Aula 19 a teoria de arrhenius - 3º ano

811 visualizações

Publicada em

Prof. Rodrigo Almeida

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
382
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 19 a teoria de arrhenius - 3º ano

  1. 1. * Arrhenius realizou várias experiências relacionadas a passagem de corrente elétrica em soluções aquosas; * Assim, formulou hipóteses de que tais soluções, quando conduziam a corrente elétrica, deveriam conter partículas carregadas chamadas de íons; * Com base nisso, estabeleceu a Teoria da Dissociação Iônica.
  2. 2. * Segundo esta Teoria, determinadas substâncias, quando dissolvidas em água, eram capazes de dar origem a íons positivos, os cátions, e a íons negativos, os ânions; * Isso pode ser verificado, experimentalmente, com uma aparelhagem bastante simples, na qual caracteriza um circuito elétrico; * O esquema é representado pela figura a seguir, na qual aparece os cátions e ânions.
  3. 3. * Inicialmente, ele testou a condutividade elétrica dos compostos iônicos, e para isso utilizou duas soluções aquosas: uma de sal de cozinha (NaCℓ) e outra de hidróxido de sódio ou soda cáustica (NaOH); * Foi constatada a passagem de corrente elétrica nas duas soluções e associou-se esse fato à existência de íons livres nas soluções; * A esse fenômeno denominou-se Dissociação Iônica.
  4. 4. * Arrhenius ao testar a condutividade elétrica de compostos moleculares, como o açúcar (C12H22O11) e o ácido clorídrico (HCℓ) em solução aquosa, observou que a solução aquosa de açúcar não conduzia corrente elétrica, e que, portanto, nessa solução não existiam íons; * Nesse caso, o açúcar somente se dissolveu na água, originando uma solução molecular.
  5. 5. * Por outro lado, a solução aquosa de HCℓ conduzia a corrente elétrica, o que levou Arrhenius a concluir que nela existiam íons livres; * Como o HCℓ é um composto formado por moléculas, os íons foram formados com a quebra dessas moléculas pela água, o que originou uma solução iônica; * Esse fenômeno é denominado de Ionização.
  6. 6. * A ionização ocorre quando as moléculas do gás clorídrico (HCℓ) reagem com a água, formando íons positivos e negativos; * Normalmente, omite-se a participação da água como reagente quando se escreve uma reação de ionização.
  7. 7. * A função da água na dissociação iônica consiste na separação dos íons já existentes no aglomerado iônico (retículo cristalino); * No fenômeno da ionização, a água age como reagente, sendo sua presença o fator determinante para a formação de íons.
  8. 8. * Estudos posteriores levaram Arrhenius a identificar os íons presentes nessas soluções, a partir daí, elaborou as seguintes definições: - ÁCIDOS são substâncias que, em solução aquosa, sofrem ionização, liberando como cátions exclusivamente os íons H+; * O conceito de Arrhenius pode ser atualizado ao indicarmos a participação da água como reagente, com formação do íon hidrônio ou hidroxônio (H3O+).
  9. 9. * BASES são substâncias que, em solução aquosa, sofrem dissociação iônica, liberando como único tipo de ânion os íons OH- (hidroxila ou oxidrila); * Os hidróxidos dos metais são compostos iônicos e, em solução aquosa, sofrem dissociação iônica; * O hidróxido de amônio (NH4OH), que não é um hidróxido de metal, resulta da ionização em água da amônia (NH3), que é um composto molecular.
  10. 10. * SAL é toda substância que, em solução aquosa, sofre dissociação, produzindo pelo menos um cátion diferente do H+ e pelo menos um ânion diferente do OH-; * Os sais são compostos formados por um aglomerados de íons, e a água provoca, simplesmente, a separação desses íons.
  11. 11. * Para as substâncias moleculares e iônicas conduzirem a corrente elétrica é necessária a presença de íons livres nos sistemas em que elas participam; * A tabela a seguir indica, resumidamente, as condições nas quais essas substâncias têm a capacidade de conduzir a corrente elétrica.

×