Teatro 9 romeu e julieta

464 visualizações

Publicada em

estudo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
464
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teatro 9 romeu e julieta

  1. 1. Romeu e Julieta Nesta noite contaremos a história mais famosa de todos os tempos: Romeu e Julieta, de Willian Shakespeare. O romance tem como cenário a cidade de Verona. Duas famílias são inimigas: a família Montecchio e a família Capuleto. (o narrador gesticulará em direção aos atores que se apresentam como as famílias.) Elas vivem em constantes conflitos, que tiram a paz e a tranquilidade do lugar. (começa um duelo entre os jovens das famílias.) Romeu, um jovem Montecchio, era tranquilo e pacífico. Sofria de amor por Rosalina, e, por isso, seus amigos decidem ajuda-lo: Mercúcio: Os Capuleto darão um baile de máscaras nesta noite. Bem que poderíamos ir... Romeu: Não sei se é uma boa ideia... Benvólio: Vamos Romeu! Você precisa esquecer essa Rosalina...você precisa se distrair! Nós iremos sim! (eles vão embora) _______________------________________ (a festa acontece, os Capuleto e Montecchio divertem-se e dançam) Romeu: (com olhar assustado) Rosalina! Rosalina: Romeu...tudo bem? Romeu: Nada bem...você não é mais a mesma. Rosali na: As coisas mudaram...agora seremos bons amigos. (Rosalina beija o rosto de Romeu e sai dançando pela festa.) Mas a situação muda para o jovem rapaz. Romeu encanta-se por uma jovem e bela moça. (os dois se olham fixamente durante um bom tempo. Logo após, Romeu tira a moça para dançar. E após a música ele tira a máscara.) Julieta, uma Capuleto, fica surpresa ao saber quem era o rapaz tão encantador escondido naquela máscara: Julieta: Romeu Montecchio...Ah não! Isso é impossível... Não só Julieta, mas quase todos reconhecem Romeu Montecchio. A presença do rapaz em nada incomodou o Sr. Capuleto. Sr. Capuleto: Por mim, poderia ficar o quanto quisesse. Pois admiro muito a sua postura...mas é melhor evitar confusões. Romeu: Já estamos de saída! (Romeu e os amigos fogem.)
  2. 2. ____________________---------__________________ (Romeu invade o jardim da residência dos Capuleto e esconde-se. Julieta entra em cena e caminha pelo espaço, sem ainda ver Romeu.) Julieta: Romeu! Romeu! Por que você é Romeu? Por você abandonaria o meu nome, se for preciso...Meu inimigo é apenas Montecchio, que em nada substitui você. Largue esse nome, e, em troca dele, que não é parte de você, ficará comigo por inteira. (Romeu se apresenta, pegando Julieta pelas mãos.) Romeu: Aceito sua proposta! De agora em diante não serei mais Romeu! Julieta: O que faz aqui Romeu? Como conseguiu entrar? Se meus primos te pegam aqui, não sei o que poderia acontecer... Romeu: Faço qualquer coisa para estar com você! Amor! Julieta: Sem formalidades...você me ama mesmo? Se for dizer “sim”, que o diga com sinceridade. Belo Montecchio: uma coisa é certa. Estou perdida de amor! Romeu: Eu juro que te amo, minha Julieta! (Ouvem-se vozes aproximando-se.) Julieta: Preciso ir! Romeu: Vai me deixar aqui? Julieta: Que alegria quer que eu te dê nesta noite? Romeu: Case-se comigo! (A empregada de Julieta aparece.) Ama: Julieta! Onde você está, garota? Julieta: Já estou entrando! Só um momento! (virando-se para Romeu.) Devo entrar, meu Romeu. Amanhã te mandarei um recado por um enviado meu. Você o responderá, informando o local e o horário da cerimônia. (Ama, cada vez mais perto.) Ama: Julieta! Apareça! Romeu: Que noite linda! Tenho medo de tudo isso ser um sonho... Julieta: Boa noite, meu amor! Até amanhã será uma eternidade! (saem) _________________________---------____________________________ No dia seguinte, Romeu vai até a igreja de Frei Lourenço e o convence a realizar a cerimônia: Frei Lourenço: Romeu! Isso é loucura! Romeu: Nos amamos e isso é o que realmente importa. O senhor fará a cerimônia hoje? Frei Lourenço: Está bem...venham à tarde. Julieta recebe o recado e prepara-se para a cerimônia de seu casamento, com a ajuda de Ama. (apresentar a cena da cerimônia, só com a música da cena.) ________________________----------------____________________________
  3. 3. Após a cerimônia, Romeu presencia um duelo entre seus amigos e o primo de Julieta, Tebaldo. (Tebaldo mata Mercúcio.) Romeu: Mercúcio! Meu grande amigo...não! Tebaldo, você terá o que merece... (Romeu mata Tebaldo.) _____________________-----------------_____________________________ Romeu é forçado a deixar a cidade de Verona, por conta das mortes ocorridas na noite anterior. Em seu refúgio, recebe a visita da empregada de Julieta: Romeu: Ama... Ama: Vim a pedido de Julieta. Ela quer que você fique com isto. (Entrega um anel a Romeu.) Romeu: Obrigada por nos ajudar. Ama: Não sou a favor desta loucura, mas quero ver minha menina feliz... Romeu: Como ela está? Avise-a que irei vê-la às onze da noite, que me aguarde no jardim. Ama: Sim...até