Proteção respiratória / Peça Semi-Facial filtrante PFF3

644 visualizações

Publicada em

Treinamento referente a importância do uso do respirador purificador PFF3, bem como a sua diferença em comparativo aos respiradores purificadores PFF1 e PFF2. Mostrando como devem serem usados.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
644
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proteção respiratória / Peça Semi-Facial filtrante PFF3

  1. 1. PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA Respirador Purificador de Ar - Não Motorizado. Peça Semi-facial filtrante - PFF3 NR 6 – D.1 letra C
  2. 2. O que é uma peça semifacial filtrante (PFF)?As Peças Semifaciais Filtrantes, também conhecidas como Máscaras Descartáveis, são equipamentos de proteção respiratória previstos para retenção de aerodispersóides, constituídas, total ou parcialmente, de material filtrante, tirantes e, podendo ou não possuir válvulas. Devem cobrir, no mínimo, o nariz e a boca e proporcionar vedação adequada sobre a face, estando a pele úmida ou seca e o usuário executando movimentos com a cabeça ou conversando. O que é um Equipamento de Proteção Respiratória (EPR)? É um Equipamento de Proteção Individual (EPI), que visa a proteção do usuário contra a inalação de agentes nocivos à saúde. PFF: Significa Peça Facial Filtrante e os números são as classes dos filtros (nível de penetração dos agentes).
  3. 3. Nas muitas atividades de trabalho existem inúmeros e minúsculos contaminantes, que ficam suspensos no ar. O ar que respiramos é composto de aproximadamente 21% de oxigênio, 78% de nitrogênio e 1% de outros gases. Nesta combinação, estes gases mantêm a vida. Sua saúde depende do ar limpo que você respira, porém, quando outras substâncias estão presentes, você está sujeito a irritações, indisposições, problemas de saúde e até mesmo à morte. Os riscos em um ambiente de trabalho muitas vezes não são percebidos. Por isto é de suma importância o uso do EPR, para a proteção respiratória do trabalhador, sendo específico de acordo com o trabalho a ser executado, pelo mesmo. Qual a importância do uso do EPR ?
  4. 4. Um risco respiratório existe num ambiente de trabalho sempre que uma substância estiver presente na atmosfera em concentrações que sejam agressivas ao organismo ou sempre que uma deficiência de oxigênio ocorra nessa atmosfera. Os riscos respiratórios no ambiente industrial podem consistir de: a) Deficiência de Oxigênio b) Contaminantes do ar I. Material particulado incluindo poeiras, névoas e fumos. II. Vapores ou gases. III. Combinação de material particulado, vapores e gases. Risco Respiratório
  5. 5. Poeiras, Fumos e Névoas As poeiras são pequenas partículas que permanecem suspensas no ar, podendo ser facilmente inaladas. São formadas quando um material sólido é quebrado, moído ou triturado. Quanto menor a partícula, mais tempo ela ficará suspensa no ar, sendo maior a chance de ser inalada. Ex: minério, madeira, poeiras de grãos, amianto, sílica, etc. Os fumos ocorrem quando um metal ou plástico é fundido (aquecido), vaporizado e resfriado rapidamente formando partículas muito finas que ficam suspensas no ar. Ex: soldagem, fundição, extrusão de plásticos, etc. As névoas são encontradas quando líquidos são pulverizados, como em operações de pinturas. São formadas normalmente quando há geração de spray.
  6. 6. Gases e Vapores São substâncias que têm a mesma forma do ar, por isso se misturam perfeitamente a ele e passam pelos pulmões, atingindo a corrente sanguínea, através da qual chegam a todos os órgãos do corpo humano, como cérebro, rins, fígado, etc. Os gases são substâncias não-líquidas ou sólidas nas condições normais de temperatura e pressão, tais como oxigênio, nitrogênio, gás carbônico, etc. Os vapores ocorrem através da evaporação de líquidos ou sólidos; geralmente são caracterizados pelos odores (cheiros), tais como gasolina, querosene, solvente de tinta, etc. Os Radionuclídeos são constituído de substância que sofre transformação espontânea (denominada decaimento) durante a qual ocorre a emissão de radiação e o aparecimento de uma nova substância química. Ex.: Aerossol de sais de césio, radônio, etc.
