Operação risoto -

7.420 visualizações

Publicada em

Operação risoto

Estranhos hóspedes ocupam a pensão da Tia Ambrósia para roubar a máquina duplicadora do professor Boris. Mas nada como uma menina bisbilhoteira para desvendar mistérios tão misteriosos.

Publicada em: Educação
2 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.420
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.989
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
180
Comentários
2
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Operação risoto -

  1. 1. . ~ L › E. x É. . r~ Â. 3?; í. inté¡ EVA* D 5_ § E _R Ri_ OPERAÇÃO RISOTO E VA F u re N A re I W Á / ? l 3'59": - , E u» . f,'; ..ê" ""' **4.'. '--: =:4=› -'r; ..Í~', Í'. ~L-.5$V*'"J"Li"'â:1:'<". :'; 71'. ? '"° Í " m. ” x 1 '_ z' 2 . ' x ã ESCOLA DE CARA NOVA K É é'. . , _ . s' . 7 L 4 SECRETARlA DE ESTADO É: DA EDUCAÇÃO v: 777.? V ' ' . J ' ' ' . . ' . ° ' › “ -à: -., ,._: ':; í ' ^'
  2. 2. “o, snve . .A3 Mico 'ri 9.6 'Povo «sem '- c 2 pu 'rom ne MAs? ! _ ; X
  3. 3. Px. w m. ,H U D
  4. 4. s** A . . : .. - . A e A ; “^ , w , ;_, ___~_, , v? ~r n “». -.. ._. __ _ 3 . ,. . › _l . › : - ' ' ' 7 w-À. .., V_ , ; AD-CDO “â WW PM** = SARDELA “W” Dum. .. , Ã , V , v . _z , . , .. r , __, _., _-, _., _. r . ., .¡ v; ___›__, g. . 1,» - '. ;.. ;_. ._-. ___, . . 4--. ..H: ___4 m r 7- ~_. r›. .-. ._r-r _r». .__~. ,__, _
  5. 5. OPERAÇÃO RISOTO ? à HISTÓRIA E DESENHOS DE EVA FURNARI pill-n due¡
  6. 6. .gay. K f . ›. ,« 'L2 ' p; ;› n . 73,: ' = , › n». x -m . . _L_ a» , r . -- _ v--- -. m. ; . __. ... ._. _4~_, -~~ Vovô ; XNSE LH O 24
  7. 7. ._. ... ... .,--, .». -_. ._4 . ___, __W_, __A__E___; J_N_ s A NIVERSIDADE DE BRODOWSKY FACULDADE DE EDUCAÇÃO O com' %lzmam/ zwÁazzóÁ(z/ Professor de russo Av. Pavlovsky nã? 380 - Pururuca da Serra 16
  8. 8. ,a . _, Atenção leitor; esta história não foi escrita por mim, apenas juntei as pistas para você descobrir o g que é a Operação Risoto. Aqui vai a primeira pista: a ã história começa no começo e ; termina no fim. Í Eva ~› a----. ._,4t. ... ._. V. -.__. ..J N51; s' _a
  9. 9. ,eavzéovw/ auw/ @mwâmm “EJ” _NM_ ___ _V____V_____________ V___________J › _ _ ___-, ;._. .rr-'. ç.-'; »v-; xn . ..w úwr%zzaâz°nrf / ÍmÁd/ á o/ zjm/ 44a/ a/ àázdça/ LÍÀÉ ? MW “M4540 »É obama/ m s 5914/5354 #wwwà/ /íá/ mam/ mm, a” X/ Í / ââofw/ M// é 422m @MMM Za/ m/gmm. ' $405 A147/ 44041?? . 517/10 oww¡ à a? , xxx/ mamã» AIM/ tz. Mto/ Mm, _. ¡Â/ /a Zíáfma/ 'zz/ g' 3. . ... .., .›. ..«. ... .._ u. .. _ . ..u Mad fM$ 47m' @W047 . Mao/ MM zm» mámã, @má _ ? Aux/ mz áàzaázmwu/ Êwé pmMrm/ zaMe/ M. , Mn mma/ e mam &wíídwtow ; fr moh/ zw ? Mamãe/ x . 554 &é; É t. 'q Í z
  10. 10. /fí/ fly / á Í/ / / M M
  11. 11. V. _.~. -_. ..». .›-›----. .. Bolhõ Espdho: LiqueFoLwMultiplicador conforme Çõrmu W W-+°Í7~Q, Io. abaixo clescrita:
