26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz

1.260 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz

  1. 1. Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo. (S. Mateus, Cap. XI, vv, 28 a 30) O CRISTO CONSOLADOR
  2. 2. RETOMAMOS NOSSO ESTUDO COM OS ESCLARECIMENTOS DO ORIENTADOR ALEXANDRE, ÀS INÚMERAS DÚVIDAS DE ANDRÉ LUIZ, SOBRE O VAMPIRISMO ESPIRITUAL: Estudo da obra “ MISSIONÁRIOS DA LUZ” Capítulo 4 (continuação) . Consequências das viciações espirituais. . A alimentação na Terra. Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014. Nilton Flores
  3. 3. “As ações...................... produzem efeitos, os sentimentos ................geram criações, os pensamentos ......... dão origem a formas e consequências de infinitas expressões.” “Cada um de nós é responsável pela emissão das forças que lançamos em circulação nas correntes da vida.”
  4. 4. Germes psíquicos e o contágio: E, qual acontece no terreno das enfermidades do corpo, o contágio aqui é fato consumado, desde que a imprevidência ou a necessidade de luta estabeleçam ambiente propício. A cólera, a desesperação, o ódio e o vício oferecem campo a perigosos germes psíquicos na esfera da alma.
  5. 5. Cada viciação particular produz formas sombrias que lhes são consequentes.
  6. 6. Alexandre continua sua explicação: “Refinam-se os conhecimentos intelectuais, e parece que há menor respeito com as dádivas sagradas.” “Deus criou princípios religiosos, sugerindo-nos as regras de bem viver.”
  7. 7. “ - Os pais, com raríssimas exceções, são as primeiras sentinelas viciadas, agindo em prejuízo dos filhos.” “ – Comumente, aos vinte anos, a mulher é uma boneca e o homem um manequim de futilidades doentias. Mais interessados nos alfaiates do que nos professores.”
  8. 8. “... Muitos encarnados são indiferentes à LEI DIVINA, e vivem muito mais de sensações animalizadas que de sentimentos e pensamentos puros.” “... Uma vez desencarnados, em muitos casos, permanecem imantados aos ambientes que lhes alimentavam o campo emocional...” “Permanecem encarcerados ao magnetismo terrestre.” “Aos infelizes que caíram nessa condição de PARASITISMO, as larvas (portadoras de magnetismo animal) que você observou servem de alimento habitual.” PARASITISMO e ALIMENTAÇÃO
  9. 9. Alexandre agora traça uma comparação: “... E por quê tamanha estranheza, André?” “... Nós mesmos, quando na Terra, não nos alimentávamos à custa das vísceras e carnes dos animais?” (sem mencionar os métodos utilizados pelo homem para conseguir uma “melhor qualidade” das iguarias)
  10. 10. Alexandre: “-Não nos cabe condenar a ninguém. Devemos é acordar a própria consciência para a responsabilidade coletiva”. “Não podemos renovar os sistemas econômicos dos povos, dum momento para o outro, nem substituir os hábitos arraigados e viciosos de alimentação imprópria, de maneira repentina. Mas...”
  11. 11. “A inteligência do homem, tão fértil na descoberta de comodidade e conforto, já teria condições de incentivar os suprimentos protéicos ao organismo, sem recorrer às indústrias da morte”. Devemos prosseguir no trabalho educativo, acordando os companheiros encarnados, mais experientes e esclarecidos... ... para a NOVA ERA em que os homens cultivarão o solo da Terra por amor e utilizar-se-ão dos animais, com espírito de respeito, educação e sentimento.” FIM DO CAPÍTULO 4

×