Aula 2 estágio orientado i orientações

2.481 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 estágio orientado i orientações

  1. 1. REGULAMENTO DE ESTÁGIO ORIENTADO I Professor: Alexandre Alarcão 5º ano de História
  2. 2. ATENÇÃO • A escolha da escola para o cumprimento do estágio é URGENTE
  3. 3. ESTÁGIO – O estágio não cria vínculo empregatício de qualquer natureza; – O estágio deverá ser cumprido com um mínimo de 2 (duas) e um máximo de 6 (seis) horas diárias e 30 horas semanais. • O Estágio Orientado, nos cursos das Faculdades, está centrado na aproximação entre teoria e prática, visando à formação do profissional crítico, inovador e observador. • O Estágio é o ato educativo desenvolvido de maneira orientada e supervisionada no ambiente de trabalho, nos termos da Lei nº 11.788 de 25/08/2008, que visa à preparação para o trabalho produtivo dos alunos regularmente matriculados nos cursos das Faculdades Integradas Campograndense – FIC. – O estágio é parte componente, indissolúvel, do projeto pedagógico de cada curso; – O estágio visa ao aprendizado de competências próprias da atividade profissional e à contextualização da matriz curricular do curso;
  4. 4. ESTÁGIO ORIENTADO NOS CURSOS DE LICENCIATURA • O estágio orientado, nos cursos de licenciatura, objetiva fazer com que o aluno estagiário: – Conheça a realidade do ensino formal e informal, através da pesquisa científica, da observação e da reflexão; – Perceba a importância da integração entre as adversas áreas do conhecimento para a construção do trabalho interdisciplinar; – Profissionaliza-se através de vínculos entre ação e reflexão, de modo a tornar sua ação comprometida com uma visão mais interdisciplinar do conhecimento; e – Capacite-se para a realização de um trabalho fundamentado na pesquisa pedagógica.
  5. 5. ATRIBUIÇÕES DO ALUNO-ESTAGIÁRIO • São atribuições do aluno-estagiário no estágio obrigatório: – Estar regularmente matriculado nas Faculdades; – Cumprir, integralmente, as atividades previstas no Plano de estágio das Faculdades; – Escolher o local onde deseja estagiar; – Assinar e cumprir, na íntegra, o Termo de Compromisso de Estágio; – Ser assíduo, pontual e cumprir, integralmente, o horário estabelecido pela instituição onde estiver estagiando; – Cumprir as atividades propostas para o estágio na instituição onde estiver estagiando; – Conhecer e respeitar as normas administrativas da instituição onde estiver estagiando; – Responsabilizar-se pelo material que lhe for confiado durante o estágio; – Apresentar ao professor orientador das Faculdades, nas datas determinadas, todos os documentos exigidos para a realização do plano de estágio; e – Assinar ao número de aulas previstas no cronograma e/ou plano de disciplina de estágio Orientado.
  6. 6. ONDE ESTAGIAR? • 5º PERÍODO: – Escolas Particulares e Públicas que ofereçam Ensino Fundamental – 6º ao 9º ano • 6º PERÍODO: – Escolas Particulares e Públicas que ofereçam Ensino Médio – 1º ao 3º ano.
  7. 7. COMO SOLICITAR O ESTÁGIO? • Atribuições do Coordenador de Curso no âmbito do estágio obrigatório – Divulgar, junto ao professor orientador, a solicitação do aluno- estagiário; – Providenciar e assinar Termo de Compromisso de Estágio não remunerado entre as Faculdades, o aluno e a instituição receptora do estágio; – Elaborar os planos de disciplinas para os Estágios Orientados em conjunto com os professores-orientadores; – Indicar, juntamente com o professor-orientador, o aluno- estagiário apto a desenvolver projetos de estágio; – Verificar e assinar o prontuário do aluno, preenchido pelo professor-orientador, e encaminhá-lo à Secretaria Geral; e – Avaliar, junto com o Coordenador de Estágio e Mercado de Trabalho, as instituições concedentes de estágio.
  8. 8. Primeiros Passos • 1) Assinatura do Carta de Apresentação – Carta SEEDUC (Xerox) – Carta Estágio em Escolas Particulares e Municipais (Xerox) • Obs.: a) Assinar com o professor Alexandre b) Levar a Escola escolhida (apresentar ao Diretor) • 2) Assinatura do Termo de Compromisso – Termo do Compromisso SEEDUC (Xerox) – Termo de compromisso Particular (Xerox) – Termo de Compromisso Município Rio (retirar na Cre – em frente a Igreja do Desterro) – Termo de Compromisso Município Itaguaí, Seropédica, etc (retirar na Secretaria de Educação do Município) • Obs.: – O Termo de Compromisso deverá ser assinado pela Coordenadora Geral de Estágio – professora Lorelaine no setor de Estágio das Faculdades. – Após a assinatura da Coordenadora Geral de Estágio, o documento deverá ser redirecionado a Secretaria de Educação específica da escola escolhida.
