1
2Nossos mais sinceros agradecimentos aos estimados professores do Instituto de Biologia,Paulo Bretanha e Beatriz Rocha pel...
31. Introdução ............................................4Mensagem de boas vindas ........................42. Conhecendo...
4Parabéns meu caro! A partir de agora tu ésum novo integrante do curso de Ciências Biológicasda Universidade Federal de Pe...
52.1. HistóricoO curso de Ciências Biológicas da UFPEL foioficialmente fundado em 26 de Agosto de 1994, como compromisso d...
6ênfase. Em 2012 foi implementado o Programa dePós-graduação: Mestrado em Entomologia.2.2. DepartamentosO Instituto de Bio...
7Laboratório de EntomologiaLaboratório de Biologia de InsetosLaboratório Interdisciplinar para Formação deEducadoresLabora...
8Laboratório de Zoologia de VertebradosLaboratório de Ecologia de InsetosLaboratório de Ecologia de Aves e MamíferosLabora...
9disponibilizadas. Para isso, utilize o telefone (53)3275-7138 ou o e-mail:colegiadodabiologia@gmail.com.– Matrícula regul...
10mesma universidade, em outros cursos, ou em outrainstituição de ensino. Para tal, a solicitação serárealizada no teu Col...
11Por mais tempo: em qualquer dia, dentro dosemestre letivo, e para os seguintes motivos: dedoença do próprio acadêmico, d...
12Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre(NURFS)Ou NURFS foi criado em 2002 por iniciativado Instituto de Biologia em as...
13uma área de preservação permanente, suaregulamentação ocorreu em 1964 ao perceber-se aimportância do mesmo para a pesqui...
14São indispensáveis para estudos desistemática de plantas e são ferramentas de apoio àpesquisa para muitas outras áreas d...
15O Centro Acadêmico quanto a suaorganização e atuação é determinante para osucesso da semana acadêmica, e demais eventose...
16entre a graduação e a pós-graduação através daintegração e aprendizado em projetos de pesquisa.PIBID: O programa Institu...
17FAPERGS: Fundação de Amparo àPesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Vinculadaà Secretaria de Ciência e Tecnologia no i...
18– Estágio curricular e extracurricular –Existem duas modalidades de estágio nosCursos. O estágio curricular, que é també...
19Mas lembre-se, só será permitida arealização do exame, ao aluno que obter uma médiasemestral maior ou igual a 3 (três).2...
20curso têm espaço reservado para ecoar suasguitarras durante a noite inteira.Biobrega: Festa que busca pelas antigasorige...
21Agora que você já sabe um pouco sobre o seu curso, conheça a estrutura simplificada da universidadenesse infográfico:
223.1. Sopa de letrinhasSaiba o significado de cada uma das siglas dográfico acima.– Os conselhos –CONDIR - Conselho Diret...
23Gonçalves, número 3395, ou ligue: (53)32224318,(53)32278257.Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação: Nesta pró-reitoria...
24pedagógica estabelecida pelo COCEPE, avaliarpermanentemente o projeto político pedagógico ,manter o serviço central de m...
25da universidade. Para participar de algum dessesprogramas e contribuir para o desenvolvimento denovos produtos, novas te...
26representado na universidade por intermédio doDiretório Central dos Estudantes (DCE), esse éuma organização de alunos co...
274.1. Horários do ônibusOs horários oficiais dos ônibus para o Campus Capão do Leão tu podes encontrar no site da UFPEL, ...
28Rota 1: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Saldanha Marinho > Tiradentes > CasaEstudanteRota 2: Av. D...
29Campus Capão do Leão – PelotasHorário Rota08:05h– 08:45h – 09:30h – 10:00h – 10:30h – 13:30h – 14:05h – 14:45h – 15:30h ...
30Rota 3: Av. Duque de Caxias > Frederico Bastos > Sete de Abril > Av. Brasil > Tiradentes > Casa do Estudante >Dom Pedro ...
314.3. Agenda telefônicaLocal FoneAmbulatório (Faculdade de Medicina) (53) 3221 1666Colegiado da Biologia (53) 3275 7138Co...
