Plano de aula 03 - Lorena Sá

7.988 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.988
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
107
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de aula 03 - Lorena Sá

  1. 1. UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA– UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS II – ALAGOINHAS. DISCIPLINA: METODOLOGIA DO ENSINO DE CIÊNCIAS MEDIADORA: CLÁUDIA REGINA TEIXEIRA DE SOUZA Colégio Estadual Severino Vieira - Ano letivo: 2010 Curso: Formação Geral Componente Curricular: Biologia Série / Turma / Turno: 2º ano 04/ Matutino Regente: Norma Sueli dos Santos Estagiária: Lorena Sá Teles e Silva Data: 28 de maio de 2010 Plano de aula 03 Tempo previsto: 100 minutos (02 aulas) Tema: Histologia (Tecidos animal e vegetal) Sub-Temas: 1. Tecidos conjuntivos - T.C. propriamente dito - T.C. adiposo - T.C. cartilaginoso - T.C. ósseo - T.C. hematopoético -Sangue - Linfa Objetivos: - Conceituar o tecido conjuntivo, envolvendo as idéias de formas e funções; - Caracterizar, estrutural e funcionalmente, o tecido conjuntivo que compõem os seres vivos; - Identificar, classificar e diferenciar o tecido conjuntivo quanto: o tipo de células de que são formados e da substância entre as células.
  2. 2. Grade de conteúdos: a) Conteúdos Conceituais: - Conceito dos tecidos conjuntivos, envolvendo as idéias de formas e funções; - Caracterização, estrutural e funcionalmente, dos tecidos conjuntivos que compõem os seres vivos; - Identificação, classificação e diferenciação do tecido conjuntivo quanto: o tipo de células de que são formados e da substância entre as células. b) Conteúdos Procedimentais: - Observação dos tipos de tecidos conjuntivos, através do livro didático e slides; - Resolução de atividades do livro didático em classe; - Pesquisa extraclasse sobre doenças que afetam os tecidos para realização de um debate na próxima aula; - Participação na aula. c) Conteúdos Atitudinais: - Reconhecimento da importância dos tecidos conjuntivos para os seres vivos; - Conscientização de que existem doenças que podem prejudicar os tecidos. Estratégia Metodológica: • Aula expositiva participativa; • Demonstração didática com uso de slides, livro didático e quadro branco. Seqüência Didática: Iniciarei a aula perguntando se eles já começaram as pesquisas sobre os assuntos do debate e pedirei os cadernos para dar o visto no exercício de tecido epitelial do livro didático, que encaminhei na aula passada para ser feito em casa. Seguirei a aula com a exposição oral e através de slides sobre tecidos conjuntivos. Ao longo da aula incentivarei os alunos a darem seus depoimentos e experiências relacionados aos assuntos da aula, e também darei espaço para eles tirarem
  3. 3. suas dúvidas. Finalizando, pedirei aos alunos que respondam as questões do livro em classe, e se não der tempo de fazer tudo em classe que eles terminem o exercício em casa. Recursos utilizados: • Quadro branco; • Pilot e apagador; • Slides (data-show ou TV pen-drive); • Livro didático. Avaliação: O processo avaliativo se dará durante toda a exposição da aula, através da participação dos alunos, da resolução das questões do livro em classe e da demonstração de entendimento do assunto através das respostas às questões que serão formuladas por mim ao longo da aula. Referências: LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia: volume único. 1ª Ed. – São Paulo, SP, Ed. Ática, 2005. Sites utilizados: http://www.brasilescola.com/biologia/histologia-animal.htm http://www.grupoescolar.com/materia/histologia_animal.html http://www.cynara.com.br/histologia.htm http://www.mundoeducacao.com.br/biologia/histologia-animal.htm http://ava.ead.ftc.br/conteudo/circuito1/Circuito_Novo/Periodo_04/biologia/01- embriologia_e_histologia_comparada/bloco1/tema1/pagina2.html Observação pós-aula:
