2. publicação março

144 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2. publicação março

  1. 1. Leigos Dehonianos PROVÍNCIA BSP - DEHONIANOS Publicação Mensal - Ano 02 - n. 21 01 de Março de 2013MENSAGEM INICIAL Nesta Edição:Caros Leigos Dehonianos, jornada de orações pelas à humanidade, através de vocações dehonianas, pois seus religiosos, a obra daO tempo está passando e, a dia 14 é o dia do nascimento reparação.cada momento, somos cha- de Padre Dehon. Como Lei- Esse Servo de Deus é ummados a pensar no aprovei- gos, conscientes do Batismo Homem de Igreja que não 2 Reunião Geraltamento que fazemos do recebido, o convite se faz: mediu esforços, chamandomesmo, do compromisso “Levar Cristo ao coração do à atenção para a necessi-que firmamos no seguimen- mundo e trazer o mundo ao dade de sairmos da sacris- 14 de Março 2to de Jesus, a exemplo de Coração de Cristo”. tia para atender ao povo.Padre Dehon. É a essência do anúncio: Esse é um gesto profunda-Ele olhou além das aparên- Jesus Cristo, filho de Deuscias e contemplou o mistério mente pascal: a passagem Batismo de 3 feito homem, nosso Salva- de uma Igreja viva, nutrida Padre Dehonfecundo do coração aberto, dor. Crucificado por nossoexpressão de um Amor sem pela esperança, promotora amor, morreu, mas está da vida, sinal de eternidadereservas. vivo, ressuscitado. Congregação 3Ofertou o seu próprio cora- no momento presente da A Congregação, no seu iní- história.ção para reparar tantas re- cio, passou por tal situa-cusas ao Amor que se entre- Caríssimo Leigos, a Páscoa ção. Depois do de Jesus favoreça a todos Padre Dehon - 4gou até o fim. "Consumatum est" encon- Homem de IgrejaPadre Dehon ensina e espe- bênçãos infindas ,com re- trou o sinal da vida, da res-ra de nós o exercício da re- novado ardor missionário surreição e da frutificação. na adesão à Igreja e no seuparação através de uma in-serção efetiva na Igreja e na Isso porque sabemos ação anúncio, pois Jesus vive esociedade. do Espírito de Deus, que nós somos testemunhas.O mês de março nos recorda aceitou a oblação do seu Pe. José Luís de Gouvêa Servo e permitiu estender EXPERIÊNCIA DE FÉ DE PADRE DEHON Dehon a expressão mais 3) Mas percebe que a causa evocadora daquele amor Padre Dehon é profun- mais profunda dessa cuja presença atuante ele damente sensível ao miséria humana está na experimenta em sua pecado que enfraquece a recusa ao amor de Cristo. própria vida. (Cst SCJ 2) Igreja, sobretudo quando Ataído por esse amor Nesse amor de Cristo, que cometido por almas menosprezado, quer aceita a morte como consagradas. corresponder-lhe por uma doação suprema de sua Conhece os males que união íntima com o vida pelos homens e como afligem a sociedade, estu- Coração de Cristo e pela“O lado aberto e o Coração obediencia filial ao Pai, é dou-lhes cuidadosamente instauração do seu Reinotranspassado do Salvador que Padre Dehon vê a as causas, no plano nas almas e na sociedade.constituem para Padre fonte da salvação. (Cst SCJ humano, pessoal e social. (Cst SCJ 4)
  2. 2. Leigos Dehonianos REUNIÃO GERAL 14 DE MARÇO exclusão, daEstimados Leigos Dehonianos, condenação e da morteAnimadores e Coordenadores de Grupos de Jesus. Ele foi feito pecado por nós: tornouTeremos nossa reunião geral no dia 09 de -se o excluído. Nomarço de 2013, no Instituto Meninos de coração daSão Judas Tadeu, em São Paulo-SP. reconciliação e daA reunião nos ajudará a firmarmos nossa identi- conversão humana estádade dehoniana, observarmos as atividades no portanto o sofrimentoano de 2013 e prever nosso retiro, com outros e a morte de Jesus. Aassuntos não menos importantes. liberdade e a vida queSegue a pauta do dia: Jesus resgatou- 08h00: Café/ Acolhida- 09h00: Celebração da Santa Missa - GRU- passaram através daPO SÃO JUDAS Sua morte para- 09h40min: Momento de Formação irromper como poder- Leitura da Ata da Assembleia Geral do Espírito Santo sobre - Apresentação dos participantes o mundo naquilo a que- Prestação de Contas chamamos a Sua - Programação dos grupos para 2013 (levar ressurreição. Eispor escrito) porque as narrativas da- Apresentação dos candidatos para o 1º com- ressurreição estãopromisso – 2013 cheias de votos de paz - Informação sobre o acompanhamento dos e da força do perdão. Écandidatos o corpo lacerado e - Entrega do endereço atual completo dos LD ressuscitado de Cristo, - Programação da visita do Coordenador Geral “Este ano, na