DIRETORIA DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS
PROGRAMAÇÃO ESPECIAL. JANEIRO 2015
OBJETIVOS : Refletir sobre a importância da vivência ...
"Aquele que ama a seu irmão está na luz e nele não
há escândalo.“ João. (I Jo 2:10)
Quem ama o próximo sabe, acima de tudo...
Ama, pois, e assim como a lama jamais ofende a luz, a
ofensa não mais te alcançará.
Saberás que a miséria é fruto da ignor...
DIRETORIA DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS
PROGRAMAÇÃO ESPECIAL. JANEIRO 2015
OBJETIVOS : Refletir sobre a importância da vivência ...
E.S.E. - Cap. X: Bem-aventurados aqueles que são misericordiosos
Itens 1 a 4: Perdoai para que Deus vos perdoe
Itens 14 e ...
DEFINIÇÃO DE PERDÃO
• Etmologicamente do latim: PERDONARE
• PER = ir além, além de
• DONARE = doar
• PERDÃO: sentido de do...
Por que é tão difícil perdoar?
• Dificuldade do entendimento do que seja perdoar.
Perdão x Esquecimento
• Q.886 (L.E.) Qua...
O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS
“Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás
o teu inimigo. Eu, porém, vos digo:...
Q. 614 (L.E.) Que se deve entender por lei natural?
“A lei natural é a Lei de Deus. É a única verdadeira para
a felicidade...
O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS
“Ouvistes o que foi dito: Olho por olho e dente por dente.
Eu, porém, vos digo para não se o...
Jesus nos convida a termos uma ação contrária
àquela que recebemos e com isso alcançarmos o
equilíbrio (e a saúde).
o Resi...
O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS
“Pois, se perdoardes aos homens as suas
transgressões, vosso Pai celestial também vos
perdoa...
O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS
“Então, aproximando-se Pedro, disse-lhe: Senhor,
quantas vezes meu irmão pecará contra mim e...
PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL
O reino de Deus é
semelhante a um rei que
quis ajustar contas com
seus servos.
Um deles lhe...
PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL
Ao sair dali, aquele servo,
encontrou-se com um dos seus
companheiros, que lhe devia
cem de...
PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL
O rei chamou o servo e
lhe disse: Servo malvado,
eu te perdoei toda a
dívida porque me
supl...
PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE
• Na parábola em questão temos o uso de dois pesos e
duas medidas. E nós, em nosso dia a ...
PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE
• O que nos leva a não perdoar?
O orgulho leva a vos crer mais do que sois; a não poder
s...
O que o não perdão pode nos ocasionar?
• Emoções em desequilíbrio (inarmonia mental): Irritação,
cólera, mágoa, ressentime...
CONSEQUÊNCIAS DO NÃO PERDÃO
IGNORÂNCIA
(falta de
informação)
EGOÍSMO
ORGULHO
VAIDADE
NÃO PERDÃO
IRRITAÇÃO
CÓLERA
MÁGOA
MOL...
TERAPÊUTICA ESPÍRITA
1) Autoconhecimento.
• Q. 919 (L.E.) Qual o meio mais prático, mais eficaz para
o homem se melhorar n...
Jesus nos deixou no Sermão do Monte uma síntese das
leis morais que regem a humanidade.
• Bem aventurados os pobres em esp...
Deixa que a luz da compaixão te clareie a rota, para que a
sombra te não envolva... Todos somos alunos do
educandário da v...
Somos tão carentes de
misericórdia, que
precisamos exercê-la com
todos; parentes ou não;
amigos e inimigos;
superiores e s...
VIDEO
25
“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou.”