  12. 12. Entrevista com Jorge Abdula para A ENCRENCA - seção Profissões Sardela - Sr. Jorge, um pouco da sua profissão. Sr. Jorge - Ah, de algum segurom Sardela - gostaria que o senhor falasse aqui está o meu cartão, se precisar Í O senhor poderia falar da Sr. Jorge - Claro. fissional mais importante que existe. guém está seguro. Por exemplo, quer tipo de coisa, recebe o dinheiro d Sardela - Jorge - até as suas ferias. as ferias de volta. Existe seguro para nota ruim? Bem, depende, é uma questão delicada, deixe-me verm nota ruim, e complicado, difícil, É ráa. .__. ._~ M, ,_ , i/_me- ~ r 'a' -'*"" "““' ""'“"'; J V , .f~ ~~'"”'*"A: -f“ffjjv-; Í---w-Wrñ ; as SEGURO MORREU DE- VELHO * _ f Emprem de Scguro¡ P” 'N " Jorge Abdula (Íarrttor 1m Cum Ram, 100o › Trlcfoizr: 151-6236 : 4 f ; E ' . _ › r . e H~ er › s Lr___M_-lWN~Ws~_wwww~__w~wy~~- Lñià» v _gw_ . .w E . _ f_ ' " ' É 2 « Sardela - Onde o senhor t ê Jorge - rabalha? 5 Trabalho em diversas cidades, estou sempre muito, né? Q viajando. so? Sardela - Acho que volta no fim da semana, mas Jorge - Na cadernetinha azul explica mesmo como a máouina duplicadora funciona? À Sardela - Explica, mas" Â Jorge - O professor Boris tem outros inventos? A l Sardela - Tem uma porçãom I Jorge - E E esse duplicador, é Sardela - Um pouco. Hà_ Obrigada Sr. Jorge. muito grande?
  13. 13. 1.01111'. VV. : . Í . Ç ífÍí _ . .í. .ea. .i. l›rl. ll / l// zo ' #aff 224214? 44 É, Àmhoívã, 4d/ 4/4 M, ÃEWÉHíJ/ â 117144 ? Má/ dr @mafia/ Zé 71. : sã: o_~, _=ã2 ouÊSc amora. cv owíoo eu Eno f. !): ... ).. .l. !1.. z, . .. . .1«›. .S. Ê.. ¡›«5) s. 10
  14. 14. .. .a. .:í$nx»: .a. .;-. .- . . . , '*""“*"*-~--«›-----n~›-›- ~« ~ -~--v-««--. _.. .._. ... ___________, ____N ___~_____J. f Gravador - Click. LHM, Sardela - Eu, Sardela Pimenta, no dia 18 de janeiro, É as llhO2, estou gravando tudo que acontecer para con- É: 'à seguir provas. Sardela - Estou entrando. À , Porta - Nhec. p 7 5 Sardela - Nicolino, você está ai? Nossa! Nicolinol g~' ; Voce está todo amarrado! g f_¡ _Nicolino - Humff, humff. Ê V¡ Sardela - Calma, calma, já vou desamarrarm Érrà Nicolino - Ufa! que alivio, ainda bem que você veiom Êy; Vamos embora daqui, rapido. 5, h Passos - Tocm Tocm Tocm §'F: Nicolino - Sardela! Eles estão voltando! ÊJ. ' Sardela (sussurrando) - Rapido Nicolino, finge que É r à voce ainda esta amarrada" vai loga" eu me escondo ? fl debaixo da cama. Vai, rapido! _ Éçu. Passos - Tocm Tocm Tocm 5 Chave - Jshlevkm Jvkelelk 3'. ; Ricarda - Caramba, não agüento mais usar essa droga de sapato de mulherm E essa peruca ta me matando! Bertoldo - A idéia de roubar essa geringonça duplica- dora não foi minha! Ricarda - Mas a idéia de ser comendador foi sua! Bertoldo - Pó, Romão, vem me dizer que não foi baca- na passar uns tempos no luxo! V Ricarda - É, tá certo, a lagosta que a gente comeu naquele almoço tava boa mesmo. 32
  15. 15. ma» @ow ': “Jim 09mm at. . www Mwewwmwaowg , ttw. ãuánwtuaao. wn-Jwg9zwbww« E_ (wwlomMmEÀlzk-vlw Experiência ÍeSÍe. nz_- 1; A z pa1a. _í5_í ; v Móqoinc Duplicadora: 'Vrwauoz BLn-ÇHX Í Analisador de Eslrdtura: mqalwolg ? Em M Bouiômeiro: adm, g Espelho. - rmmbéootx LxquaFotlorMultiplíccldor conforme fórmula abaixo descrita¡ P (BAFÀS + : mm gola? , (PW) “Qyühfy Mex/ at ° Jenaüwlãuwokàlyoáw K
