SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
PLÁTANO EDITORA
As três componentes de uma atitude
As atitudes são crenças e sentimentos que nos predispõem para responder a objetos, pessoas e situações de
forma positiva ou negativa.As atitudes não são comportamentos, mas sim predisposições para agir com base
em certas crenças e determinados sentimentos.
ATITUDE ACERCA DA SIDA
COMPONENTE
COGNITIVA
(crenças e pensamentos acerca de algo)
«A SIDA é uma doença fatal.»
COMPONENTE AFETIVA
(sentimentos e reações emocionais
acerca do objeto da atitude)
«Tenho pavor de contrair essa doença.»
COMPONENTE COMPORTAMENTAL
(predisposição para agir de acordo com
essas crenças e sentimentos)
«Vou alterar os meus hábitos sexuais.»
Caraterísticas das atitudes
1 – As atitudes são relativamente estáveis e duráveis porque, embora possam mudar, é muito frequente en-
contrarmos exemplos de pessoas que, no plano político (ser socialista) e quanto a temas sociais (o abor-
to, a pena de morte), mantêm toda a vida o mesmo ponto de vista.
2 – As atitudes são aprendidas. Não nascemos com opiniões sobre o aborto, a eutanásia ou a influência da
televisão. As nossas atitudes são juízos e avaliações apoiados em conhecimentos e valores da sociedade
ou do grupo a que pertencemos e transmitidos pelo processo de socialização.
3 – As atitudes influenciam o comportamento das pessoas, embora muitas vezes tenhamos crenças e senti-
mentos que não traduzimos em atos. Quem tem uma atitude clara e firme contra a pena de morte po-
derá recusar, por exemplo, um convite para uma viagem turística a países ou Estados que a legalizaram.
Tendemos a explicar comportamentos discriminatórios e violentos recorrendo às atitudes racistas dos
seus autores. Deve notar-se, contudo, que a componente comportamental de uma atitude consiste sim-
plesmente na predisposição ou tendência para agir de acordo com o que pensamos e sentimos. Conhecer
a atitude de uma pessoa acerca de algo não torna absolutamente previsível o seu comportamento.
4 – É mais fácil a mudança de atitudes acerca de objetos, pessoas e factos dos quais temos fraco conheci-
mento e acerca dos quais há distanciamento afetivo.
Dissonância cognitiva – consciência desconfortável da incoerência entre atitudes e comportamentos.
«FUMAR FAZ MAL À SAÚDE»
(ATITUDE)
Dissonância
e desagradável estado
de tensão
«EU FUMO»
(COMPORTAMENTO)
Fumar é prejudicial
para a saúde
Vou deixar de fumar
ou
As investigações sobre os malefícios
do tabaco não são conclusivas
Vou continuar a fumar
Tensão reduz-se mudando de comportamento
Tensão reduz-se modificando a atitude
As relações interpessoais
U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:38 PM Page 54

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Sensação e Percepção
Sensação e PercepçãoSensação e Percepção
Sensação e Percepção
 
Factores e processos aprendizagem 1
Factores e processos aprendizagem 1Factores e processos aprendizagem 1
Factores e processos aprendizagem 1
 
O OBJECTO DA PSICOLOGIA
O OBJECTO DA PSICOLOGIAO OBJECTO DA PSICOLOGIA
O OBJECTO DA PSICOLOGIA
 
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e ObediênciaRelações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
 
MODELO ECOLÓGICO DO DESENVOLVIMENTO
MODELO ECOLÓGICO DO DESENVOLVIMENTOMODELO ECOLÓGICO DO DESENVOLVIMENTO
MODELO ECOLÓGICO DO DESENVOLVIMENTO
 
A formação de impressões
A formação de impressõesA formação de impressões
A formação de impressões
 
Relações interpessoais2
Relações interpessoais2Relações interpessoais2
Relações interpessoais2
 
A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
O que é a psicologia
O que é a psicologiaO que é a psicologia
O que é a psicologia
 
Influencia social
Influencia socialInfluencia social
Influencia social
 
Cognição Social
Cognição SocialCognição Social
Cognição Social
 
Impressões e Expectativas
Impressões e ExpectativasImpressões e Expectativas
Impressões e Expectativas
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
 
Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)
 
Memória e aprendizagem
Memória e aprendizagemMemória e aprendizagem
Memória e aprendizagem
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Influência social
Influência socialInfluência social
Influência social
 
Obstáculos Epistemológicos
Obstáculos EpistemológicosObstáculos Epistemológicos
Obstáculos Epistemológicos
 
Papéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisPapéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociais
 

Destaque (20)

As atitudes
As atitudesAs atitudes
As atitudes
 
Habitos vida prejudiciais
Habitos vida prejudiciaisHabitos vida prejudiciais
Habitos vida prejudiciais
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Psicologia do consumidor ccp
Psicologia do consumidor   ccpPsicologia do consumidor   ccp
Psicologia do consumidor ccp
 
Desenvolvimento infantil jerusalinky
Desenvolvimento infantil   jerusalinkyDesenvolvimento infantil   jerusalinky
Desenvolvimento infantil jerusalinky
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Atitudes Vencedoras
Atitudes VencedorasAtitudes Vencedoras
Atitudes Vencedoras
 
Mudanças culturais e aculturação
Mudanças culturais e aculturaçãoMudanças culturais e aculturação
Mudanças culturais e aculturação
 
Comportamento Humano
Comportamento HumanoComportamento Humano
Comportamento Humano
 
Processos sócio culturais - Aculturação
Processos sócio culturais - AculturaçãoProcessos sócio culturais - Aculturação
Processos sócio culturais - Aculturação
 
O que é Personalidade?
O que é Personalidade?O que é Personalidade?
O que é Personalidade?
 
Atitudes e Mudança de Atitudes
Atitudes e Mudança de AtitudesAtitudes e Mudança de Atitudes
Atitudes e Mudança de Atitudes
 
Comportamentos de risco
Comportamentos de riscoComportamentos de risco
Comportamentos de risco
 
Teorias da personalidade
Teorias da personalidadeTeorias da personalidade
Teorias da personalidade
 
Globalização cultural
Globalização culturalGlobalização cultural
Globalização cultural
 
PERSONALIDADE
PERSONALIDADEPERSONALIDADE
PERSONALIDADE
 
Personalidade
PersonalidadePersonalidade
Personalidade
 
Trabalhos associados a um estilo de vida saudável
Trabalhos associados a um estilo de vida saudávelTrabalhos associados a um estilo de vida saudável
Trabalhos associados a um estilo de vida saudável
 

Semelhante a As atitudes

Os processos fundamentais de cognição social
Os processos fundamentais de cognição socialOs processos fundamentais de cognição social
Os processos fundamentais de cognição socialMarcelo Anjos
 
Atitudes, estereótipos e preconceitos psi
Atitudes, estereótipos e preconceitos  psiAtitudes, estereótipos e preconceitos  psi
Atitudes, estereótipos e preconceitos psiFernando Nunes
 
Atitudes e mudanças de atitudes
Atitudes e mudanças de atitudesAtitudes e mudanças de atitudes
Atitudes e mudanças de atitudesVanessa Fragiacomo
 
Tua medida (Renovando Atitudes)
Tua medida (Renovando Atitudes)Tua medida (Renovando Atitudes)
Tua medida (Renovando Atitudes)Candice Gunther
 
Manejo do adolescente com transtorno de conduta
Manejo do adolescente com transtorno de condutaManejo do adolescente com transtorno de conduta
Manejo do adolescente com transtorno de condutaCláudio Costa
 
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doenca
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doencaAula 7 reaccoes psicologicas face a doenca
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doencaFuturos Medicos
 
Ética profissional (1ª e 2ª aula) turma gba
Ética profissional  (1ª e 2ª aula) turma gbaÉtica profissional  (1ª e 2ª aula) turma gba
Ética profissional (1ª e 2ª aula) turma gbaGis Viana de Brito
 
Seminario saude mental
Seminario saude mentalSeminario saude mental
Seminario saude mentalmorganal13
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoaisSilvia Revez
 
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).pptaula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).pptSANDRAREIS96
 
Psicologia Jurídica
Psicologia JurídicaPsicologia Jurídica
Psicologia Jurídicajulilp10
 
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.Marcelo da Rocha Carvalho
 
Personalidade na organização
Personalidade na organizaçãoPersonalidade na organização
Personalidade na organizaçãoLiliane Ennes
 
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Esequias Caetano
 
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência QuímicaRoberto C. Mayer
 

Semelhante a As atitudes (20)

Os processos fundamentais de cognição social
Os processos fundamentais de cognição socialOs processos fundamentais de cognição social
Os processos fundamentais de cognição social
 
Atitudes, estereótipos e preconceitos psi
Atitudes, estereótipos e preconceitos  psiAtitudes, estereótipos e preconceitos  psi
Atitudes, estereótipos e preconceitos psi
 
