Tecnófilo consciente

315 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
315
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnófilo consciente

  1. 1. Tecnófilo Consciente Luã Augusto da Silva Lança Puc Minas - História
  2. 2. Informação Desinformada: • Muito se tem dito, ultimamente, sobre a utilização do computador na educação a favor e contra. Infelizmente, grande parte das afirmações feitas, tanto de um lado como do outro, reflete, frequentemente, algum desconhecimento de causa. As vezes até muita desinformação. Tanto do lado dos defensores como dos críticos . • Opiniões diversas: • Críticas de pessoas que acreditam que o computador não terá, realmente, um efeito muito grande sobre a educação; • Críticas de pessoas que acreditam que o computador poderá, realmente, ter um efeito muito poderoso sobre a educação;
  3. 3. Necessidades e Realidades: • O sentimento do mal pago e sobrecarregado professor que, não tendo condições materiais mínimas para o essencial de seu trabalho pedagógico, reage negativamente quando vê, de repente, a ameaça - é assim que ele sente - de que, em primeiro lugar, os minguados recursos de que a educação dispõe venham a ser desviados para a aquisição e manutenção de caros equipamentos. • Nem mesmo o mais ardoroso defensor da utilização de computadores na educação discorda de que as necessidades apontadas pelo crítico são de fato prioritárias. O que ele afirma _ que preparar nossos alunos adequadamente para viver e atuar profissionalmente no século XXI também é prioritário.
  4. 4. Educar para Emancipar: • Os que propõem crítica a utilização da computação nas escolas, concebem a educação de maneira muito estreita. • Mas o potencial pedagógico do computador mal começou a ser explorado. • A criança/adolescente, dominando o computador, tem à sua disposição um instrumento poderoso com o qual pensar e aprender. • Afinal, paulatinamente, todas as áreas vão fazendo uso deste instrumento e fatalmente todos terão de aprender a conviver com essas máquinas na vida pessoal assim como também na vida profissional.
  5. 5. A Necessidade de se Informar: • A manipulação dos computadores, tratamento, armazenamento e processamento dos dados estão relacionados com a ideia de informática. O termo informática vem da aglutinação dos vocábulos informação + automática. • O computador é “uma máquina que possibilita testar ideias ou hipóteses, que levam à criação de um mundo abstrato e simbólico, ao mesmo tempo em que permite introduzir diferentes formas de atuação e interação entre as pessoas.” • Sendo sempre importante que se lance sobre o mesmo um olhar crítico e se busque, face às teorias e práticas pedagógicas, o bom uso desse recurso.
  6. 6. Informática para Educar: • A Informática Educativa privilegia a utilização do computador como a ferramenta pedagógica que auxilia no processo de construção do conhecimento. • Nesse sentido, o computador transforma-se em um poderoso recurso de suporte à aprendizagem, com inúmeras possibilidades pedagógicas; • Repensando qual o verdadeiro significado da aprendizagem, para que o computador não se torne mais um adereço travestido de modernidade; • As máquinas nunca substituirão o professor, desde que ele resignifique seu papel e sua identidade a partir da utilização das novas abordagens pedagógicas que as tecnologias facilitam.
  7. 7. Um Potencial em Potencial: • O fenômeno brasileiro de informatização é carente de planejamento. • Pois bem organizado faz com que, quando o próprio aluno cria, faz, age sobre o software, decidindo o que melhor solucionaria seu problema, torna-se um sujeito ativo de sua aprendizagem. • O computador ao ser manipulado pelo indivíduo permite a construção e reconstrução do conhecimento, tornando a aprendizagem uma descoberta. • Quando a informática é utilizada a serviço da educação emancipadora, o aluno ganha em qualidade de ensino e aprendizagem.
  8. 8. Superando as Críticas: • A democratização do acesso a esses produtos tecnológicos é talvez o maior desafio para esta sociedade demandando esforços e mudanças nas esferas econômica e educacional. • Certamente, o papel do professor está mudando, seu maior desafio é reaprender a aprender. Compreender que não é mais a única fonte de informação, o transmissor do conhecimento, aquele que ensina, mas aquele que faz aprender, tornando-se um mediador entre o conhecimento e a realidade, um especialista no processo de aprendizagem, em prol de uma educação que priorize não apenas o domínio dos conteúdos, mas o desenvolvimento de habilidades, competências, inteligências, atitudes e valores.
  9. 9. Reconhecendo a Importância: • Compete ao professor e aluno explorarem ao máximo todos os recursos que a tecnologia nos apresenta, de forma a colaborar mais e mais com a aquisição de conhecimento. • É papel da escola democratizar o acesso ao computador, promovendo a inclusão sócio-digital de nossos alunos. É preciso também que os dirigentes discutam e compreendam as possibilidades pedagógicas deste valioso recurso. Contudo, é preciso estar conscientes de que não é somente a introdução da tecnologia em sala de aula, que trará mudanças na aprendizagem dos alunos, o computador não é uma “panacéia” para todos os problemas educacionais.
  10. 10. • O grande desafio da atualidade consiste em trazer essa nova realidade para dentro da sala de aula, o que implica em mudar, de maneira significativa, o processo educacional como um todo...

×