32
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do calouro

1.216 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
755
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual do calouro

  1. 1. 1
  2. 2. 2Nossos mais sinceros agradecimentos aos estimados professores do Instituto de Biologia,Paulo Bretanha e Beatriz Rocha pelas incontáveis horas de ajuda e pelos inestimáveisincentivos para a construção deste material. Agradecemos também a todos que de algumaforma participaram deste processo
  3. 3. 31. Introdução ............................................4Mensagem de boas vindas ........................42. Conhecendo o curso ...........................52.1. Histórico ..............................................52.2. Departamentos ....................................62.3. Colegiado ............................................82.4. Anexos ...............................................112.5. Oportunidades de pesquisa ...............152.6. Algumas dicas ...................................172.7. Acontece no curso .............................193. Universidade Federal de Pelotas ......213.1. Sopa de letrinhas ...............................224. Informações úteis ..............................274.1. Horário do ônibus ..............................274.2. Contate-nos .......................................304.3. Agenda telefônica ..............................31
  4. 4. 4Parabéns meu caro! A partir de agora tu ésum novo integrante do curso de Ciências Biológicasda Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) etambém nosso colega. É em nome dos acadêmicos,professores e técnicos administrativos da Biologia,que lhe desejamos boas vindas e um ótimo percurso.Aproveite de forma responsável aoportunidade de ingressar em uma universidadepública, usufrua dos espaços e das oportunidadesque te serão ofertadas, construa e contribua para amelhoria destes espaços.A UFPEL está entre as dez mais bemcolocadas instituições de ensino superior da regiãosul, conforme o Índice Geral de Cursos (IGC)realizado pelo Ministério da Educação (MEC) em2012. A UFPEL ficou com uma qualificação 4, sendoque a escala de IGC vai de 1 a 5.Aproveite também este pequeno manual quetens em mãos, pois constam informaçõesrelativamente importantes e de uso diário, tais como:horários de ônibus, algumas dicas sobre o curso eum breve histórico sobre o sistema político do cursoe da universidade.Sinceramente, desejamos que tu tenhas umbom dia hoje e um melhor amanhã. Faça depessoas, amigos; de seus amigos, uma grande eamada família, e nela, compartilhe, aprenda, ensine,relacione-se, crie e desenvolva. Tenha em mãos opróprio mérito de construir o teu conhecimento.
  5. 5. 52.1. HistóricoO curso de Ciências Biológicas da UFPEL foioficialmente fundado em 26 de Agosto de 1994, como compromisso de formar profissionais capacitados,bem como iniciá-los e encaminhá-los para apesquisa e produção de conhecimento na área deatuação do profissional biólogo. Em 27 de Outubrode 2000 obteve o reconhecimento através doMinistério da Educação (MEC).Passados dois anos da sua criação, em1996, o Instituto de Biologia passou a ofertar o seuprimeiro curso em nível de Pós-graduação:Mestrado em Fisiologia Vegetal; e no ano de 2004iniciaram as atividades do Doutorado em FisiologiaVegetal.Em 2003, o curso de Ciências Biológicasfoi subdividido em dois cursos, Bacharelado eLicenciatura. Ambos possuem a mesma basecurricular referente ao ensino de ciências, diferindoapenas pelo acréscimo das disciplinas pedagógicasno currículo da licenciatura.No ano de 2004, foi criado o Programa dePós-graduação em Parasitologia, em nível deMestrado, e a partir de 2010 o curso de Doutorado.A partir de 2010, a UFPEL adere o Sistemade Seleção Unificada (SISU), que tem sua base nodesempenho obtido na prova do ENEM.Para se adequar aos novos parâmetros doMEC, em 2011, o curso sofreu uma nova adaptaçãode currículo, onde foram revista sua estrutura e
  6. 6. 6ênfase. Em 2012 foi implementado o Programa dePós-graduação: Mestrado em Entomologia.2.2. DepartamentosO Instituto de Biologia está subdividido emcinco departamentos, onde cada um abriga uma áreaespecífica do curso e coordena seu ensino e suapesquisa.Departamento de Fisiologia e FarmacologiaEste departamento está alocado nos prédios 17 e 26do Instituto de Biologia.Os laboratórios que desenvolvem pesquisa são:Laboratório de Fisiologia Aplicada a AquiculturaLaboratório de Cultura CelularLaboratório de Fisiologia MolecularLaboratório de Biotécnicas da Reprodução de AvesLaboratório de Fisiologia CardiovascularDepartamento de Microbiologia eParasitologiaEste departamento está alocado nos prédios 18 e 25do Instituto de Biologia.Os laboratórios que desenvolvem pesquisa são:Laboratório de Genética de MicrorganismosLaboratório de Microbiologia AmbientalLaboratório de Ecologia de Parasitos e VetoresLaboratório de MicologiaLaboratório de BacteriologiaLaboratório IV (Microbiologia e Imunologia)Laboratório de Parasitos de Animais Silvestres
