SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
POR: PB. LEONAM DOS SANTOS
 O dia dos namorados ou em alguns países conhecido como dia de são Valentim é uma data especial
e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais, namorados em alguns lugares até
com amigos. Sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração , tais como as
tradicionais caixas de bombons. Em Portugal, assim como em muitos outros países, comemora-se no
dia 14 de fevereiro. No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de santo
Antônio, também conhecido pela fama de "santo casamenteiro".
ORIGEM
''Dia de são Valentim cai num dia festivo de dois mártires cristãos diferentes, de nome Valentim. Mas os
costumes relacionados com este dia... Provavelmente vêm de uma antiga festa romana chamada
Lupercalia, que se realizava todo dia 15 de fevereiro. A festa homenageava Juno, a deusa romana das
mulheres e do casamento, e Pã, o deus da natureza".
HISTÓRIA
A história do dia de são Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a são
Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da idade média, durante o
qual o conceito de amor romântico foi formulado.
O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido
o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores
combatentes. Continuou celebrando casamentos, apesar da proibição do imperador.
A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava
preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no
amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se
apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão.
Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual
assinava como “seu namorado” ou “de seu Valentim”.
Considerado mártir pela igreja católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também
marca a véspera de Lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno
(deusa da mulher e do matrimônio) e de Pã (deus da natureza). Um dos rituais
desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela
cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar
a fecundidade.
Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar são Valentim
como a união do dia dos namorados. A data foi adotada um século depois nos
Estados Unidos, tornando -se o “the Valentine's day”. E na idade média, dizia -
se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros.
P o r i s s o , o s n a m o r a d o s d a i d a d e m é d i a u s a v a m e s t a o c a s i ã o p a r a d e i x a r
mensagens de amor na soleira da porta do(a) amado(a).Na sua forma moderna,
a t r a d iç ã o s u r g iu e m 1 8 4 0 , n o s E s t a d o s U n id o s , d e p o is q u e E s t h e r H o w l a n d
v e n d e u u s $ 5 0 0 0 e m c a r t õ e s d o d i a d o s n a m o r a d o s , u m a q u a n t i a elevada
na época. Desde aí, a tradição de enviar cartões continuou crescendo, e no século
XX se espalhou por todo o mundo.
Atualmente, o dia é principalmente associado à troca mútua de recados de amor em
forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a
figura de um cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos
deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa. O dia de são Valentim
era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo -
saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países.
DATA NO BRASIL
No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho por ser véspera do 13 de junho, dia de
santo Antônio, santo português com tradição de casamenteiro.
A data provavelmente surgiu no comércio paulista, quando o comerciante João
Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes. A ideia se
expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o dia de são Valentim —
que nos países do hemisfério norte ocorre em 14 de fevereiro e é utilizada para
incentivar a troca de presentes entre os apaixonados.
• O único povo(com exceções) que não preserva uma identidade fixa é o povo
Evangélico, todas as vezes que surge um modismo, logo os "crentes" buscam imitar,
As escrituras ensinam que nós fomos chamados para influenciar, e não para sermos
Influenciados( Rm- 12:2 ), infelizmente a igreja de Cristo é dominada por quase
Todos os costumes pagãos da sociedade, alguns ainda tem a audácia de dizer que
estamos em avivamento, que avivamento é este: que traz o aumento de divórcios,
participação em festas católicas pagãs(carnaval gospel, são João gospel, dia d e
são Valentim etc...), Jovens em sua maioria em fornicação, tatuagens,
piercings, bebidas ,shows, artistas que enriquecem e tomam a glória de Deus,
abandono a missões, pregadores mercenários etc...
A verdade é que a apostasia chegou( 1 Tm- 4:1 ), os verdadeiros fiéis devem fugir
de todas estas coisas, principalmente desta festividade do dia dos namorados, pois
esta festa é em honra a um santo católico(são Valentim), o que se configura em
idolatria, afinal somos católicos ou evangélicos? (2 Co - 6:16-18 )
Outra coisa que devemos abordar é que o namoro não é bíblico, pois o senhor condena um
relacionamento sem propósito de casamento, na cultura judaica este relacionamento nunca
existiu, sem contar que nesta festa milhares vão a motéis para se prostituir (1 C0 – 5:9 ).
 Portanto não devemos participar desta festa pagã( 2 Co- 6:16-18 ) , contudo se cristãos desejam
se relacionar de forma Bíblica, os mesmos devem:
1- Pedir direção ao Senhor ( Pv- 16:1 e 19:14 ).
2- Começar um compromisso visando o noivado e o casamento, e não somente para se divertir.
Levar o compromisso a sério. Namoricos irresponsáveis quebram corações, criam mágoas e
ressentimentos e marcam as pessoas ( 1 Co - 7:9 ).
3- Evitar situações de risco. Não ficar muito tempo sozinhos em locais discretos. Não avançar nas
carícias.
4- Ler a Bíblia e orar juntos. Ler bons livros sobre namoro e casamento. Frequentar os cultos, a
escola dominical e outros grupos de estudo.
5- Não se isolar em si mesmos, procurar a companhia de outros jovens, sair em grupo para
programações sociais, ou sair sozinhos para locais públicos.
6- Envolver os pais, procurar conhecê-los e ouvir seus conselhos.
7- Manter distância um do outro. Não deixar o compromisso tomar o lugar de Deus.
8- Não beijar com a língua e nem se abraçar de modo que se encoste nos órgãos genitais, pois o
sexo pode ser o próximo passo ( Gl- 5:16-21 ).
Se usado dentro dos princípios Bíblicos de pureza e dedicação a Deus, o compromisso pode ser
um período proveitoso de conhecimento mútuo e de preparação para o casamento(Hb – 13:4 ).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoPr Ismael Carvalho
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualPaulo Roberto
 