  9. 9. ATIVIDADES PERÍODOS/CARGAS HORÁRIAS TOTAIS 5º período 6º período (Estágio Orientado I) (Estágio Orientado II) I - Orientação, em sala de aula, realizada com o professor de Estágio Orientado. 30 30 60 II - Observação do contexto escolar realizada na escola selecionada pelo aluno estagiário. 30 30 60 III - Regência realizada na escola selecionada pelo aluno estagiário. 30 30 60 IV - Planejamento e realização da regência simulada. 30 30 60 V - Avaliação de visitas. 10 10 20 VI – Entrevistas. 20 20 40 VII - Elaboração dos relatórios de estágio. 50 50 100 TOTAIS 200 200 400 O Estágio orientado obrigatório nas licenciaturas será realizado em escolas do ensino básico, a partir da segunda metade dos cursos, compreendendo as seguintes atividades e cargas horárias:
  10. 10. ESPECIFICIDADES • I – A orientação com o professor em sala de aula objetiva promover o debate e a reflexão acerca da prática pedagógica e orientar o aluno estagiário nas realizações das tarefas previstas no plano de estágio. • II A observação do contexto escolar, realizada na escola selecionada pelo aluno estagiário a partir da vigência do contato de estagio, objetiva permitir o contato do aluno com a realidade educacional, especialmente nos aspectos que dizem respeito às situações que envolvem professor e alunos em sala de aula, e, também, com a realidade escolar, desde a infraestrutura e a utilização de espaços, até as relações humanas dentro da escola e entre a escola e a comunidade. • III – A regência, atividade realizada na escola selecionada pelo aluno estagiário a partir da vigência do contato de estágio, objetiva permitir ao aluno estagiário ministrar aulas e/ou desenvolver outras atividades letivas, sob a orientação do professor da instituição concedente do estágio. • IV – A avaliação de visita objetiva fazer com que o aluno estagiário, a partir da observação das atividades desenvolvidas em sala de aula, avalie as condições técnico-pedagógicas das atividades docentes da instituição cedente do estágio.
  11. 11. CONTINUAÇÃO • O planejamento e realização da regência simulada, ao longo das atividades de orientação com o professor de estágio orientado, objetiva possibilitar ao aluno o contato com a prática pedagógica a partir das leituras, das elaborações do plano de aula e de materiais pedagógicos, da regência e dos debates propostos pelo professor-orientador. • As entrevistas deverão ser realizadas pelo aluno de modo a coletar dados sobre as atividades desenvolvidas pelos professores e profissionais de educação que atuam em espaços escolares. O roteiro de perguntas, preparação do material, aplicação e análise deverão ser construídos pelos alunos, sob a supervisão do professor de Estágio Orientado. • A elaboração dos relatórios de estágio objetiva fazer com que o aluno- estagiário desenvolva, sob a forma de exposição escrita, as atividades realizadas durante o estágio, com base no plano de estágio proposto pelo professor de Estágio Orientado.
  12. 12. ALUNOS EM ATIVIDADE DOCENTE • Os alunos que estejam, durante a realização do curso, no exercício de atividade docente regular na educação básica, por um período de, no mínimo, um ano, poderão ter reduzido de 140 horas na carga horária do estágio orientado obrigatório, nos termos do Parágrafo único do Art. 1º do Parecer CNE/CP 28/2001, de 01/10/2001, devendo cumprir as seguintes atividades: – QUINTO PERÍODO: • Orientação em sala de aula, realizada com o professor de Estágio Orientado – 30horas • Planejamento e realização da regência simulada – 30 horas • Observação do contexto escolar – 10 horas • Regência realizada na escola selecionada pelo aluno- estagiário – 10 horas • Avaliação de visitas – 10 horas • Apresentação de relatório de estágio – 40 horas
  13. 13. APROVAÇÃO • Considerar-se-á aprovado no estágio orientado obrigatório o aluno que cumprir integralmente as atividades definidas no plano de disciplina e a carga horária mínima prevista no Plano de Estágio.