  7. 7. 7Laboratório de EntomologiaLaboratório de Biologia de InsetosLaboratório Interdisciplinar para Formação deEducadoresLaboratório de Parasitologia HumanaLaboratório de Protozoologia e AcarologiaLaboratório de HelmintologiaDepartamento de MorfologiaEste departamento está alocado parte no prédio 24do Instituto de Biologia, parte em um prédio anexo aFaculdade de Medicina.Os laboratórios que desenvolvem pesquisa são:Laboratório de Dissecação e Preparo de PeçasAnatômicasLaboratório de ParasitologiaLaboratório 7 (Microscopia)Laboratório de Anatomia HumanaLaboratório de Anatomia BucalLaboratório de Biologia MolecularLaboratório de Anatomia do DesenvolvimentoLaboratório de Histologia de Animais Silvestres eDomésticosDepartamento de Ecologia, Zoologia eGenética Este departamento está alocado noprédio 23 do Instituto de Biologia.Os laboratórios que desenvolvem pesquisa são:Laboratório de Genética VegetalLaboratório de Diversidade Genética e EvoluçãoLaboratório de Zoologia de Invertebrados
  8. 8. 8Laboratório de Zoologia de VertebradosLaboratório de Ecologia de InsetosLaboratório de Ecologia de Aves e MamíferosLaboratório de Engenharia Genética AnimalDepartamento de BotânicaEste departamento está alocado nos prédios 21e 22do Instituto de Biologia.Os laboratórios que desenvolvem pesquisa são:Laboratório de Cultivo e Tecido de PlantasLaboratório de Metabolismo VegetalLaboratório de Fisiologia de SementesLaboratório de Caracterização MolecularLaboratório de Fisiologia da ÁguaLaboratório de Anatomia VegetalLaboratório de Ecologia Vegetal Campestre2.3. ColegiadoO Colegiado tem a responsabilidadeacadêmica pelos Projetos Políticos Pedagógicos dosCursos de Bacharelado (4110) e Licenciatura (4120)em Ciências Biológicas. Através da coordenaçãodeste são resolvidos assuntos de contato direto como aluno, tais como matrículas, aproveitamento dedisciplinas, processos de transferências entre outros.Além destes assuntos, o Colegiado exerceimportantes funções como a aprovação dos planosde ensino das disciplinas, revisão e atualização docurrículo dos Cursos.É sempre bom o aluno manter um contatofrequente com o Colegiado dos Cursos eprincipalmente, ficar atento as informações
  9. 9. 9disponibilizadas. Para isso, utilize o telefone (53)3275-7138 ou o e-mail:colegiadodabiologia@gmail.com.– Matrícula regular –A matrícula dos ingressantes é realizadapelo Colegiado em todas as disciplinas obrigatóriasdo primeiro semestre. Nos semestres subsequenteso aluno será responsável por sua matrícula nasdisciplinas através do Sistema Acadêmico alocadono site da UFPEL.– Matrícula especial –A matrícula em disciplinas de outros cursos(matrícula especial) é ofertada pelo colegiado decada curso, tendo período fixado no calendárioacadêmico para ser efetuada. Cada acadêmico podecursar duas disciplinas por semestre nessamodalidade.O Colegiado deverá autorizar e acompanharas atividades curriculares realizadas em outroscursos, através de um documento emitido pelomesmo.– Disciplinas Optativas –Existem disciplinas que fazem parte dosProjetos Pedagógicos dos Cursos cuja matrículaocorre por opção. O aluno interessado poderá sematricular através do Sistema Acadêmico durante operíodo normal de matrículas.– Aproveitamento de Disciplina –Poderá ser concedido o aproveitamento deestudos a disciplinas já cursadas com êxito na
  10. 10. 10mesma universidade, em outros cursos, ou em outrainstituição de ensino. Para tal, a solicitação serárealizada no teu Colegiado, em qualquer período. Adisciplina cursada deverá conter equivalência deconteúdos e de carga horária de no mínimo 75% dadisciplina pretendida.– Trancamento da matrícula –Para realizar o trancamento de disciplinas oaluno deverá procurar o Colegiado no períododeterminado no calendário acadêmico, obedecendoao limite mínimo de 08 créditos.– Segunda chamada –O estudante que por motivo de doença ou deforça maior faltar à avaliação poderá realizá-la emoutro momento, desde que devidamentecomprovado. O comprovante deverá ser entregue noColegiado do seu Curso em até 3 dias úteis após oimpedimento.– Revisão de desempenho acadêmico (prova) –É solicitado por um requerimento formal pelodiscente junto ao Colegiado do curso. Oprocedimento será analisado por docentes, sendofacultada ao acadêmico a participação. O resultadodeverá ser divulgado em até cinco dias úteis apósser instaurada a comissão de análise.– Trancamento Geral de Matrícula –A solicitação deverá ser feita no Colegiadode Curso.Por um semestre: em qualquer dia, dentro dosemestre letivo, e sem justificativa.
