Livia carriel final

1.903 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.903
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livia carriel final

  1. 1. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORESA tranquilidade é um cachorro vira-lata ALUNO: Livia Andre Carriel ORIENTADOR: Prof. MSc. João Paulo Soares LIMEIRA novembro de 2012
  2. 2. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORESA tranquilidade é um cachorro vira-lata ALUNO: Livia Andre Carriel ORIENTADORA: Prof. MSc. João Paulo Soares Trabalho apresentado para a Avaliação Integrada, como exigência para aprovação nas disciplinas do 4º semestre do Curso de Graduação Tecnológica em Design de Interiores, da Faculdade de Administração e Artes de Limeira, sob a orientação do Prof. MSc. João Paulo Soares LIMEIRA Novembro de 2012 2
  3. 3. DedicatóriaDedico esse livro principalmentepara minha mãe, Iara, e meu pai,Sergio, pois com muito esforçoconseguiram fazer com essediploma virasse uma realidade.Dedico também a todos osprofessores, amigos e parentesque me ajudaram muito nessajornada imensa de trabalhos eprojetos. 3
  4. 4. AgradecimentosAgradeço imensamente aos meus pais e irmãos que passaram dias e noitessem dormir junto comigo me ajudando, me escutando, me orientando ecolocando meus pés no chão sempre que necessário, agradeço também todosos meus amigos que foram super compreensivos comigo durante esses doisanos de muito esforço, pressão e estresse. 4
  5. 5. ResumoMeu projeto tem como objetivo principal unir duas espécies de seres vivos emum único e confortável ambiente, fazendo com que, estando juntos, possamdesfrutar de conforto, esquecendo todo o mundo lá fora. Projetei um ambienteonde ocorra muita interatividade entre eles, entretanto se mantenha aindividualidade. Meu cliente é um homem de 36 anos e a paixão da sua vida éa sua cachorra Sophya. Ela é carinhosa, bastante hiperativa, porém muitoobediente, com regras impostas pelo seu dono, tem hora para comer, paradormir, dia certo de ir ao PetShop e sai para passear aproximadamente 2vezes ao dia. Ele costuma dizer que a “Sophy”, como ele mesmo à chama, nãoé apenas sua melhor amiga, mas sim seu grande amor. 5
  6. 6. Sumário1. INTRODUÇÃO .......................................................................................................... 82. OBJETIVOS.............................................................................................................. 9 2.1. OBJETIVO GERAL ......................................................................................... 9 2.2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS .......................................................................... 93. ESTUDOS DE CASO ............................................................................................. 10 3.1.Loja Hi – Lo / David Guerra ............................................................................ 10 3.2. Estudo de Caso 2: BerlinBlog – Arquitetura para cachorros .......................... 12 3.3. Estudo de Caso 3: Como planejar um closet................................................. 16 3.4. Estudo de Caso 4: Porque usar móveis planejados ...................................... 19 3.5. Estudo de Caso 5:Apartamento paulistano de 310m² ................................... 224. O CLIENTE ............................................................................................................. 25 4.1. Painel Semântico do Cliente ......................................................................... 25 4.2. Briefing.......................................................................................................... 265. CONCEITO ............................................................................................................. 27 5.1. Painel Semântico do Conceito ...................................................................... 276. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO ........................................ 28 6.1. Levantamento ............................................................................................... 28 6.2. Estudos Preliminares .................................................................................... 35 6.3. Anteprojeto.................................................................................................... 43 6.4. Projetos executivos ....................................................................................... 45 6.4.1. Localização da área de intervenção ...................................................... 45 6.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada ............................................................ 45 6.4.3. Projeto Luminotécnico .......................................................................... 45 6.4.4. Projeto Instalações Prediais Elétricas e Hidráulicas .............................. 45 6.4.5. Paginação de Teto................................................................................. 45 6.4.6. Paginação de Piso ................................................................................. 45 6.4.7. Detalhes ................................................................................................ 45 6.4.8. Projeto de Mobiliário .............................................................................. 45 6.4.9. Estudos Cromáticos............................................................................... 46 6.4.10. Especificação de Materiais .................................................................. 53 6.4.11. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da Obra ............ 58 6.4.12. Maquete eletrônica ............................................................................. 59 6.4.12. Maquete física ..................................................................................... 637. REFERÊNCIAS ...................................................................................................... 688. LISTA DE FIGURAS ............................................................................................... 71 6