carta motivada pelo simbolizado pela chaga do Lado, queaos grupos aniversário do nascimento do P. reúne numa nova comunidade os - Retiro dos LD: informações sobre o retiro Dehon, queremos recordar esta discípulos desesperados, temerososque acontecerá nos dias 22-23/09/2013 grande vocação da própria e desanimados. A recordação daem Taubaté-SP- Encontro Latino Americano da Família Deho- Congregação. O dia 14 de Março é a violência – as chagas nas mãos, nosniana nossa Jornada das Vocações pés e no Lado de Jesus – perdura- Encerramento- ALMOÇO Dehonianas. Recordamos a nossa como sinal inscrito no corpo doCom esperança e alegria, espero encontrá-los. vocação, mas também a motivação Ressuscitado. É Cristo crucificadoFavor confirmar presença, pela qual convidamos outros a que está com e em Deus. A violência juntar-se a nós em comunidade. do mundo é conduzida à presençaToninho Fazemos o convite porque estamos sanante de Deus. A cruz permaneceCoordenador Geral convencidos de que é necessário o símbolo da possível transformação prosseguir o ministério do amor e da humanidade numa comunidade da reconciliação na Igreja e no reconciliada. mundo. (...) É esta a vocação que temos o Publicação da Assessoria Este ano, o dia 14 de Março cai bem privilégio de viver e que convidamos dos Leigos Dehonianos da Província BSP a meio da Quaresma. Para os outros a partilhar. Desejamos vos Cristãos, a reconciliação está uma muita bela jornada de memória Responsável: inseparavelmente ligada à narração do P. Dehon e do seu ministério de Pe. José Luís de Gouvêa, scj da morte e ressurreição de Cristo. A reconciliação, tal como é levado por Colaboração: dificuldade em abater os muros que diante na sua família.” Leigos Dehonianos os seres humanos criaram à sua José Ornelas Carvalho E-mail: leigosdehonianosbsp@gmail.com volta para se protegerem uns dos Superior Geral Rua Carolina Santos, 143 - Méier 20720-310 Rio de Janeiro - RJ outros é enfatizada na história da (21) 2595.5212 Página 2
  3. 3. Publicação Mensal - Ano 02 - n. 21BATISMO DE PADRE DEHONNo dia em que lembramos o Batizado O Leigo Dehoniano, “consciente da Desejamos que o exemplo de Padrede Padre Dehon (nasceu a 14 de sua vocação batismal, responde à Dehon inspire, cada vez mais, os nos-Março, mas, devido à ausência do esta vocação pela participação na sos Leigos para que sejam apaixona-padrinho, foi batizado no dia 24 de missão da Igreja, baseada na experi- dos pela vocação recebida e se colo-março pelo pároco de La Capelle, o ência de fé de Padre Dehon”, redes- quem, com desapego, no anúncio dePe. Hécart, este, depois, o preparou cobrindo a alegria do próprio batis- Jesus, testemunhando a unidade natambém para a Primeira Comunhão), mo e colocando-o a serviço dos ir- diversidade de cada grupo.recordamos que uma grande maioria mãos e irmãs no apostolado na co- Assim expressou Padre Dehon: “Node católicos foi apenas batizada. Pre- munidade de fé. dia 24, renovo com Santa Gertrudes,cisamos redescobrir o sa- as memórias do meucramento do Batismo e, a batismo, para aípartir de Jesus, evangeli- reencontrar as graças (...)zar essa maioria. Saúdo e invoco os meusNa evangelização, fala- padroeiros de batismo, S.mos, hoje, em anúncio Leão e Santo Agostinho.querigmático, mediante o Peço humildementequal a pessoa é levada ao perdão ao meu Deus porencontro com Jesus Cristo todas as minhas faltas àse aí encontra o núcleo da promessas batismais.fé: Jesus Cristo, filho de Nosso Senhor preparava-Deus feito homem, é o me, então, grandesnosso Salvador. Morreu na graças, mas deixeicruz por nosso amor e está desperdiçar muitas. Serávivo, ressuscitado. por isso que me dá umaPadre Dehon dizia “era vida longa, para eu poderfeliz mais tarde unindo a reparar um pouco? Fuilembrança do meu batis- batizado à hora dasmo ao Ecce Venio de nosso Primeiras Vésperas doSenhor”. Ecce venio...” Como Leigos Deho- salvar o Instituto dessa nianos, somos con- difícil situação. A 29 de C vidados a pensar a Março chegou a ressurrei- O caminhada da nos- ção. A Obra podia conti- sa Congregação. lada Conceição. nuar, mas sob outro nome e como N Recordamos que, no dia 29 de O Padre Dehon, apesar da grande congregação diocesana, depen- G março de 1884, a Santa Sé autori- dor que lhe causou a notícia, rece- dente do bispo. R zou a Congregação a começar de beu-a com fé e humildade. No Na- Também a Escola Apostólica de E novo, depois do "Consumatum