  11. 11. 11Por mais tempo: em qualquer dia, dentro dosemestre letivo, e para os seguintes motivos: dedoença do próprio acadêmico, do esposo(a),companheiro(a), parentes em primeiro grau, detrabalho remunerado e serviço militar.– Adiantar disciplina –No período de matrícula regular, o SistemaAcadêmico também tornará disponível paramatrícula, disciplinas de semestres posteriores,desde que se cumpram os pré-requisitos para tal.2.4. AnexosMuseu Carlos RitterO Museu de Ciências Naturais Carlos Ritterfoi aberto ao público em 1970. Tem suas origens emcoleções particulares de Carlos Ritter, um naturalistaautodidata que viveu no período de 1851 à 1926 emPelotas.O acervo do Museu possui cerca de seis milespécies e a coleção de insetos é uma das maioresdo Brasil com 4500 espécies, enriquecida peloentomologista da FAEM Professor Ceslau MariaBiezanko, além de um dos maiores acervos de avestaxidermizadas, reconhecido pela sua diversidade equalidade. Compõem ainda o acervo do Museu,aves, mamíferos, répteis, peixes, esqueletos efósseis.Funcionamento: De segunda à sexta-feira,das 8h às 18h sem fechar ao meio dia.Endereço: Rua Barão de Santa Tecla, 576(entre Dr. Cassiano e Major Cícero), Centro -Pelotas/RS.
  12. 12. 12Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre(NURFS)Ou NURFS foi criado em 2002 por iniciativado Instituto de Biologia em associação com aFaculdade de Veterinária, para atender a umademanda regional específica de atenção a FaunaSilvestre Brasileira.O objetivo básico deste centro consiste narecepção de animais oriundos do tráfico ilegal, notratamento e reabilitação de animais silvestresferidos ou órfãos, seguido preferencialmente por suareintrodução ao seu ambiente natural.O NURFS atualmente é a principal referênciade apoio ao trabalho de fiscalização e apreensão deanimais silvestres capturados de forma ilegal pelasPolícias Ambiental, Civil e Militar Estadual e Federalna região sul do Rio Grande do Sul.Funcionamento: Das 8h às 18h, aberto aopúblico durante o período da tarde.Endereço: Na entrada do CampusUniversitário Capão do Leão, Prédio 40 (próximo aoportão, em frente à igreja).Horto Botânico Irmão Teodoro LuisEm 1940, o Irmão Teodoro Luis chegou emPelotas a convite do Instituto Agronômico do Sulpara fundar a sua Seção de Botânica – célula materdo atual Departamento de Botânica.Na época da criação do Horto, seus recursosnaturais eram abundantes e pareciam serinesgotáveis. Hoje sob responsabilidade da UFPEL,do Instituto de Biologia, do Departamento deBotânica, o Núcleo de Ensino e Pesquisa emBotânica, zela por um verdadeiro tesouro natural. É
  13. 13. 13uma área de preservação permanente, suaregulamentação ocorreu em 1964 ao perceber-se aimportância do mesmo para a pesquisa.Segundo o professor José da Costa Sacco,no local estão representados os quatro tiposfisionômicos principais da formação vegetal maior dePelotas e arredores: campo arenoso seco, banhado,mata arenícola e mata paludícola. “É uma área nãoalterada e, sobretudo no que se refere às formaçõesflorestais, sua estrutura primária permanece intacta”,observa. É até hoje um local bucólico, que serve devisitação para alunos dos ensinos básico euniversitário de Pelotas, atende à pesquisa e servede habitat para múltiplas espécies.Funcionamento: A visitação ao HortoBotânico poderá ser agendada através de suacoordenadora, a profa. Leila Macias(lmacias@uol.com.br).Herbário PEL.Ao mesmo tempo da criação do HortoBotânico, o Irmão Teodoro Luis iniciou outropatrimônio do Departamento de Botânica, o HerbárioPEL.Mas o que é um herbário? O Herbárioconstitui uma espécie de arquivo, cujas coleções deplantas que foram previamente prensadas edesidratadas contêm informações captadas naocasião da coleta de cada amostra, tais como: data,local de ocorrência, hábitat, hábito (árvore, arbusto,erva etc.), aspectos das flores e frutos, nomespopulares, usos, e tantas outras informaçõesquantas forem possíveis levantar.