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos Éder Tomé
 
Ebd central aula portas de jerusalem
Ebd central   aula portas de jerusalemEbd central   aula portas de jerusalem
Ebd central aula portas de jerusalemugleybson
 
Ministração encontro com deus midia-rasb
Ministração encontro com deus  midia-rasbMinistração encontro com deus  midia-rasb
Ministração encontro com deus midia-rasbR.A. DA SILVA BECKMA-ME
 
historia de santo antonio para crianças
historia de santo antonio para criançashistoria de santo antonio para crianças
historia de santo antonio para criançasRogerio Souza
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Quenia Damata
 
O cristão e o namoro
O cristão e o namoroO cristão e o namoro
O cristão e o namoroLuan Almeida
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!Rosângela Oliveira
 
Reencontro em Peniel
Reencontro  em PenielReencontro  em Peniel
Reencontro em PenielRamón Zazatt
 
Perfil do Professor do Ministério Infantil
Perfil do Professor do Ministério InfantilPerfil do Professor do Ministério Infantil
Perfil do Professor do Ministério InfantilAmor pela EBD
 
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristoEstudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristoSergio Silva
 
Não ameis o mundo
Não ameis o mundoNão ameis o mundo
Não ameis o mundoAlmy Alves
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e sFUNVIC
 
Juniores e primários 2016 lição biblica infantil
Juniores e  primários 2016 lição biblica infantilJuniores e  primários 2016 lição biblica infantil
Juniores e primários 2016 lição biblica infantilMarilene Rangel Rangel
 

Mais procurados (20)

As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamento
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos
Lição 11 - Ética Cristã, Vícios e Jogos
 
Ebd central aula portas de jerusalem
Ebd central   aula portas de jerusalemEbd central   aula portas de jerusalem
Ebd central aula portas de jerusalem
 
Ministração encontro com deus midia-rasb
Ministração encontro com deus  midia-rasbMinistração encontro com deus  midia-rasb
Ministração encontro com deus midia-rasb
 
historia de santo antonio para crianças
historia de santo antonio para criançashistoria de santo antonio para crianças
historia de santo antonio para crianças
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
O cristão e o namoro
O cristão e o namoroO cristão e o namoro
O cristão e o namoro
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
 
Reencontro em Peniel
Reencontro  em PenielReencontro  em Peniel
Reencontro em Peniel
 
Perfil do Professor do Ministério Infantil
Perfil do Professor do Ministério InfantilPerfil do Professor do Ministério Infantil
Perfil do Professor do Ministério Infantil
 
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristoEstudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
 
Não ameis o mundo
Não ameis o mundoNão ameis o mundo
Não ameis o mundo
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e s
 
6º encontro Moises e os Mandamentos-pdf
6º encontro Moises e os Mandamentos-pdf6º encontro Moises e os Mandamentos-pdf
6º encontro Moises e os Mandamentos-pdf
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Juniores e primários 2016 lição biblica infantil
Juniores e  primários 2016 lição biblica infantilJuniores e  primários 2016 lição biblica infantil
Juniores e primários 2016 lição biblica infantil
 

Destaque

HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICA
HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICAHISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICA
HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICALeonam dos Santos
 