tal escreveu a Mons. Thibaudier: Fayet, onde tinha havido proble- est", mas, agora, com o título de “Nosso Senhor pede-me para des- mas com o Pe. Captier, podia con- G "Congregação dos Sacerdotes do truir o que me tinha pedido para tinuar a existir, mas como uma A Coração de Jesus" deixando nome construir. Em nenhum instante espécie de anexo ao seminário Ç de "Oblatos do Sagrado Coração. pensei resistir. Seria mil vezes in- menor da diocese. A 3 de Dezembro de 1883 o Santo sensato. Apenas posso dizer o meu O Pe. Dehon podia continuar a ser à ofício suprimiu o nosso Instituto. A Fiat". o Superior na condição de reco- O decisão foi comunicada ao Padre No mês de Janeiro de 1884, Mons. nhecer que se tinha equivocado. Dehon no dia 8, na festa da Imacu- Thibaudier foi a Roma para tentar Página 3
  4. 4. Leigos Dehonianos PADRE DEHON—HOMEM DE IGREJA P. Manuel Joaquim Gomes Barbosa SCJ Curia Generale SCJ Roma – 2004 p. 2-4Padre Dehon, homem “de Igreja”, não “de sacristia”: Ele não se cansava de repetir com vigor: é preciso sair dassacristias! É preciso ir ao povo! - Eis a concepção de fundo que tem de Igreja, uma Igreja aberta ao mundo, abertaàs esperanças e às angústias dos homens e das mulheres, procurando dar razões de esperança. Portanto, não setrata de uma Igreja exclusivamente encerrada em si mesma, nos seus cultos e símbolos, nas suas sacristias.Padre Dehon, homem de Igreja em Concílio: O Concílio é o momento mais importante de reflexão, de renovação,de conversão, de decisão! Falar da Igreja hoje é falar do Concílio Vaticano II como grande movimento renovador.Claro que o P. Dehon viveu no tempo do Concílio Vaticano I, cerca de cem anos antes. Ele participou nele comojovem padre, em trabalho técnico de estenógrafo, mas não se limitou a isso. Como homem de Igreja, o P. Dehonrecebeu muito da vivência conciliar, sobretudo na dimensão da Igreja universal, uma Igreja que concretiza a suaexistência na abertura a todos os povos e a todos os espaços geográficos, sociais e culturais. Mas como participan-te nesse acontecimento, o P. Dehon também deu muito à Igreja. As suas notas e reflexões acerca do Concílio Vati-cano I foram lidas com atenção, sobretudo na preparação do Concílio Vaticano II.Padre Dehon, divulgador das encíclicas do Papa: No seu tempo, o P. Dehon foi um dos maiores divulgadores dasencíclicas do Papa Leão XIII, que insistiu com ele para que divulgasse as suas encíclicas, particularmente a RerumNovarum, uma profunda reflexão e renovadora proposta sobre as questões sociais.Padre Dehon, apóstolo da civilização do amor: Falando do P. Dehon em 1966, o Papa Paulo VI saudava-o como“apóstolo de que a Igreja do seu tempo tinha necessidade”. Paulo VI pensava certamente no contributo dado peloP. Dehon para a causa da “civilização do amor”, expressão tão cara a este Papa e que João Paulo II retoma comfrequência. A Igreja precisa de apóstolos como ele para construir essa civilização do amor.Padre Dehon, homem de Igreja na construção do reino do Coração de Jesus: A espiritualidade do Coração de Jesus,o primado do Amor de Deus no coração das pessoas, a promoção do Reino de Deus... são elementos que este ho-mem de Igreja espalha sem cessar por toda a parte. Não apresenta teorias sobre a Igreja. Estuda a sério a situaçãoda Igreja e do mundo em que vive, analisa as profundas injustiças em relação aos operários, aos pobres e excluí-dos, propõe a transformação social como missão evangelizadora da Igreja, fomenta a imprescindível formação doclero na Igreja, apresenta a Igreja como lugar de construção do reino do Coração de Cristo na sociedade.Padre Dehon, homem de amor à Igreja: “Devemos amar a Igreja e ser-lhe submissos, como filhos. Ela é tão amadapelo Coração de Jesus! Ela é a Sua esposa! A sua união é celebrada no Cântico dos Cânticos. S. João exalta a Igrejano Apocalipse. Foi por ela que o Senhor deu a vida. Por ela instituiu a Eucaristia. Jesus vive na Igreja. Deixou-lhetoda a Sua autoridade a todas as Suas graças. Amemo-la em si mesma, no seu chefe visível, nos seus ministros, nosseus ensinamentos, na sua liturgia, nas suas leis. Veneremo-la como nossa mãe”.Leigo Dehoniano, ....Por amor à Igreja, sugerimos que os Leigos Dehonianos se organizem em seus gru-pos para que façam uma vigília eucarística pedindo ao Senhor que ilumine o Concla-ve e os senhores Cardeais para que seja eleito um Pastor conforme o Coração deJesus. Página 4

×