mais. (sai) __________________----------________________ À noite, no jardim da casa de Julieta: Julieta: Romeu! Romeu: Julieta! Sinto muito pelo que aconteceu... (e se abraçam) Julieta: Não se sinta culpado pelo que aconteceu. Isso tudo tem que acabar. Romeu: Precisamos ficar juntos. Daremos um jeito nesta situação... (terminam a cena abraçados) ___________________--------__________________________ No dia seguinte, na casa de Julieta: Sra. Capuleto: Minha filha! Marcamos a data de seu casamento com o Conde Páris! (Julieta desespera-se) Sr. Capuleto: Parece não ter gostado da notícia... Julieta: Não quero me casar! Não amo Páris! Sr. Capuleto: Já havíamos conversado sobre esse assunto, querida. Ele é o homem mais adequado para você... Julieta: Adequado a mim? Vocês decidem o rumo de minha vida como se ela fosse um negócio... (e sai de casa, chorando) Desesperada, Julieta pede ajuda a Frei Lourenço: Julieta: O que eu faço Frei? Tenho que despistar meus pais! Frei Lourenço: Meu Deus! Você não pode se casar novamente...vou pensar numa solução. (o Frei e Julieta caminham de uma lado ao outro, pensando numa solução) (O Frei pega uma caixa e de lá, tira um frasco com um líquido)
  4. 4. Frei Lourenço: Tive uma ideia! Você tomará o líquido deste frasco (entrega-o a Julieta) e dormirá profundamente até o amanhecer. Todos pensarão que você está morta...Mandarei uma carta explicativa a Romeu e ele estará aqui quando você acordar. Vocês poderão ser felizes longe daqui. Julieta: É um plano perfeito! ( e toma o líquido do frasco) O desfecho dessa história é trágico, como podemos imaginar: Romeu não recebe a carta e recebe a notícia da morte de Julieta por boatos. Transtornado, vai até à igreja, onde o corpo de sua esposa está sendo velado, e, se mata, após tomar um frasco de veneno. Julieta desperta logo em seguida. Vê seu amado morrendo e decide suicidar-se também... Uma história de amor tão bonita, com um final tão trágico??? Não! Em nossa peça teatral, o amor do casal será maior que a rivalidade de suas famílias. O amor, aqui, vencerá no final. Vamos mudar o final dessa história? Frei Lourenço: Tive uma ideia melhor...Julieta! Vá até sua casa e busque seus pais. Faremos uma reunião. Vamos resolver de uma vez por todas essa briga tola... Julieta: Ainda não entendi. O que o senhor pretende fazer? Frei Lourenço: Faça somente aquilo que lhe pedi. (Julieta sai.) (Frei Lourenço escreve uma carta, fala em voz alta). Frei Lourenço: Senhor Montecchio. Solicito a sua presença e da senhora Montecchio em minha sala o mais rápido possível. É urgente! Um assunto muito importante sobre seu filho Romeu. Assinado: Frei Lourenço. (Frei escreve uma carta para Romeu.) Frei Lourenço: Jovem Romeu. Compareça em minha sala urgente! Assuntos do seu interesse. Assinado: Frei Lourenço. __________________-----------___________________ (Já com todos reunidos) Frei Lourenço: Chamei todos aqui pelo seguinte: Precisamos resolver logo esse conflito infantil entre vocês. Primeiro, para que possamos viver em paz nesta cidade; e outra, temos aqui um casal apaixonado que necessita viver o amor que sentem... (Romeu e Julieta entreolham-se assustados) Mãe e pai de Julieta: Julieta! Mãe e pai de Romeu: Romeu! Romeu: Nós nos amamos! Queremos viver em paz, mas sem a união de nossas famílias não conseguiremos. Julieta: Pai! Mãe! Por favor, nos ajudem! As famílias pensam, olham para o Frei...e enfim chegam num acordo:
  5. 5. Sr. Capuleto: Como eu sempre admirei o comportamento e as atitudes deste rapaz, mesmo sabendo que ele deu um mau passo ao reagir às agressões de minha família. Mas, em nome da felicidade de minha filha, aceitaremos um acordo de paz. Vamos esquecer o que passou e ajudar nossos filhos e a nossa cidade? Sr. Montecchio: Não temos outra saída, a não ser aceitar... (e se cumprimentam) Romeu e Julieta abraçam o Frei e comemoram a conquista tão desejada. Mas lembram- se de um detalhe muito importante: Romeu: Julieta! E agora? Temos que contar sobre o casamento! Julieta: Hi... Os pais: Que casamento????? (Mostram as alianças nos dedos.) Benvólio (no lugar de Benvólio) Rosalina (amor não-correspondido de Romeu)
  6. 6. Sr. Capuleto: Como eu sempre admirei o comportamento e as atitudes deste rapaz, mesmo sabendo que ele deu um mau passo ao reagir às agressões de minha família. Mas, em nome da felicidade de minha filha, aceitaremos um acordo de paz. Vamos esquecer o que passou e ajudar nossos filhos e a nossa cidade? Sr. Montecchio: Não temos outra saída, a não ser aceitar... (e se cumprimentam) Romeu e Julieta abraçam o Frei e comemoram a conquista tão desejada. Mas lembram- se de um detalhe muito importante: Romeu: Julieta! E agora? Temos que contar sobre o casamento! Julieta: Hi... Os pais: Que casamento????? (Mostram as alianças nos dedos.) Benvólio (no lugar de Benvólio) Rosalina (amor não-correspondido de Romeu)

×