Os cristãos podem comemorar o são joão
Os cristãos podem comemorar o são joãoOs cristãos podem comemorar o são joão
Os cristãos podem comemorar o são joãoEliane Dos Santos Couto
 
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”Leonam dos Santos
 
Cuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-GnósticosCuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-GnósticosLeonam dos Santos
 
O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?Leonam dos Santos
 
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTOLeonam dos Santos
 
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃO
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃOHISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃO
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃOLeonam dos Santos
 
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?Leonam dos Santos
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADELeonam dos Santos
 

Destaque (20)

HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICA
HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICAHISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICA
HISTÓRIA DA IGREJA - IGREJA APÓSTOLICA
 
Os cristãos podem comemorar o são joão
Os cristãos podem comemorar o são joãoOs cristãos podem comemorar o são joão
Os cristãos podem comemorar o são joão
 
LIÇÃO 2 - DEUS, O PRIMEIRO EVANGELISTA
LIÇÃO 2 - DEUS, O PRIMEIRO EVANGELISTALIÇÃO 2 - DEUS, O PRIMEIRO EVANGELISTA
LIÇÃO 2 - DEUS, O PRIMEIRO EVANGELISTA
 
GUIA DO BRASILEIRÃO 2014
GUIA DO BRASILEIRÃO 2014GUIA DO BRASILEIRÃO 2014
GUIA DO BRASILEIRÃO 2014
 
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
“VOLTEMOS AO EVANGELHO DO REINO DE DEUS”
 
Cuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-GnósticosCuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-Gnósticos
 
O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?
 
HIPOCRISIA
HIPOCRISIAHIPOCRISIA
HIPOCRISIA
 
LIÇÃO 13 - A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
LIÇÃO 13 - A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORALIÇÃO 13 - A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
LIÇÃO 13 - A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
 
03- A ORIGEM DO DISCIPULADO
03-  A ORIGEM DO DISCIPULADO03-  A ORIGEM DO DISCIPULADO
03- A ORIGEM DO DISCIPULADO
 
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
 
LIÇÃO 04 - A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
LIÇÃO 04 - A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIOLIÇÃO 04 - A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
LIÇÃO 04 - A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
 
IDOLATRIA NÃO !
IDOLATRIA NÃO !IDOLATRIA NÃO !
IDOLATRIA NÃO !
 
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃO
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃOHISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃO
HISTÓRIA DA IGREJA - INTRODUÇÃO
 
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?
HAVERÁ A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL?
 
LIÇÃO 07 - JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
LIÇÃO 07 - JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLIÇÃO 07 - JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
LIÇÃO 07 - JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
 
LIÇÃO 10 - MILÊNIO - UM TEMPO GLORIOSO PARA A TERRA
LIÇÃO 10 - MILÊNIO - UM TEMPO GLORIOSO PARA A TERRALIÇÃO 10 - MILÊNIO - UM TEMPO GLORIOSO PARA A TERRA
LIÇÃO 10 - MILÊNIO - UM TEMPO GLORIOSO PARA A TERRA
 
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
 
LIÇÃO 1 - O QUE É EVANGELIZAÇÃO
LIÇÃO 1 - O QUE É EVANGELIZAÇÃOLIÇÃO 1 - O QUE É EVANGELIZAÇÃO
LIÇÃO 1 - O QUE É EVANGELIZAÇÃO
 

Semelhante a Dia dos Namorados: Origem, História e Como Comemorar de Forma Bíblica

Semelhante a Dia dos Namorados: Origem, História e Como Comemorar de Forma Bíblica (20)

Valentine's day
Valentine's dayValentine's day
Valentine's day
 
Sao valentim
Sao valentimSao valentim
Sao valentim
 
Sao valentim
Sao valentimSao valentim
Sao valentim
 
S. Valentim
S. Valentim S. Valentim
S. Valentim
 
Dia dos namorados
Dia dos namoradosDia dos namorados
Dia dos namorados
 
Dia dos namorados
Dia dos namoradosDia dos namorados
Dia dos namorados
 
Dia dos namorados
Dia dos namoradosDia dos namorados
Dia dos namorados
 
Dia dos namorados
Dia dos namoradosDia dos namorados
Dia dos namorados
 
Dia dos namorados
Dia dos namoradosDia dos namorados
Dia dos namorados
 
Valentine´s Day (dia dos namorados
Valentine´s Day (dia dos namorados Valentine´s Day (dia dos namorados
Valentine´s Day (dia dos namorados
 
