Tétano<br />
INTRODUÇÃO<br />O tétano é uma doença infecciosa grave causada pelo bacilo Clostridiumtetani, que pode levar à morte.<br /...
CAUSAS<br /><ul><li> O tétano não é transmissível.
 A infecção se dá pela entrada de esporos por qualquer tipo de ferimento na pele, contaminado com areia ou terra que foi o...
 Queimaduras e tecidos necrosados também são porta de entrada para a bactéria.</li></li></ul><li>SINTOMAS<br />O primeiro ...
SINTOMAS<br /><ul><li>Outros sinais típicos do tétano incluem:</li></ul>	Febre;<br />	Suor excessivo;<br />	Aumento da pre...
 Cerca de 30% dos casos são fatais.</li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br />O diagnóstico do tétano é essencialmente clínico, n...
TRATAMENTO<br /><ul><li> Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é fundamental para a indicação do melhor tratam...
 Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.</li></li><...
 Os princípios básicos do tratamento incluem:</li></ul>Neutralização da toxina tetânica com a administração do soro antite...
PREVENÇÃO<br /><ul><li> A melhor forma de prevenção contra o tétano é a vacinação.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tétano

20.075 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
20 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.075
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
20
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tétano

  1. 1. Tétano<br />
  2. 2. INTRODUÇÃO<br />O tétano é uma doença infecciosa grave causada pelo bacilo Clostridiumtetani, que pode levar à morte.<br /> <br />
  3. 3. CAUSAS<br /><ul><li> O tétano não é transmissível.
  4. 4. A infecção se dá pela entrada de esporos por qualquer tipo de ferimento na pele, contaminado com areia ou terra que foi objeto de depósito de fezes animais ou humanas contendo a bactéria.
  5. 5. Queimaduras e tecidos necrosados também são porta de entrada para a bactéria.</li></li></ul><li>SINTOMAS<br />O primeiro sinal é o trismus, ou seja, a contração dos músculos mandibulares, não permitindo a abertura da boca. Este sintoma é seguido por :<br />
  6. 6. SINTOMAS<br /><ul><li>Outros sinais típicos do tétano incluem:</li></ul> Febre;<br /> Suor excessivo;<br /> Aumento da pressão arterial;<br /> Taquicardia. <br /><ul><li> Os espasmos duram de três a quatro semanas e a recuperação pode levar meses.
  7. 7. Cerca de 30% dos casos são fatais.</li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br />O diagnóstico do tétano é essencialmente clínico, não havendo exames laboratoriais que confirmem o diagnóstico.<br />
  8. 8. TRATAMENTO<br /><ul><li> Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é fundamental para a indicação do melhor tratamento para cada caso.
  9. 9. Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.</li></li></ul><li>TRATAMENTO<br /><ul><li>O paciente deve ser internado sempre.
  10. 10. Os princípios básicos do tratamento incluem:</li></ul>Neutralização da toxina tetânica com a administração do soro antitetânico (SAT) <br />Sedação<br />Limpeza e debridamento da lesão, se ela for identificada.<br />
  11. 11. PREVENÇÃO<br /><ul><li> A melhor forma de prevenção contra o tétano é a vacinação.
  12. 12. Além da vacinação de rotina, de acordo com os calendários de vacinação, é fundamental identificar e vacinar os grupos de risco, como trabalhadores da construção civil, catadores de lixo e agricultores, entre outros.</li></li></ul><li>PREVENÇÃO<br /><ul><li>A população também deve ser esclarecida quanto à necessidade da limpeza de todos os ferimentos sujos.
  13. 13. Fraturas expostas, mordidas de animais e queimaduras devem ser bem limpas e tratadas adequadamente para evitar a proliferação da bactéria pelo organismo.</li></li></ul><li>Procure sempre o seu médico.<br />Fontes: <br />www.cva.ufrj.br/informacao/vacinas/dT-pr.htm<br />portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/tetano_acidental_gve.pdf<br />www.drauziovarella.com.br/Sintomas/336/tetano<br />  <br />Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ)<br />Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)<br />

×