  7. 7. 9. A AUTORA............................................................................................................7510. QR CODE................................................................................................................75ANEXOS........................................................................................................................76 7
  8. 8. 1. IntroduçãoO dito popular afirma que “o cachorro é o melhor amigo do homem”. Ouvimosesse clássico desde que nascemos e acredito que ainda continuaremos a ouvi-lo por várias e várias gerações. O projeto em questão se encaixa perfeitamentenessa afirmação, pois se trata de um cliente completamente apaixonado porseu animal de estimação. Thiago Salomão de Azevedo é ecólogo e doutor emGeografia pela UNESP – Campus de Rio Claro, docente do Curso deGraduação em Gestão Ambiental, nas Faculdades Claretianas de Rio Claro. Ocliente ministra aulas no período noturno, assim trabalha durante o dia em suacasa simples, porém muito confortável. Entretanto, o cliente tem dificuldadesem organizar toda a sua “bagunça” do dia-a-dia com as visitas de finais desemana, trabalhos em casa e a rotina estressante que leva com sua cachorraSophya, assim achou que seria interessante montar um dormitório para osdois, que permita a interação, diversão, descanso ou para simplesmenteficarem juntos e confortáveis assistindo TV. 8
  9. 9. 2. OBJETIVOS 2.1 Objetivo GeralO objetivo do presente Trabalho Final de Graduação é desenvolver edocumentar o projeto de interiores de um dormitório para um homem solteiro esua cachorra de estimação, localizado na cidade de Rio Claro, interior doEstado de São Paulo. 2.2. Objetivos Específicos- Estudar a rotina do cliente;- Propor um layout novo para dormitório agregando as necessidades daconvivência com uma cachorra;- Realizar estudos cromáticos;- Desenvolver projeto de mobiliário para o espaço;- Resolver problemas de circulação;- Desenvolver projeto de iluminação; 9
  10. 10. 3. ESTUDOS DE CASO 3.1. Estudo de Caso 1: Loja Hi-LO / David GuerraO projeto da loja de roupas Hi-Lo foi desenvolvido pelo arquiteto e designer deinteriores David Guerra. A loja esta localizada em Belo Horizonte, MinasGerais.O estilo das roupas da loja Hi-Lo segue o estilo da moda de alta costura, é umamistura de marcas reconhecidas, marcas jovens, conceituais e básicas. Oconceito do projeto estende-se à arquitetura de interiores, num contraste decores, materiais e sensações.O que mais chamou atenção neste projeto foi a colocação dos mostruários dasroupas em cabideiros, fazendo com que as roupas expostas sejam umacomposição do ambiente. Outro fator importante neste projeto foi a escolha dascores fortes e vibrantes. Figura 01: Facha da loja Hi-Lo em Belo Horizonte, Minas Gerais. 10
  11. 11. Figura 02: Área de exposição das roupas. Figura 03: Área dos vestiários. 11
  12. 12. 3.2. Estudo de Caso 2: BerlinBlog – Arquiteturapara cachorrosO mercado de pet shops tem crescido muito a cada ano e movimenta bilhõesno mundo todo. Por conta disso, nossos amigos caninos estão cada vez maismimados. Para muitas pessoas os animais de estimação são vistos comomembros de família, procurando alegra-los de qualquer forma, seja deixandouma herança milionária, dando algo gostoso para comer ou procuraremexclusividade na hora de comprar caminhas e coleiras.Com base nessas informações, a designer Kenya Hara propôs uma parceriacom arquitetos japoneses para criar um projeto chamado “Architecture forDogs” (ou Arquitetura para cachorros, em português), a intenção dessaparceria é criar peças especialmente pensadas para o melhor amigo dohomem.O que mais chamou atenção nesta parceria e consequentemente nos projetosfoi a ideia de adequar um cantinho confortável para o pet dentro de um espaçoque geralmente é ocupado apenas por humanos.No site do projeto é possível encontrar vídeos com demonstrações dasconstruções para que os donos de animais possam criar em casa os mesmosobjetos para os seus cachorros.Site: http://architecturefordogs.com/architectures/ Figura 04: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses. 12
  13. 13. Figura 05: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses.Figura 06: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses. 13
  14. 14. Figura 07: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses.Figura 08: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses. 14
  15. 15. Figura 09: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara e arquitetos japoneses. 15
