistant. Chest X-ray - basic interpretation; Chest X-ray - lung disease. Disponíveis em: <http://www.radiologyassistant.nl>. 3. Radiopaedia. Tópicos diversos. Disponível em: <http://www.radiopaedia.org>.

×