Funções da linguagem 301

694 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
102
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Funções da linguagem 301

  1. 1. Profª.: Lidiane Rodrigues
  2. 2. Elementos da comunicação
  3. 3. Funções da Linguagem
  4. 4. Função Poética •Centra-se na mensagem; •Forma de transmissão; •Impacto visual, emotivo ou sonoro. Canção Ouvi cantar de tristeza, porém não me comoveu. Para o que todos deploram. que coragem Deus me deu! Ouvi cantar de alegria. No meu caminho parei. Meu coração fez-se noite. Fechei os olhos. Chorei. [...] Cecília Meireles
  5. 5. Função Referencial •Centra-se no conteúdo; •Informação objetiva.
  6. 6. Função Apelativa •Centra-se no receptor; •Persuasão; •Uso do imperativo.
  7. 7. Função Emotiva •Centra-se no emissor; •Opiniões e sentimentos;
  8. 8. Função Fática •Centra-se no canal de comunicação; •Abertura, manutenção e fechamento de canal.
  9. 9. Função Metalinguística •Centra-se no código; •O código como instrumento de tradução do próprio código.
  10. 10. Paráfrase e Paródia
  11. 11. Paráfrase  Recriação textual, tendo como suporte um texto-fonte;  Nova “roupagem” discursiva;  Mesma ideia contida no texto original.
  12. 12. Texto original Canção do Exílio Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá, As aves que aqui gorjeiam Não gorjeiam como lá. [...] Gonçalves Dias Paráfrase Meus olhos brasileiros se fecham saudosos Minha boca procura a ‘Canção do Exílio’. Como era mesmo a ‘Canção do Exílio’? Eu tão esquecido de minha terra… Ai terra que tem palmeiras Onde canta o sabiá! [...] Carlos Drummond de Andrade
  13. 13. Paródia  Recriação de um texto;  Caráter contestador voltado para a crítica;  Presença de um tom jocoso.
  14. 14. Texto Original MEUS OITO ANOS Oh! que saudades que tenho Da aurora da minha vida, Da minha infância querida Que os anos não trazem mais! Que amor, que sonhos, que flores, Naquelas tardes fagueiras À sombra das bananeiras, Debaixo dos laranjais! [...] Casimiro de Abreu Paródia Oh que saudades que eu tenho Da aurora de minha vida Das horas De minha infância Que os anos não trazem mais Naquele quintal de terra! Da rua de Santo Antônio Debaixo da bananeira Sem nenhum laranjais [...] Oswald de Andrade

×