Crustáceos e                             biotecnologia.Grupo: Ana Luisa Rocha Azevedo Neves       Bruno Vidal Guimarães Le...
Quitina• Milhares de toneladas de carapaças de caranguejos, camarões  e lagostas, restos da indústria pesqueira, são aprov...
•O  camarão possui de 5a 7% de quitina, e osiri, de 15 a 20%
• O potencial de aplicação da quitosana, o principal derivado daquitina, é multidimensional, passando desde aplicações na ...
Crustáceos no tratamento de  queimaduras e cicatrizes• A partir de crustáceos e células estaminais, investigadores chileno...
• A explicação foi que esta substância pode ser usada como suporte  ao crescimento, já que vai restaurando a pele sem deix...
Regeneração a base de quitosana:
Pomada de quitosana é utilizada nacicatrização animal
Possíveis efeitos adversos da quitina• Trabalhadores que atuam em ambientes com altos níveis de  quitina, como em indústri...
Fibra de policaprolactona e quitosana    • Misturando a quitosana, uma fibra encontrada na      carapaça de caranguejos e ...
• As guias de nervos atuais são feitas de colágeno, uma  proteína estrutural derivada de células animais. Porém:-O colágen...
Nova proposta:Fibra de policaprolactona e quitosana-PCL é um material biodegradável já utilizado em suturas. Sozinho ele n...
Quitosana e os alimentos funcionais• Alimentos funcionais são aqueles que, além de saciar a  fome, ainda têm uma ou mais s...
Uso de quitina, quitosana e seus derivados na remoção de            petróleo e seus resíduos de águas.• As águas contamina...
• O uso de polímeros naturais, notadamente Quitosana, já foi  relatado com sucesso na coagulação de óleos e graxas  disper...
Crustáceo e biotecnologia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Crustáceo e biotecnologia

2.318 visualizações

Publicada em

Aplicações de crustaceos(quitina) na biotecnologia.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crustáceo e biotecnologia

  1. 1. Crustáceos e biotecnologia.Grupo: Ana Luisa Rocha Azevedo Neves Bruno Vidal Guimarães Leandro Fuzaro Leandro Fuzaro Nayara Luchini Xavier Nayara Luchini Xavier Paula Ferreira de Santana
  2. 2. Quitina• Milhares de toneladas de carapaças de caranguejos, camarões e lagostas, restos da indústria pesqueira, são aproveitadas para a extração de quitina. É uma substância extremamente versátil na aplicação industrial.• Segundo polissacarídeo mais abundante na natureza.• Encontrada principalmente na Carapaça dos crustáceos
  3. 3. •O camarão possui de 5a 7% de quitina, e osiri, de 15 a 20%
  4. 4. • O potencial de aplicação da quitosana, o principal derivado daquitina, é multidimensional, passando desde aplicações na áreaalimentícia como em nutrição, biotecnologia, ciência dosmateriais, drogas e produtos farmacêuticos, agricultura eproteção ambiental, e recentemente na terapia genéticatambém.
  5. 5. Crustáceos no tratamento de queimaduras e cicatrizes• A partir de crustáceos e células estaminais, investigadores chilenos desenvolveram, separadamente, novas técnicas de regeneração da pele ferida, com as quais será possível o tratamento de queimaduras e cicatrizes.• A quitina, existente nas carapaças dos crustáceos, após ser transformada em quitosano e quando misturada com alguns aditivos, converte-se num perfeito substituto da pele humana. Cutícula nos Crustáceos
  6. 6. • A explicação foi que esta substância pode ser usada como suporte ao crescimento, já que vai restaurando a pele sem deixar marcas e sem problemas de compatibilidade da substância com o organismo humano. • As células mesenquimáticas têm a capacidade de formar novos tecidos, permitindo uma regeneração da pele de forma mais saudável e com menos cicatrizes, pois estas células reproduzem-se muito rapidamente.
  7. 7. Regeneração a base de quitosana:
  8. 8. Pomada de quitosana é utilizada nacicatrização animal
  9. 9. Possíveis efeitos adversos da quitina• Trabalhadores que atuam em ambientes com altos níveis de quitina, como em indústrias processadoras de crustáceos, têm tendência de sofrer maior incidência de asma.• Estudos recentes têm sugerido que a quitina pode desempenhar papel em possíveis caminhos para doenças alérgicas.
  10. 10. Fibra de policaprolactona e quitosana • Misturando a quitosana, uma fibra encontrada na carapaça de caranguejos e camarões, com um poliéster industrial, pesquisadores da Universidade de Washington (EUA), criaram um novo material que serve como suporte para reparar nervos severamente danificados por acidentes. • Quando o dano é muito sério, essas extremidades ficam afastadas uma da outra, o que exige o uso de um enxerto (guia de nervos)
  11. 11. • As guias de nervos atuais são feitas de colágeno, uma proteína estrutural derivada de células animais. Porém:-O colágeno é um material caro-Muito fraco em ambientes úmidos, como o interior docorpo humano-A proteína tende a disparar uma resposta imunológica noorganismo.
  12. 12. Nova proposta:Fibra de policaprolactona e quitosana-PCL é um material biodegradável já utilizado em suturas. Sozinho ele nãoserve como guia de nervos porque as células nervosas não gostam de crescersobre a superfície do polímero, que é repelente à água.-A solução vem com a quitosana, uma fibra que é barata, biodegradável ebiocompatível, o que significa que ela não dispara uma resposta imunológicado organismo. Sua superfície é rugosa, similar às superfícies encontradas nointerior do corpo humano, permitindo que as células cresçam naturalmente.
  13. 13. Quitosana e os alimentos funcionais• Alimentos funcionais são aqueles que, além de saciar a fome, ainda têm uma ou mais substâncias com funções bioquímicas e fisiológicas benéficas à saúde. A quitosana vem ganhando destaque nesta área por suas propriedades cientificamente comprovadas de auxiliar na redução do colesterol e na perda de peso (através da captura de gorduras).
  14. 14. Uso de quitina, quitosana e seus derivados na remoção de petróleo e seus resíduos de águas.• As águas contaminadas oriundas de vazamento de petróleo assim como as contaminações aquáticas resultantes da exploração de campos petrolíferos em oceanos representam um problema ambiental crescente e de difícil solução, principalmente devido à presença de sólidos em suspensão, óleo e graxas.
  15. 15. • O uso de polímeros naturais, notadamente Quitosana, já foi relatado com sucesso na coagulação de óleos e graxas dispersos em águas de campos petrolíferos.• A presente proposta visa as utilizações dos polímeros naturais quitina e quitosana e seus derivados, em várias formas inclusive microesferas, microesferas magnéticas e quitossomas no tratamento de águas contaminadas com resíduos derivados do petróleo.

×