Artigo OriginalEstudo do linfonodo cervical pela citologia do imprintCervical lymph node study by imprint cytology        ...
Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint.	                                                                 ...
Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint.	                                                                 ...
Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint.	                                                                 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Artigo aula 2 estudo do linfonodo cervical pela citologia do imprint

1.321 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
165
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo aula 2 estudo do linfonodo cervical pela citologia do imprint

  1. 1. Artigo OriginalEstudo do linfonodo cervical pela citologia do imprintCervical lymph node study by imprint cytology Rogerio Aparecido Dedivitis 1 Elio Gilberto Pfuetzenreiter Jr. 2 Mario Augusto Ferrari de Castro 3Resumo Abstract Introdução: O estudo citológico do linfonodo pelo imprint é Introduction: The cytologic study of the lymph node by the imprint de grande importância para complementar o histopatológico, method is important as a complementary tool to the histopathologic sendo superior ao obtido pela punção aspirativa por agulha fina. examination, being more accurate than that obtained by the Método: Uma série consecutiva de 86 pacientes submetidos à fine needle aspiration biopsy. Method: A consecutive series ressecção de linfonodos cervical com a preparação de imprint of 86 patients who underwent excision of cervical lymph nodes foram avaliados retrospectivamente. O diagnóstico final foi with imprint preparation were retrospectively reviewed. Final determinado pelo exame histopatológico do espécime excisado. diagnoses were determined by the histologic examination from Sensibilidade, especificidade, valores preditivos e acurácia foram excision biopsy. Sensitivity, specificity, predictive values and avaliados. Resultados: Houve o diagnóstico final de 54 casos de accuracy were evaluated. Results: There were the final diagnosis malignidade, oito casos de tuberculose e 24 casos de hiperplasia of 54 cases of malignancy, 8 cases of tuberculosis and 24 cases reativa não específica. A sensibilidade, especificidade, valores of nonspecific reactive hyperplasia. The sensitivity, specificity, preditivos para os testes negativo e positivo e a acurácia do imprint negative and positive predictive values and accuracy of the foram 93,5%, 100%, 85,7%, 100% e 95,3%, respectivamente. imprint were 93.5%, 100%, 85.7%, 100% and 95.3%, respectively. Conclusão: O imprint positivo foi sempre coerente com o Conclusion: The positive imprint was always coherent with the diagnóstico histopatológico final enquanto, com relação aos final histologic diagnosis, whereas regarding the negative findings, achados de negatividade, houve discordância 33% dos casos de there was disagreement in 33% of the non-Hodgkin lymphomas linfoma não-Hodgkin e 25% nos casos de tuberculose ganglionar. cases and 25% of the ganglionar tuberculosis cases. The imprint Devido à sua alta acurácia, pode ser realizado como método can be done due to its high accuracy. However it is considered an auxiliar ao estudo histopatológico, que segue sendo o método- auxiliary method to the histopathologic evaluation, which is the ouro. gold standard. Descritores: Linfonodos; Citologia; Linfadenite; Transtornos Key words: Lymph Nodes; Cytology; Lymphadenitis; Linfoproliferativos; Metástase Linfática. Lymphoproliferative Disorders; Lymphatic Metastasis.Introdução tica, pode haver a necessidade de biópsia a céu aber- to. Um dos diagnósticos diferenciais são os linfomas, A adenopatia cervical pode surgir como consequên- sendo importante determinar a arquitetura nodal e tercia de doença benigna ou maligna. A punção aspirativa amostra suficiente para realizar a imunofenotipagem,por agulha fina (PAAF) para sua avaliação é amplamen- onde a PAAF encontra limitação2. O estudo citológicote utilizada, no entanto, apresenta limitações devido a do linfonodo pelo imprint é de grande importância paraamostras inconclusivas