  16. 16. 3.3. Estudo de Caso 3: Como planejar um closetTer um closet é o sonho de consumo de muitas mulheres e homens, eles sãosinônimos de qualidade de vida, pois deixam as roupas, malas, sapatos eacessórios bens arrumados e organizados.Os closets e guarda-roupas devem ter de 50 a 60 cm de profundidade, essasmedidas são padrões, a menos que o cliente tenha necessidades muitoespecificas. Além disso, eles devem ser divididos em três partes: superior,inferior e maleiro. Na parte inferior geralmente são agregados sapateiras,gavetas e calceiros. Segundo Debora Aguiar (2012), “Na parte inferior, o ideal é alocar calceiros, sapateiras e gavetas. Costumo projetar esse espaço com 80 cm de altura. É suficiente para calças dobradas e três ou quatro gavetas. Aliás, gavetas são muito úteis para camisetas, roupa íntima e acessórios.”Na parte superior geralmente são acoplados prateleiras e cabideiros. Por fim,os maleiros variam de altura, pois dependem do pé direito do cômodoplanejado, os maleiros são muito utilizados para guardar objetos poucoutilizados, como malas, sacolas de viagens e cobertores em época de verão.Closets podem ser adaptados em dormitórios, como veremos a seguir, pelasimagens: Figura 10: Closet improvisado em um cantinho de dormitório. A bagunça compôs o ambiente 16
  17. 17. Figura 11: Barra de roupas, gaveteiros e caixas de sapatos improvisaram um closet que foi utilizado como cabeceira. 17
  18. 18. Figura 12: Closet improvisado, perfeito para quem tem pouca coisa 18
  19. 19. 3.4. Estudo de Caso 4: Porque usar móveisplanejadosCômodos pequenos e a busca pela exclusividade são os principais motivospelo qual se procuram móveis planejados. Os móveis sob medida aproveitamcada centímetro do seu ambiente, deixando o espaço mais racional e útil, alémdisso, os moveis planejados podem causar bem-estar aos usuários, pois elesse adéquam exatamente as necessidades de seus clientes. Embora um poucomais caros, os moveis sob medida duram a vida toda, diferente dos móveisconvencionais feitos em escala industrial. Outra vantagem do móvel planejadoé que você pode transportar montar e desmontar sem que o móvel sofra danosem sua estrutura e acabamento. “Isso porque não é costume usar pregos eparafusos para o sistema de finalização das peças”, explica a arquitetaAntonella Zerger, da Criare.Os moveis planejados para dormitórios é uma ótima solução para aqueles quetêm pouco espaço para guardar todos os pertences, ou então para aqueles queprocuram algo exclusivo e único, pois praticamente todos os moveis sobmedida são desenhados por projetistas ou por designer de interiores. Figura 13: Projeto de um dormitório planejado 19
  20. 20. Figura 14: Projeto de um dormitório planejadoFigura 15: Projeto de um dormitório planejado 20
  21. 21. Figura 16: Projeto de um dormitório planejado 21
  22. 22. 3.5. Estudo de Caso 5: Apartamento paulistano de310m²Assinado pela arquiteta e designer Mayra Lopes, o apartamento de 310m² emSão Paulo me inspirou muito pela escolha das cores e texturas da profissional.Foi a partir de tons claros, como o branco e o bege e a mistura de materiaiscomo o porcelanato e a madeira, que a designer buscou desenvolver umespaço ousado e aconchegante. “Por questões de higiene, saúde e porvalorização do imóvel, preferimos o porcelanato brilhante, imitando mármore deCarrara branco, em toda a área social”, diz a arquiteta.Pontos de luz foram embutidos nos forros. Para Mayra Lopes, um projeto deiluminação bem articulado é importantíssimo à beleza dos ambientes. Figura 17: Varanda Gourmet com vista privilegiada ao parque Ibirapuera em SP. 22
  23. 23. Figura 18: Integração da sala de estar com a varanda se da por meio de portas de correr em vidro. Figura 19: Sala de estar com cores suaves e ousadas 23
  24. 24. Figura 20: Suíte do casal em tons claros e românticos. Pontos de iluminação em cima da cabeceira. Figura 21: Vista do closet. 24
  25. 25. 4. O clienteThiago Salomão de Azevedo, ou Bizzu para os amigos, é um homem solteiro,de 36 anos, apaixonado pela ecologia, geografia e biologia. Um homemtotalmente focado em seus objetivos e metas profissionais como docente doCurso de Graduação em Gestão Ambiental das “Faculdades Claretianas de RioClaro”. Ecólogo e Doutor em Geografia pela UNESP – Campus de Rio Claro,gosta de viver bem. Nos horários livres ele procura sempre estar com suacachorra, Sophya, o grande amor de sua vida, como ele mesmo coloca. Gostade ir à Floresta Estadual “Navarro de Andrade” na cidade de Rio Claro, decinema, de assistir jogos de seu time de futebol predileto, São Paulo FutebolClube, adora se encontrar com sua família, não despensa um passeio com osamigos e é colecionador de miniaturas e maquetes sobre a segunda guerramundial.4.1. Painel Semântico do Cliente Figura 22: Painel semântico do cliente: Dedicado aos estudos, adora FAST FOOD, colecionador deminiaturas de soldados de guerra, adora viajar, reuniões em família, beber algo com os amigos de final de semana e é muito apegado a sua cachorra de estimação. 25
  26. 26. 4.2. Briefing Figura 23: Foto do clienteThiago Salomão de AzevedoProfissão: Professor.Idade: 36 anos.Música preferida: Eclético, mas gosta mesmo de MPB.Hobbies: Esportes, filmes, miniaturas e maquetes de guerra.Comidas: Bife a parmegiana e feijoada.Tipo de iluminação que gosta: “Meia luz”, amarelada.Acessórios fundamentais para o projeto: Roupeiro e Home theater com DVD.Cores preferidas: Vermelho, laranja e verde escuro.Observações: Passeia com sua cachorra todos os dias, gosta de madeirasescuras, cozinha em casa e trabalha em casa também.Sophya.Idade: 4 anos.Dorme a noite toda e durante o dia tira cochilos enquanto o Thiago trabalha.No café da manhã come 2 “Deliciossos”, toma Yakult ou iogurtes.No almoço come “Foster mix” com carne moída.Não tem costume de jantar.Sophya é uma cachorra bem agitada, extrovertida e é muito obediente, temhora certa para comer, passeia todos os dias, vai ao petshop aproximadamenteduas vezes por mês, adora ficar perto do Thiago quando ele esta trabalhando ecostumam assistir bastante TV juntos no quarto. 26
