Impacto femoro acetabular - Dr Leandro Freire

2.473 visualizações

Publicada em

aula sobre impacto femoro acetabular apresentada em reunião multidisciplinar da residência médica de Ortopedia e Traumatologia do IMIP em Recife - PE

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Impacto femoro acetabular - Dr Leandro Freire

  1. 1. IMPACTO FEMORO ACETABULAR Leandro M. C. Freire – MR1 Junho de 2015 Reunião Multidisciplinar Ortopedia – Radiologia – Fisioterapia
  2. 2. Quadril • Limites – Cristas ilíacas – Fêmur proximal • Suporta coluna • Liga esqueleto axial e MMII • Movimento de locomoção • Equilibrio
  3. 3. Quadril • Articulação Coxo-Femoral – Diartrose esferoidal – Cabeça do fêmur e acetábulo – Bola e soquete
  4. 4. Quadril • Articulação coxofemoral – 3 eixos • Sagital – Flexão – Extensão • Coronal – Abdução – Adução • Transversal – Rotação interna – Rotação externa
  5. 5. Quadril • Estabilidade – Óssea – Cartilaginosa – Ligamentar – Muscular Instabilidade Osteoartrose
  6. 6. Contato anormal entre Colo do Fêmur e Acetábulo  Flexão e Rotação Interna Impacto Femoro Acetabular “situação mecânica que ocorre quando o quadril apresenta uma incongruência nos extremos de suas amplitudes de movimento, especialmente quando ele dobrado ou rodado para dentro” SBOT Situação Mecânica Lesão de Labrum e Cartilagem articular Osteoartrose
  7. 7. Impacto Femoro Acetabular 1913 • Miculicz • Alteração na forma da cebeça femoral como causa de osteoartrose 1965 • Murray • Relação entre deformidade da cabeça femoral e coxartrose 1979 • Demaris e Lasquene • Dores no quadril associado a anormalidades estruturais no colo do fêmur de atletas
  8. 8. Impacto Femoro Acetabular • Relativamente recente • Subdiagnósticada ou não conhecidas no passado • Hoje: conhecida causa de coxartrose 2003 • Ganz et al • Situação mecânica responsável por osteoartrose do quadril devido deformidades no acetábulo ou fêmur proximal
  9. 9. Impacto Femoro Acetabular
  10. 10. Impacto Femoro Acetabular • Epidemiologia – 10-15% da população geral • 10% sexo masculino • 2% sexo feminino – Prevalência em adultos jovens • 20 – 55 anos – Maior causa de coxartrose precoce • <70 anos  60-70% dos casos
  11. 11. Impacto Femoro Acetabular • Epidemiologia – Principal causa • Dor no quadril • Redução da ADM • Redução da performance em atletas – 2 /3 doentes praticam atividade desportiva – Atletas Grupo de risco
  12. 12. Impacto Femoro Acetabular • Classificação – CAM  Fêmur – PINCER  Acetábulo – Misto  70 – 86% dos casos • Predominio do tipo CAM
  13. 13. Impacto Femoro Acetabular Colo femoral X Borda do acetábulo Lesão do Labrum, osso condral e cartilagem articular Porcesso degenerativo articular
  14. 14. Impacto Femoro Acetabular • Borda acetabular anormal • Mulheres de meia- idade • Praticantes ou não de esporte • Excesso de cobertura acetabular(labrum) Pincer
  15. 15. Impacto Femoro Acetabular • Esmagamento do labrum • Lesão condral antero-superior • Destacamento da cartilagem articular • Lesão de contra-golpe Pincer
  16. 16. Impacto femoro acetabular • Pincer
  17. 17. Impacto femoro acetabular • Pincer
  18. 18. Impacto Femoro Acetabular • Cabeca/colo femoral anormal • Sexo masculino • Atletas • 3ª e 4ª década de vida CAM
  19. 19. Impacto Femoro Acetabular • Porção anesférica com maior diâmetro • Cisalhamento e destacamento do labrum • Avulsão condral • Destacamento da cartilagem acetabular CAM
  20. 20. Impacto Femoro Acetabular • CAM
  21. 21. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Adultos jovens ativos – 2/3 dos pacientes praticam esportes – Flexão mantida (sentado) Dor na virilha Limitação da ADM
  22. 22. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Dor • Principal sintoma • Localização: – Região inguinal, grande trocanter, nádega – Sinal em “C”
  23. 23. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Dor • Início associado a estresse mecânico menor • Intensidade moderada • Evolução insidiosa • Agravantes – Atividade física – Longos períodos sentado – Ao andar
  24. 24. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Limitação da ADM • ↓ rendimento nas praticas desportivas • Impossibidade de correr, saltar, agachar • Limitaçao das atividades diárias – Calçar-se – Entrar/sair do carro – Ficar de pé ou sentado período prolongado – Articulação presa – Falência do membro
  25. 25. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Comparativo • Padrão da marcha • Rigidez • Instabilidade articular • Amplitude do movimento – Flexão – Abdução – Rotação interna
  26. 26. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Amplitude de movimento – Flexão  130° – Extensão  30° – Abdução  45° – Adução  30° – Rotação externa  45° – Rotação interna  30°
  27. 27. – Exame físico • Teste do impacto anterior (FADURI) – Positivo » dor – Diagnóstico » Indolor após analgesia – Alta sensibilidade (>95%) – Sinal de Drehmanns Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
  28. 28. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de descompressão de Ribas
  29. 29. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de impacto posterior – Sensibilidade 100%para lesão do labrum
  30. 30. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de FABER
  31. 31. • Avaliação radiológica – Radiografia • AP de Bacia – Com carga – Sem e/ou com rotação interna 15º – Sem e/ou com rotação externa 30º • Falso perfil do quadril (Laquesne e Sèze) • Perfil do fêmur proximal (Rippstein-Dunn) Impacto Femoro Acetabular
  32. 32. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Conservador – Osteocondroplastia Femoral e acetabular – Artroscopia – Osteotomia periacetabular
  33. 33. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Conservador • Fisioterapia • Medicamentoso (AINES) • Mudança de atividade
  34. 34. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Cirurgia aberta • Mais agressiva • Envolve luxação do quadril
  35. 35. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Artroscopia • Menos invasiva • 2 horas de mesa de tração
  36. 36. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento
  37. 37. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento
  38. 38. Obrigado pela atenção...

×