E-business

823 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre e-business

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E-business

  1. 1. e-Business Henrique Becker Júlia Zottis Laís Berlatto Rafael Kuhn Universidade de Passo Fundo Instituto de Geociências e Ciências Exatas Ciência da Computação Fundamentos de Sistemas de Informação
  2. 2. Definição Podemos definir como a integração de diversas atividades organizacionais através do auxílio de sistemas de informação, a qual possui a internet como meio de comunicação.
  3. 3. Surgimento do termo O termo e- Business é um acrônimo inglês Electronic Business (negócio eletrônico), o termo e-business já tem registro desde 1995 sob o nome de uma revista on-line, mas foi em 1997, em uma campanha criada pela Ogilvy & Mather, que a IBM popularizou o e- business. Ela associou o termo a novas oportunidades em negócios altamente conectados, ligando o termo diretamente a internet.
  4. 4. Por que e-Business? ●A implementação de uma solução de e-business pode significar grandes benefícios para as organizações, uma vez que permite a integração e troca de informações de todas as áreas da empresa de uma forma rápida, fácil e transparente, já que a informação é base para as tomadas de todas as decisões. ●e-Business = e-Commerce?
  5. 5. e-Business ● e-commerce: A realização de vendas pela internet, sejam elas realizadas entre uma empresa e outra, ou entre uma empresa e um cliente ● e-service : O e-service nada mais é do que a prestação de serviços na web.
  6. 6. Vantagens ■ Fonte de ideias para melhorar a competitividade das empresas; ■ Melhoria de processos; ■ Redução de custos de atividade; ■ Fornecimento de soluções inovadoras; ■ Apresenta novos desafios á organização; ■ Soluções mais rápidas; ■ Muda a forma como os clientes se relacionam com a organização; ■ Permite prazos de produção mais curtos; ■ Reduz estoques; ■ Diminui custos logísticos; ■ Aumenta os canais de comercialização / distribuição; ■ Alarga o mercado alvo e potencial da organização; ■ Maior satisfação dos stakeholders; ■ Incremento da eficiência; ■ Melhoria dos resultados.
  7. 7. Desvantagens ■ A instalação e manutenção de um e-business pode ter custos elevados que não são compensados posteriormente pelos lucros. ■ Ao integrar o e-business a própria organização terá de se adaptar, ou seja, tem de haver uma reorganização dos procedimentos do negócio, uma reorganização estrutural e dos seus recursos humanos e novas funções que estes poderão desempenhar (‘’Custos das mudanças’’) ■ Qualquer avaria ou falha de rede o serviço não funciona ou funciona com deficiência, o que pode parar uma empresa. ■ As questões da segurança (extravio de mercadorias), privacidade e questões relacionadas com a legalidade ainda têm causado diversos problemas na internet
  8. 8. Áreas do e-business ●processos de negócios ●gerência de cadeia de provisão ●compra eletrônica ●processamento de ordens eletronicamente ●manejo de serviço de cliente ●cooperação com parceiros de negócios. Comércio eletrônico: vantagem mais evidente do e-business. Serviços ao consumidor: função mais procurada.
  9. 9. e-Commerce ●Mais conhecido do público geral. ●Diversas formas e modelos. Ex: C2C, B2B, B2C... ●Atrativo para o mercado, porém necessita cuidados extras. ●Requer mais atenção que comércio físico. ●Criou novas categorias de trabalho. ●Rápida expansão ●e-Marketing Sucesso no e-commerce? [Dailton Felipin] ○Planejamento ○Escolha de um bom produto ○Desenvolvimento de um site eficáz ○Promoção
  10. 10. e-Services ●As vezes confundido com e-commerce. ●Implicitamente utilizado ●Forma comum de iniciação ao e-business relacionado ao cliente. ●Amplamente utilizado por governos. ●Conecta empresas parceiras ○ "Um estudo da empresa de consultoria americana Booz-Allen & Hamilton, feito nos Estados Unidos, em 1997, mostrava que atender a um cliente na agência bancária custava US$ 1,08. Pelo telefone custa US$ 0,54. Pela Internet US$ 0,13." [Cruz,133]
  11. 11. Histórico ●Inicialmente, antes da internet, as soluções eram voltadas para o ambiente interno de uma empresa. ●Foi a fase dos sistemas de gestão empresarial (ERP). ●Possibilitavam organização e controle de transações. ●Com base em ferramentas modulares, a companhia pode entender o funcionamento, em detalhes, de suas diversas áreas. ( Estoque, Finanças, Recursos Humanos, Administrativa).