e ao alto índice de falso-nega- complementar o histopatológico3, sendo o material parativo1. Quando a PAAF é empregada para o estudo de tal análise colhido após a ressecção do espécime ci-adenopatia cervical a esclarecer e resulta não diagnós- rúrgico.1) Professor Livre Docente do Departamento de Cirurgia da Fundação Lusíada Unilus. Chefe dos Serviços de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Ana Costa e da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos.2) Mestre em Ciências pelo Curso de Pós-graduação do Hospital Heliópolis, São Paulo/SP. Professor do Departamento de Cirurgia da Fundação Lusíada UNILUS, Santos. Assistente dos Serviços de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Ana Costa e da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos, Santos/SP, Brasil.3) Mestre em Ciências pelo Curso de Pós-graduação da Fundação Lusíada UNILUS, Santos/SP, Brasil. Professor do Departamento de Cirurgia da Fundação Lusíada UNILUS, Santos. Assistente dos Serviços de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Ana Costa e da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos, Santos/SP, Brasil.Instituição: Serviços de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Ana Costa e da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Santos. Santos/SP, Brasil.Correspondência: Rogério A. Dedivitis - Rua Dr. Olinto Rodrigues Dantas, 343 conj. 92 - Santos / SP - Brasil - CEP: 11050-220 E-mail: dedivitis.hns@uol.com.brRecebido em 01/09/2010; aceito para publicação em 09/01/2011; publicado online em 20/03/2011.Conflito de interesse: não há. Fonte de fomento: não há.26 ����������������������������������������������������������� Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço, v.40, nº 1, p. 26-29, janeiro / fevereiro / março 2011
  2. 2. Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint. Dedivitis et al. O objetivo desse estudo é avaliar os achados da téc-nica de imprint em pacientes submetidos à biópsia delinfonodo cervical a céu aberto, correlacionando-a comos achados histopatológicos.Método Um total de 86 pacientes previamente não tratadosfoi submetido, no período de fevereiro de 1995 a feverei-ro de 2008, à biópsia de adenopatia cervical. Os dadosde prontuário e os achados patológicos foram colhidosretrospectivamente. A idade dos pacientes variou de 7a 90 anos, com mediana de 55 anos. Do total, 63 pa-cientes eram do gênero masculino. Todos os pacientesapresentaram-se com sintoma de adenopatia cervical,com tempo de história variando de um a seis meses (me- Figura 1. Linfadenite crônica de aspecto reacional, Papanicolaou, 400x.diana, três meses). Em nossa rotina diagnóstica, indica-se a realiza-ção da punção aspirativa por agulha fina em caso deadenopatia cervical com duração superior a um mêsde causa inexplicada e medida, no maior eixo do linfo-nodo de, pelo menos, um centímetro de diâmetro. Emfunção da suspeição clínica de doença granulomatosa,linfoproliferativa ou metastática e de acordo com o re-sultado obtido na PAAF, indica-se a realização da bióp-sia de linfonodo a céu aberto. Sistematicamente, antesde qualquer abordagem diagnóstica invasiva em linfo-nodo cervical é realizado o exame loco-regional com-pleto, interessando a mucosa das vias aerodigestivassuperiores. A critério clínico, a linfonodectomia cervicalpode ser indicada sem a realização prévia da PAAF.Em todos os casos referenciados para linfonodectomia,realizamos como rotina o imprint imediatamente após Figura 2. Doença de Hodgkin, Papanicolaou, 400x.a retirada do material, independente da realização pré-via e do resultado obtido pela PAAF. A técnica consisteem seccionar o linfonodo obtido sagitalmente enquantoseguro suavemente entre os dedos, secar a superfícieobtida suavemente com uma gaze e realizar sucessi-vos decalques sobre duas lâminas de vidro, sendo as Resultadosmesmas, a seguir, fixadas em álcool absoluto, paraposterior coloração pelo HE. Um total de 86 pacientes foi incluído nesse estudo. O material obtido pelo imprint foi assim classificado: A Tabela 1 mostra a distribuição dos casos de acordoa) aspecto reacional (Figura 1); b) tipo neoplásico, di- com o resultado citopatológico do imprint e sua correla-vidido