  27. 27. 5. ConceitoNesse projeto de dormitório para um homem solteiro completamenteapaixonado por sua cachorra, foi pensado em um ambiente aconchegante, compouca claridade que pudesse proporcionar um RELAXAMENTO MENTAL,com a condição de ele entrar nesse espaço e esquecer-se de todos osproblemas, contas, cobranças, trabalhos e pudesse aproveitar cada segundoque estivesse lá com sua cachorra.Relaxamento no dicionário: “Alívio que resulta da considerável redução de tensões mentais e/ou do cansaço corporal causado por esforço, trabalho, etc.;”Fonte: Dicionário Informal.Disponível em: http://www.dicionarioinformal.com.br/relaxamento/5.1 Painel Semântico do conceitoFigura 24: Painel semântico do Conceito: Um ambiente onde ele possa esquecer todos os problemas, um espaço que, quando ele entrar só consiga aproveitar todo o tempo com sua cachorra, Sophya, sem se preocupar com o mundo lá fora, uma espécie de Universo Paralelo. 27
  28. 28. 6. Processo de desenvolvimento do projetoA partir da ideia de desenvolver um projeto para um homem e sua cachorra,pensei em materiais exatos para não acumular pelos e poeira, e também quefossem fáceis de limpar. Procurei efetuar um espaço onde eles possam ficarjuntos e confortáveis, com cores não muito carregadas.6.1.LevantamentoA residência do cliente localiza-se no bairro Belo Vista na cidade de Rio Claro,interior do estado de São Paulo. Figura 25: Imagem de satélite da cidade de Rio Claro, com identificação da residência e sua fachada.A residência encontra-se em um local muito confortável e arejado, pois comopodemos observar nas imagens de satélite, fica ao lado da Floresta Estadual“Navarro de Andrade”. Podemos observar também, que a residência não estáem reforma e que há vizinhos dos dois lados. 28
  29. 29. Medições do localFigura 26: Medições do localFigura 27: Medições do local 29
  30. 30. Planta baixa e área de intervenção Figura 28: Planta baixa e Planta da Área de Intervenção 30
  31. 31. Levantamento fotográfico Figura 29: Foto do local Figura 30: Foto do local 31
  32. 32. Figura 31: Fotos do localFigura 32: Foto do local 32
  33. 33. Figura 33: Foto do localFigura 34: Foto do local 33
  34. 34. Figura 35: Foto do localAs imagens acima pertencem a uma residência no interior de São Paulo. Nolocal, podemos observar muita bagunça e desorganização. O proprietário,buscando um profissional, espera transformar esse ambiente em algototalmente diferente, ele mesmo confessou ter dificuldade em organizar oambiente.Os principais desafios do designer, na intervenção deste projeto, são:Criar um espaço agregando as necessidades de um humano e um canino; Criar mobiliários fazendo com que a bagunça componha o ambiente;Criar uma comunicação entre o roupeiro, cabeceira, painel da TV etc..Criar espaços de circulação, uma vez que as metragens são reduzidas.Estes foram os problemas apontados após os estudos preliminares. O clienteconcordou com os tópicos e aguarda as soluções para que o projeto possa serimplantado, deixando a profissional trabalhar em cima daquilo que julgarnecessário.6.2. Estudos PreliminaresOs estudos preliminares resultaram em dois layouts como veremos a baixo. 34
  35. 35. Layout 1 Figura 36: Primeira proposta de layout em 3D. Planta baixa e vista do roupeiro e cômoda para TV .
  36. 36. Figura 37: Primeira proposta de layout em 3D. Vista lateral esquerda e vista frontal da cabeceira da cama . 36
  37. 37. A primeira ideia proposta para o cliente foi com a cama em baixo da janela compainel de madeira pequeno acompanhado de criado mudo. O roupeiro abertocom cabideiros retos e painel para TV seguido de espaço para DVD, gavetão ecama do pet abaixo.A ideia foi descartada, pois fugiu muito do conceito do projeto, uma vez quepara trocar de filme no DVD o cliente precisaria deslocar-se e ir até a TV. Outrofator pelo qual a proposta foi descartada é pelo fato de que o horário que acachorra quisesse ficar na sua particularidade, ela ficaria muito distante dodono.
  38. 38. Layout 2 Figura 38: Segunda proposta de layout em 3D. Planta baixa e vista do roupeiro e cômoda para TV .
  39. 39. Figura 39: Segunda proposta de layout em 3D. Vista lateral esquerda e vista frontal da cabeceira da cama . 39
  40. 40. No layout 2, a cama encontra-se na parede da porta de entrada do dormitório,com painéis de madeira ocupando a parede toda, acompanhados de criados-mudos. O roupeiro também aberto com cabideiros retos e uma prateleira linearpara dar sustentabilidade ao cabideiro de baixo. O painel para TV eraacompanhado de jogo de gavetas e espaço para o pet.A ideia foi descartada, pois observando as fotos do local, podemos notar que ocliente não tem muita disciplina na hora de organizar suas roupas, então julgueique ele não teria paciência de ficar colocando roupa por roupa em cabides.Outro fator é o fato da cama do pet ser muito distante da cama do cliente.