  14. 14. 14São indispensáveis para estudos desistemática de plantas e são ferramentas de apoio àpesquisa para muitas outras áreas do conhecimento.Além de documentar a diversidade biológica do país,os espécimes ali depositados guardam parte dahistória de regiões anteriormente cobertas porvegetação natural, e hoje ocupadas por cidades,empreendimentos diversos ou áreas hojedesflorestadas.As coleções botânicas são reconhecidashoje por toda a sociedade, e não apenas peloscientistas, como prioritárias para se levar a caboestudos de biodiversidade, manejo sustentável dosrecursos naturais, programas de recuperaçãoambiental, ecoturismo e outros.O Herbário PEL é coordenado por um“triunvirato” que constitui a Curadoria, hojerepresentado pelas Professoras Caroline Scherer,Marines Garcia e Raquel Lüdtke.Funcionamento: Não é um espaço detrânsito aberto, mas sua visitação poderá seragendada com suas curadoras.Centro Acadêmico dos Cursos de CiênciasBiológicas (CABio)É a entidade representativa dos estudantesdos Cursos de Ciências Biológicas/UFPEL, ou seja,é o Forum representativo dos discentes nasinstâncias decisórias (Departamentos, ConselhoDepartamental, Colegiado e DCE).Um Centro Acadêmico é um espaço decongregação estudantil que tem por objetivo atenderàs necessidades dos estudantes por umarepresentação engajada em sua própria realidade.
  15. 15. 15O Centro Acadêmico quanto a suaorganização e atuação é determinante para osucesso da semana acadêmica, e demais eventosem defesa dos anseios da comunidade discente.2.5. Oportunidades de pesquisaNo curso existem diversas possibilidades depesquisa em diferentes campos de atuação. Cadadepartamento possui laboratórios com sua linhaespecífica de pesquisa. Aos alunos interessados,busquem por seus professores, a conversa é sempreo melhor caminho para se por a par da situação.Muitas dessas bolsas de pesquisaapresentam uma série de exigências quanto aodesempenho do aluno no curso. Muitos editaiscostumam contemplar somente alunos semnenhuma reprovação, seja ela por média ouprincipalmente por infrequência nas disciplinas, porisso fique atento.Pesquisa Voluntária: Um bom meio de seinserir na iniciação científica é buscar oconhecimento da infraestrutura, dos professores edos colegas envolvidos em pesquisa e habilitarem-secomo voluntários conforme a área de interesse. Falecom os professores sobre os critérios da equipe paracompartilhar das atividades de pesquisa, pois setrata de um pré-requisito para a obtenção de bolsas,bem como as portas para uma futura pós-graduação.PIBIC, PIBIT e PROBIC: ProgramaInstitucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (PIBIC)e Tecnológica (PIBIT). As duas primeiras financiadaspelo CNPQ e a terceira pela FAPERGS, são bolsasque tem por objetivo estimular uma maior articulação
  16. 16. 16entre a graduação e a pós-graduação através daintegração e aprendizado em projetos de pesquisa.PIBID: O programa Institucional de Bolsasde Iniciação a Docência é financiado pela CAPES eé uma bolsa destinada aos cursos de Licenciatura,com o objetivo de qualificar a preparação para afutura docência.– Outras Modalidades –Bolsa de Graduação: A Universidadepossui um programa institucional de bolsas degraduação (ensino, pesquisa e extensão),propiciando o envolvimento dos discentes nasdiversas atividades acadêmicas.Bolsa de Intercâmbio: A universidadeconta com uma série de convênios internacionais afim de possibilitar mais opções no complemento daformação dos estudantes. Na página da internet daUFPEL acesse os links convênios e DIPI para maisinformações.– Órgãos Financiadores–CAPES: Coordenação de Pessoal de NívelSuperior. É o órgão Estatal que funciona avaliandocursos de pós-graduação além de proverinvestimentos diretos na evolução da pesquisauniversitária.CNPQ: Conselho Nacional deDesenvolvimento Científico e Tecnológico. É umaagência do Ministério da Ciência e Tecnologia(MCT), destinada ao fomento da pesquisa cientifica etecnológica e à formação de recursos humanos paraa pesquisa no país.
