Dispersao de doenças

163 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dispersao de doenças

  1. 1. DISPERSAO DE DOENÇAS Saúde Silvestre e Humana É nova no sentido de que agora começamos a observar a emergência das doenças, mas na verdade não é nova - ela nos acompanha desde a préhistória, desde a evolução do homem, que usa o mesmo ambiente dos animais.
  2. 2. EXTINÇÃO  Uma floresta de pleno funcionamento tem uma grande capacidade de regeneração. A caça exaustiva da espécie de floresta tropical pode reduzir aquelas espécies necessárias a continuação florestal e regeneração. Por exemplo, na África Central, a perda da espécie como gorilas, chimpanzés, e elefantes reduzem a capacidade da dispersão de semente e reduzem a velocidade da recuperação da floresta danificada. A perda do hábitat nos trópicos também afeta a regeneração das espécies temperadas. Aves migratórias da América do Note, são importante dispersores de sementes de espécies temperadas, diminuindo de 1-3 por cento anualmente desde 1978-1988
  3. 3. DOENÇAS TROPICAIS  Muitas doenças emergentes e ressur gentes estão diretamente ligadas à terra alterações que trazem aos seres humanos em contato mais fechado com os tais agentes patogénicos. Por exemplo, a malária e a esquistossomose snailborne intensificaram por causa da criação de piscinas de águaartificial, como barragens, paddies de arroz, valas de drenagem, irrigação de canais, e poças criadas por pegadas de tractor. A malária é um problema particular de áreas desmatadas e degradadas, embora em zonas não arborizadas onde há poucas estagnada terreno para procriação de mosquitos em piscinas. Estes agrupamentos são mais abundantes nas regiões apuradas e zonas onde tractores rasgam a terra. A malária já é uma grande ameaça para os povos indígenas que desenvolveram nenhuma resistência à doença nem qualquer acesso aos antimaláricos. Malária sozinha é citada como sendo responsável por matar uma estimativa de 20 por cento dos Yanomani no Brasil e Venezuela. Malária - causada por parasitas unicelluar transferidos na saliva de mosquitos quando eles mordem - é uma doença particularmente assustadora das suas formas resistentes de droga. Graças à má prescrição técnicas por parte dos médicos, agora existem tensões na Ásia Meridional fama de ser resistente a mais de 20 medicamentos anti malária.
  4. 4. OBRIGADA!!!

×