Segundo Reinado23 De Julho de 1840 D.Pedro II foi Imperador do Brasil com 14 anos.Gabinete Liberal Assumiu o poder em 1840...
grandes proprietários de terras e de escravizados. O estado imperial puniu os súditosrebeldes, mas pouco depois concedeu a...
A política da conciliaçãoDurante o segundo reinado, tivemos dois partidos políticos: o liberal e o conservador.Não existia...
O café e as cidadesA lavoura cafeeiras contribui para os desenvolvimento do rio de Janeiro ( a corte), desão Paulo e dos p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Segundo Reinado

725 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
725
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segundo Reinado

  1. 1. Segundo Reinado23 De Julho de 1840 D.Pedro II foi Imperador do Brasil com 14 anos.Gabinete Liberal Assumiu o poder em 1840.As rebeliões de 1842Organizados pelo partido liberal, que contestava do partido conservador. A queda dogabinete liberal e do gabinete conservador sãos os factores que provocaram asrebeliões de 1842, em São Paulo e Minas Gerais.A revolta dos liberaisA revolta pretendia abalar e tumultuar a posição dos conservadores, já que os liberaishaviam afastado do comando político. Esse movimento começou em São Paulo e emMinas Gerais. Os revoltosos nomearam presidentes para as províncias de São Paulo eMinas Gerais.Rebelião PraieiraApós D.Pedro I, a província de Pernambuco foi sacudida por movimentos sociaisurbanos que escolheram pela luta armada.Em Recife, o comércio era monopolizado por estrangeiros, notadamente portugueses.As principais causas da Rebelião Praieira foram: O predomínio do latifúndio; A dependência e marginalização do pequeno agricultor; O encarecimento dos géneros, de primeira necessidade; O papel monopolizador dos comerciantes portugueses; O êxodo rural; A crise da economia pernambucana.A partir de 1844 tiveram manifestações em Recife contra portugueses e senhores deengenho. Nessa manifestação estava o partido liberal.Entre 1845 e1847, no governo do liberal Chichorro da Gama, as manifestaçõesantiportuguesas tornaram-se violentas com mortes.Com isso o governo imperialsubstituiu os liberais pelos conservadores no governo da província. No chamadoManifesto ao mundo defendiam o voto livre e universal do povo brasileiro, liberdadede imprensa liberdade de trabalho para todos os cidadãos brasileiros, extinção dopoder moderador, transferência do comércio para as mãos de brasileiros e maisautonomia ás províncias. Na havia referência à questão da escravatura porque os
  2. 2. grandes proprietários de terras e de escravizados. O estado imperial puniu os súditosrebeldes, mas pouco depois concedeu anistia para pacificar a província.O parlamento no Brasil imperialDe acordo de 1842 o primeiro reinado, a forma do governo do Brasil era monarquia. Amonarquia um governo só é exercida por um rei ou imperador. Outra forma degoverno é a republica. Nela em geral, há um presidente, eleito pelo povo e quegoverna por um período, como é o caso do Brasil actual, em que o presidente governapor quatro anos e pode ser reeleito apenas uma vez. Forma como poder é ecercidotem dois: O parlamentarismo (tanto pode ser em uma monarquia como uma república). O parlamento oferece sustenho politico para o poder executivo. No caso o rei ou presidente da república tem pouco poder. Mas os primeiros-ministros que são escolhidos pelo parlamento. Exemplo Reino Unido, onde e a monarquia parlamentarista. A rainha manda em quem governa é o parlamento por meio do primeiro-ministro. Já numa república presidencialista, o presidente tem amplos poderes. Com os Estados Unidos e o Brasil hoje.No caso do Brasil, n segundo reinado, o parlamento imperial que vigorou a partir de1847, da seguinte maneira; O imperador escolhia o presidente do ministério; O presidente do ministério chamado Gabinete Ministerial; O gabinete ministerial deveria ter a confiança do imperador e da câmara dos deputados. O imperador poderia dissolver a câmara ou exonerar o ministério.