  41. 41. Estudos Preliminares com maquete volumétrica Figura 40: Foto de maquete volumétrica Figura 41: Foto da maquete volumétricaA maquete volumétrica foi muito importante para fazer os estudos preliminares,pois com elas pude ter uma noção mais exata de proporção. 41
  42. 42. 6.3. AnteprojetoLogo na entrada do dormitório optamos por colocar dois cabideiros de paredelogo de cara para que o cliente tenha a comodidade de chegar e já pendurar osseus pertences. Figura 42: Vista de entrada do dormitório antes e depois .Na cabeceira da cama optamos por colocar prateleiras na lateral e umaespécie de aparador em cima da cama para que ele possa mudar de filme peloDVD ou mudar de canal na TV sem precisar levantar da cama. Figura 43: Vista da cabeceira da cama antes e depois. 42
  43. 43. O roupeiro é o grande lance do projeto. Como podemos observar na imagemdo ANTES, o cliente gostava bastante de pendurar suas roupas com poucaorganização, optamos então por fazer um roupeiro onde ele possa permanecercom esses costumes, só que dessa vez as roupas penduradas em cabideirosde parede irão compor o ambiente. Figura 44: Vista do roupeiro antes e depois.O espaço para TV ficou clean e simples, perfeito para ele que não precisaramais levantar da cama para trocar filmes ou canal na TV. Figura 45: Vista do espaço para TV, antes e depois. 43
  44. 44. O espaço para o pet ficou nas prateleiras ao lado da cama. Esse espaço écomposto por uma cama e dois potinhos onde ela pode comer, tomar água ecurtir sua particularidade. O grande diferencial desses potinhos e da cama éque são removíveis, fazendo com que o cliente possa tirá-los e colocá-lossempre que quiser. Figura 46: Imagem da caminha para cachorro. 44
  45. 45. 6.4. Projetos ExecutivosOs projetos executivos são fundamentais para maior compreensão edesenvolvimento do projeto.6.4.1. Localização da área de intervençãoDisponível em anexo, na prancha 1/14.6.4.2. Layout, cortes, vistasDisponível em anexo, nas pranchas 3/14, 4/14, 5/14, 6/14, 7/14.6.4.3. Projeto LuminotécnicoDisponível em anexo, na prancha 10/14.6.4.4. Paginação de TetoDisponível em anexo, na prancha 9/14.6.4.5. Paginação de PisoDisponível em anexo, na prancha 8/14.6.4.6. DetalhesDisponível em anexo, na prancha 2/14.6.4.7. Projeto de MobiliárioDisponível em anexo, na prancha 11/14, 12/14, 13/14, 14/14. 45
  46. 46. 6.4.8. Estudos CromáticosAs cores são fantásticas, podem nos proporcionar diversas sensações e causarmudanças incríveis nos ambientes. De acordo com Paulo Tiano, designer deinteriores que presta consultoria em formulação de cores e harmonização deambientes, a escolha de cores é fundamental para transmitir a sensação quequeremos causar, por exemplo, nas áreas sociais trabalha-se o aconchego, jános dormitórios é priorizado o relaxamento e/ou ritmo de vida do morador.Ao considerar o conceito e o estilo de vida do cliente, optei por fazer estudosde casos com cores suaves, que proporcionam bem estar e relaxamento.Fonte da pesquisa sobre cores:MUNDO CORDisponível em: http://www.mundocor.com.br/cores/cores_comodos.aspAcesso em 5 de novembro de 2012 46
  47. 47. 6.4.8.1 – Estudo Cromático nº1 Cores escolhidas Composição das cores Composição escolhidaComposição nº1: Considerando que o projeto é um dormitório, optei pelapredominância de tons suaves e relaxantes. Utilizei o marrom escuro para acaminha do pet. Bege para as frentes do roupeiro, cabeceira da cama e mantado colchão. Verde para fronhas e detalhes pequenos e o branco para os corposdo roupeiro e prateleiras na lateral da cama. 47
  48. 48. Aplicação no ambiente Figura 47: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1 Figura 48: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1 48
  49. 49. Figura 49: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1O estudo de caso nº 1 foi descartado, pois a madeira no tom de bege e o corpodo armário em branco acabaram deixando o ambiente repetitivo e poucoousado. As fronhas dos travesseiros verdes não casaram muito bem com acama do pet marrom, não deu aspecto de algo sofisticado e estudado. 49
  50. 50. 6.4.8.2 - Estudo Cromático nº2 Cores escolhidas: Composição das cores: Composição escolhida:Composição nº1: Optei pela predominância da cor marrom por causar umasensação de algo permanente, sólido e seguro, a utilizei nas frentes doroupeiro, painel da TV e cabeceira da cama, pois quando utilizada em móveis,transmite uma energia positiva. Branco para prateleiras na lateral do colchão ecorpo dos roupeiros. Vermelho para fronha dos travesseiros e cama do pet. 50
  51. 51. Aplicação no ambiente Figura 50: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2 Figura 51: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2 51