  4. 4. Fui à sala de aula, avisar os alunos que a aula seria feita na sala de informática. Com descontração iniciei a aula perguntando se eles já começaram as pesquisas sobre os assuntos do debate. Segui a aula com a exposição oral e através de slides sobre tecidos conjuntivos. Ao longo da aula incentivei os alunos a darem seus depoimentos e experiências relacionados aos assuntos da aula, e também abri espaço para eles tirarem suas dúvidas. Finalizando, pedi os cadernos dos alunos para dar o visto no exercício de tecido epitelial do livro didático, que encaminhei na aula passada para ser feito em casa. Os alunos saíram da sala com muita pressa, e não tive tempo para passar o exercício sobre tecido conjuntivo. Anexos Anexo 1 : Slides Tecido Conjuntivo • A matriz tem consistência variável: Gelatinosa no tecido conjuntivo frouxo, flexível nas cartilagens, dura nos ossos • Possuem grande quantidade de material intercelular; e líquida no sangue. • Polimorfismo celular; • Funções diversas como:  Sustentação estrutural Tecido Conjuntivo • Substância intersticial é chamada de Matriz;  Preenchimento • Matriz :Substância amorfa e as Fibras.  Defesa e proteção  Armazenamento de energia  Serve como meio de troca de Água Colágenas substâncias Polissacarídeos Elásticas  Conexão entre os órgãos. Proteínas Reticulares • Todos tem origem mesodérmica. Tecido conjuntivo propriamente TCPD-Frouxo dito Células do TCPD-Frouxo • Células fibroblastos regenerativas. • Presença abundante de substância intercelular e amorfa; • Células Fagocitárias e de defesa: macrófagos e plasmócitos • Pobre em fibras; • Fibroblastos – fabricam fibras; (linfócitos). • Estão presentes todas as células típicas do tecido conjuntivo. • Macrófagos – realizam a fagocitose; • Mastócitos: produzem a heparina (anticoagulante) e histamina • Adipócitos – células que armazenam gordura; (vasodilatadora). • Funções: • Mastócitos – produzem heparina e histamina. • Adipócitos: Células que armazenam lipídios.  Preenchimento de espaços em órgãos viscerais; • Plasmócitos – fabricam anticorpos • Tipos: frouxo e denso.  Suporte e nutrição dos epitélios; • Células Mesenquimatosas Indiferenciadas – fornecem células,  Envolvimento de nervos e vasos sanguíneos e linfáticos;  Cicatrização de tecidos lesados. conforme necessidade do tecido. Denso não modelado ou fibroso TCPD-Denso • Pobre em substância intercelular e amorfa; • Relativamente rico em fibras(Colágenas); • Célula mais freqüente:Fibroblasto; • É classificado em Modelado e Não Modelado. Fibras colágenas Fibras colágenas dispostas de forma distribuídas de ordenada,formando maneira difusa. feixes compactos e paralelos
  5. 5. Tecido Tendinoso ou denso Denso modelado ou tendíneo Tecido adiposo • Rico em células que armazenam lipídios; • Constitui a hipoderme. • Funções:  Reservatório energético;  Isolamento térmico;  Proteção contra choques mecânicos, como sucede com a palma das mãos e pés. Cartilagem ao M.O. Cartilagem hialina Tecido cartilaginoso • Também formado de cartilagem; • Desprovido de vasos sangüíneos e nervos; • A nutrição das células desse tecido é realizada por meio dos vasos sanguíneos do tecido conjuntivo adjacente. • Formado por células denominadas condroblastos e condrócitos. • Apresentam consistência firme, mas não é rígido como o tecido ósseo; • Tem função de sustentação; • Reveste superfícies articulares facilitando os movimentos ; • Fundamental para o crescimento dos ossos longos. CARTILAGEM HIALINA DO JOELHO E FIBROSA DAS VÉRTEBRAS Tecido Ósseo • Bem mais resistente que o tecido cartilaginoso; • É constituído de uma matriz rígida, formada basicamente por fibras colágenas, sais de cálcio e vários tipos de células: - Osteoblastos: células ósseas jovens, existentes em regiões onde o tecido ósseo encontra-se em processo de formação, originando os osteócitos; - Osteócitos:células vivas, que armazenam cálcio. - Osteoclastos: células gigantes que promovem a destruição da matriz óssea. • Sistemas de Havers - Cada sistema apresenta camadas concêntricas de matriz mineralizada, depositadas ao redor de um canal central onde existem vasos sanguíneos e nervos que servem o osso. OSSOS – CANAIS, VASCULARIZAÇÃO E INERVAÇÃO ESTRUTURAS Mielóide Tecido conjuntivo Hematopoiético • Também chamado de hematocitopoiético ou reticular; • Sua