em: doença de Hodgkin (Figura 2); linfoma não- ção com os achados finais, baseando-se nos achadosHodgkin; e metástase de carcinoma. histopatológicos. O banco de dados constituiu-se dos dados demográ- A Tabela 2 mostra a acurácia do imprint. Agruparam-ficos, clínicos e patológicos. Os achados citopatológicos se todos os casos de linfadenite crônica e, por outro lado,do imprint foram comparados com aqueles obtidos pelo todos os casos de doenças neoplásicas e granulomato-exame histopatológico, considerado padrão-ouro. Sensi- sas. Com isso, foram obtidos: sensibilidade de 93,5%,bilidade, especificidade, valores preditivos para os tes- especificidade de 100%, valores preditivos dos testestes positivo e negativo e acurácia foram calculados. Os negativo e positivo de 85,7% e 100%, respectivamente eachados do imprint foram classificados em verdadeiro- acurácia de 95,3%.negativo (ausência de malignidade corretamente diag- Todos os 28 pacientes cujo imprint revelou tratar-senosticada), verdadeiro-positivo (presença de malignida- de carcinoma tiveram o diagnóstico confirmado. Des-de corretamente diagnosticada), falso-negativo (falha do tes, nove eram portadores de metástase cervical commétodo em diagnosticar malignidade) e falso-positivo tumor primário oculto; oito eram de recidiva linfonodal(material incorretamente considerado maligno ou sus- após tratamento oncológico prévio; seis eram portadorespeito de malignidade). de tumor primário diagnosticado em sítio primário nasRev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço, v.40, nº 1, p. 26-29, janeiro / fevereiro / março 2011 – ––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––– 27 –
  3. 3. Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint. Dedivitis et al. Tabela 1. Confirmação citopatológica do imprint dos resultados histopatológicos (primeira colu- na) nas adenopatias cervicais (n = 86). Diagnóstico citopatológico número de casos confirmação discordância Carcinoma epidermoide metastático 28 28 0 Tumor de tireoide metastático 11 11 0 Carcinoma de pequenas células metastático 3 3 0 Linfoma de Hodgkin 6 6 0 Linfoma não-Hodgkin 6 4 2 Doença granulomatosa 8 6 2 Linfadenite crônica inespecífica 24 24 0 Total 86 82 4 Tabela 2. Diferenciação da linfadenite crônica inespecífica dos demais diagnósticos ao imprint. Sensibilidade Especificidade VP - VP + Acurácia PAAF 93,5% 100% 85,7% 100% 95,3% VP -: valor preditivo para o teste negativo; VP +: valor preditivo para o teste positivo.vias aerodigestivas superiores com pescoço estadiado A linfonodectomia, por sua vez, requer equipe eclinicamente como N0 e com achado de adenopatia à sala cirúrgicas e é passível de complicações, comotomografia computadorizada; e cinco foram achados seroma, linfoceles, necrose de borda dos retalhos, in-ocasionais. Em 11 casos, o diagnóstico foi de carcino- fecção de parede, edema e tromboflebite7. Além disso,ma papilífero de tireoide metastático. Destes, em oito, podem ocorrer cicatriz pouco estética e dor residual,o paciente já havia sido tratado previamente e tratava- por vezes em doenças cujo tratamento não será cirúr-se de recidiva tardia, enquanto, em três, os pacientes gico. O estudo citológico dos linfonodos pelo imprint éeram virgens de tratamento e não tinham o diagnóstico complementar ao exame histopatológico e superior ada doença primária na glândula. Houve três casos com PAAF, com maior grau de citólise e mistura das células.padrão de metástase de carcinoma, confirmando-se, à Trata-se de um método de realização simples. O me-investigação, carcinoma de pequenas células lesão pri- lhor imprint será aquele que obtiver um grande númeromária pulmonar. Quanto aos casos confirmados de do- de células, umas ao lado das outras, com o menor nú-ença de Hodgkin, em todos, o imprint veio compatível, o mero de hemáceas3.que não ocorreu em dois de seis casos de linfoma não No imprint de aspecto reacional, as células linfoi-Hodgkin. Dos 24 casos diagnosticados como linfadenite des são de tamanho pequeno e aparência normal. Nocrônica inespecífica (hiperplasia reacional) ao imprint, imprint neoplásico, as respectivas células são reconhe-todos tiveram confirmação, não havendo falso-positivo cidas, como as células