(João 14:27)
26
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perdão o alicerce da paz jan 2015

728 visualizações

Publicada em

Trabalho desenvolvido para seminário no Centro Espirita Yvon Costa sobre Bem aventurados os misericordiosos.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Perdão o alicerce da paz jan 2015

  1. 1. DIRETORIA DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS PROGRAMAÇÃO ESPECIAL. JANEIRO 2015 OBJETIVOS : Refletir sobre a importância da vivência do Evangelho, na construção da Paz na Terra. 1
  2. 2. "Aquele que ama a seu irmão está na luz e nele não há escândalo.“ João. (I Jo 2:10) Quem ama o próximo sabe, acima de tudo, compreender. E quem compreende sabe livrar os olhos e ouvidos do venenoso visco do escândalo, a fim de ajudar, ao invés de acusar ou desservir. É necessário trazer o coração sob a luz da verdadeira fraternidade, para reconhecer que somos irmãos uns dos outros, filhos de um só Pai. Enquanto nos demoramos na escura fase do apego exclusivo a nós mesmos, encarceramo-nos no egoísmo e exigimos que os outros nos amem. Nesse passo infeliz, não sabemos querer senão a nós próprios, tomando os semelhantes por instrumentos de nossa satisfação. Mas se realmente amamos os companheiros de caminho, a paisagem de vida se modifica, de vez que a claridade do amor nos banhará a visão. 2
  3. 3. Ama, pois, e assim como a lama jamais ofende a luz, a ofensa não mais te alcançará. Saberás que a miséria é fruto da ignorância e auxiliarás a vítima do mal, nela encontrando o próprio irmão necessitado de apoio e entendimento. Aprenderás a ouvir sem revolta, ainda mesmo que o crime te procure os ouvidos, e cultivarás a ajuda ao adversário, ainda mesmo quando te vejas dilacerado, porque o perdão com esquecimento absoluto dos golpes recebidos surgirá espontâneo em teu espírito, assim como a tolerância aparece natural na fonte que acolhe no próprio seio as pedras que lhe atiram. Ama e compreenderás. Compreende e servirás sempre mais cada dia, porque então permanecerás sob a glória da luz, inacessível a qualquer incursão das trevas. (Fonte Viva, Cap. 159, Na presença do amor. Emmanuel, Xavier. Chico) 3
  4. 4. DIRETORIA DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS PROGRAMAÇÃO ESPECIAL. JANEIRO 2015 OBJETIVOS : Refletir sobre a importância da vivência do Evangelho, na construção da Paz na Terra. 4
  5. 5. E.S.E. - Cap. X: Bem-aventurados aqueles que são misericordiosos Itens 1 a 4: Perdoai para que Deus vos perdoe Itens 14 e 15 : Perdão das ofensas 5
  6. 6. DEFINIÇÃO DE PERDÃO • Etmologicamente do latim: PERDONARE • PER = ir além, além de • DONARE = doar • PERDÃO: sentido de doar além, dar mais • Sentido religioso: • Remissão dos pecados • Ação de se livrar de uma culpa, de uma ofensa, de uma dívida; indulto Jesus nos mostra que o perdão é sempre um ato de quem doa mais 6
  7. 7. Por que é tão difícil perdoar? • Dificuldade do entendimento do que seja perdoar. Perdão x Esquecimento • Q.886 (L.E.) Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus? “Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas.” • A caridade é o amor em ação (Paulo, I Co 13:13). • João (1ª Epístola) nos diz que Deus é amor. • Gênesis: O homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. (Gn 1:27) • L.E. 181 e 186 (encarnações em dif. mundos) , Lei de amor. 7
  8. 8. O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS “Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que vos torneis filhos do vosso Pai, que está nos céus, já que seu sol desponta sobre maus e bons, e cai chuva sobre justos e injustos.” (Matheus, 5:38-42) 8