  17. 17. 17FAPERGS: Fundação de Amparo àPesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Vinculadaà Secretaria de Ciência e Tecnologia no intuito defortalecer e expandir a infraestrutura de pesquisa noestado.2.6. Algumas dicasCada Universidade possui autonomia paraestabelecer seus critérios específicos para avaliaçãodos alunos, além de que cada curso pode agregarainda mais critérios que visam à formação de umprofissional completo. Conheça agora alguns doscritérios extras que são necessários para suaformação como Biólogo pela UFPEL.– Atividades Complementares –Para completar a carga horária curricular oaluno deve cumprir 204 horas de atividadescomplementares até o final do Curso. Algumas dasatividades em pesquisa, ensino e extensão são:participação em projetos, em congressos, semanaacadêmica, diretório acadêmico; etc.– Créditos em Optativas –Além da aprovação em todas as disciplinasobrigatórias do currículo, o aluno deve completar15créditos em disciplinas optativas. Isso visa àformação específica individual para a área em que oaluno apresenta mais afinidade e interesse.
  18. 18. 18– Estágio curricular e extracurricular –Existem duas modalidades de estágio nosCursos. O estágio curricular, que é tambémconhecido como obrigatório, estabelecido nosProjetos Pedagógicos e, o estágio extracurricular,que o aluno poderá realizar ao seu interesse paracompletar a sua formação.– Pré-requisitos –Existem algumas disciplinas dos Cursos quenecessitam do conhecimento abordado em outradisciplina, é o que se chama de pré-requisito. Sendoassim, por exemplo, para que o aluno possa sematricular na disciplina de Zoologia II ele deveránecessariamente ter cursado e ter sido aprovado nadisciplina de Zoologia I. Por isso preste atenção, poiso descuido pode fazer com que você leve maistempo para se formar.– Notas e Exame–A aprovação em qualquer disciplina só éalcançada com média igual ou superior a 7 (sete).Caso o aluno não consiga atingir esse resultado nocalendário letivo há o período de exames, onde osalunos fazem uma prova com todo o conteúdolecionado no semestre, devendo ser atingida médiaigual ou superior a 5 (cinco), conforme fórmulaabaixo:Ms= Média no semestreMe = Média no exame
  19. 19. 19Mas lembre-se, só será permitida arealização do exame, ao aluno que obter uma médiasemestral maior ou igual a 3 (três).2.7. Acontece no curso– Eventos Acadêmicos –A Semana Acadêmica é um evento anualinstitucional organizado pelo Centro Acadêmico dasCiências Biológicas, visando criar espaços dediscussões sobre temáticas variadas dentro docurso. Uma semana de atividades é reservada a esteevento, sendo elas palestras, rodas de discussão eminicursos.Ao final da Semana Acadêmica se o alunoobtiver o mínimo de 75% de presença nasatividades, receberá um certificado de participaçãoque será contabilizado como horas extras para a suaformação, além de poder adicionar ao seu curriculumvitae.– Eventos Esportivos –A Copa da Biologia está entre um doseventos de esporte e lazer realizado pelo CentroAcadêmico. Todo semestre um grande campeonato,socializando e integrando alunos, professores etécnicos administrativos.– Eventos Festivos –As clássicas festas realizadas no curso alémde divertidas ajudam as turmas a arrecadaremfundos para suas futuras formaturas, entre elas:Rock’ in Bio: Festa que prima pelo bom evelho rock’n roll, onde inclusive bandas do próprio
  20. 20. 20curso têm espaço reservado para ecoar suasguitarras durante a noite inteira.Biobrega: Festa que busca pelas antigasorigens da sonoridade, onde sua fantasia bregaajuda a enfeitar o ambiente e se ela for a mais“supimpa” de mais, ainda lhe renderá um prêmio demiss ou mister brega.Arraial da Bio: Um casório épico entreprofessores, banquinhas típicas de festa junina, umaprisão pra lá de movimentada e uma tarde inteira dediversão e boas histórias.
