No fim da fila

270 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

No fim da fila

  1. 1. NO FIM DA FILA EDUCAÇÃO BRASILEIRA, UMA VERGONHA INTERNACIONAL
  2. 2.  Século XX – expansão da escolarização  1980/90 – crescimento da rede pública  731 mil crianças fora da escola  28% entre 15 e 64 anos – analfabetos funcionais  34% que chegam ao 5º ano não conseguem ler  20% que concluem o ensino fundamental não dominam a leitura e a escrita.  Professores recebem menos que o piso salarial
  3. 3.  Altos índices de repetência e abandono escolar  Corrida para alcançar novos patamares  Melhora entre 1999 e 2007  Índice de repetência 18,7%  Índice de evasão escolar 13,8%  Metas avaliadas  Estrutura física precária e baixa carga horária Dados da Unesco
  4. 4. Crise Financeira “Enquanto os países ricos já estão criando as condições necessárias para sua recuperação econômica, muitos nações pobres enfrentam a perspectiva imediata de uma degradação de seus sistemas educativos” “Não podemos permitir o surgimento de uma „geração perdida‟ de crianças privadas da possibilidade de receber uma educação que lhes permita sair da pobreza.” Irina Bokova
  5. 5. Person International Economist Intelligence Unit  40 países  Penúltimo lugar  Os piores: Turquia, Argentina, Colômbia, Tailândia, México e Indonésia  As superpotências: Finlândia, Coreia do Sul e Hong Kong  Indicadores  PISA - Programa Internacional de Avaliação dos Alunos  TIMMS - Tendências Internacionais nos Estudos de Matemática e Ciência  PIRLS - Progresso no Estudo Internacional de Alfabetização e Leitura
  6. 6.  2º país que mais aumentou o PIB investido na Educação (+57%) Os Paradoxos “É impossível afirmar que o aumento de investimento não foi importante. Mas é igualmente impossível ignorar o fato de que o avanço da educação não foi proporcional a esse investimento.” (Priscila Cruz, diretora-executiva da ONG Todos pela Educação) “O Brasil não precisa gastar mais com educação. Precisa gastar melhor” (Bárbara Bruns, economista chefe para a educação do Banco Mundial para a América Latina e Caribe)
  7. 7.  Irregularidades em 35% dos municípios  Universitários 6 x 1 Estudantes  De 1,5 milhão para 4 milhões em investimentos para construções  20% de repetência = 20% custos a mais  Custo per capita da educação US$2,405 Os Paradoxos
  8. 8. Professores, culpados? “Logo, agora não mais pelo bom senso e sim pelo costume, a „culpa‟ tenderia a cair sobre o profissional docente. Dessa forma, os professores se tornam alvos ou ficam no fogo cruzado de muitas esperanças sociais e políticas em crise nos dias atuais. As críticas externas ao sistema educacional cobram dos professores cada vez mais trabalho, como se a educação, sozinha, tivesse que resolver todos os problemas sociais.” (Lúcia Vânia)
  9. 9. Projeções para o futuro  Todos Pela Educação  Todo indivíduo com idade entre 7 e 17anos deverá estar na escola.  Todo indivíduo com idade de 8 anos deverá dominar a leitura.  Os alunos deverão ter acesso a todos os conteúdos correspondentes a sua série.  Todos os alunos deverão concluir as etapas de estudo (fundamental e médio).  Garantia de investimentos na Educação Básica.
  10. 10. Projeções para o futuro  Os problemas  97% dos estudantes com idade entre 7 e 14 anos se encontram na escola, no entanto, o restante desse percentual, 3%, respondem por aproximadamente 1,5 milhão de pessoas com idade escolar que estão fora da sala de aula.  A cada 100 alunos que entram na primeira série, somente 47 terminam o 9º ano na idade correspondente, 14 concluem o ensino médio sem interrupção e apenas 11 chegam à universidade.  61% dos alunos do 5ºano não conseguem interpretar textos simples. 60% dos alunos do 9ºano não interpretam textos dissertativos.  65% dos alunos do 5ºano não dominam o cálculo, 60% dos alunos do 9º ano não sabem realizar cálculos de porcentagem.
  11. 11. Projeções para o futuro  As soluções  Mobilização da sociedade para a importância que a Educação exerce.  Direcionamento de recursos financeiros para escolas e professores.  Valorização do profissional da educação.  Implantação de medidas políticas educacionais a longo prazo.
  12. 12. REFERÊNCIAS AKITA, Eric. Qualidade da educação no Brasil ainda é baixa, aponta Unesco. 2010. http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos,qualidade-da-educacao-no- brasil-ainda-e-baixa-aponta-unesco,498175,0.htm BRUINI, Eliane da Costa. Educação no Brasil. http://www.brasilescola.com/educacao/educacao-no-brasil.htm VÂNIA, Lúcia. Paradoxos da educação brasileira. 2012. http://www.dm.com.br/texto/76770-paradoxos-da-educaaao-brasileira Brasil fica no penúltimo lugar em ranking global de qualidade na educação. 2012. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu- estudante/ensino_educacaobasica/2012/11/27/ensino_educacaobasica_interna,33 6132/brasil-fica-no-penultimo-lugar-em-ranking-global-de-qualidade-na- educacao.shtml FREITAS, Eduardo de. A qualidade da educação brasileira. http://educador.brasilescola.com/trabalho-docente/a-qualidade-educacao- brasileira.htm

×