Tipos medicamentos

1.641 visualizações

Publicada em

trabalho

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos medicamentos

  1. 1. TIPOS MEDICAMENTOS
  2. 2. MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA  Medicamento inovador que possui marca registrada, com qualidade, eficácia terapêutica e segurança comprovados através de testes científicos, registrado pelo órgão de vigilância sanitária no país.  Sua principal função é servir de parâmetros para registros dos posteriores medicamentos similares e genéricos, quando sua patente expirar.
  3. 3. MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA  Vantagens:  Disponibilizar medicamentos de menor preço, visto que os fabricantes de genéricos não precisam investir em pesquisa para o seu desenvolvimento e nem em propaganda;  Reduzir os preços dos medicamentos de referência, com a entrada de medicamentos concorrentes (genéricos);  Desvantagens  Falta de oferta genérica: nem todos os medicamentos de referência apresentam um equivalente genérico;  Falta de informação: A informação existente acerca dos medicamentos genéricos é pouca, tanto para os utentes como
  4. 4. MEDICAMENTO GENÉRICO  É igual ao medicamento de referência e possui qualidade, eficácia terapêutica e segurança comprovados através de testes científicos, registrado pelo órgão de vigilância sanitária no país.  Não possui nome de marca, somente a denominação química de acordo com a Denominação Comum Brasileira (DCB).
  5. 5. MEDICAMENTO GENÉRICO  Vantagens:  As substâncias ativas dos medicamentos genéricos encontram-se no mercado há bastante tempo, pelo que garantem uma maior garantia de efetividade  Devido à bioequivalência destes medicamentos, garantem a mesma garantia de segurança que os medicamentos de referência  Desvantagens  não haver genéricos para todas as doença  as matérias-primas que são utilizadas nos primeiros medicamentos fabricados - utilizados nos testes de equivalência farmacêutica e bioequivalência - podem ser substituídas, mais tarde, por outras com menor custo
  6. 6. MEDICAMENTO SIMILAR  São produzidos após vencer a patente dos medicamentos de referência e são identificados por um nome de marca.
  7. 7. MEDICAMENTO SIMILAR  Vantagens:  Possuem eficácia, segurança e qualidade comprovados através de testes científicos, registrado pelo órgão de vigilância sanitária no país.  Desvantagens:  Remédio similar é uma cópia que não recebeu uma certificação do governo se o seu processo de fabricação irá gerar uma cópia exata do remédio patenteado (de referência).
  8. 8. MEDICAMENTO FITOTERÁPICO  Os medicamentos fitoterápicos devem seguir, como qualquer outro medicamento, a todas as normas sanitárias e os cuidados para o seu uso, e devem possuir registro no Ministério da Saúde (Anvisa).
  9. 9. MEDICAMENTO FITOTERÁPICO  Vantagens:  As ervas medicinais também são fáceis de serem manipuladas e as indicações de uso acompanham a embalagem do produto.  As ervas naturais quase nunca produzem efeitos colaterais significativos quando usadas corretamente, o que acontece muito quando tomamos medicamentos manipulados de maneira farmacológica.  Desvantagens  demora na obtenção de resultados a partir deste tipo de tratamento. A percepção de algum benefício só poderia ser notado após meses do tratamento  Algumas plantas podem ser prejudiciais para quem tem pressão alta, por exemplo, ou para mulheres em estado de gestação, essas, devem ser evitadas e, indicadas somente por um terapeuta.

×