  52. 52. Figura 52: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2Sensação das cores escolhidas: Branco: Pureza, calma e sinceridade. Traz a sensação delimpeza. Utilizado para obter paz, harmonia e equilíbrio. Sensações positivas: Paz,limpeza, juventude, pureza. Marrom: Proporciona a sensação de que tudo é permanente,sólido e seguro. É a cor da estabilidade e quando usada no seu estado natural comonos móveis, transmite uma energia positiva. Sensações positivas: Estabilidade,autoafirmação, confiança interior. Vermelho: Aumenta a atenção, é estimulante, inovador.Desperta o senso de competitividade e abre o apetite. Sensações positivas: Ousadia,paixão, poder, coragem. 52
  53. 53. 6.4.9. Especificação de Materiais Materiais Material: Tinta Lata Quantidade: 2 Unidades Marca: Suvinil Modelo: Brilho de estrela Cor: Creme Valor: R$33,50 (Cada) TOTAL: R$67,00Material: PorcelanatoQuantidade: 11m²Marca: Venezia StoneModelo: 60x60 Bege GyotokoCor: CremeValor: R$15,90m²TOTAL: R$174,90O porcelanato é uma ótima escolha para ambientes que necessitam defacilidade na hora da limpeza, é um material bonito e sofisticado. A dimensão60x60, além de mais moderna, minimizam as juntas, isso significa que o rejunteaparece menos.Material: Spot de embutirQuantidade: 3 unidadesMarca: StartecModelo: Olho de tigreCor: AmarelaValor: R$10,00 (Cada)TOTAL: R$30,00 53
  54. 54. Material: Fita de LED Quantidade: 2m² Marca: Vision LED Modelo: Fita 18 LEDS Cor: Branco Valor: R$55,00m² TOTAL: R$110,00Material: GessoQuantidade: 2m²Marca: FortalezaModelo: Rebaixo sem molduraCor: BrancaValor: R$290,00 m²TOTAL: R$580,00 54
  55. 55. Objetos e MobiliáriosObjeto: TV LEDQuantidade: 1 unidadeMarca: SamsungModelo: LEDCor: PretaValor: R$1.200,00 (Cada)TOTAL: R$1.200,00 Objeto: DVD Player Karaokê Quantidade: 1 unidade Marca: Philips Modelo: DVP3850KGX Cor: Preto Valor: R$149,00 (Cada) TOTAL: R$149,00Objeto: TravesseiroQuantidade: 2 unidadesMarca: DauneModelo: Daune – 100% pena de gansoCor: BrancoValor: R$59,90 (Cada)TOTAL: R$119,80 55
  56. 56. Objeto: Roupeiro Quantidade: 1 unidade Marca: Ravenna Móveis Modelo: *Criação da autora* Cor: Nogal Gris – Eucatex Branco Neve – Eucatex Fornecedor: Saulo Valor: R$3.000,00 TOTAL: R$3.000,00Objeto: Cabeceira com prateleirasQuantidade: 1 unidadeMarca: Ravenna MóveisModelo: *Criação da autora*Cor: Nogal Gris – EucatexBranco Neve - EucatexFornecedor: SauloValor: R$1.500,00TOTAL: R$1.500,00 Objeto: Jogo de cama Quantidade: 1 unidade Marca: Buddemeyer Basic Modelo: Buddemeyer Basic 200 Fios Cor: Creme Valor: R$179,99 (Cada) TOTAL: R$179,99 56
  57. 57. Objeto: Fronha de travesseiro Quantidade: 2 unidades Marca: Fronha Baby Dreams Modelo: Fronha Baby Dreams Cor: Vermelho Valor: R$18,00 (Cada) TOTAL: R$36,00Objeto: Caminha de cachorroQuantidade: 1 unidadeMarca: Cama Boia BabyModelo: Bichinho ChicCor: VermelhoValor: R$50,00 (Cada)TOTAL: R$50,00 57
  58. 58. 6.4.10. Planilha de Planejamento de Execução eOrçamento da Obra Orçamento de materiais, objetos e mobiliário: Materiais R$ 501,90 Objetos R$ 1.734,79 Mobiliário R$ 4.500,00 Total R$ 6.736,69 Orçamento de serviços:Mão de obra Dias Valor/dia TOTALPintura 1 dia R$ 100,00 R$ 100,00Porcelanato 2 dias R$ 200,00 R$ 400,00Iluminação 1 dia R$ 150,00 R$ 150,00Gesso 1 dia R$ 580,00 R$ 580,00Total: R$ 1230,00 Orçamento total (Materiais + Serviços): R$ 7.966,69 58
  59. 59. 6.4.11. Perspectiva eletrônica final Figura 53: Imagem renderizada do dormitório Figura 54: Outra imagem renderizada do dormitório 59
  60. 60. Figura 55: Outra imagem renderizada do dormitórioFigura 56: Outra imagem renderizada do dormitório 60
  61. 61. Figura 57: Outra imagem renderizada do dormitórioFigura 58: Outra imagem renderizada do dormitório 61
  62. 62. Figura 59: Outra imagem renderizada do dormitórioFigura 60: Outra imagem renderizada do dormitório 62
  63. 63. 6.4.12. Fotos da maquete física Figura 61: Imagem da maquete física 63
  64. 64. Figura 62: Outra imagem da maquete física 64
  65. 65. Figura 63: Outra imagem da maquete física 65
  66. 66. Figura 64: Outra imagem da maquete física 66
  67. 67. Figura 65: Outra imagem da maquete física 67
