SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Indicadores binoculares
Temos visão binocular que
permite o uso de dois
indicadores de profundidade.
Indicadores monoculares
Indicadores de distância que
nos permitem percecionar a
profundidade com uma só vista.
PLÁTANO EDITORA
Constância percetiva
Tendência para, apesar da posição, da
distância e das condições ambientais,
percecionar os objetos como tendo a
mesma forma, tamanho, cor e
luminosidade.
4. A perceção
Processo mediante o qual a informação sensorial
é ativamente organizada e interpretada pelo cérebro.
A sensação é a receção de informações sensoriais. É recetiva. A
perceção é o processo ativo de interpretação, organização e
descodificação dos dados sensíveis.
Componentes da perceção
Perceção da profundidade
A capacidade de percecionar os objetos tridimensionalmente.
Essa capacidade deve-se a dois tipos de indicadores.
Perspetiva
linear
Quanto mais
longe menos
espaço ocupa
um objeto no
campo visual.
Interposição
Objetos
próximos
bloqueiam a
visão dos
mais
distantes de
forma parcial.
Convergência
Os olhos
retraem-se ou
convergem
quando um
objeto se
aproxima e
divergem
quando ele se
afasta.
Disparidade
retinal
O cérebro
organiza as
informações
recebidas nas
retinas,
formando
uma só
imagem que
dá a
impressão de
profundidade.
Constância quanto
à dimensão ou tamanho
O reconhecimento de que
um objeto continua a ser
o mesmo ou a ter a mesma
dimensão, apesar de mudar
a sua imagem na retina.
Constância quanto à forma
Tendência para percecionar
um objeto como tendo uma
forma constante, mesmo
quando muda a imagem que
projeta na retina.
Constância quanto à cor
Capacidade de percecionar a
cor de objetos familiares
como constante, apesar de a
sensação da cor mudar.
Processos cognitivos
U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:22 PM Page 35

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

O esquecimento
O esquecimentoO esquecimento
O esquecimento
 
Perceção
PerceçãoPerceção
Perceção
 
Psicologia - A memória
Psicologia - A memóriaPsicologia - A memória
Psicologia - A memória
 
António Damásio
António Damásio  António Damásio
António Damásio
 
Psicologia B
Psicologia  BPsicologia  B
Psicologia B
 
Mensagem Fernando Pessoa
Mensagem   Fernando PessoaMensagem   Fernando Pessoa
Mensagem Fernando Pessoa
 
Psicologia - a mente, as emoções e a conação
Psicologia - a mente, as emoções e a conaçãoPsicologia - a mente, as emoções e a conação
Psicologia - a mente, as emoções e a conação
 
Cérebro - psicologia 12ºano AR
Cérebro - psicologia 12ºano ARCérebro - psicologia 12ºano AR
Cérebro - psicologia 12ºano AR
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
 
Estoicismo em Ricardo Reis
Estoicismo em Ricardo ReisEstoicismo em Ricardo Reis
Estoicismo em Ricardo Reis
 
Nevoeiro
Nevoeiro   Nevoeiro
Nevoeiro
 
A CONAÇÃO
A CONAÇÃOA CONAÇÃO
A CONAÇÃO
 
Hereditariedade e meio
Hereditariedade e meioHereditariedade e meio
Hereditariedade e meio
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
Capítulo i
Capítulo iCapítulo i
Capítulo i
 
Hume.pptx
Hume.pptxHume.pptx
Hume.pptx
 
Psicologia 12º
Psicologia 12ºPsicologia 12º
Psicologia 12º
 
O heteronimo Alberto Caeiro
O heteronimo Alberto CaeiroO heteronimo Alberto Caeiro
O heteronimo Alberto Caeiro
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
 
Ricardo Reis
Ricardo ReisRicardo Reis
Ricardo Reis
 

Destaque (13)

A inteligência
A inteligênciaA inteligência
A inteligência
 
A memória
A memóriaA memória
A memória
 
Aperfeiçoamento humano pró e contra
Aperfeiçoamento humano   pró e contraAperfeiçoamento humano   pró e contra
Aperfeiçoamento humano pró e contra
 
Aperfeiçoamento humano pró e contra
Aperfeiçoamento humano   pró e contraAperfeiçoamento humano   pró e contra
Aperfeiçoamento humano pró e contra
 
Ninguém nasce moral
Ninguém nasce moralNinguém nasce moral
Ninguém nasce moral
 
As críticas de sandel
As críticas de sandelAs críticas de sandel
As críticas de sandel
 
Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
A necessidade de fundamentação da moral introdução
A necessidade de fundamentação da moral   introduçãoA necessidade de fundamentação da moral   introdução
A necessidade de fundamentação da moral introdução
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
Ética e Deontologia
Ética e DeontologiaÉtica e Deontologia
Ética e Deontologia
 
Teoria Deontológica de Kant
Teoria Deontológica de KantTeoria Deontológica de Kant
Teoria Deontológica de Kant
 
A teoria ética de kant
A teoria ética de kantA teoria ética de kant
A teoria ética de kant
 

Semelhante a Indicadores binoculares e perceção da profundidade

PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdfPERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdfDamarisBezerradeLima
 
sodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptxsodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptxAdrianaMeiado2
 
O Processo Perceptivo 93 2007
O Processo Perceptivo 93 2007O Processo Perceptivo 93 2007
O Processo Perceptivo 93 2007Rolando Almeida
 
Aula percepção atenção fig
Aula percepção atenção figAula percepção atenção fig
Aula percepção atenção figNathalia Fuga
 
sensação e percepção
sensação e percepçãosensação e percepção
sensação e percepçãoRoberto Nobre
 
Computação Gráfica - Percepção Tridimensional
Computação Gráfica - Percepção TridimensionalComputação Gráfica - Percepção Tridimensional
Computação Gráfica - Percepção TridimensionalTony Alexander Hild
 
Funções perceptivas superiores
Funções perceptivas superioresFunções perceptivas superiores
Funções perceptivas superioresCaio Maximino
 

Semelhante a Indicadores binoculares e perceção da profundidade (8)

PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdfPERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
PERCEPÇÃO. Processos Psicológicos Básicos Thaís Vectore Pavanin.pdf
 
sodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptxsodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptx
 
O Processo Perceptivo 93 2007
O Processo Perceptivo 93 2007O Processo Perceptivo 93 2007
O Processo Perceptivo 93 2007
 
Aula percepção atenção fig
Aula percepção atenção figAula percepção atenção fig
Aula percepção atenção fig
 
sensação e percepção
sensação e percepçãosensação e percepção
sensação e percepção
 
perceçao.pdf
perceçao.pdfperceçao.pdf
perceçao.pdf
 
Computação Gráfica - Percepção Tridimensional
Computação Gráfica - Percepção TridimensionalComputação Gráfica - Percepção Tridimensional
Computação Gráfica - Percepção Tridimensional
 
Funções perceptivas superiores
Funções perceptivas superioresFunções perceptivas superiores
Funções perceptivas superiores
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (20)

Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
Os grupos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 
Freud 5
Freud 5Freud 5
Freud 5
 
Freud 4
Freud 4Freud 4
Freud 4
 
Freud 3
Freud 3Freud 3
Freud 3
 

Indicadores binoculares e perceção da profundidade

  • 1. Indicadores binoculares Temos visão binocular que permite o uso de dois indicadores de profundidade. Indicadores monoculares Indicadores de distância que nos permitem percecionar a profundidade com uma só vista. PLÁTANO EDITORA Constância percetiva Tendência para, apesar da posição, da distância e das condições ambientais, percecionar os objetos como tendo a mesma forma, tamanho, cor e luminosidade. 4. A perceção Processo mediante o qual a informação sensorial é ativamente organizada e interpretada pelo cérebro. A sensação é a receção de informações sensoriais. É recetiva. A perceção é o processo ativo de interpretação, organização e descodificação dos dados sensíveis. Componentes da perceção Perceção da profundidade A capacidade de percecionar os objetos tridimensionalmente. Essa capacidade deve-se a dois tipos de indicadores. Perspetiva linear Quanto mais longe menos espaço ocupa um objeto no campo visual. Interposição Objetos próximos bloqueiam a visão dos mais distantes de forma parcial. Convergência Os olhos retraem-se ou convergem quando um objeto se aproxima e divergem quando ele se afasta. Disparidade retinal O cérebro organiza as informações recebidas nas retinas, formando uma só imagem que dá a impressão de profundidade. Constância quanto à dimensão ou tamanho O reconhecimento de que um objeto continua a ser o mesmo ou a ter a mesma dimensão, apesar de mudar a sua imagem na retina. Constância quanto à forma Tendência para percecionar um objeto como tendo uma forma constante, mesmo quando muda a imagem que projeta na retina. Constância quanto à cor Capacidade de percecionar a cor de objetos familiares como constante, apesar de a sensação da cor mudar. Processos cognitivos U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:22 PM Page 35