O homem de bem

1.239 visualizações

Publicada em

1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
128
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O homem de bem

  1. 1. O Homem de Bem
  2. 2. • 918. Por que indícios se pode reconhecer em um homem o progresso real que lhe elevará o Espírito na hierarquia espírita? • “O espírito prova a sua elevação, quando todos os atos de sua vida corporal representam a prática da lei de Deus e quando antecipadamente compreende a vida espiritual.”
  3. 3. 1. Interrogue a consciência sobre seus próprios atos. Conhecimento de si
  4. 4. Perguntai ainda isto: • Se aprouvesse a Deus chamar-me neste momento, ao entrar no mundo dos Espíritos, onde nada é oculto, teria eu de temer o olhar de alguém?
  5. 5. • 2. Deposite fé em Deus, na sua bondade, na sua justiça e na sua sabedoria. Confiança!
  6. 6. • 3. Acrescente fé no futuro, colocando os bens espirituais acima dos bens temporais. Esperança!
  7. 7. • 4. Aceite as vicissitudes da vida sem murmurar, entendendo-as como provas ou expiações.
  8. 8. • 5. Doe doses abundantes de caridade e de amor ao próximo, retribuindo o mal com o bem.
  9. 9. • 5. Faça o bem pelo bem e tome a defesa do fraco contra o forte. Beneficência
  10. 10. Amar os inimigos não é: • Ter-lhes uma afeição que não está na natureza, visto que o contato de um inimigo nos faz bater o coração de modo muito diverso do seu bater, ao contato de um amigo. Allan Kardec - ESE - Cap. XII - Itens 1 a 4 Tema: Retribuir o mal com o bem
  11. 11. • 6. Pense nos outros, antes de pensar em si, encontrando satisfação nos serviços que presta. Solidariedade
  12. 12. • 7. Seja bom, humano e benevolente para com todos, sem distinção de raças ou crenças. Fraternidade
  13. 13. • 8. Respeite todas as convicções sinceras sem lançar anátema aos que não pensam como ti. Alteridade
  14. 14. • 9. Mais uma vez, não se esqueça de em todas as circunstâncias tomar por guia a caridade. Caridade
  15. 15. • 10. Perdoe e esqueça todas as ofensas, não alimentando ódio, rancor ou desejo de vingança. Perdão
  16. 16. • 11. Seja indulgente para com as fraquezas alheias, por também ser credor de Indulgência! Indulgência
  17. 17. • 12. Não evidencie os defeitos alheios e procure sempre o bem que possa atenuar o mal. Compreensão
  18. 18. Haverá casos em que convenha se desvende o mal de outrem? É muito delicada esta questão e, para resolvê-la, necessário se torna apelar para a caridade bem compreendida. • - São Luís. (Paris, 1860.) - ESE cap. 10, it.21
  19. 19. Se, porém, podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-se atender de preferência ao interesse do maior número. • Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam, nenhuma utilidade haverá nunca em divulgá-la. São Luís. (Paris, 1860.) - ESE cap. 10, it.21
  20. 20. • 13. Estude as próprias imperfeições e trabalhe incessantemente por combatê-las. Perseverança
  21. 21. • 14. Aproveite todas as ocasiões para fazer ressaltar o que seja proveitoso nos outros. Bondade
  22. 22. • 15. Não se envaideça pela riqueza ou vantagens pessoais, sabedor de que são empréstimos. Humildade
  23. 23. A humildade não está na pobreza, não está na indigência, na penúria, na necessidade, na nudez e nem na fome. A humildade está na pessoa que tendo o direito de reclamar, julgar, reprovar e tomar qualquer atitude compreensível no brio pessoal, apenas abençoa." (Emmanuel, psicografado por Chico Xavier)
  24. 24. • 16. Se superior, trate os subalternos com bondade e benevolência, vendoos como irmãos. Humildade
  25. 25. • 17. Se subordinado, compreenda seus deveres e se empenhe em cumpri-los de bom grado. Dedicação
  26. 26. • 18. Finalmente, respeite todos os direitos que aos seus semelhantes dão as leis da Natureza. Amor

×