História do dia dos namorados
História do dia dos namoradosHistória do dia dos namorados
História do dia dos namorados
 
Historia do dia dos namorados
Historia do dia dos namoradosHistoria do dia dos namorados
Historia do dia dos namorados
 
Valentine's day (2017)
Valentine's day (2017)Valentine's day (2017)
Valentine's day (2017)
 
Aula os cristãos protestante podem brincar festa junina
Aula os cristãos protestante podem brincar festa juninaAula os cristãos protestante podem brincar festa junina
Aula os cristãos protestante podem brincar festa junina
 
Valentine's day 2º 15
Valentine's day 2º 15Valentine's day 2º 15
Valentine's day 2º 15
 
Os feriados
Os feriadosOs feriados
Os feriados
 
GRALHA AZUL No. 41 Dezembro 2013
GRALHA AZUL No. 41 Dezembro 2013GRALHA AZUL No. 41 Dezembro 2013
GRALHA AZUL No. 41 Dezembro 2013
 
S. Valentim
S. ValentimS. Valentim
S. Valentim
 
S valentim
S valentim  S valentim
S valentim
 
433 an-26-junho-2013.ok
433 an-26-junho-2013.ok433 an-26-junho-2013.ok
433 an-26-junho-2013.ok
 

Mais de Leonam dos Santos (17)

Sindrome de Lúcifer
Sindrome de LúciferSindrome de Lúcifer
Sindrome de Lúcifer
 
Dias melhores
Dias melhoresDias melhores
Dias melhores
 
Como identificar uma seita
Como identificar uma seitaComo identificar uma seita
Como identificar uma seita
 
Acordem!
Acordem!Acordem!
Acordem!
 
Terceiro templo
Terceiro temploTerceiro templo
Terceiro templo
 
Sinais do anticristo
Sinais do anticristoSinais do anticristo
Sinais do anticristo
 
Síndrome de Lúcifer
Síndrome de LúciferSíndrome de Lúcifer
Síndrome de Lúcifer
 
Dias melhores
Dias melhoresDias melhores
Dias melhores
 
É hora de acordar!
É hora de acordar!É hora de acordar!
É hora de acordar!
 
FOLHETOS PARA EVANGELISMO
FOLHETOS PARA EVANGELISMOFOLHETOS PARA EVANGELISMO
FOLHETOS PARA EVANGELISMO
 
02 - JESUS E O DISCIPULADO
02 - JESUS E O DISCIPULADO02 - JESUS E O DISCIPULADO
02 - JESUS E O DISCIPULADO
 
01- DISCIPULADO
01- DISCIPULADO01- DISCIPULADO
01- DISCIPULADO
 
Quem tem razão?
Quem tem razão?Quem tem razão?
Quem tem razão?
 
O SEGREDO DA SABEDORIA
O SEGREDO DA SABEDORIAO SEGREDO DA SABEDORIA
O SEGREDO DA SABEDORIA
 
A FALSIDADE E O PERDÃO.
A FALSIDADE E O PERDÃO.A FALSIDADE E O PERDÃO.
A FALSIDADE E O PERDÃO.
 
TEOLOGIA DA SIMPLICIDADE
TEOLOGIA DA SIMPLICIDADETEOLOGIA DA SIMPLICIDADE
TEOLOGIA DA SIMPLICIDADE
 
ARREBATAMENTO E SEGUNDA VOLTA DE CRISTO
ARREBATAMENTO E SEGUNDA VOLTA DE CRISTOARREBATAMENTO E SEGUNDA VOLTA DE CRISTO
ARREBATAMENTO E SEGUNDA VOLTA DE CRISTO
 

Último

A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 

Último (20)

