Técnicas de estudo

562 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Técnicas de estudo

  1. 1. Analisar é, segundo o dicionário da Língua Portuguesa, decompor um todo em suas partes: analisar uma substância. / Estudar, examinar: analisar documentos. / Criticar: analisar um romance. Para garantir um bom entendimento do que se estar lendo, é preciso utilizar-se das diversas técnicas que de leituras que existem, como sublinhar, fazer resumo, anotações à margem, todas essas técnicas ajudarão na absorção do conteúdo lido e a construção do conhecimento. A leitura solidifica o estilo, amplia o conhecimento, muda comportamentos e ajuda na articulação lingüística, também é uma atividade extremamente importante para o homem civilizado, atendendo a múltiplas finalidades. A leitura insere o ser humano em um vasto mundo de conhecimentos, propiciando a obtenção de informações em relação a qualquer contexto e área do saber.
  2. 2.  1.Titulo:  2.Tema central:  3. Créditos:  4. Quem produziu? Não apenas o nome, mas contar quem é e o que faz.  5. Em que ano?  6. Com que finalidade? Como é possível ver a mesma situação de maneira diferente? Porque é importante saber quem escreveu ou produziu um filme? Para que serve uma analise? É mais interessante ver um filme, vídeo, texto quando estamos focados em aspectos de técnicos?
  3. 3. De acordo com o dicionário da língua portuguesa, Síntese é: Exposição genérica ou abreviada; resumo, sumário, sinopse: síntese histórica. Uma forma de se obter a capacidade de síntese é desenvolver habilidades de leitura e produzir bastantes textos. Existem algumas técnicas de síntese, elas buscam facilitar o objetivo da síntese que é condensar a informação do todo, facilitando a aprendizagem. Esquema, resumo, quadro sinóptico são algumas das técnicas da síntese.
  4. 4. O esquema é uma consequência gráfica e ordenada do sublinhado. Nela se criam laços hierarquizados entre as principais ideias que conformam um tema. Isto é, estabelecem-se quais são as ideias principais, as secundárias e os argumentos de apoio e se estabelece a relação que têm entre si. Os esquemas permitem que de uma mirada se obtenha uma idéia clara do conteúdo e da estrutura da informação, para depois poder estudá-la e analisá-la a profundidade. Os esquemas são de grande ajuda para organizar os tempos de estudo, bem como para saber o que levamos estudado, o que nos falta e no que temos pôr maior ênfase.
  5. 5. Paraelaborarum esquemaénecessário:  1. Fazer uma leitura de compressão e elaborar o sublinhado.  2. Procurar as palavras e conceitos finque e enunciá-los em frases curtas.  3. Ordenar o conteúdo definindo o tema central, as idéias principais e as secundarias de forma que se possa ir decompondo a informação.
  6. 6. Mapas Conceituais são representações gráficas semelhantes a diagramas, que indicam relações entre conceitos ligados por palavras. Representam uma estrutura que vai desde os conceitos mais abrangentes até os menos inclusivos. São utilizados para auxiliar a ordenação e a sequenciação hierarquizada dos conteúdos de ensino, de forma a oferecer estímulos adequados ao aluno.
  7. 7. Por que resumir um texto? Qual a finalidade? Resumir é o ato de ler, analisar e traçar em poucas linhas o que de fato é essencial e mais importante para o leitor. Quando reescrevemos um texto, internalizamos melhor o assunto e não nos esquecemos dele. Afinal, não aprendemos com um simples passar de olhos pelas letras! Dessa forma, podemos até dizer que lemos o texto, mas quanto a assimilar...será difícil afirmar que sim! O fato de sintetizar um texto ou capítulos longos pode se tornar um ótimo hábito e auxiliá-lo muito em todas as disciplinas, pois estará atento às ideias principais e se lembrará dos pontos chaves do conteúdo http://www.brasilescola.com/redacao/resumo-texto.htm
  8. 8. é um quadro organizacional e que pode ser empregado em diversos assuntos, justamente para mostra-los de forma mais organizada.

×