O slideshow foi denunciado.

Ford Foundation Building - Kevin roche - (Fundação Ford)

1.283 visualizações

Publicada em

Um resumo de imagens a respeito do edifício da Fundação Ford e alguns conceitos em torno de seu projeto. Poucos textos, todos em português.
--------------------------------------------
Ford Foundation Building - concepts of it's architecture. In Portuguese.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ford Foundation Building - Kevin roche - (Fundação Ford)

  1. 1. FUNDAÇÃO FORD, Kevin Roche.Por Lorenzo Accarino
  2. 2. Kevin RocheNascido em Dublin, em 1922.Com uma carreira estudantil renomada, sendo aceito emHarvard e Yale, decide por se tornar aluno de Mies vander Rohe no Instituto de Tecnologia de Illinois, nos EUA.Escritório: Kevin Roche John Dinkeloo and Associates (EUA)Prêmios: Pritzker Prize (1982) American Academy of Arts and Letters (1990) AIA Gold Medal (1993) Twenty-five Year Award (1995 - Ford Foundation)
  3. 3. Obras Relevantes
  4. 4. Knights of ColumbusBuilding, 1969, localizado emConnecticut, ganhador do PrêmioPritzker em 1982.
  5. 5. Antes DN Tower 21, 1993, Tóquio. Depois
  6. 6. LucentTechnologies, 1997, localizado na Alemanha
  7. 7. Sede da Companhia Bouygues SA Holding. Construído em 2002, recebeu o Haute QualitéEnvironnementale, o maior certificado de a qualidade ambiental da França.
  8. 8. Sede da Santander Central Hispano localizada em Madrid, Espanha.
  9. 9. O Edifício da Fundação FordNew York, NY,Construção: 1968Área: 26709,63 m²Pavimentos: 12Programa: Sede de empresa filantrópica (escritórios e convenções)
  10. 10. Em 1967 a Fundação Ford contrata John Dinkeloo eKevin Roche para projetar sua nova sede na cidadede Nova York. Um edifício de escritórios queabrigaria também um auditório para convenções.
  11. 11. 42nd Street, Manhattan, NY“O típico edíficio de escritórios eraconstituído de um núcleo centralcercado por escritórios. Olhava-se pelajanela e não havia vista, não havia nadapara se identificar.” (Kevin Roche, 2012)
  12. 12. Fugindo do modeloModelo Tradicional tradicional, Roche surge com um conceito de criação de um pátio, além de propôr a possibilidadede dos funcionários verem uns aos outros trabalhando, para que houvesse um senso de comunidade. Proposta
  13. 13. O pátio criado por Roche conversava como parque ao lado do edifício. Porém, oinverno rigoroso de Nova York fez comque ele resolvesse enclausurar opátio, tornando-o parte de seu interior.
  14. 14. A idéia evoluiu para umaproposta de abrir o edifício paraa comunidade local, fazendocom que ela se relacione comseu contexto urbano.
  15. 15. Forma:• Volume Prismático• Painéis de vidro recuados nos 9 primeiros andares• Escalonamento nos três últimos andares.Características:• Verticalidade• Robustez• Leveza (painéis de vidro) x Rigidez (concreto)• Permeabilidade visual• Relação interior x exterior
  16. 16. O Contexto Urbano
  17. 17. Contexto Urbano
  18. 18. Contexto Urbano
  19. 19. Contexto Urbano
  20. 20. Contexto Urbano
  21. 21. Contexto Urbano
  22. 22. Contexto Urbano
  23. 23. Contexto Urbano
  24. 24. Contexto Urbano
  25. 25. Plantas e Corte
  26. 26. 43rd Street (nível + alto) 42nd Street (nível + baixo)Planta - Relação com entorno
  27. 27. 43rd Street Acesso Primeiro andar Sobe Acesso Térreo 42nd StreetPlanta - Relação de níveis
  28. 28. Planta – Primeiro Pavimento
  29. 29. Planta – Quinto Pavimento
  30. 30. Planta – Décimo Pavimento
  31. 31. Planta – Décimo Primeiro Pavimento
  32. 32. Corte - Níveis
  33. 33. O Interior
  34. 34. O Vidro e A Iluminação Natural
  35. 35. A Estrutura
  36. 36. O Auditório
  37. 37. “Embora seja chamado deauditório, não é um dos modelostradicionais, por conta da suaintimidade entre a performance e aplatéia” (Kevin Roche, 2012)
  38. 38. Convenções

×