Atitudes e mudanças de atitudes
Atitudes e mudanças de atitudesAtitudes e mudanças de atitudes
Atitudes e mudanças de atitudes
 
Tua medida (Renovando Atitudes)
Tua medida (Renovando Atitudes)Tua medida (Renovando Atitudes)
Tua medida (Renovando Atitudes)
 
Manejo do adolescente com transtorno de conduta
Manejo do adolescente com transtorno de condutaManejo do adolescente com transtorno de conduta
Manejo do adolescente com transtorno de conduta
 
Tre1
Tre1Tre1
Tre1
 
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doenca
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doencaAula 7 reaccoes psicologicas face a doenca
Aula 7 reaccoes psicologicas face a doenca
 
Ética profissional (1ª e 2ª aula) turma gba
Ética profissional  (1ª e 2ª aula) turma gbaÉtica profissional  (1ª e 2ª aula) turma gba
Ética profissional (1ª e 2ª aula) turma gba
 
Seminario saude mental
Seminario saude mentalSeminario saude mental
Seminario saude mental
 
causas internas x causas externas
causas internas x causas externascausas internas x causas externas
causas internas x causas externas
 
A tua medida[1]
A tua medida[1]A tua medida[1]
A tua medida[1]
 
A tua medida[1]
A tua medida[1]A tua medida[1]
A tua medida[1]
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
 
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).pptaula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
 
Psicologia Jurídica
Psicologia JurídicaPsicologia Jurídica
Psicologia Jurídica
 
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.
Análise do filme: O lenhador, um olhar cognitivo.
 
Personalidade na organização
Personalidade na organizaçãoPersonalidade na organização
Personalidade na organização
 
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
 
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
 
Joana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoaJoana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoa
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (20)

O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
Os grupos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 
Freud 5
Freud 5Freud 5
Freud 5
 

As atitudes

  • 1. PLÁTANO EDITORA As três componentes de uma atitude As atitudes são crenças e sentimentos que nos predispõem para responder a objetos, pessoas e situações de forma positiva ou negativa.As atitudes não são comportamentos, mas sim predisposições para agir com base em certas crenças e determinados sentimentos. ATITUDE ACERCA DA SIDA COMPONENTE COGNITIVA (crenças e pensamentos acerca de algo) «A SIDA é uma doença fatal.» COMPONENTE AFETIVA (sentimentos e reações emocionais acerca do objeto da atitude) «Tenho pavor de contrair essa doença.» COMPONENTE COMPORTAMENTAL (predisposição para agir de acordo com essas crenças e sentimentos) «Vou alterar os meus hábitos sexuais.» Caraterísticas das atitudes 1 – As atitudes são relativamente estáveis e duráveis porque, embora possam mudar, é muito frequente en- contrarmos exemplos de pessoas que, no plano político (ser socialista) e quanto a temas sociais (o abor- to, a pena de morte), mantêm toda a vida o mesmo ponto de vista. 2 – As atitudes são aprendidas. Não nascemos com opiniões sobre o aborto, a eutanásia ou a influência da televisão. As nossas atitudes são juízos e avaliações apoiados em conhecimentos e valores da sociedade ou do grupo a que pertencemos e transmitidos pelo processo de socialização. 3 – As atitudes influenciam o comportamento das pessoas, embora muitas vezes tenhamos crenças e senti- mentos que não traduzimos em atos. Quem tem uma atitude clara e firme contra a pena de morte po- derá recusar, por exemplo, um convite para uma viagem turística a países ou Estados que a legalizaram. Tendemos a explicar comportamentos discriminatórios e violentos recorrendo às atitudes racistas dos seus autores. Deve notar-se, contudo, que a componente comportamental de uma atitude consiste sim- plesmente na predisposição ou tendência para agir de acordo com o que pensamos e sentimos. Conhecer a atitude de uma pessoa acerca de algo não torna absolutamente previsível o seu comportamento. 4 – É mais fácil a mudança de atitudes acerca de objetos, pessoas e factos dos quais temos fraco conheci- mento e acerca dos quais há distanciamento afetivo. Dissonância cognitiva – consciência desconfortável da incoerência entre atitudes e comportamentos. «FUMAR FAZ MAL À SAÚDE» (ATITUDE) Dissonância e desagradável estado de tensão «EU FUMO» (COMPORTAMENTO) Fumar é prejudicial para a saúde Vou deixar de fumar ou As investigações sobre os malefícios do tabaco não são conclusivas Vou continuar a fumar Tensão reduz-se mudando de comportamento Tensão reduz-se modificando a atitude As relações interpessoais U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:38 PM Page 54