A composição química dos seres vivos

1.358 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.358
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
390
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A composição química dos seres vivos

  1. 1. Quitéria Paravidino
  2. 2. A atividade química da célula
  3. 3. Motor que se autorrepara  MOTOR  Combustível (gasolina, álcool, gás,..).  Sofre desgaste. (Substituição de peças desgastadas - são de origem externa – mecânico).  Sistema de controle e regulação externo (chips, computador de bordo,...)  ORGANISMO VIVO  Combustível (fabricadas pelo próprio ou retiradas do ambiente).  Sofre desgaste. (Renovação por material novo – fabricado pelo próprio e montado por ele mesmo).  Sistema de controle e regulação automáticos que se autorregulam.  Reprodução.
  4. 4. Atividade química ou metabolismo Conjunto de todas as transformações químicas que ocorrem no organismo de um ser vivo. Manutenção da vida. Há dois processos básicos: anabolismo e catabolismo
  5. 5. ANABOLISMO: são reações de síntese que requerem energia (reações endotérmicas) CATABOLISMO: são reações de degradação que liberam energia (reações exotérmicas)
  6. 6. METABOLISMO ENERGÉTICO ENERGIA PARA A VIDA SUBSTÂNCIAS PRINCIPAIS Carboidratos Lipídios ESTRUTURAS PRINCIPAIS Mitocôndrias Cloroplastos
  7. 7. METABOLISMO PLÁSTICO ou ESTRUTURAL CONSTRUÇÃO DA MATÉRIA VIVA SUBSTÂNCIA PRINCIPAL Proteína ESTRUTURA PRINCIPAL Ribossomo
  8. 8. METABOLISMO de CONTROLE CONTROLE DAS REAÇÕES SUBSTÂNCIAS PRINCIPAIS Proteínas Ácidos nucleicos ESTRUTURAS PRINCIPAIS Ribossomos Cromossomos
  9. 9. Um caldo de células Compostos inorgânicos Compostos orgânicos • Água • Sais minerais • Carboidratos • Lipídios • Proteínas •Ácidos nucleicos São os mesmos compostos encontrados nas rochas, na água do mar, na atmosfera,..., e nas células de TODOS os seres vivos O que difere é a organização e complexidade!
  10. 10. A quantidade relativa dos componentes da célula Constituintes Células animais Células vegetais Água 60,0 75,0 Substâncias minerais 4,3 2,45 Substâncias orgânicas Carboidratos 6,2 18,0 Lipídios 11,7 0,5 Proteínas 17,8 4,0
  11. 11. Composição química e evolução  Nos diferentes seres vivos → mesmas funções.  Semelhança → origem comum.  PARENTESCO EVOLUTIVO.
  12. 12. Os papéis biológicos da água GRANDE PODER DE DISSOLUÇÃO SOLVENTE UNIVERSAL
  13. 13.  SOLVENTE UNIVERSAL.  Dispersante de substâncias orgânicas e inorgânicas.  Fundamental para que os reagentes do metabolismo se “encontrem” e reajam entre si.  O CITOSOL (líquido que preenche as células vivas) É UMA SOLUÇÃO AQUOSA.
  14. 14.  TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS.  Substâncias dissolvidas (nutrientes, gases, excretas)  no interior e exterior das células.  Principal componente do sangue e de outros fluidos corporais.
  15. 15.  A ÁGUA COMO MODERADOR DE TEMPERATURA.
  16. 16.  A ÁGUA AGE COMO LUBRIFICANTE.
  17. 17. A variação de água nos organismos Tecidos mais jovens Grande atividade metabólica Elevado teor de água Tecidos mais velhos Pequena atividade metabólica Baixo teor de água
  18. 18. Teor de água e as espécies
  19. 19. Sais minerais  Duas formas básicas: imobilizados ou íons.  IMOBILIZADOS  Insolúveis.  Componentes de estruturas esqueléticas.  Carbonato de cálcio: conchas de moluscos, casca de ovos,...  Fosfato de cálcio: ossos dos vertebrados,...  Dióxido de silício: espículas de esponjas, carapaça das diatomáceas,...
  20. 20.  FORMA IÔNICA  Quando dissolvidos em água, formam cátions e ânions com importantes funções.
  21. 21. Nitrogênio Proteínas Ác. nucleicos ATP Fósforo Ác. nucleicos ATP Sódio e Potássio Regulação do equilíbrio hidrossalino Transmissão do impulso nervoso Contração muscular Cálcio Ativação enzimática Contração muscular Coagulação sanguínea
  22. 22. No quadrinho apresentado, Calvin nos chama a atenção para a grande quantidade de água presente em nosso organismo. Cite três justificativas para as altas taxas de água encontradas nas células.
  23. 23. Os carboidratos e seus papéis
  24. 24. Açúcar e energia Carboidratos Fornecedores preferenciais de energia Estudaremos: Ocorrência Classificação Como são digeridos Como são utilizados nas células (fermentação e respiração celular) Como são produzidos na natureza (fotossíntese)
  25. 25. Como conseguimos carboidratos? Alimento Principal constituinte orgânico Pão Carne Alface Sorvete Lanche : Hambúrguer, salada de alface e sorvete de creme.
  26. 26. Os tipos de carboidratos  MONOSSACARÍDEOS  Açúcares simples.  Não podem ser subdivididos em outros carboidratos.  Utilizados diretamente como combustível.  Fórmula geral: Cn(H2O)n , 3≤n≤7
  27. 27.  DISSACARÍDEOS  Açúcares duplos.  Resultam da ligação de dois monossacarídeos.  Não penetram na célula devido a seu tamanho.  Precisam ser quebrados no tubo digestório em duas moléculas de monossacarídeos.  Sacarose (glicose + frutose)  Maltose (glicose + glicose)  Lactose (glicose + galactose)
  28. 28. Síntese por desidratação Hidrólise
  29. 29.  POLISSACARÍDEOS  São constituídos por centenas de moléculas de monossacarídeos ligadas entre si.  Reserva energética vegetal: amido.  Reserva energética animal: glicogênio.  Função estrutural: celulose.  Amido e glicogênio são digeridos e fornecem glicose.  Celulose não é digerida pela maioria dos seres vivos.
  30. 30. As transformações sofridas pelos carboidratos no tubo digestório Carboidrato É absorvido pelo sangue? Local da hidrólise e suco digestivo Nome da enzima digestiva Produtos Amido Celulose Sacarose Maltose Lactose Glicose Frutose Galactose

×