  12. 12. Histórico ●A Internet inaugurou uma nova fase na vida corporativa. ●Inicialmente as empresas entravam na rede apenas para marcar presença com um site meramente institucional. ●Percebendo as vantagens proporcionadas por essa nova área, as empresas começaram a enxergar o meio de maneira estratégica. ●O portal corporativo, já utilizado como ambiente de integração, informação, contato e transformação junto aos funcionários (Intranet), expande suas páginas eletrônicas, aperfeiçoa sistemas e serviço.
  13. 13. Histórico ●A medida que a companhia expande seus negócios para a Web, surge o desafio central de integrar todo legado de equipamentos e softwares que possui, bem como de seus parceiros. ● Mais importante ainda que a integração de sua infra-estrutura, é a reformulação da cultura empresarial e de seus integrantes. ●A nova estrutura criada pela Extranet demanda acompanhamento e treinamento de profissionais, independente de sua localização no fluxo de negócios.
  14. 14. Histórico ●E-Business começa a ser uma necessidade cada vez maior para as empresas se manterem competitivas na economia digital de hoje, deixando de ser uma mera questão de escolha. ●A partir do momento em que as empresas se expandem para o meio Web, dá-se possível a interação entre empresas e clientes de uma forma mais ampla, principal objetivo do E-Business.
  15. 15. Histórico ●As operações de compra e venda, de informações, de produtos e de serviços através da Internet ou através da utilização de redes privadas partilhadas entre empresas e consumidores deram origem a novos termos, o Business-to-Business (B2B), o Business-to-Consumer (B2C) e o Consumer-to-Consumer (C2C). ●A Internet tem criado oportunidades para as empresas expandirem os seus mercados, reduzindo os custos, aumentando a eficiência e a satisfação dos clientes e colaborando com os seus parceiros, bem como com os concorrentes
  16. 16. Áreas de expansão M-Commerce SNO – Social Network Optimization Conteúdo Gerado pelos Clientes Lojas Virtuais Privadas Tecnologias Alternativas de Pagamentos
  17. 17. Exemplos
  18. 18. Exemplos
  19. 19. Exemplos
  20. 20. Exemplos
  21. 21. Exemplos
  22. 22. Exemplos
  23. 23. Exemplos
  24. 24. Exemplos
  25. 25. Exemplos
  26. 26. Exemplos
  27. 27. Exemplos
  28. 28. Exemplos
  29. 29. Introdução a segurança ●Nem todos compreendem a segurança digital ● ou confiam nela ●isso devido a diversas características intrínsecas ao digital e a internet
  30. 30. Conceitos chave ●Confidenciabilidade ● Uso legítimo (identificação - autenticação - autorização) ●Integridade ●Avaliabilidade (disponibilidade) ●Capacidade de auditoração ou rastreio ●Não-repúdio
  31. 31. Medidas e soluções ●Segurança física ○Janelas e trancas ● Estocagem de dados ○Backup criptografado em máquina sem acesso a internet ●Transmissão de dados ○Sem e-mail, e com conexões seguras
  32. 32. Medidas e soluções ●Administração de sistemas ○Um sysadmin que saiba o que está fazendo ● Desenvolvimento de aplicações ○Série de políticas para o desenvolvimento das aplicações da empresa
  33. 33. A questão legal ●A situação no mundo ○Diversos países possuem leis diferentes ○Há entidades globais sem poder de lei ● A situação no Brasil ○Iniciativas nesse sentido ganhando forma
  34. 34. Referências http://www.e-commerce.org.br/artigos/ecommerce_ebusiness. php http://www.canadabusiness.ca/eng/145/148/4325/ http://www.e-commerce.org.br/artigos/sucesso_ecommerce. php en.wikipedia.org/wiki/E-Services CRUZ, Tadeu. Sistemas de informações gerenciais: tecnologias da informação e a empresa do século XXI. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2003. 267 p.
  35. 35. Referências [out-law] http://www.out-law.com/page-483 [paper-sistematic] http://ausweb.scu.edu. au/aw03/papers/otuteye/paper.html [en-wikipedia-eBusiness] http://en.wikipedia.org/wiki/E-business [guideline-pittsburgh] www.cfo.pitt.edu/ebusiness/arEBSecurityGuide. pdf [marco-civil] http://www.planalto.gov. br/ccivil_03/Projetos/PL/2011/msg326-24ago2011.htm [marco-civil-tramitação] http://www.camara.gov. br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=517255 [pci] https://www.pcisecuritystandards.org [wiki-pci] http://en.wikipedia. org/wiki/Payment_Card_Industry_Data_Security_Standard [comercio-eletronico-seguranca] http://www.maurolaruccia.adm. br/trabalhos/comerc.htm
  36. 36. Dúvidas?

×