  21. 21. 21Agora que você já sabe um pouco sobre o seu curso, conheça a estrutura simplificada da universidadenesse infográfico:
  22. 22. 223.1. Sopa de letrinhasSaiba o significado de cada uma das siglas dográfico acima.– Os conselhos –CONDIR - Conselho Diretor da FundaçãoÓrgão com responsabilidadeeconômico/financeiro, cuja composição temrepresentantes dos governos municipal, estadual efederal, setores da sociedade e da universidade.CONSUN - Conselho UniversitárioÓrgão que delibera as diretrizes daadministração acadêmica da universidade. Esseconselho superior é composto pelo reitor(presidente), vice-reitor, pró-reitores, diretores dasunidades acadêmicas, e representantes docentes,técnicos administrativos, discentes e da sociedade.COCEPE- Conselho das Coordenadorias de Ensino,Pesquisa e ExtensãoFórum que tem como principal atribuição deliberarsobre o projeto político pedagógico da Universidade.– As pró-reitoras –Pró-reitoria de Assuntos Estudantis:Lida com questões sociais dos estudantes. Éresponsável pela distribuição de auxílios financeiros.Fique atento às chamadas e editais no site daUFPEL para inscrição nos programas de bolsaalimentação, transporte e moradia. Para o ingressonesses programas de auxílio são necessáriosdiversos documentos de comprovação de carênciafinanceira familiar. Caso você tenha interesseprocure a Coordenadoria de Benefícios, na Av. Bento
  23. 23. 23Gonçalves, número 3395, ou ligue: (53)32224318,(53)32278257.Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação: Nesta pró-reitoria são definidasquestões referentes aos cursos de pós-graduação,que mantém uma estreita relação com as agênciasde fomento de pesquisa e formação de recursoshumanos, ou seja, FAPERGS, CAPES e CNPq.Caso você necessite entrar em contato, o fone é:(53) 3921 1412.Pró-reitoria de Infraestrutura: Temcomo atribuições propor e acompanhar a execuçãoda política de gestão da Universidade, no que serefere à segurança física e patrimonial, serviços deconservação e manutenção.Pró-reitoria de Planejamento eDesenvolvimento: Seu objetivo é o planejamentoe a distribuição dos recursos de custeio às unidadesacadêmicas e administrativas. É responsáveltambém pela coordenação geral do processo deplanejamento institucional a partir das atividadesacadêmicas, nos níveis estratégicos, intermediários eoperacionais.Pró-reitoria Administrativa:Responsável pela aquisição, manutenção,conferência entre outros itens que dizem respeito abens e serviços prestados à universidade.Pró-reitoria de Gestão de RecursosHumanos: Essa pró-reitoria trata da administraçãode pessoal, desenvolvimento de pessoal, política depessoal e, saúde e qualidade de vida dos servidoresda Universidade.Pró-reitoria de Graduação: Essa pró-reitoria é responsável por executar a política
  24. 24. 24pedagógica estabelecida pelo COCEPE, avaliarpermanentemente o projeto político pedagógico ,manter o serviço central de matrículas, cadastros eregistro de diplomas, elaborar o calendárioacadêmico e implementar programas institucionaisde bolsas de ensino.Pró-reitoria de Extensão e Cultura:Responsável por executar a política de extensãodefinida pelo COCEPE, através de cursos e serviçosà comunidade, bem como manter centralizado oregistro dessas atividades, além de promoverprogramas de extensão cultural. Para entrar emcontato com a secretaria, utilize o fone: (53) 39211281.– As atividades fins da Universidade –ENSINO: É o segmento da universidade quevisa a formação de profissionais com atuação ativa ecompetente no mercado, através de todos os cursosoferecidos sejam eles em qualquer modalidade. Ocurso de Biologia busca formar recurso humanocompetente para atuar tanto na área acadêmica,com pesquisa e desenvolvimento de tecnologia,quanto na área didática, para o ensino de biologiacom suas diversas diretrizes e na área técnica deatuação do profissional biólogo, seja ela em qualquersetor.PESQUISA: É o segmento que busca odesenvolvimento de novas tecnologias e soluçõespara os problemas sociais por meio de pesquisascientíficas. Grandes projetos de pesquisa sãodesenvolvidos pelos programas de pós-graduação
  25. 25. 25da universidade. Para participar de algum dessesprogramas e contribuir para o desenvolvimento denovos produtos, novas tecnologias e soluções paraproblemas da nossa sociedade, procure se informarsobre os projetos realizados pelos professores epeça para participar! Como graduando, tu podesatuar como colaborador de projeto de pesquisa, ecomo pós-graduando, existem diversos cursos nanossa universidade, informe-seEXTENSÃO: A extensão busca levar para asociedade todo conhecimento produzido nauniversidade, seja nas áreas de ensino oudepesquisa. Esse é o portão de disseminação do queestá acontecendo na universidade. Projetos deextensão são realizados por muitos professores ebuscam o desenvolvimento do aluno como cidadãocapaz de atuar nos problemas sociais. Esse é umramo muito importante para o profissional biólogo,seja ele como educador ou atuante técnico.– O Instituto de Biologia –É constituído por um elenco de disciplinasafins, que por afinidades estabelecem subunidadesdo IB, os departamentos. Cuja operacionalidadeexige um rito administrativo através de reuniõesdepartamentais, colegiados de graduação e pós-graduação e do conselho departamental, órgãomáximo da Unidade. Em todas essas instâncias há arepresentação discente, que ocorre a partir daorganização do Centro Acadêmico.– Sua representação –Além da tua representação dentro do cursopelo Centro Acadêmico, saiba que você também é
  26. 26. 26representado na universidade por intermédio doDiretório Central dos Estudantes (DCE), esse éuma organização de alunos como você que foi eleitopela comunidade acadêmica para levar asnecessidades dos alunos aos três conselhossuperiores da universidade. O DCE toma ciência dasdemandas dos cursos através do chamadoConselho de DA’s, do qual todos os diretórios ecentros acadêmicos participam, por isso exija dosseus representantes tal participação.