A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 

Dia dos Namorados: Origem, História e Como Comemorar de Forma Bíblica

  • 1. POR: PB. LEONAM DOS SANTOS
  • 2.  O dia dos namorados ou em alguns países conhecido como dia de são Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais, namorados em alguns lugares até com amigos. Sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração , tais como as tradicionais caixas de bombons. Em Portugal, assim como em muitos outros países, comemora-se no dia 14 de fevereiro. No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de santo Antônio, também conhecido pela fama de "santo casamenteiro". ORIGEM ''Dia de são Valentim cai num dia festivo de dois mártires cristãos diferentes, de nome Valentim. Mas os costumes relacionados com este dia... Provavelmente vêm de uma antiga festa romana chamada Lupercalia, que se realizava todo dia 15 de fevereiro. A festa homenageava Juno, a deusa romana das mulheres e do casamento, e Pã, o deus da natureza". HISTÓRIA A história do dia de são Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a são Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da idade média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado. O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes. Continuou celebrando casamentos, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “seu namorado” ou “de seu Valentim”.
  • 3. Considerado mártir pela igreja católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também marca a véspera de Lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pã (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade. Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar são Valentim como a união do dia dos namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando -se o “the Valentine's day”. E na idade média, dizia - se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. P o r i s s o , o s n a m o r a d o s d a i d a d e m é d i a u s a v a m e s t a o c a s i ã o p a r a d e i x a r mensagens de amor na soleira da porta do(a) amado(a).Na sua forma moderna, a t r a d iç ã o s u r g iu e m 1 8 4 0 , n o s E s t a d o s U n id o s , d e p o is q u e E s t h e r H o w l a n d v e n d e u u s $ 5 0 0 0 e m c a r t õ e s d o d i a d o s n a m o r a d o s , u m a q u a n t i a elevada na época. Desde aí, a tradição de enviar cartões continuou crescendo, e no século XX se espalhou por todo o mundo. Atualmente, o dia é principalmente associado à troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa. O dia de são Valentim era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo - saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países. DATA NO BRASIL No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho por ser véspera do 13 de junho, dia de santo Antônio, santo português com tradição de casamenteiro. A data provavelmente surgiu no comércio paulista, quando o comerciante João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes. A ideia se expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o dia de são Valentim — que nos países do hemisfério norte ocorre em 14 de fevereiro e é utilizada para incentivar a troca de presentes entre os apaixonados.
  • 4. • O único povo(com exceções) que não preserva uma identidade fixa é o povo Evangélico, todas as vezes que surge um modismo, logo os "crentes" buscam imitar, As escrituras ensinam que nós fomos chamados para influenciar, e não para sermos Influenciados( Rm- 12:2 ), infelizmente a igreja de Cristo é dominada por quase Todos os costumes pagãos da sociedade, alguns ainda tem a audácia de dizer que estamos em avivamento, que avivamento é este: que traz o aumento de divórcios, participação em festas católicas pagãs(carnaval gospel, são João gospel, dia d e são Valentim etc...), Jovens em sua maioria em fornicação, tatuagens, piercings, bebidas ,shows, artistas que enriquecem e tomam a glória de Deus, abandono a missões, pregadores mercenários etc... A verdade é que a apostasia chegou( 1 Tm- 4:1 ), os verdadeiros fiéis devem fugir de todas estas coisas, principalmente desta festividade do dia dos namorados, pois esta festa é em honra a um santo católico(são Valentim), o que se configura em idolatria, afinal somos católicos ou evangélicos? (2 Co - 6:16-18 ) Outra coisa que devemos abordar é que o namoro não é bíblico, pois o senhor condena um relacionamento sem propósito de casamento, na cultura judaica este relacionamento nunca existiu, sem contar que nesta festa milhares vão a motéis para se prostituir (1 C0 – 5:9 ).
  • 5.  Portanto não devemos participar desta festa pagã( 2 Co- 6:16-18 ) , contudo se cristãos desejam se relacionar de forma Bíblica, os mesmos devem: 1- Pedir direção ao Senhor ( Pv- 16:1 e 19:14 ). 2- Começar um compromisso visando o noivado e o casamento, e não somente para se divertir. Levar o compromisso a sério. Namoricos irresponsáveis quebram corações, criam mágoas e ressentimentos e marcam as pessoas ( 1 Co - 7:9 ). 3- Evitar situações de risco. Não ficar muito tempo sozinhos em locais discretos. Não avançar nas carícias. 4- Ler a Bíblia e orar juntos. Ler bons livros sobre namoro e casamento. Frequentar os cultos, a escola dominical e outros grupos de estudo. 5- Não se isolar em si mesmos, procurar a companhia de outros jovens, sair em grupo para programações sociais, ou sair sozinhos para locais públicos. 6- Envolver os pais, procurar conhecê-los e ouvir seus conselhos. 7- Manter distância um do outro. Não deixar o compromisso tomar o lugar de Deus. 8- Não beijar com a língua e nem se abraçar de modo que se encoste nos órgãos genitais, pois o sexo pode ser o próximo passo ( Gl- 5:16-21 ). Se usado dentro dos princípios Bíblicos de pureza e dedicação a Deus, o compromisso pode ser um período proveitoso de conhecimento mútuo e de preparação para o casamento(Hb – 13:4 ).