  16. 16. __ _ . ... .._, _.. ... _.. ... ,›. . , ... _.. .. --. ... - íuwêf_ . W _w ' " ^ " ' "' ^"r'-----«~_~»__. _.. .-. ,__ . _.-. ..__ ____ _, _.. .. ,. , . , . _ _ANE_ CORREIO DE; PERIRECA Diretor-geral: PG Piririca da Serra, 15 de janeiro m9 2 186 Ano XXVII . ,- . ,.. ._. _____, .. ... .ças V CHEGA HOJE A PIRIRICA DA SERRA O dignissimo Comendador Bertoldo Polenta e _L senhora, Dona Ricarda Polenta, são hoje espe- 3. tados para visita oficial a Piririca da Serra. O casal será recebido com toda a pompa e circunstância no Tenninal Rodoviário de Pi- 'g Iirica pelo Prefeito Raimundo Lajota, que em ' seguida conduzirá os ilustres hóspedes à pen- l são de Tia Ambrósia. ͧ i É COMENDADOR DA BURGÚNCIA l ã CHIQUEÕ @í ClllLIOlllÍõ A Bruxa Zelda está ausente de Piririca da Serra. Viajou para a III é; ;*. ;.__. _;_. -., ;;; ã¡ff; â l. ,je/ spfw _à Festa Secreta das Bruxas, em A revolucionária 5, à Bruxelas. pasta de dente com p S ã °" gostinho diferente. ("É (a O Professor Boris viajou a Totó, Nos sabores: 3° l A° É onde representa Piririca em um rapadura, giló e o C' Congresso de Ciências Especula- 3._ novíssimo supersabor *l I _ii g tivas Pós-Modernas. 4; dobradinha_ í _i Esta 00m Sede? ' . .. f _ Tome ratoreide. - z Sabores piclcs, __ t, izza e alho- oró. . P . ' Tão ostoso ' 5'. A: g _í que dá dó. l _ e . t, . ,. -zuazenaoa: ›wa. .-. ..___. __. __ ~ . _ _. ._, _.. __»~. .__= ,¡, ... ..= =,. ._. ^.. '›La«"' A A ' ~ . _“: :-›-. .._. ... ›.« _ a _ Dona Assunta Sotto continua sua pesquisa para a obtenção de leite condensado direto da vaca. Seu trabalho desenvolve-se na Fazen- da Boi Sonso, no quilômetro 6 da Estrada Piririca-Borogodó. No próximo dia 21, haverá a tm- NÃO PERCA - PAPELÃO NA PROMOÇÃO dicional festa à fantasia no Clube de Piririca. A convidada especial será a famosa atriz, Xerox Tone, da cidade de Rolíúde. '-5. . .., ... .. ... a;. ... ... _._é: í x -- , _., .›. ..--. .. , ... .. . , , _ ______, mw_ . .n. a~_-. ./. .-. i Passe na papelaria Papelão, compre uma caneta por R$ 200,00 e leve um videogame de brinde. . u-_s-gr. 12
  17. 17. _t : mos NÃo 'í , A M ; una esvosA _ Homo** à- ÉALÊRGÍCA ^ É « - 'T ií_ / /// l SÀEeNDO QUE ELE x/ @OSTMUA °^““°” UM ? RÊNHO É coNHECE-p* PE LA ¡NVSNÇÂVO já: à¡ à DO vmsessañ De um AAKQUÍNA DU9LÍGAWRÁ COHeNDADOR- samouno u _ O Pállumsma: “ vaosessoâ ma¡ na Russou 13
  18. 18. x/ ;isno H“¡'°' x. “Mio ? osso n°519** "r - . . 2 " é_ o Mecum-cmo. ¡- x 0 Pmreasok / / 9' srraoseum. . __. __~_, .W. ... ,___. ._. ... -. D RE __ / X _ . ,501 °°4^Irs / Níío são ecoaems Nao-x_ fãs e -. - " M¡ ESTAo NUMA ehDeRNzñNHA H_ ¡Nre x/ /bobAeeh . E su cawxñNiggu/ vxâ'. Í: NÃBMCIMJMÂMNHÕÃAÂBQ*4)PBJ&GGBQÀQ_WWLLMO›¡A . ' ¡ . i , y . uma. 'boi Mahal. . Vau. parva Juno. muumgta, "gnpggsfñphü. M* Optra-Mou, NdcswvwÍ 14
  19. 19. .. .:na m-v4.r. ›.. ... ... . . ._ . ..ç«. .., ... ... ._. ... _.. __. ,. , .. _. . ~-_. _.. ...1 . . V" _ _d_ _ , - . .- . ã7,, ___, _ , ,,, ,,, _ D w- : É 7o . ... __4.. ... :-. ... . a í Down HMWÕKÍ# ; Não (REMOS HLMOSSHR i? í NH àansão. _ voLmRsxwos HA NME. cmbtamsnw g! à_ coíáswbnboR ' “"""*"~cn-›__, _~ 15 . .-. ... ... .._. ... ... . _ __