  68. 68. 7 . ReferênciasCASINHA BONITINHA. 10 dias para quem não tem um closet.Disponível em: http://casinhabonitinha.blogspot.com.br/2012/03/10-dicas-para-quem-nao-tem-um-closet.htmlAcesso em 25 de outubro de 2012CICERA BAGATIN. Arquitetura e Interiores.Disponível em: http://arqcicerabagatin.blogspot.com.brAcesso em 25 de outubro de 2012ARCHDAILY. Loja Hi-Lo / David Guerra.Disponível em: http://www.archdaily.com.br/5855/loja-hi-lo-david-guerra-arquitetura-e-interior/Acesso em 25 de outubro de 2012BERLINBLOG. Arquitetura para cachorros.Disponível em: http://cursocoolhunting.com/2012/11/08/arquitetura-para-cachorros/Acesso em 25 de outubro de 2012VIDRADO. Apartamento paulistano de 310m².Disponível em: http://noticias.vidrado.com/decoracao-e-design/arquitetura-de-interiores-em-apartamento-paulistano-de-310-m%C2%B2/Acesso em 25 de outubro de 2012GAZETA DO POVO. Moveis planejados.Disponível em:http://www.gazetadopovo.com.br/imobiliario/conteudo.phtml?id=1235671&tit=Moveis-planejados-geram-conforto-e-podem-ate-ser-mais-baratosAcesso em 14 de novembro de 2012 68
  69. 69. MDEMULHER. Quartos de casal: 49 ideias para você se inspirar e copiar.Disponível em: http://mdemulher.abril.com.br/casa/fotos/decoracao/quartos-casal-40-ideias-voce-se-inspirar-674198.shtml#1Acesso em 20 de outubro de 2012MDEMULHER. Cortinas e persianas: 50 sugestões de modelos para suacasa.Disponível em: http://mdemulher.abril.com.br/casa/fotos/decoracao/cortinas-persianas-50-sugestoes-modelos-sua-casa-636602.shtml#1Acesso em 20 de outubro de 2012EDITORA ABRIL. Quartos de casal: 18 fotos de ambientes charmosos.Disponível em: http://casa.abril.com.br/materia/quartos-de-casal-18-fotos-de-ambientes-charmososAcesso em 03 de novembro de 2012PORTO BELLO. Meu bicho, minha casa – Artigos de luxo para seu pet.Disponível em: http://www.portobello.com.br/blog/decoracao/meu-bicho-minha-casa-artigos-de-luxo-para-seu-pet/Acesso em 05 de novembro de 2012PORTAL DECORAÇÃO. De bem com o seu pet.Disponível em:http://www.portaldecoracao.com.br/decoracao/Portugues/detNoticia.php?codnoticia=1290Acesso em 05 de novembro de 2012DICAS DECOR. Decoração para o seu pet.Disponível em: http://www.dicasdecor.com.br/decaoracao-para-o-seu-pet/Acesso em 15 de novembro de 2012CASOS DE CASA. Vantagens e distinções do piso porcelanato.Disponível em: http://www.casosdecasa.com.br/index.php/reforma-e-construcao/vantagens-e-distincoes-do-piso-de-porcelanato/Acesso em 01 de novembro de 2012 69
  70. 70. PORCELANATOS. Tudo sobre os porcelanatos.Disponível em: http://www.porcelanatos.com/porcelanatos/Acesso em 29 de outubro de 2012PORTAL R7 / MUNDO DAS TRIBOS. Como usar persianas na decoração.Disponível em: http://www.mundodastribos.com/como-usar-persianas-na-decoracao.htmlAcesso em 29 de outubro de 2012ARK IDEIAS. O blog sobre arquitetura e decoração.Disponível em: http://arkideias.com/2012/03/20/as-sensacoes-das-cores-na-decoracao/’Acesso em 06 de novembro de 2012WEB TELAS. Psicologia das cores.Disponível em: http://www.webtelas.xpg.com.br/psicologia_cor.htmAcesso em 06 de novembro de 2012CLUBE DE DUAS. Qual cor usar no quartoDisponível em: http://www.clubededuas.com/2012/08/qual-cor-usar-no-quarto-de-casal.htmlAcesso em 21 de novembro de 2012 70
  71. 71. 8. Lista de figurasFigura 01: Facha da loja Hi-Lo em Belo Horizonte, Minas Gerais.Figura 02: Área de exposição das roupas.Figura 03: Área dos vestiáriosFonte das figuras 01, 02, 03: ARCHDAILY Disponível em:http://www.archdaily.com.br/5855/loja-hi-lo-david-guerra-arquitetura-e-interior/ -Acesso em 25 de outubro de 2012Figura 04: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Figura 05: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Figura 06: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Figura 07: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Figura 08: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Figura 09: Projeto desenvolvido através da parceria entre Kenya Hara earquitetos japoneses.Fonte das figuras 04, 05, 06, 07, 08 e 09: ARQUITETURA PARACACHORROS -Disponível em:http://cursocoolhunting.com/2012/11/08/arquitetura-para-cachorros/ – Acessoem 25 de outubro de 2012Figura 10: Closet improvisado em um cantinho de dormitório. A bagunçacompôs o ambienteFigura 11: Figura 11: Barra de roupas, gaveteiros e caixas de sapatosimprovisaram um closet que foi utilizado como cabeceiraFigura 12: Closet improvisado, perfeito para quem tem pouca coisaFonte das figuras 10, 11 e 12: CASINHA BONITINHA- Disponível em:http://casinhabonitinha.blogspot.com.br/2012/03/10-dicas-para-quem-nao-tem-um-closet.html - Acesso em 25 de outubro de 2012Figura 13: Projeto de um dormitório planejado. Disponível em:http://www.marcenariamatheus.com.br/imagens/marcenaria1.jpg - Acesso em:12 de novembro de 2012Figura 14: Projeto de um dormitório planejado. Disponível em:http://www.inusittaguarulhos.com.br/imagens/dormitorios-planejados/dormitorios-planejados-04.jpg – Acesso em 12 de novembro de2012 71
