PRÊMIO OCTO 2014 
CLIENTE: MARLUVAS 
AGÊNCIA: FILADÉLFIA COMUNICAÇÃO 
CASE: MARLUVAS NO PÉ, DINHEIRO NA MÃO
O case demonstra como uma verdadeira parceria entre agência e cliente 
permite o desenvolvimento de uma nova estratégia co...
MARLUVAS 
EMPRESAS 
DISTRIBUIDORES 
EMPRESAS USUÁRIO DO 
CALÇADO 
A VENDA PARA OS DISTRIBUIDORES REPRESENTA CERCA DE 80% 
...
LINHA 10 
ALTO VOLUME DE VENDAS 
BAIXA RENTABILIDADE 
LINHAS 20/30/90 
LINHAS 40/50/60/70 
MÉDIO VOLUME DE VENDAS 
MÉDIA R...
ESTRATÉGIA 
REDESENHAMOS A POLÍTICA COMERCIAL, DESCENTRALIZANDO A PREMIAÇÃO (BÔNUS EM R$), 
QUE ANTES ERA DADA APENAS PARA...
PARA ESTIMULAR A AMBIÇÃO DOS VENDEDORES, CRIAMOS UMA MOEDA PRÓPRIA DA CAMPANHA. TODO FIM DO 
DIA, O VENDEDOR APRESENTAVA A...
A MOEDA “MARLUVAS” FOI O INSIGHT PARA A 
CRIAÇÃO DO CONCEITO DA CAMPANHA: 
“MARLUVAS NO PÉ, DINHEIRO NA MÃO”. 
A CAMPANHA ...
TESTEIRA COMPUTADOR 
MÓBILE DE TETO 
CAMISETAS
DESENVOLVEMOS UM SISTEMA PARA GERENCIAR AS INFORMAÇÕES 
E MONITORAR O DESEMPENHO E A PREMIAÇÃO DE CADA VENDEDOR 
PARTICIPA...
RESULTADO EM VENDAS PARA OS DISTRIBUIDORES 
LINHAS 40/50/60/70 
2013 2014 
LINHAS 20/30/90 
CRESCIMENTO DE 127% CRESCIMENT...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Case "Marluvas no pé. Dinheiro na mão"

3.169 visualizações

Publicada em

Case "Marluvas no pé. Dinheiro na mão"

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.769
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case "Marluvas no pé. Dinheiro na mão"

  1. 1. PRÊMIO OCTO 2014 CLIENTE: MARLUVAS AGÊNCIA: FILADÉLFIA COMUNICAÇÃO CASE: MARLUVAS NO PÉ, DINHEIRO NA MÃO
  2. 2. O case demonstra como uma verdadeira parceria entre agência e cliente permite o desenvolvimento de uma nova estratégia comercial, resultando na reformulação da política de premiação para os distribuidores; numa campanha de comunicação altamente motivadora e em um sistema de gestão de dados extremamente eficaz.
  3. 3. MARLUVAS EMPRESAS DISTRIBUIDORES EMPRESAS USUÁRIO DO CALÇADO A VENDA PARA OS DISTRIBUIDORES REPRESENTA CERCA DE 80% DO VOLUME TOTAL DE VENDAS DA MARLUVAS.
  4. 4. LINHA 10 ALTO VOLUME DE VENDAS BAIXA RENTABILIDADE LINHAS 20/30/90 LINHAS 40/50/60/70 MÉDIO VOLUME DE VENDAS MÉDIA RENTABILIDADE BAIXO VOLUME DE VENDAS ALTA RENTABILIDADE O PROBLEMA ERA QUE... APESAR DO BOM VOLUME DE VENDAS PARA OS DISTRIBUIDORES, A RENTABILIDADE DESSAS NEGOCIAÇÕES ESTAVA ABAIXO DO ESPERADO. ISSO PORQUE A VENDA DE PRODUTOS (CALÇADOS BÁSICOS) COM POUCA MARGEM DE LUCRO ESTAVA BEM ACIMA DA META. PORÉM, NAQUELAS LINHAS COM MAIOR MARGEM, TÍNHAMOS PERDIDO ESPAÇO PARA OUTROS PLAYERS DO SETOR.
  5. 5. ESTRATÉGIA REDESENHAMOS A POLÍTICA COMERCIAL, DESCENTRALIZANDO A PREMIAÇÃO (BÔNUS EM R$), QUE ANTES ERA DADA APENAS PARA OS DONOS E DIRETORES DOS DISTRIBUIDORES. O VALOR DO BÔNUS PARA OS VENDEDORES DA PONTA PASSOU A SER PROPORCIONAL A RENTABILIDADE DAS LINHAS. CRIAMOS UMA CAMPANHA ALTAMENTE MOTIVADORA PARA EMBALAR O ESCRITÓRIO DOS DISTRIBUIDORES. DESENVOLVEMOS UM SISTEMA PARA GERENCIAR AS INFORMAÇÕES E MONITORAR O DESEMPENHO E A PREMIAÇÃO DE CADA VENDEDOR PARTICIPANTE.
  6. 6. PARA ESTIMULAR A AMBIÇÃO DOS VENDEDORES, CRIAMOS UMA MOEDA PRÓPRIA DA CAMPANHA. TODO FIM DO DIA, O VENDEDOR APRESENTAVA AS NOTAS FISCAIS PARA SEU GERENTE REFERENTES AO VOLUME DE VENDAS DE CALÇADOS MARLUVAS PARA RECEBER AS NOTAS. NO FINAL DO MÊS, OS VENDEDORES TROCAVAM AS NOTAS FALSAS, POR DINHEIRO VERDADEIRO.
  7. 7. A MOEDA “MARLUVAS” FOI O INSIGHT PARA A CRIAÇÃO DO CONCEITO DA CAMPANHA: “MARLUVAS NO PÉ, DINHEIRO NA MÃO”. A CAMPANHA “EMBALOU” OS ESCRITÓRIOS DOS DISTRIBUIDORES E CRIOU UM AMBIENTE DE TOTAL MOTIVAÇÃO.
  8. 8. TESTEIRA COMPUTADOR MÓBILE DE TETO CAMISETAS
  9. 9. DESENVOLVEMOS UM SISTEMA PARA GERENCIAR AS INFORMAÇÕES E MONITORAR O DESEMPENHO E A PREMIAÇÃO DE CADA VENDEDOR PARTICIPANTE.
  10. 10. RESULTADO EM VENDAS PARA OS DISTRIBUIDORES LINHAS 40/50/60/70 2013 2014 LINHAS 20/30/90 CRESCIMENTO DE 127% CRESCIMENTO DE 123% LINHA 10 CRESCIMENTO DE 30% PERÍODO: FEVEREIRO A ABRIL (2013/3014) 2013 2014 2013 2014

×