  9. 9. Q. 614 (L.E.) Que se deve entender por lei natural? “A lei natural é a Lei de Deus. É a única verdadeira para a felicidade do homem. Indica-lhe o que deve fazer ou deixar de fazer e ele só é infeliz quando dela se afasta.” Os inimigos, queiramos ou não, são filhos de Deus como nós e, consequentemente, nossos irmãos, para quem Deus providenciará recursos e caminhos, dentro da mesma bondade com que age em nosso favor... Orando em benefício dos que nos ferem, evitamos maiores perturbações em torno de nós mesmos. (Reformador. jun. 1966, pág. 122; O Evangelho por Emmanuel. pág 146) NOVA PROPOSTA DE JESUS 9
  10. 10. O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS “Ouvistes o que foi dito: Olho por olho e dente por dente. Eu, porém, vos digo para não se opor ao malvado. Pelo contrário, ao que te bater na face direita, vira-lhe também a outra. E ao que deseja levar-te a juízo, para tomar-te a túnica, deixa-lhe também o manto. E quem te compelir a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá ao que te pede e não dês as costas ao que deseja tomar-te um empréstimo.” (Matheus, 5:38-42) 10
  11. 11. Jesus nos convida a termos uma ação contrária àquela que recebemos e com isso alcançarmos o equilíbrio (e a saúde). o Resistência ao mal: Jesus aconselhava que nenhum discípulo retribuísse violência por violência (Vinha de Luz. FEB Editora, Cap. 62). o Ceder para ajudar: Ainda mesmo quando estejamos em companhia de um delinquente, adotemos por guia a piedade edificante, que auxilia sem qualquer exteriorização de superioridade (Cartas do Coração. Editora LAKE, Cap. “A Segunda Milha”). o Generosidade do credor: Um empréstimo fala sempre da generosidade do credor que o concede, mas revela igualmente, na contabilidade da vida, o bem ou o mal que se faz com ele (Reformador, jun. 1964, pág. 146). PROPOSTA DE JESUS 11
  12. 12. O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS “Pois, se perdoardes aos homens as suas transgressões, vosso Pai celestial também vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens, o vosso Pai, também, não perdoará as vossas transgressões.” (Matheus, 6:14-15) Lei do progresso 12
  13. 13. O PERDÃO NOS ENSINOS DE JESUS “Então, aproximando-se Pedro, disse-lhe: Senhor, quantas vezes meu irmão pecará contra mim e o perdoarei? Até sete vezes? Jesus lhe diz: Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete.” (Matheus, 18:21-22) 13
  14. 14. PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família. O servo, aflito, jogou-se aos pés do rei e lhe disse: Tenha paciência comigo, pois vou pagar-lhe tudo. O rei sentindo compaixão, deixou-o livre, perdoando sua dívida. 14
  15. 15. PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL Ao sair dali, aquele servo, encontrou-se com um dos seus companheiros, que lhe devia cem denários; agarrando-o e, sufocando-o disse: Paga o que me deves. O outro caindo a seus pés implorou: Tenha paciência comigo, que vou lhe pagar. Mas.... ele não quis saber de conversa e mandou lançar seu companheiro na cadeia até que pagasse o que devia. Entretanto, os seus companheiros de trabalho viram esta cena, ficaram tristes e revoltados e foram contar ao rei o que havia acontecido. 15
  16. 16. PARÁBOLA DO DEVEDOR IMPLACÁVEL O rei chamou o servo e lhe disse: Servo malvado, eu te perdoei toda a dívida porque me suplicaste. Tu não deverias ter feito o mesmo com teu companheiro? E muito transtornado, o rei o entregou aos carrascos que o levaram preso até que pagasse tudo quanto devia. (Matheus, 18:23-35) 16
  17. 17. PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE • Na parábola em questão temos o uso de dois pesos e duas medidas. E nós, em nosso dia a dia, como estamos agindo em situações semelhantes? • Onde está o reino de Deus? • Quem é o juiz (rei) que julga nossos atos? o Q. 621 (L.E.) Nossa consciência. “ Deus é equidade soberana, não castiga nem perdoa. O ser consciente profere para sim as sentenças de absolvição ou de culpa ante as Leis Divinas. Nossa conduta é o processo, nossa consciência o tribunal. ( André Luiz. Q.82. O Espírito de Verdade ) • Quem são os carrascos? o Culpa e o remorso. o Mágoa e o ressentimento. 17
