Literatura 01-2ºb-trovadorismo

665 visualizações

Publicada em

TROVADORISMO

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
307
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literatura 01-2ºb-trovadorismo

  1. 1. A Igreja Católica na Idade Média, após a conquista de Roma, adquiriu poderes supremos, influenciando a tudo e a todos.
  2. 2. Segundo a Igreja, nenhum Rei era melhor que Deus. Os padres, juntamente com essa Igreja, é que podiam decidir tudo, em nome de Deus.
  3. 3. A igreja fazia as pessoas acreditarem que elas eram imperfeitas, e que, só a religião, a busca por Deus poderia libertá-las. Viveu- se o TEOCENTRISMO: Deus é o centro de todas as coisas.
  4. 4. A população Medieval não era alfabetizada, portanto, como a Igreja dominava as grandes obras filosóficas, não se tinha acesso a cultura e nenhuma leitura.
  5. 5. Após a morte do Imperador Carlos Magno, a Igreja começou a perder poder sobre as pessoas. Houve neste momento uma libertação dos senhores de terra para com a Igreja. Com isso surge o Trovadorismo:
  6. 6. A Igreja começa a perder poder. Os senhores feudais se libertam dela. Os servos adotam seus senhores como seus deuses. Cria-se uma relação de servidão do servo para seu senhor. O homem no Trovadorismo continua sendo um servo. A mulher no Trovadorismo é como se fosse o Senhor destes servos Ou seja: o Senhor é dono do Servo. A mulher é dona dos sentimento do Servo.
  7. 7. •Foi um movimento literário criado pelos cavaleiros da época medieval. •Era uma literatura feita para a sociedade. •Os trovadores faziam cantigas para suas amadas, que eram possuidoras dos seus corações, e declamava para elas. •Também podiam fazer cantigas encomendadas por seus senhores, e declamavam para que as senhoras ricas ficassem feliz.
  8. 8. Definir, por meio da Literatura, uma nova função social para os cavaleiros da corte do Senhor feudal.
  9. 9. No Trovadorismo os cavaleiros faziam cantigas para suas amadas. A qualidade das cantigas correspondia a qualidade do seu caráter.
  10. 10. •O travador deveria fazer uma cantiga para uma mulher da nobreza, casada e rica. •A mulher devia ser tratada como uma Deusa. •As palavras de amor, lealdade e respeito deveriam prevalecer nas cantigas. •A mulher das cantigas só podia ser idealizada e nunca tocada. •Os cavaleiros desrespeitosos eram eliminados do grupo.
  11. 11. A linguagem usada foi a POESIA (declamada) e a MÚSICA (composta e cantada).
  12. 12.  Exaltam a beleza e as virtudes da mulher amada.  Usam a natureza como cenário.  Segundo o trovador, o amor e o sofrimento dele são os maiores do mundo.  As mulheres amadas são as da Corte, as ricas e casadas.
  13. 13. Sempre cantada por uma mulher Amor possível O tema principal é a saudade Falam de pessoas simples, do campo
  14. 14.  Usadas para ridicularizar alguém  Criticam nobre e membros da Corte  Usam palavras de duplo sentido  Não se referem diretamente a quem quer atingir
  15. 15.  Denunciam as “irregularidades da Corte  Fazem críticas de maneira direta e objetiva  Usam palavras vulgares e ofensivas.
  16. 16.  Desvalorização das Cantigas.  Criação das Novelas de Cavalaria, pelos Trovadores, para agradar a Corte.
  17. 17.  Divulgar os valores da sociedade.  Eram textos muito mais longos que as Cantigas.  Contavam grandes aventuras vividas por Cavaleiros.  O protagonista da Novela enfrentava monstros e perigos para salvar a donzela.

×