Sequencia didatica creative commons

437 visualizações

Publicada em

Sequência didática sobre meio ambiente.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sequencia didatica creative commons

  1. 1. SEQUÊNCIA DIDÁTICA INTERDISCIPLINAR
  2. 2. FABIANO RODRIGUES DE CARVALHO E LUBÉLIA BARBOSA Escola Fictícia. Duração: 7 Aulas /6° Ano
  3. 3. JUSTIFICATIVA: A escola tem papel fundamental na vida do indivíduo: sua formação para a cidadania. Dessa forma, almeja-se uma reflexão orientada sobre o lixo, a sucata e o seu reaproveitamento, contribuindo para revisão de valores e a adoção de práticas mais cidadãs, por meio da produção de materiais alternativos. A seqüência didática será de forma INTERDISCIPLINAR e abordara as disciplinas de Ciências, Geografia e Matemática.
  4. 4. OBJETIVO(S): - Relacionar consumo e as forma de reciclar lixo em diferentes escalas. - Reconhecer que a coleta de lixo em larga escala favorece a organização social em grandes metrópoles.
  5. 5. ÁREAS ENVOLVIDAS: ÁREA CONTEÚDO ESTRATÉGIA DIDÁTICA CIÊNCIAS LIXO/RECICLAGEM Vídeos e fotos MATEMÁTICA CALCULO Baseado na quantidade Lixo produzido pelo aluno. GEOGRAFIA MAPAS Baseado nos locais; bairro e comunidade a produção de lixo.
  6. 6. DESENVOLVIMENTO 1ª ETAPA: • Proponha que os alunos reflitam sobre os objetos que consomem e o quanto geram de resíduos. • Quais são recicláveis? (tratar aqui conceitos e formas de reciclar) • Que tipo de processo cada um propõe para reciclá-los? • Peça que anotem as respostas no caderno e socialize as informações. • Sempre, discuta e explique os conceitos de reaproveitamento e reciclagem; quantas vezes for necessário.
  7. 7. 2ª ETAPA : • Divida os alunos em grupos e entregue cópias do poema O Bicho. (ou apresente o vídeo) • Apresente as imagens de catadores trabalhando, e as imagens da cooperativa de coletores no processo de reciclagem. • O que é mais interessante do ponto de vista ambiental a coleta seletiva ou processo de reciclagem? • Como a coleta profissional ajuda a melhorar a qualidade de vida dos coletores e minimiza os impactos ambientais? (explicar as formas de impacto ambiental).
  8. 8. 3ª ETAPA: • Em grupos, peça que eles retomem as anotações da 1ª etapa e destaquem os itens mais comuns. • Cada grupo deve escolher um e, como tarefa de casa, calcular quanto às famílias dos integrantes gastam mensalmente e fazer uma projeção anual. (interdisciplinaridade com a matemática: fazer gráficos, tabelas planilhas entre outros)
  9. 9. 4ª ETAPA: • Oriente-os a pesquisar, em relação ao item escolhido na etapa anterior, como utilizar os resíduos em na escola e/ou comunidade. (lembrando que toda a pesquisa pode ser feita pela internet: fazer um coletânea de dados com figuras e/ou vídeos) • Indique os locais no Brasil de maior poluição e maior reciclagem utilizando mapas e programas da internet para encontrar estes locais. (Interdisciplinaridade com a Geografia: fazer desenhos de mapas, recortar figuras e montar um cartaz). • Também vale usar como exemplo o vídeo sobre os tubos de creme dental: os que não passam pelo controle de qualidade dos fabricantes (e são jogados no lixo); e podem ser usados para fabricar telhas.
  10. 10. 5ª ETAPA: • Fazer a socialização na escola de toda a pesquisa, colar os cartazes no pátio, expor os vídeos para toda a escola. • Ainda pode ser propostos pelos professores das disciplinas a elaboração de uma encenação sobre o processo de coleta e sua reciclagem, para ser apresentado para toda a escola.
  11. 11. AVALIAÇÃO: • Toda de avaliação será processual e continua em todas as etapas do desenvolvimento. Levando em conta os dados de consumo dos grupos e a pesquisa realizada, os estudantes devem propor modelos de reciclagem que possam ser implementados na escola e/ou comunidade em que vivem.
  12. 12. REFERÊNCIAS Dossiê Terra - O Estado do Planeta 2010, National Geographic, Ed. Abril, tel. (11) 3037-6004. Atlas da Situação Mundial, Dan Smith, Cia. Editora Nacional, tel. (11) 2799-7799. Balanço Energético Nacional 2008 - Balanço publicado pelo Ministério das Minas e Energia e pela Empresa de Pesquisa Energética com dados sobre produção, consumo e oferta por fonte de energia no país. Atlas da Energia Elétrica, da Aneel - Atlas do órgão com tabelas, mapas e gráficos sobre as fontes de energia do Brasil.
  13. 13. Obrigada! O trabalho SEQUÊNCIA DIDÁTICA Interdisciplinar deFabiano Rodrigues de Carvalho e Lubélia de Paula Souza Barbosa está licenciado com uma LicençaCreative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

×