Asma <br />
INTRODUÇÃO<br /><ul><li>A asma é um problema de saúde pública mundial que acomete pessoas de todas as idades, com graus va...
 Sua prevalência, principalmente em crianças, está aumentando em todas as regiões do planeta. </li></li></ul><li>INTRODUÇÃ...
 De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 100 a 150 milhões de pessoas no mundo sejam asmáticas, ...
 Essa reação causa um processo de broncoconstrição (o diâmetro dos brônquios diminui), dificultando a respiração do pacien...
 Em geral, indivíduos com asma possuem histórico familiar de pessoas portadoras da mesma doença, sejam pais, avós, irmãos ...
 A crise de asma é caracterizada por:
 Tais sintomas podem surgir em qualquer hora do dia, porém são predominantes durante a manhã e à noite.
Elas tendem a se agravar após infecções virais, esforço e/ou exposição a agentes alérgicos ou irritantes.
 Falta de ar
 Tosse
 Chiado no peito </li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br /><ul><li> O diagnóstico da asma se baseia nas condições clínicas e fun...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Asma

2.713 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.713
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
158
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Asma

  1. 1. Asma <br />
  2. 2. INTRODUÇÃO<br /><ul><li>A asma é um problema de saúde pública mundial que acomete pessoas de todas as idades, com graus variados de gravidade e frequência.
  3. 3. Sua prevalência, principalmente em crianças, está aumentando em todas as regiões do planeta. </li></li></ul><li>INTRODUÇÃO<br /><ul><li> Doença pulmonar caracterizada pelo estreitamento dos brônquios (canais que levam o ar aos pulmões), provoca episódios de tosse e falta de ar.
  4. 4. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 100 a 150 milhões de pessoas no mundo sejam asmáticas, sem distinção social, racial ou de idade.</li></li></ul><li>CAUSAS<br /><ul><li>O estreitamento dos brônquios nos indivíduos com asma pode ser provocado pela reação a substâncias alergênicas, como:</li></li></ul><li>CAUSAS<br /><ul><li> Quando ocorre uma crise de asma, os brônquios ficam inchados, quase fechados e cheios de muco, devido à inflamação dos tecidos que revestem as vias aéreas.
  5. 5. Essa reação causa um processo de broncoconstrição (o diâmetro dos brônquios diminui), dificultando a respiração do paciente.
  6. 6. Em geral, indivíduos com asma possuem histórico familiar de pessoas portadoras da mesma doença, sejam pais, avós, irmãos ou filhos, ou, ainda, de outras causas. O caráter genético da doença já está comprovado e parece ser o principal fator predisponente.</li></li></ul><li>SINTOMAS<br /><ul><li> As crises asmáticas variam em frequência e intensidade.
  7. 7. A crise de asma é caracterizada por:
  8. 8. Tais sintomas podem surgir em qualquer hora do dia, porém são predominantes durante a manhã e à noite.
  9. 9. Elas tendem a se agravar após infecções virais, esforço e/ou exposição a agentes alérgicos ou irritantes.
  10. 10. Falta de ar
  11. 11. Tosse
  12. 12. Chiado no peito </li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br /><ul><li> O diagnóstico da asma se baseia nas condições clínicas e funcionais do paciente.
  13. 13. É comum a apresentação de um ou mais dos seguintes sintomas: falta de ar, tosse crônica, sibilância (chiado no peito) e aperto no peito ou desconforto torácico, particularmente à noite ou nas primeiras horas da manhã.
  14. 14. Para complementar o diagnóstico estão indicados radiografia do tórax e exames de sangue para verificar se o paciente é alérgico, além da espirometria, que identifica e quantifica a obstrução ao fluxo de ar.</li></li></ul><li>TRATAMENTO<br /><ul><li> Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é fundamental para a indicação do melhor tratamento para cada caso.
  15. 15. Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.</li></li></ul><li>TRATAMENTO<br />O tratamento da doença, cujo objetivo é aliviar as crises e evitar sua frequência, consiste na utilização de duas classes de medicamento:<br />Broncodilatadores<br />Dilatam os brônquios, permitindo o fluxo normal de ar nas vias respiratórias. Alguns apresentam efeito curto e outros, mais prolongados, de até 12 horas. A indicação dependerá da evolução dos sintomas.<br />Anti-inflamatórios (corticoidesinalatórios) <br />São eficazes no combate à inflamação, porém somente são indicados nas crises mais fortes de asma. Eles previnem também o agravamento da doença, além de aumentar o intervalo entre uma crise e outra.<br />
  16. 16. TRATAMENTO<br /><ul><li>Ambos os medicamentos podem ser administrados por nebulização, spray (conhecido popularmente como “bombinha”), comprimido e xarope.
  17. 17. A preferência, entretanto, é pela nebulização, por ser mais eficaz e causar menos efeitos indesejáveis.</li></li></ul><li>PREVENÇÃO<br /><ul><li> Não há como curar a asma, mas é possível prevenir as crises de falta de ar com medicamentos de uso profilático ou por mudança de comportamento, evitando-se os agentes alérgicos e irritantes do ar livre.
  18. 18. O asmático é capaz de aprender a reconhecer os sinais de uma crise iminente, como, por exemplo, uma leve tosse, um chiado no peito ou falta de ar.
  19. 19. É indispensável que os ambientes de casa e de trabalho se mantenham os mais limpos possíveis.</li></li></ul><li>Consulte sempre o seu médico.<br />Fontes: <br />Manual Merck. Biblioteca Médica Online. http://www.manualmerck.net.<br />Mayo Clinic. http://www.mayoclinic.com.<br />OMS. http://www.who.int/countries/bra.<br />SBP. www.sbp.com.br/show_item2.cfm?id.<br />  <br />Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ)<br />Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)<br />

×