  7. 7. Tipos e para qual função deve ser usado PFF? PFF: Significa Peça Facial Filtrante e os números são as classes dos filtros (nível de penetração dos agentes). Os filtros P1, P2 ou P3 são utilizados em respiradores com manutenção e os P FF1,PFF2 e PFF3 são os respiradores sem manutenção (Descartáveis).
  8. 8. Peças Semi Faciais Filtrantes - Nomenclatura: As peças semifaciais filtrantes têm a seguinte nomenclatura: • PFF1 • PFF2 • PFF3 PFF1 – Geralmente indicada para proteção contra partículas não tóxicas tais como as minerais, pó de madeira, etc. (penetração máx. através do filtro de 20%). Conclusão: a máscara retém 80% das partículas, e 20% é o que ultrapassa asa camadas da proteção da mesma. PFF2 – Geralmente indicada para proteção contra partículas tóxicas químicas finas. (penetração máx. através do filtro de 6%). Conclusão: a máscara retém 94% das partículas, e 6% é o que ultrapassa asa camadas da proteção da mesma. PFF3 – Geralmente indicada para proteção contra partículas tóxicas químicas finíssimas tais como: sílica, berílio, chumbo, etc. (penetração máx. através do filtro de 0,1%). Conclusão: a máscara retém 99.9% das partículas, e 0,1% é o que ultrapassa asa camadas da proteção da mesma. Peças Semi Faciais Filtrantes – Nomenclatura e suas diferenças: As máscaras descartáveis podem ou não conter válvula de exalação. PFF: Significa Peça Facial Filtrante e os números são as classes dos filtros (nível de penetração dos agentes).
  9. 9. Respirador PFF3, confeccionada em quatro camadas, sendo: camada externa de fibra sintética de polipropileno; camada meio de fibras sintética estrutural; camada filtrante de fibra sintética com tratamento eletrostático, camada interna de fibra sintética de contato facial. Com tirantes de cabeça de elástico para sustentação da peça facial, tira metálica para ajuste sobre o septo nasal e válvula de exalação. Obs: Nunca escolha um respirador sem saber qual é o contaminante, qual é sua concentração e o nível de oxigênio no ambiente de trabalho. Tipo de Material utilizado – PFF3:
  10. 10. Tipo de Material de acordo com os modelos :
  11. 11. Tipo de Material de acordo com os modelos :
  12. 12. Variável dependendo do tipo de contaminante, de sua concentração, da frequência respiratória do usuário, umidade relativa do ambiente etc. Deve ser trocado sempre que se encontrar saturado, rasgado com o elástico solto ou rompido. Descarte o respirador após o turno de trabalho (NBR 13698). Deve ser mantido em local limpo, seco e ventilado. Vida útil: OBS: Nestes respiradores, não se executa nenhum tipo de manutenção tais como: lavagem, higienização ou troca de peças, por serem todos eles descartáveis. Daí seu baixo custo. Para fechar o respirador, aperte-o pelas pontas do clipe nasal, evitando vincar a região sobre o nariz, o que pode comprometer sua vedação. Por ser um produto dobrável, permite que o mesmo seja guardado no bolso sempre que necessário, sendo que para isto basta dobra-lo, colocá-lo novamente em sua embalagem plástica, para que sua parte interna fique protegida. Sempre que tiver que manuseá-lo com as mãos sujas faça-o pela parte externa. Conservação
  13. 13. USO CORRERO DE EPI´s RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO
  14. 14. USO CORRERO DE EPI´s RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO
  15. 15. FIM VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=fcDuNllI0Wk

×