  14. 14. ROTEIRO RELATÓRIO DE ESTÁGIO • O Relatório final do Estágio Orientado deverá se composta das seguintes partes: – Capa; – Folha de rosto; – I - Texto contendo • I.1 - Introdução – Apresentação do relatório informando sobre os objetivos do estágio, sua duração e as áreas de trabalho onde foi realizado. • I. 2 - Desenvolvimento – Informará, detalhadamente, todas as atividades desenvolvidas durante o estágio, incluindo, se possível, tabelas, quadros e fotografias, recursos que permitem uma imediata visão de conjunto do que foi exposto. – A descrição das atividades pode ser agrupada segundo locais ou áreas de atuação do estágio, ou de acordo com a criatividade do aluno. – Todas as informações sobre a instituição consideradas sigilosas deverão se preservadas. • I.3 -Conclusão – Deverá incluir, obrigatoriamente, uma apreciação crítica quanto ao valor do estágio para a formação profissional e explicações próprias sobre as divergências detectadas entre a teoria e a prática, observadas nas experiências vivenciadas pelo estagiário. – Devem ser apresentadas, ainda, propostas e recomendações a fim de melhorar o estágio em seus vários aspectos. • Referências bibliográficas • Anexos
  15. 15. CONTINUAÇÃO (DEVERÁ SER DEVIDAMENTE DIGITADO) • II – Roteiro de observação – II.1 – Estrutura da Escola • 1) Localização da escola; • 2) Público que atende; • 3) Estrutura das turmas (número de alunos, adequação da sala de aula ao número de alunos); • 4) Estrutura da escola (como funcionam: biblioteca, quadra, sala de leitura, entre outros); • 5) Recursos (retro projetor, mapas, aparelhos de TV, vídeos, computadores, entre outros); • 6) Projeto pedagógico da escola; • 7) Conselho de classe e reuniões pedagógicas; – II.2 – Professor observador • 1) Cumprimento do conteúdo programático do bimestre; • 2) Forma de avaliar a turma; • 3) Uso de técnicas e recursos didáticos; • Metodologia empregada; • Relacionamento com a turma; • Desenvolvimento do projeto pedagógico.
  16. 16. III – Ficha de Registro de atividades Estagiário(a): Buscapé Almeida da Silva Curso: Licenciatura em História Período: 5º período Local do estágio: Escola Municipal Eu Pago Bem Supervisor de estágio da instituição concedente: Zé Prometeu Data Hora/Au la Atividade Resumo das tarefas desenvolvidas Rubrica do Supervisor da Instituição Concedente 31/08 2h/a Obs. 1ª Guerra Mundial, panorama dos anos de 1914 09/09 2h/a Reg. Revolução Constitucionalista de 1932 Total de horas de atividades: 14 horas Rio de Janeiro, 01/10/2012 _______________________ _______________________ Estagiário Professor de Estágio Orientado
  17. 17. IV – Avaliação de Visita (Obs.: 10 horas obrigatórias) • Aluno(a): Euclides da Cunha • Curso: Licenciatura em História Período: 5º Disciplina: Estágio Orientado I • Professor: Alexandre Alarcão • Instituição: Escola Municipal Padre Zezinho • Professor: Nome do professor da escola • Disciplina: História Série: 9º ano do Ensino Fundamental • Dada da Observação: ___ /_____/ ______. H/A: 2 h/a (obs.: deverá completar 10 horas) • Tema da aula: Revolução Francesa CONDIÇÕES TÉCNICO-PEDAGÓGICO • Atribua, a cada item, um conceito de acordo com o seguinte critério: (O) Ótimo (B) Bom (S) Satisfatório (I) Insatisfatório 1) Clareza na exposição dos conteúdos por parte do professor ( O ). 2) Domínio das técnicas, métodos e materiais de ensino/aprendizagem ( B ). 3) Capacidade de: 1) Planejar em função da realidade da comunidade, da escola e dos alunos ( S ) 4) Registre o(s) aspecto(s) da aula que mais chamou(ram) sua atenção. Digitar 5) Se algum aluno despertou sua atenção de maneira especial, registre o fato. Digitar 6) Na sua avaliação, a aula foi produtiva, isto é, o professor e os alunos demonstraram ter alcançado os objetivos propostos? Por quê? Digitar
  18. 18. V – Ficha de Avaliação da Regência de Classe Estagiário(a): Buscapé Almeida da Silva Disciplina: História Unidade Escolar: Escola Municipal Padre Zezinho Série: 8º ano do Ensino Médio Turma: 800 Nº de Alunos: 35 Tema da aula: Regência Una Data: ____/______/______. Professor(a) da instituição concedente: Filomena Desempenho O B R I N.O I – Planejamento 1 – Seleção de Objetivos X 2 – Seleção dos conteúdos (em função dos objetivos) X 3 – Organização lógica do conteúdo X 4 – Dsagem do conteúdo em relação ao tempo X II – Desenvolvimento 1 - Apresentação X 2 – Clareza e objetividade na explicação X Observação complementares: Apreciação final do professor regente da turma (pode ser manuscrito) O – Ótimo / B – Bom / R – Regular / I – Insuficiente / N.O - Não observado Obs.: Assinatura do Professor
  19. 19. VI - Declaração de Conclusão do Estágio • Declaro, para os devidos fins de comprovação junto à Faculdade Integradas Campograndense, que o(a) aluno(a) Crispino Leopoldino de Alcântara cumpriu, neste estabelecimento de ensino, as atividades de experiência docente em _________________, num total de 60 h/a na Educação Básica • Obs: O diretor da Instituição cedente deverá datar e assinar.
  20. 20. PLANO DE AULA

×