  20. 20. _11462261_ N30 E' MENiNA r ; Aasgg p; TukàiNA TEM sumaun __I>e___(-. ›EL0T¡N^ _ f T" Toma ícna' cnh_ GAsOUNA É maes. ,vas Ve¡ _se eu 176 [ui 'V' 55561001** *ás 09m( . .., mo MM , webcams/ motas w . ' 7~ Apomcu». .um -A lí Wzwnbx- . th. 'VGA “WMM ? mas qua. ou. veta/ w» qMA/ Wctô' 3 25
  21. 21. .. ,,_~. ._. ._. __. ,.-. __ . ... à, - _rn-. Aàudvunàauvff. -zru- . ... ... .. . ›. . -. . _u. ... ._. .w _. _., __, .. ._. .._ . . , ... _. ... ._, ___ _ A», gumym ÊxperÉncio Teãtem: 18 Dota; 444 Máquina Duphcaam; www 'àLITCHX Amlísadorde Esíruívra: WQWQWJÚ ? AM BoHsômeÍro: mw nal/ aí) EspeHmo: Liqueçaior Multiplíwdor conforme. fórmula abaixo descrita. - 18
  22. 22. Código n? 13 . Este código-á _baxtante simples e con- -- siste emtroear a primeira e a última letra . de cada palavra. O¡ acento: devem . ter ignorados, para dificultar . rua decodifícagão. Por exemplo, a mensagem: cbego boje Jem' enviada como obegc eojb. Quem receber, deve inverter a primeira e : Zl- tima letra de cada palavra, podendo assim entender o que significa. Mensagem Secreta com Escrita Invisível 1. Encere uma folha de papel esfre- gando nela uma vela branca. 2. Coloque eua folha (com a parte. eneerada para baixo) . cobre um outro papel e eycreva (com força) a sua mensagem l 3. Qaemfor decifrar a nzemagem invi- sível deve pôr um pouco de po' de café e esfregar, de modo que o po' se Este código pode . ter usado em mensa- concentre nas marcas da cera. gen: rápidas. 22 ? dq/ una 'lígrm Dúw/ m m »Itapema um d. ÇÍe; ;;_5ígíâ”* a '- f. .- . . _p_ . . -› . m-wf 'ÊÍW§À! *=Ã; Í$'"K"àf3.§*àí?5mt
  23. 23. .. .-›~4Q_¡J*^r': ~›-tpU-UW- w~-. _~. _,. ..¡. ... ---4'-'«7*'"“'”“' ~'"'^**~“>--'-'-'-°í: =- . ..«mau» . w . .. v ~ . .. . ... an, (vga. .. _. N,. _. s., ... .4~. . , .---'^""*“' "' CORREIO DE; PERIRECÀ Diretor-geral: PG m9 2 187 Ano XXVII PROSSEGUE VlSlTA DO COMENDADOR DA BURGÚNCIA Conforme o programa de visita a Piririca do Comendador Bertoldo Polenta e Dona Rícarda Polenta, após almoço oferecido no Restaurante Sinhá Dona Ana pelo Pre- feito Raimundo Lajota, o ilustre casal visi- tou na tarde de ontem a Biblioteca Central. Em seguida, acompanhados da diretora do Departamento Cultural de Piririca, Profes- sora Agridulce Salgado, o casal descerrou placa comemorativa de sua visita no mu- seu da cidade. Dona Ricarda Polenta declarou ao jornalista PG, que cobria o evento, que estava impressionada com a seção de quirópteros do museu. Ao ser Piririca da Serra, 16 de janeiro informada de que a seção havia sido mon- tada a partir de morcegos doados pela Bruxa Zelda, a comendadora não teve um chilique. ASTROLOGIA o Horóscopo Alto-Astral oa Latinha a-"r-r *rsrsrs-s* ÍWÍ < - .9 ARIES 9 rouno « x gemeos p 1' CANCER 7P LEAO ã_ V VIRGEM Voce' erra quando Pare de dar Não pense que Não acredipe Cuidado para Não procure pêlo pensa que eslão cabeçadas. somos todos em horóscopo. não ficar com en¡ om. lados errados. iguais_ à í o re¡ na barriga. w 'id'“úmnwiymwlMÍÍÍ" j' , à , - , : 3 LIBRA ESCORPIAO; q SAGITARÍO OCAPRICORNIO' a AQUARIO ' b PEIXES E vire assabiar e ' Não seja Culrire o É Hoje você está cam z Sua grande Não se desire _ chupar cana ao venenoso. í otimismo. Iendéncia a ficar . qualidade é ser afogar pelas '5 mesmo tempo. ¡^ de "bode". ¡' transparente. problemas. i e ~ K LM». ... _.