função é produzir as células típicas do sangue e da linfa; Deve sempre haver produção e remoção de novas células do tecido sanguíneo • Duas variedade:Mielóide e Linfóide; • Mielóide :produz glóbulos vermelhos,certos tipos de glóbulos brancos e plaquetas; • Linfóide: produz certos tipos de glóbulos brancos(Monócitos e Linfócitos). LINFÓIDE TIMO Tecidos Conjuntivos de • Recebe os linfócitos T do tecido mielóide e torna-o competente Transporte imunologicamente; • Há reprodução de novos linfócitos T. • Duas variedades:Sanguíneo e Linfático. BAÇO • Funciona na proliferação dos linfócitos T e B; • Esses tecidos promovem o transporte e a distribuição de • Forma anticorpos; substâncias diversas dentro do organismo, além de participarem Linfoblastos que • Filtra o sangue destruindo eritrócitos velhos; ativamente do mecanismo de defesa. são leucócitos • Durante a gestação têm função hematopoiética; imaturos produzem • Se caso haja traumas, deve-se retirar, devido ao risco de linfócitos (leucócitos que hemorragia interna. produzem anticorpos). Sangue Plasma Elementos Figurados Elementos Figurados • HEMÁCIAS, GLÓBULOS VERMELHOS OU ERITRÓCITOS - são as mais • GLÓBULOS BRANCOS OU LEUCÓCITOS – são células nucleadas que numerosas células sanguíneas (cerca de 4 a 6 milhões por mm3 de Plasma • O plasma é um líquido que representa a substância intercelular do tecido. É atuam de diversas formas na defesa do organismo. Existem cerca de 8 mil sangue). Sua função primordial é transportar e distribuir oxigênio (O2) pelo constituído por água (90%), proteínas, sais, açúcares e vitaminas, entre leucócitos a cada mm3 de sangue. O aumento dessa taxa chama-se corpo. As hemácias humanas são anucleadas e duram cerca de 90 a 120 outras substâncias. Três proteínas importantíssimas do plasma são, o LEUCOCITOSE e indica INFECÇÃO. Quando a taxa de leucócitos é baixa, dias: quando morrem, são metabolizadas no baço e no fígado. FIBRINOGÊNIO (que participa da coagulação sanguínea), as o fenômeno chama-se LEUCOPENIA e indica BAIXA RESISTÊNCIA. Divisão GLOBULINAS (que atuam como anticorpos) ) e as ALBUMINAS (que • Obs.: Nas montanhas, onde a taxa de O2 do ar é baixa, o número de participam da regulação osmótica do sangue). • Obs: Alguns leucócitos atravessam a parede dos vasos sanguíneos hemácias se eleva, fenômeno conhecido como HIPERGLOBÚRIA chegando te o tecido vizinho. Este fenômeno chama-se DIAPEDESE. COMPENSATÓRIA. Elementos Figurados • Obs2.: A baixa taxa de hemácias no sangue caracteriza ANEMIA. TECIDO SANGUÍNEO AO M.E. LEUCÓCITOS MACRÓFAGOS AO M.E. TECIDO SANGUÍNEO – GLÓBULOS BRANCOS E VERMELHOS CLASSIFICAÇÃO DOS LEUCÓCITOS GRANULÓCITOS- apresentam grânulos no AGRANULÓCITOS - não apresentam grânulos Elementos Figurados Linfa citoplasma • As células do corpo são banhadas pelo líquido intersticial, que sai dos Desenho Neutrófilo Eosinófilo Basófilo Linfócito Monócito esquemático capilares e é formado por água, nutrientes e oxigênio; • Uma parte desse líquido volta para os capilares com gás carbônico e outras excretas produzidas pelas células. Outra parte é recolhida pelos vasos • Plaquetas ou trombócitos: São fragmentos anucleados linfáticos. Característica geral Núcleo geralmente Núcleo bilobado Grânulos citoplasmáticos Núcleo ocupa quase Núcleo em forma de trilobado muito grandes toda a célula rim de células. Estão diretamente ligados à coagulação • Vasos linfáticos – conjunto de vasos bem finos unidos, formando vasos sanguínea. maiores; Função Fagocitose de Fagocitose; Liberam histamina e Produção de Fagocitose de vírus, elementos estranhos Aumentam de nº nas heparina anticorpos bactérias e fungos • Linfa – Líquido, em excesso, que circula pelos vasos linfáticos; alergias e verminoses Rejeição de enxertos • Os vasos linfáticos absorvem gordura e quando atravessam os linfonodos e Número aproximado outros órgãos do sistema linfático, recebem linfócitos; em cada mm3 4 800 240 80 2 400 480 • Ínguas – linfonodos inchados e doloridos, devido a alguma infecção; • Os órgãos linfáticos removem bactérias e impurezas, limpando a linfa.

×