  18. 18. PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE • O que nos leva a não perdoar? O orgulho leva a vos crer mais do que sois; a não poder sofrer uma comparação que possa vos rebaixar; a vos considerar, ao contrário, de tal modo, acima dos vossos irmãos, seja como espírito, seja como posição social, seja mesmo como superioridade pessoal, que o menor paralelo vos irrita e vos fere; e o que ocorre então? Entregai-vos à cólera (E.S.E.; Cap. IX, item 9). 785. L.E. O orgulho e o egoísmo são os maiores obstáculos ao progresso moral.. 18
  19. 19. O que o não perdão pode nos ocasionar? • Emoções em desequilíbrio (inarmonia mental): Irritação, cólera, mágoa, ressentimento, desejo de vingança, ódio, desequilíbrios psíquico e físico, depressões, distúrbios do pânico, ansiedade, angústia, etc. • Reflexos no organismo físico: “Os comportamentos estressantes, hábito de recalcar sentimentos agressivos, conduta conformista exterior e rebelde interna, o acumulador de ressentimentos ou paixões perturbadoras, as ambições desmedidas, autodesamor, transformam-se em toxinas elaboradas pelo cérebro, que sofre os impacto da inarmonia mental, produzindo os venenos que se espraiam pelo sistema nervoso central e terminam por fixar-se nos departamentos orgânicos mais sensíveis, quais os aparelhos gástricos, respiratórios, genésicos, estabelecendo desconserto geral.” (Joanna de Ângelis /Divaldo Franco – “Dias Gloriosos”) 19
  20. 20. CONSEQUÊNCIAS DO NÃO PERDÃO IGNORÂNCIA (falta de informação) EGOÍSMO ORGULHO VAIDADE NÃO PERDÃO IRRITAÇÃO CÓLERA MÁGOA MOLÉCULAS DE EMOÇÃO ( toxinas e venenos ) HIPERTENSÃO, AVC, GASTRITE, CÂNCER, DEPRESSÃO, ETC. 20
  21. 21. TERAPÊUTICA ESPÍRITA 1) Autoconhecimento. • Q. 919 (L.E.) Qual o meio mais prático, mais eficaz para o homem se melhorar nesta vida e de resistir à tentação do mal? Um sábio da antiguidade vos disse: Conhece-te a ti mesmo. 2) Auto perdão. • Eu não sou culpado mas responsável. 3) Ver o ofensor como um irmão em evolução. • Se eu erro, o outro também pode errar. • Amai o vosso próximo como a vós mesmos 21
  22. 22. Jesus nos deixou no Sermão do Monte uma síntese das leis morais que regem a humanidade. • Bem aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus (humildes). • Bem aventurados os aflitos porque eles serão consolados (bem sofrer). • Bem aventurados os mansos porque herdarão a Terra (resignação). • Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça porque serão saciados (ser justo). • Bem aventurados os misericordiosos porque eles receberão misericórdia (cordial com a miséria, com o sofrimento). (O Novo Testamento. Dias, Haroldo. Matheus 5:4-7) A Vivência do Evangelho na Construção da Paz na Terra 22
  23. 23. Deixa que a luz da compaixão te clareie a rota, para que a sombra te não envolva... Todos somos alunos do educandário da vida e todos somos suscetíveis de queda moral no erro. Usa, pois, a misericórdia com os outros e acharás nos outros a misericórdia para contigo. (O Reformador, fev. 1960, Na luz da compaixão. pág. 26). CONCLUSÃO 23
  24. 24. Somos tão carentes de misericórdia, que precisamos exercê-la com todos; parentes ou não; amigos e inimigos; superiores e subalternos. Para nos fortalecer neste sentido, precisamos lembrar que é dando que recebemos. É a adoção objetiva das palavras de Pedro: “...a caridade cobrirá a multidão de pecados” (Pedro, 4:8. Luz Imperecível, Cap 17) CONCLUSÃO 24
  25. 25. VIDEO 25
  26. 26. “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou.” (João 14:27) 26

×