de Reed-Sternberg, no caso dapelo método. doença de Hodgkin ou as células metastáticas de car- cinoma. Entretanto, a doença de Hodgkin (sobretudoDiscussão no subtipo predomínio linfocitário) e o linfoma linfocítico bem diferenciado podem mimetizar processos reacio- Em pacientes com um único grupo linfonodal suge- nais3 devido ao predomínio de pequenos linfócitos semrindo drenagem linfática a partir de um tumor sólido ou morfologia alterada, o que explica nossos casos deem pacientes com fatores de risco (uso de álcool e taba- falso-negativo. Por outro lado, não encontramos falso-co, por exemplo), recomenda-se fortemente a investiga- positivo.ção em busca do tumor primário antes da biópsia linfo- Ao contrário da PAAF, o imprint não evita, emnodal. Tal recomendação é particularmente relevante na casos selecionados, a necessidade da biópsia doregião cervical, onde são comuns metástase derivadas linfonodo, na medida em que é realizada simultane-da mucosa das vias aerodigestivas superiores4. amente à mesma. Em nosso estudo, consideramos O exame de citopatologia por PAAF é um proce- o resultado histopatológico como padrão-ouro e o im-dimento seguro e eficiente para o diagnóstico de ade- print não forneceu resultado falso-positivo e, com ex-nopatia cervical. Entretanto, tem limitações, mesmo ceção de alguns casos de linfoma não-Hodgkin e dequando realizada sob condições ideais. Pode ser difícil tuberculose, apresentou acurácia excelente. Comodistinguir linfoma de baixo grau de hiperplasia reacional método que preserva a arquitetura do linfonodo 3 e ée o diagnóstico de linfoma pode não ser definitivo5. Para de confecção simples e de baixo custo, é um métodoa tuberculose ganglionar, a sensibilidade e a acurácia recomendável imediatamente após a remoção do es-da PAAF não são muito elevadas, sobretudo devido a pécime cirúrgico, podendo complementar os achadosamostras inconclusivas6. histopatológicos.28 ����������������������������������������������������������� Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço, v.40, nº 1, p. 26-29, janeiro / fevereiro / março 2011
  4. 4. Estudo do linfonodos cervical pela citologia do imprint. Dedivitis et al.Conclusão 3. Famadas LC. Subsídios para o estudo citológico do linfonodo pelo “imprint” / Subsides for the cytological study of the lymph node using the imprint. Bol Soc Bras Hematol Hemoter. 1985;7(134):137- O imprint positivo foi sempre coerente com o diag- 45.nóstico histopatológico final. Enquanto, com relação aos 4. Jerjes W, Upile T, Petrie A, Riskalla A, Hamdoon Z, Vourvachis M,achados de negatividade, houve discordância 33% dos Karavidas K, Jay A, Sandison A, Thomas GJ, Kalavrezos N, Hopper C. Clinicopathological parameters, recurrence, locoregional and distantcasos de linfoma não-Hodgkin e 25% nos casos de tu- metastasis in 115 T1-T2 oral squamous cell carcinoma patients. Headberculose ganglionar. Devido à sua alta acurácia, pode Neck Oncol. 2010;2:9.ser realizado como método auxiliar ao estudo histopato- 5. Layfield LJ. Fine-needle aspiration of the head and neck. Pathologylógico, que segue sendo o método-ouro. (Phila). 1996;4(2):409-38. 6. Ammari FF, Bani Hani AH, Ghariebeh KI. Tuberculosis of the lymph glands of the neck: a limited role for surgery. Otolaryngol Head NeckReferências Surg. 2003;128(4):576-80. 7. Picardi M, Gennarelli N, Ciancia R, De Renzo A, Gargiulo G, Ciancia1. Kim BM, Kim EK, Kim MJ, Yang WI, Park CS, Park SI. Sonographi- G, Sparano L, Zeppa P, Martinelli V, Pettinato G, Lobello R, Pane F,cally guided core needle biopsy of cervical lymphadenopathy in patients Rotoli B. Randomized comparison of power Doppler ultrasound-direct-without known malignancy. J Ultrasound Med. 2007;26(5):585-91. ed excisional biopsy with standard excisional biopsy for the character-2. Hehn ST, Grogan TM, Miller TP. Utility of fine-needle aspiration as a ization of lymphadenopathies in patients with suspected lymphoma. Jdiagnostic technique in lymphoma. J Clin Oncol. 2004;22(15):3046-52. Clin Oncol. 2004;22(18):3733-40.Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço, v.40, nº 1, p. 26-29, janeiro / fevereiro / março 2011 – ––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––– 29 –

×