-. _., .., .__. _.c. _._. _-. .._. _.. ____, . . _____, _,. _.. ._. ,.. ..s. n' V” - ~~ »M 19 4.. .~. ._. .._, ... .,-_- . .., _.. .,_/ _, -.. ._. .«--- . _,~, ~-_-. /~--v. ›« . ... .. . s. . . . .. r» . --x. ... ... ... ..~. ~., ... ,s, ..», -.- «
  24. 24. › a é g e a E ; É e W” - . - › l - . MENSÀ6EH _em _comeu 1.' Esrursoo. ._c&E: r.. t.N_o ? l Moda/ LL g " ' cnalmrvxílots ? name pasto. mm». _ N m? lda! ! AA 5 _ _Orvwn P _EJÉQ-. wm _~”í”"_Q-Ú-~A_. V -Ê_WIÁJV ww~-. _ j 1 11h00 Verificar se todos estão dormindo. ;ig , ;:§ 11h02 Pegar a lanterna. I ç%§ 11h05 Pegar a chave mestra da Tia Ambrósia, que P abre as portas de todos os quartos e está escondida no vaso chinês. à V 11h10 Bater na porta devagarinho pra confirmar se ? wi a? ã o Nicolino está dormindo. É . ,QÊÊ llhll Entrar no quarto pé ante pé. §“ J «#5 ; 11h12 Pegar amaxxk "emprestada" a caderneta na g ¡T§§g E mesinha de cabeceira. l A gq¡ É 11h15 Missão cumprida. Jfgim rã 20
  25. 25. , _y _ , _. . __, .--". .., _-. ... ... ... ... ._. ... .= 11h00 A Tia Ambrõsía está acordada. 5 11h15 A Tia Ambrósia está acordada. 5 É 11h20 Caramba! A Tia Ambrósia está acordada. ” 11h30 Ufa! A Tia Ambrõsia foi dormir. 11h35 Grrm A chave mestra da Tia kmháxxz Ambrósia não está mais no vaso chinês. _ 11h56 A chave mestra está dentro de um açucareiro Í velho. E 11h59 Bato devagarinho na porta do quarto do 1 Nicolino e ele pergunta: "Quem está aí? " 11h59 Saio correndo. 12h56 Bato na porta e ninguem responde. _Í _ 1h03 Entro e tropeço numa roupa no chão. É 4 Silêncio. Tudo escuro. Lembro que esqueci a lanterna. 1hOh Vou buscar a lanterna. 1h17 A caderneta não está na mesinha de cabeceira. 1h25 A caderneta está dentro da mochila. 1h30 Saio correndo. 1h32 Missão compriiiida. . .L__~. ... -›. .'. ... ›wa. k¡r< ' A' . _'“<¡/ <~«. , . . . 'r vg N: àl“"xnaa, -*^^"-'“^~ *"-%'-'-~«-'-""' ' ' 5 i, _L_ § a - . .u~. ._L_. _-a--- «w QUE ócio . uu 21
  26. 26. í í -. _- -o-n--+- - --- v e ~ . _ r rv-: r-vox . ... ..y --'-' ----: r ' ^-""*“ "* n" '““°"*>v'*v~w; q _ v_ , a , _ CâYos Wíspeàcâ, Sã( com minha Sobpihha à g “ Yara vigiar um parente. VOKO 'na nora do almoço. i ' ' çiqvejnq 'à ÍOHÍÉJÓ . à, 3 4 T's Ámbrokia . .â íiwñuv____________~_____ñr _-____%&1Íh, ,_Í: __, ;M. ._. __ a. Zu, ““ e ~ ; à z _ ' Lala 1 q E ' ê j M , soda V “mx” 3 _ , ou. , 3 s' _ "W a' § e _M _v_ '~_F7Í_: z& « _ É É; _~___, W~ i . _,r. _n_a_. _., _-____. ._aw_ÁÍÍÍ-T-: ãe~v-›m______~l . -wi _NJÍÇQLVíNQ, _ o _ a a __
  27. 27. Íroqabxáccxavgmmwmmtâgêwüda wwmucrmiíca aÊMp/ ÍÀMX um” . o 23