  72. 72. Figura 15: Projeto de um dormitório planejado. Disponível em:http://moveisdocelar.g3wsites.com/wpcontent/blogs.dir/4256/files/quartos/dormitorios3.jpg – Acesso em 12 de novembro de 2012Figura 16: Projeto de um dormitório planejado. Disponível em:http://www.wdicas.com/wp-content/uploads/2011/03/quarto-de-casal-planejados-modernos-e-sofisticados.jpg) – Acesso em 12 de novembro de 2012Figura 17: Varanda Gourmet com vista privilegiada ao parque Ibirapuera emSP.Figura 18: Integração da sala de estar com a varanda se da por meio de portasde correr em vidro.Figura 19: Sala de estar com cores suaves e ousadas.Figura 20: Suíte do casal em tons claros e românticos. Pontos de iluminaçãoem cima da cabeceira.Figura 21: Vista do closet.Fonte das imagens 16, 17, 18, 19 e 20: VIDRADO – Disponível em:http://noticias.vidrado.com/decoracao-e-design/arquitetura-de-interiores-em-apartamento-paulistano-de-310-m%C2%B2/ - Acesso em 25 de outubro de2012Figura 22: Painel semântico do cliente: Dedicado aos estudos, adora FASTFOOD, colecionador de miniaturas de soldados de guerra, adora viajar,reuniões em família, beber algo com os amigos de final de semana e é muitoapegado a sua cachorra de estimação. – Feito pela autoraFigura 23: Foto do cliente – Arquivo pessoal do clienteFigura 24: Painel semântico do Conceito: Um ambiente onde ele possaesquecer todos os problemas, um espaço que, quando ele entrar só consigaaproveitar todo o tempo com sua cachorra, Sophya, sem se preocupar com omundo la fora, uma espécie de Universo Paralelo. – Feito pela autoraFigura 25: Imagem de satélite da cidade de Rio Claro, com identificação daresidência e sua fachada. Fonte: Google Maps. Disponível em:http://maps.google.com.br/maps - Acesso em 03 de novembro de 2012Figura 26: Medições do local – Feito pela autoraFigura 27: Medições do local – Feito pela autoraFigura 28: Planta baixa e Planta da Área de Intervenção – Feita pela autoraFigura 29: Foto do local – Feito pela autoraFigura 30: Foto do local – Feito pela autoraFigura 31: Fotos do local – Feito pela autoraFigura 32: Foto do local – Feito pela autoraFigura 33: Foto do local – Feito pela autoraFigura 34: Foto do local – Feito pela autoraFigura 35: Foto do loca – Feito pela autora 72
  73. 73. Figura 36: Primeira proposta de layout em 3D. Planta baixa e vista do roupeiroe cômoda para TV. – Feito pela autoraFigura 37: Primeira proposta de layout em 3D. Vista lateral esquerda e vistafrontal da cabeceira da cama. – Feito pela autoraFigura 38: Segunda proposta de layout em 3D. Planta baixa e vista doroupeiro e cômoda para TV. – Feito pela autoraFigura 39: Segunda proposta de layout em 3D. Vista lateral esquerda e vistafrontal da cabeceira da cama. – Feito pela autoraFigura 40: Foto de maquete volumétrica – Feito pela autoraFigura 41: Foto da maquete volumétrica – Feito pela autoraFigura 42: Vista de entrada do dormitório antes e depois. – Feito pela autoraFigura 43: Vista da cabeceira da cama antes e depois. – Feito pela autoraFigura 44: Vista do roupeiro antes e depois. – Feito pela autoraFigura 45: Vista do espaço para TV, antes e depois. – Feito pela autoraFigura 46: Imagem da caminha para cachorro. – Feito pela autoraFigura 47: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1 –Feito pela autoraFigura 48: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1 –Feito pela autoraFigura 49: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº1 –Feito pela autoraFigura 50: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2 –Feito pela autoraFigura 51: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2 –Feito pela autoraFigura 52: Perspectiva do dormitório com aplicação do estudo cromático nº2 –Feito pela autoraFigura 53: Imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 54: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 55: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 56: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 57: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 58: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 59: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 60: Outra imagem renderizada do dormitório – Feito pela autoraFigura 61: Imagem da maquete física – Feito pela autoraFigura 62: Outra imagem da maquete física – Feito pela autora 73
  74. 74. Figura 63: Outra imagem da maquete física – Feito pela autoraFigura 64: Outra imagem da maquete física - Feito pela autoraFigura 65: Outra imagem da maquete física – Feito pela autora 74
  75. 75. 9. A autora Livia André Carriel nasceu e reside em RioClaro-SP. Atualmente trabalha como projetista de móveis e após seformar na FAAL – Faculdade de Artes e Administração de Limeira,pretende atuar na área de Design de Interiores.QR CODEBlog: http://www.liviacarrieldesigner.blogspot.com.br 75

×