  27. 27. 274.1. Horários do ônibusOs horários oficiais dos ônibus para o Campus Capão do Leão tu podes encontrar no site da UFPEL, no seguintelink: “http://prg.ufpel.edu.br/transporte/centro.php”.Outra alternativa é entrar em contato com a empresa Santa Silvana, que realiza o transporte, através do seguintenúmero (53) 32713087.Pelotas – Campus Capão do LeãoHorário Rota07:15h 107:15h – 12:00h – 13:15h 207:15h – 12:00h – 13:15h 307:25h – 07:40h – 13:20h – 13:30h 408:30h – 09:15h – 10:00h – 10:30h – 10:55h – 12:30h – 14:00h – 14:35h 15:15h – 16:00h - 17:25h 513:15h 6
  28. 28. 28Rota 1: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Saldanha Marinho > Tiradentes > CasaEstudanteRota 2: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Saldanha Marinho > Tiradentes > CasaEstudante >Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta TeclaRota 3: Av. Duque de Caxias > Frederico Bastos > Sete de Abril > Av. Brasil > Tiradentes > Casa do Estudante >Dom Pedro II > Garibaldi > Av. Jucelino até CohabrimRota 4: Av. Duque de Caxias >Av. Bento Gonçalves >General Ósorio> Leonardo Collares> Fernando Osório >Av.Dom Joaquim >Av. Jucelino Kubitschek até o BigRota 5: CohabPrin via SimõesRota 6: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Tiradentes > Casa do Estudante > Dom Pedro II> XV de Novembro > Benjamin Constant > Barroso > Av. Bento
  29. 29. 29Campus Capão do Leão – PelotasHorário Rota08:05h– 08:45h – 09:30h – 10:00h – 10:30h – 13:30h – 14:05h – 14:45h – 15:30h – 16:25h 111:00h – 11:35h – 16:00h – 17:00h – 17:35h – 18:35h 211:35h – 17:35h 311:35h – 17:35h 411:35h 512:30h 613:00h 717:35h 8Rota 1: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Saldanha Marinho > Tiradentes > CasaEstudanteRota2: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Saldanha Marinho > Tiradentes > CasaEstudante >Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla
  30. 30. 30Rota 3: Av. Duque de Caxias > Frederico Bastos > Sete de Abril > Av. Brasil > Tiradentes > Casa do Estudante >Dom Pedro II > Garibaldi > Av. Jucelino até CohabrimRota 4: Av. Duque de Caxias >Av. Bento Gonçalves >General Ósorio> Leonardo Collares> Fernando Osório >Av.Dom Joaquim >Av. Jucelino Kubitschek até o BigRota 5: CohabPrin via SimõesRota 6: Av. Duque de Caxias > Marcílio Dias > Av. Bento Gonçalves > Mal Deodoro > Tiradentes > CasaEstudanteRota 7: Av. Duque de Caxias > Coca-Cola > Av. Bento Gonçalves > Mal Deodoro > Tiradentes > Casa Estudante(SRota 8: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum > Lobo da Costa > Tiradentes > Casa do Estudante > Dom Pedro II> XV de Novembro > Benjamin Constant > Barroso > Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla.4.2. Contate-nosSite:http://dacbufpel.wordpress.comFacebook:http://www.facebook.com/da.cienciasbiologicas
  31. 31. 314.3. Agenda telefônicaLocal FoneAmbulatório (Faculdade de Medicina) (53) 3221 1666Colegiado da Biologia (53) 3275 7138Coordenadoria de Benefícios(53) 3222 4318(53) 3227 8257Departamento de Morfologia/Medicina (53) 3281 1326Departamento de Pesquisa e Iniciação Científica (53) 3921 1412Museu Carlos Ritter (53) 3222 0880Núcleo de Reabilitação Fauna Silvestre (NURFS)(53) 3275 7227(53) 32757159 (fone efax)Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Secretaria) (53) 3921 1281Santa Silvana (Ônibus) (53) 3271 3087
  32. 32. 32

×