  28. 28. 4!” ' Bertoldo - É, mas você não me deixou repetir o prato pela %F*" terceira vezm 9 › . um Ricarda - É que gente chique come pouco, seu ignorante! Bertoldo - Ah, vai se catar! Ricarda - Vai você! Bertoldo - E a droga da caderneta? 4 . › a “ i . ... ... ... ... _.. ... x.. ... ... -. Ricarda - O moleque diz que não sabe onde tá. êw* M- Bertoldo - Quem sabe uma torturazinha para ele . v . , i confessarm Ricarda - Eu tô achando que ele não sabe mesmo onde ela tá. Não entendo onde foi parar, a gente já revistou tudo! Bertoldo - Faltou revistar o quarto da cretinazinha que anda sempre com ele, a ruiva. Vai ver que tá lá com ela! Ricarda - É claro, por que não pensei nisso antes? Vamos até 0 quarto da estupidazinha! ' Passos - Tocm Tocm Tocm Nicolino - Rápido, vamos embora antes que os bandidos vol- Í . _________, ._. .~__. ..~. .._. .. '. 4 . I : A' _ . ... .L. ... ... ›-. J.. .. ..a. ' tem! »q 4 , V _ Sardela - Estupidazinha é a vó! ¡ q¡; vf Nicolino - Vamos embora, Sardela. sf (ü$“*_ Sardela - Nicolino, quem diria! A comendadora ê homem! Eu E Í? bem que achei que a perna era peluda demais. Além de anta ¡ é burra, ou melhor, burro. Podia pelo menos ter depilado as pernas! . ..Li , x à; 1 J' ü Nicolino - Vamos, Sardela, vamos direto até a polícia, Ê' 'ÉÊJÍJ depois a gente fala disso. ?J '%3›ñ_ Sardela - Espere, deixe-me só tirar uma foto do quarto. :J fg ' Máquina fotográfica - Click. , H~“ Gravador - Click. LÁ 1a. _ f: .Lj = úÃ-rÁsumnA
  29. 29. JJMAMAÍLQP. , D» uma. ata' cai/ wa. J. . Mb. . çemchusãa: (9 - CJuÍÍ/ nz . sf uuuwx. GRANDE MENTiROSO . Aquin. bqpgwngos u: auch. WYun/ vrzâ'. RiDfcoLo? í?! !!! .'Ê¡. 254.40 - Ehtôuslní/ vn Juana. ÁswdlÍJlca 27
  30. 30. , < ~: 4 . V. f 'x "i j xi O Nicouwo Sumiu . W ' ° FJÚ. ai: : . .a CíOü/ YL/ xô'. Reumwmnnnwtiqwndouipumñazaa, mpíanwm , er iNcRTx/ EL. .. - ~ e. : 'x E É “á “à " . ,I , _;“_ . -›___. m. ;"syevüi/ "sgltg_Jvwaqmmy u. a Am . il/ mimo pensem; xrsírxnmhan WML actuou mdb' a: Map/ Low: ow. pwuaãe, bmx. a Marmota' a. Dvvxwu br Nicewna. -"'. ::›3"; ~,; ,2)”~s¡, z"ç, y/<a'f ~ x. _Neuaômos DE SUPEQSARDELA EMTRAHVEH AÇÂo: é l Lif , W, ÊCS ; É : s: É! , *Q Eli ! à É? É âââàâààââàs SNS' ç* x 28
  31. 31. ., ... ._. . _. _.. .__. ..___. ... a., _. . u.. ... _._, c,______ , w . .. _.. ._. J.suzx». ... ›__~. . . .__, e _, Í?; :;. _._. §4x_a_»5' - v_ a - = xi¡ GAML” ' 'n d' . ;;; ;7" Pote. N' *r-. A. * n* 29
  32. 32. . __ _ m, , WV , g Mx”, _ e - ' ÕÍ" ~ "L/ r ----› - 'v' A' a ? ess/ vêem DA' eiuA VERSÃO »os FATOS ? É uôANpo _Q suveszvonea DE seus NEVP-, ôN. Í.05- 'LFÍ "F7 'v à 'f' *à* ii 30
  33. 33. _Apso ! llbescoeai _ @vtgvttap W - _. ... ... .._. .._. _.. .._. _.. ... ›.. ..__-_2v§: :.. ... .., ___r___ r* --~ >~"*“"-__. _.. __. ... -~'_. .__, _-. Ê¡~. _.. “~* w-v- a ~~_. .-. _.-~_«. _-. ~ea›-m. ~._. ._-. . , __ . . 31
  34. 34. COLEÇÃO P| R|RlCA DA SERRA? 1 ía¡ odeada de colinas verdes e uma paisagem bucólica, Piririca da _m *L Serra teria tudo para ser uma cidade tranqüila. .. se alguns de seus habi- tantes não se encarregassem de agitar um pouquinho a vida por ali. O que corre agora é um estranho caso con- tado por meio de códigos secretos, bilhe- tes, cartas, cartões-postais, diários, relató- rios, anúncios, notícias, entrevistas. .. Parece coisa de louco, não é? Seja lá o que for, fique atento! Não perca nenhuma li- nha ou palavra, qualquer rabisco pode ser necessário para desvendar o mistério que envolve o sumiço de Nicolino. Cuidado, se bobear, até você vira suspeito! Da mesma coleção, conheça também A bruxa Zelda e os 80 docinhos, O feitiço do sapo e Mundrackz. ISBN 85-08-07339-9 Il l| || | | 9 788508 073399
