Europa geográfica e política

9.518 visualizações

Publicada em

-

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
97
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Europa geográfica e política

  1. 1. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA E DIVISÃO POLÍTICADAEUROPA<br />CLIMA, RELEVO E VEGETAÇÃO<br />1<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  2. 2. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA E DIVISÃO POLÍTICA<br />A Eurásia é o maior continente do mundo.<br />convencionou-se dividir em Europa e a Ásia. <br />Seus limites continentais, com a Ásia, estão a leste e sudeste. São eles: <br />Os Montes Urais. <br />Parte do Rio Ural. <br />Mar Cáspio.<br />Montanhas do Cáucaso.<br />Mar Negro.<br />Mar de Mármara, onde se situam os estreitos de Bósforo e Dardanelos (Turquia). <br />2<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  3. 3. LIMITES E ACIDENTES GEOGRÁFICOS<br />3<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  4. 4. EUROPA<br />Ocontinente europeu é pequeno em relação aos outros continentes (possui 10,3 milhões de km2), mas seu litoral é muito extenso devido ao seu contorno irregular, que forma muitos acidentes geográficos, como baías, mares, estreitos, canais, ilhas e penínsulas. <br />Esse quadro natural tem grande influência na economia e na variação dos fenômenos climáticos. <br />4<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  5. 5. PAISAGENS DA EUROPA<br />A Europa situa-se dentro da Zona Temperada, ou seja, acima do Trópico de Câncer.<br />Sua porção norte é cortada pelo Círculo Polar Ártico. <br />De norte a sul do continente encontramos uma grande variedade de paisagens naturais, com diversidade de formas de relevo, hidrografia, climas e tipos de vegetação, como veremos adiante. <br />5<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  6. 6. PAISAGENS DA EUROPA<br />o norte da Europa é uma região formada basicamente por paisagens com baixas altitudes. As rochas que compõem seu relevo são muito antigas e as montanhas da região têm mais de 300 milhões de anos. <br />Alpes Escandinavos (Noruega e Suécia).<br />Montes Peninos(Grã Bretanha). <br />Montes Urais (Rússia).<br />6<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  7. 7. RELEVO EUROPEU<br />7<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  8. 8. RELEVO EUROPEU<br />O relevo tem grande influência sobre três aspectos fundamentais do continente europeu: <br />Distribuição da população: a maior parte das pessoas vive nas planícies, onde os climas são mais amenos e os solos mais férteis. <br />Uso dos rios: os rios europeus de planícies estão entre os mais navegados do mundo; já os que se encontram nas áreas montanhosas são bem aproveitados para a produção hidrelétrica, principalmente na Noruega, Suíça e Áustria. <br />Variação climática: nos locais de baixas altitudes a tendência é que o clima seja mais ameno. <br />8<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  9. 9. CLIMA E VEGETAÇÃO <br /> O tempo e o clima de uma região são determinados pela dinâmica de um conjunto de fenômenos naturais denominados fatores climáticos.<br />Latitude: varia de aproximadamente 34°N a 75°N, posição que define o continente como predominantemente temperado. A latitude determina menores temperaturas ao norte do continente e maiores ao sul, em função da diferença de inclinação dos raios solares. <br />9<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  10. 10. Altitude: no continente europeu predominam as baixas altitudes. No entanto, a localização da maior parte de seu território dentro da Zona Temperada, que já é fria devido à latitude, amplia a ação da altitude.<br />10<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  11. 11. Maritimidade ou continentalidade: como o litoral europeu é muito recortado e os mares penetram profundamente no continente, há uma grande influência marítima sobre o clima (chamada maritimidade). <br />Aumidade do ar e contribui para amenizar as variações da temperatura atmosférica. <br />As áreas mais interiores perdem essa influência amenizadora do mar e a umidade do ar vai progressivamente sendo reduzida.<br />Isso torna as médias térmicas menores e a umidade do ar mais baixa, o que chamamos de continentalidade. <br />11<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  12. 12. Corrente marítima: a Corrente do Golfo (GulfStream) é formada por águas quentes, origina-se no Golfo do México e atua a oeste e noroeste do continente. Ela evita o congelamento do litoral europeu, ameniza as temperaturas atmosféricas e eleva bastante a umidade do ar, provocando aumento das precipitações. Repare, no mapa anterior, que as áreas onde os mares congelam durante o inverno estão bem ao norte da região onde essa corrente marítima atua. <br /> <br />Massas de ar: as massas de ar quente, provenientes do deserto do Saara (vento Simun), influem na área mediterrânea, tornando o verão muito seco na região. Em certas épocas, esse vento vem carregado de poeira, cobrindo o sul da Europa com uma fina camada de areia trazida do deserto. Já as massas de ar polares, que atuam mais intensamente ao norte, determinam baixas temperaturas e muitas nevascas durante o inverno. Sua influência no sul do continente é dificultada pelas montanhas, que barram parcialmente sua passagem. <br />12<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  13. 13. FATORES CLIMÁTICOS<br />13<br />Profº.Luis Azevedo<br />
  14. 14. CLIMA<br />14<br />Profº.Luis Azevedo<br />

×