  3. 3. A política da conciliaçãoDurante o segundo reinado, tivemos dois partidos políticos: o liberal e o conservador.Não existia diferenças essenciais entre esses dois partidos no exército político. É claroque brigavam por cargos e existia disputas entre facções. No período do segundoreinado que durou 49 anos tiveram 36 ministérios (19 liberais e 16 conservadores)A consolidação do regimeDurante o império havia, em geral, uma estabilidade política interna bastanteconsiderável, denominada “ paz imperial”. A última manifestação de vulto, comoestudamos, foi a rebelião praieira.A economia no segundo reinadoNo século XIX, o Brasil era um país que vivia da agricultura. A pecuária tinha umaimportância pequena, e as indústrias eram poucas. O país exportava algodão, açúcarcomo e a partir da década de 1820 café. É nesse contexto que se desenvolve aeconomia cafeeira cultivada primeiro na Pará, onde a planta foi adoptada comoornamento de jardim, e só por volta de 1776 chegaram as primeiras plantações ao riode Janeiro. No fim do século XVIII os cafezais se expandiram pela cidade do rio deJaneiro (gávea, corcovado, jacarépagua e tijuca) e, mais tarde, pelos os municípios dabaixada fluminense, pelo vale do paraba e perto da zona de mata de minas gerais: Eis, a seguir duas razões porque as plantações de café se desenvolveram no rio de Janeiro. Abundância de mão de obra em consequência de declínio da economia mineira Proximidade do porto As principais razões do oeste de são Paulo O clima e ideal 17 e 18ºC O solo de óptima qualidade, chamada terra roxa Actualização de técnicas mais desenvolvidas possui maior produtividadeCafé e as ferroviasPara a facilitar o transporte, os cafeicultores passaram a investir em ferrovias. Em1867, foi enamorado o primeiro trecho de estrada de ferro, de santos a judiai. Maistarde, as de são Paulo eram o progresso e a modernidade. A agricultura e a escravidãodemonstram a complexidade das formas da sociedade.
  4. 4. O café e as cidadesA lavoura cafeeiras contribui para os desenvolvimento do rio de Janeiro ( a corte), desão Paulo e dos portos de ubatuba e de santos. No rio de Janeiro em 1870, cerca de 10mil casas disponham de iluminação a gás. As praças de parque também foramiluminadas, prolongando convivência social.O fim do traficoEntre vários motivos que levaram á proibição do trafico esta a pressão inglês. Desde oinício do XIX, o governo da Inglaterra vinha pressionando as autoridades brasileiraspara que abolissem o tráfico de escravizados. Pressionando pelos ingleses, o governobrasileiro, pela lei Eusébio de Queirós (1850), após fim do tráfico de escravizados.A lei das terrasCom objectivo de regulamentar o acesso a terra e também para por fim aos conflitosgerados pelas posses invasões, compras e vendas desordenadas de terra, foipromulgada, em 1850 a lei de terras. Essa politica visam deliberadamente dificultar oacesso a terra, pois poços teriam condições de compra-las.A imigraçãoCom abolição os tráficos de escravizados e o dessenvolvimento da economia cafeeiraaumentavam a necessidade de braços para lavoura, o que levo os governo a empenhara vida de colónias europeias. Para tentar resolver o problema da carência de mão-de-obra, o senador Nicolau de campos vergueiro introduziu o sistema de colónias deparceria, esse clima de descontentamento gerou a sublevação das colónias da fazendae bicada, no ano de 1857. O líder de rebelião era Tomas Davatz, suíço, que exercia, nafazenda, as funções de mestre-escola e pastor.A campanha abolicionistaApós a guerra do Paraguai (1846-1870), muitos oficiais voltaram convertidos aoabolicionismo e ao republicanismo. Em 1871, a lei que o branco (lei do ventre livre)não passo de uma manobra do governo para aclamar as forcas oposicionistas. No finalda década de 1870, a campainha abolicionista ficou mais intensa. Entretanto, resistiuenormes divergências entre os abolicionistas. Os abolicionistas radicais viam anecessidade de mobilizar os próprios escravizados na luta pela emancipação. Do pontode vista jurídico a abolição representou um avanço, mas com limitações poisexploração escravista cedeu lugar. Pesquisas recentes revelam que a princesa Isabelera uma mulher avançada para a época, pois ela tinha planos para indemnizar ex-escravizados fazer a reforma agrária e instituir o voto feminino o inicio de umacidadania brasileira mais abrangente, pois, em termos legais garantiu a igualdade civil.

×