  35. 35. _, _WV_ , ... ... ,-. .-. -.. ... -.. u.m_o-. .. ... _u. a.. ._. _ Secretaria de Segurança Pública 15763 Delegacia de Polícia Cívil Ocorrência N9 5 Registro - 18 de janeiro, às 11h65 FATO: Reconhecimento de elementos procurados. Os menores de idade Sardela Pimenta e Nicolino da Silva comunicaram hoje o roubo de uma máquina duplicadora modelo X, na rua dos Periquitos n9 11, no dia 17 de janeiro, às 19h00. Os suspeitos são o digníssimo comendador Bertoldo Polenta e sua mulher Ricarda Polenta. A srta. Sardela e o rapaz Nicolino reconheceram imediatamente a foto afixada na delegacia de dois famosos ladrões, irmãos gêmeos, procurados há muito tempo: Otomar e Romão Risoto. Uma viatura foi imediatamente mobilizada e os dois elementos foram capturados por policiais desta delegacia. Sem mais. Delegado Fernandinho @aê-w Escrivão Amaro Sisudo 34 _______ . ... ... ... ... ... ... ... ..w. _ . , __. “__. ,,, ... __. ._. ... .u. _. ..-nc›-n, ... _.. _.. ._. .._. ~._i. .. . _. ... .._. .._. «~. ._. ... ..-_. ..M›
  36. 36. T7; f** É. lo DE Í e « v o OR no cAMPEoNAT LEILÃO ' “m” Í Í Í Í l Í Í scan smuoa PEBOLIM NA CHE Haverá, no dia. 23/01, o o guarda Chaves venceu Í um leilão de objetos &mpamato pela 42 vez 0 G ; apreendidos pela policia, interdelegaclas de PÊb°11m' ; desta delegacia, no salão T rnouose tetracampeao e Fraroquial da Igreja Nossa _ 0 “ou O premio mais senhora de Piririca, com o San do di temporada: um , leiloeiro oficial Sinforoso : cobiça rateaao usado, em ? Vetusto. chevete P Parabéns, _ OBJETOS LEILOADOS: 'à 3 Í - Dois tapetes voadores. *Ç § ' - Uma espada sem ponta. ,, ,B à - Três calotas de automóvel. FUNCIONARIO 1 3 ; - Uma tromba de elefante DOMÉS , ã ' de porcelana chinesa. _ , A 1 w à, ._. ..___ . _.. .-__«~_W--» 4 -ma- OGUARDA NAPo po, O QUE SE DESTACQU 1 MESPOR SUA 1 UEIROEQUASE _ ¡vENDe-se UM ? vía-A bovzAbo . .r oh V 5M ssrAbo bmw L/ A É¡ C- u”“ *nar WUÍUÉ- ' e : :eee-sermã- 'â/ ~ M gx z_ FALA-P_ com oevhkhA CHAVES , ~§; 'o L__w___wM, ›_Mr M MJJ, _-_ wlw _H «m~›~« É 'É T Será rígàã: um 0 5 N . Sorvete ingles, ' , d** Ótima . - procedência_ fig: : A 05 int 35
  37. 37. -›*: r' ›- ; :H COLIHO DOIS DIAS NÃO RECEBO RELATÓRIOS IJEM JORNAL PT PROBLEMAS? AGUARDO NOTÍCIAS PT PROF PT BORIS «na _ _a . ,---o---~-›--~'<--- _. .._ " www. .. _ _ í ñ/ ,› x_ “f, 7 _ _M_ _ , , an( em, P 1, ou TW 3 ? nmwo/ l XMP§ m . Qí'wLQ mooáwnJos. ®g¡qô4A' ' Wu walmmxmfeãwuwmasuáúpacgmfaaumvoàwã ÀT~nmwJzyaÉMm$uwL . .Em M344», OSMTKRRTWWMT_ a @RMT-ALMT O *~ &Wmíéwmwwawwífghusv í . ÍWWMaL/ a, as ' ' ^ Pinna; .mgâm m' ” Omwuswfwüamwfdàmtmlmwamü' ec À «famdaürwmm a qmmtelaolwzwfzmw. 017mm ? sing wmMulsn. ,TW R434., 143:. .."_. -_. _.. ... _,, ,.. ... _.. .:1¡, __, _,__, _u--›-->~~< my_ _. ... -.l___. _WHMÂM 36
  38. 38. __. _.. ,:___. _.. -., ,.___^, .., .___, _._. ,_. r-. ___, ____, __~____ _____(_ _ _____, _À, , CORREIO na PIRIRICA Diretor-geral: PG OPERAÇÃO RISOTO O chefe de polícia de Piririca, Delegado Fernandinho, capturou ontem os famo- t' sos irmãos ladrões Romão e Otomar Ri- soto, procurados há mais de 3 meses. Os ladrões haviam empreendido espetacu- lar fuga da prisão de Borogodó, enquan- to o guarda* assistia ao jogo Nacional X Internacional. Os irmãos foragidos colo- caram em prática a Operação Risoto, fa- zendo-se passar por um casal de comen- dadores para roubar o duplicador inven- tado, em Piririca, pelo professor Boris. A intenção dos bandidos era duplicar di- nheiro. Felizmente foram capturados a tempo. Esse foi um típico caso da ciên- cia usada para o mal. Piririca da Serra, 19 de janeiro m9 2 190 Ano XXVII Os sobrinhos de Tia Ambrósia, os me» notes S. P. e N. da S. , colaboraram inten- samente com o delegado Fernandinho, desvendando o caso e reunindo provas contra os irmãos Risoto. As crianças estão bem e os Risoto foram encaminhados de volta à cadeia de Bo- rogodó, onde é o lugar deles. _ Í-"Í owYREVVSAO do lsmvo u. C? 'gjÀlomã , BATislA i"" _ Dona Salomé Batista informa que seu joanete do pé V direito não está doendo. Portanto, o tempo deve conti- nuar bom em toda a região. i CLASSIFICADOS Oficina do Tito vende pela melhor oferta uma calote de automóvel. 4.MWA› . .., .. Família em mudança para o exterior vende elefan- te de porcelana chinesa sem tromba. SERVIÇOS PG SOB ENCOMENDA Cartas de amor, discursos políticos, imposto de renda, traduções . do sânscrito. Fotos de casamen- to, formaturas, aniversários. Aulas de português e violino. V. , . .,L. ..-~«_; _._. 37 Não deixe de ver o novo seriado da TV Piririca. v No primeiro capítulo, Podrizila invade a cidade e provoca um desmaio geral com seu superbafo. , , . .._. .., ,_. .,-_. M_-_, ... , , ,.. ,_. ,._. _.. ._. .,. ... .›. ... ..; .~. _~__. .., ~_. ._. «--= ~ a. .. . ... ..we ~»v›. aàzea. a.ococs~. ..w, ,,. _ . . . o . › ~. ›;; ... .., .._~. ... .., -.. ... ... ... ... ... .,_. .. _____ . hülr-xumuveyzr; Wahuql-f-nd-¡wvdlàl qn-«nrmaJ-ustà¡
  39. 39. “a ax' n mx spy ? y (ÓmpfmbmYuaLJSMwcxnxÊ-E-Àldfhabft/ ÂMÀH da Jtox Nxacetoam , ~5 “WW” »ne- comzao De_ ? íRiRicA . E1). J. .. do_ ¡, ,,, ,.'°o ou_ Nasceu. , mma-tao. (cpu/ atentam @em Mwmi_ &onhmmàmlatüm B' Plimuiw 'Vl-@WU- m', o, 4,2 , sem _iyuwsañ ou. NULQGLQLL, B'YIUJÍJL›- (Ú wxtêíe ou emitem @ML com» 009' *G90* 0°? PNQÍWWL Youuu, âwubetrsKxgmoawLokwu-im^t“ít9vyüu' kkàJ pwfmaezottmuseonnl o É» . . . as 'l ox x a* s: x, a, j (kzjüxp 't : é i à É É Ê; E* ã (à É o j' »n. - HH 15-* 4.7,' *" 7 __ Í' f . ' / ./ ›~ *r* " ' 38
  40. 40. ow qdwdíeotellxltxçeefahw 3m p j, ' Momo. Adão. 0 s a; Esqueci -ro-rauuenwe 'oo ÊÊRL. Ê A : Am-asia AMANHÃ A *WWE-i A¡ 'ii' , Í / r/ . ,v J ' Í l A , _o p. ,üwpiuo à Sñkpçu¡ msTe ¡aosrkfãv Gay-cm? . nuca wmoleewseckea . inmcõtleõúddztâbli“ã“~”“ñ'^' 'n 39

×