SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo sociológico
Kamila Joyce
 Poder, sobre o ponto de
vista de Max Weber, é a
capacidade de impor a
própria vontade em uma
relação social, mesmo
contra resistência.
Max Weber (1864-1920)
 O Estado Moderno se caracteriza por sua função
centralizada, impessoal e especialmente determinada
sobre dado território.
Isso se concretiza principalmente a partir
da fragmentação do poder Feudal.
Pirâmide social do
Feudalismo
 O território- É a base física de Estado,
sobre a qual ele exerce sua jurisdição;
 A população- Composta pelos
habitantes do território;
 O governo- Grupo de pessoas colocados
á frente das instituições fundamentais
estatais e que seu nome exercem o poder,
os representantes do Estado.
 Ao considerar o poder do Estado liberal, ele
surge amparando em normas e leis que lhe
dão legitimidade.
 A constituição compreende para o
liberalismo, o conjunto de leis no
desenvolvimento do governo estatal.
 O poder constituinte, em linhas muito
gerais, é o poder da constituição.
 A classificação da constituição pode ser distribuídas
em: escrita (como a constituição brasileira,
promulgada em 1988) e não-escrita (não se encontram
em um único texto, mas em textos esparsos, bem como
se referem aos costumes da comunidade como
constituição inglesa).
Quando á origem da constituição ela está enquadrada
em dois tipos básicos, a promulgada, popular ou
democrática e Outorgada.
 Constituições populares: Compreendem aquelas resultantes de um poder
constituinte legítimo, em que a vontade popular foi soberana e representada
através de membros constituintes eleitos, como as constituições brasileiras
de 1891, 1934, 1946 e 1988.
 Constituição Outorgados: Não há participação popular no processo
constituinte de discussão e deliberação como ocorreu nas constituições
brasileiros republicanos de 1967, 1967 e 1969.
Declaração dos direitos do Homem e do Cidadão
(Revolução Francesa de 14 de Julho de 1789)
 Direitos esses denominados de inalienáveis, ou seja,
não transferíveis e que o Estado não pode desrespeitar.
IGUALDADE VIDA LIBERDADE PROPRIEDADE
 1° Um poder Legislativo Bicameral é necessário para o
Brasil?
 2° Qual a importância do poder Executivo na estrutura
do Estado?
 Primeiro conceito – A politica e o poder
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Max_Weber
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Poder_executivo
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Poder_legislativo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Poder e política
Poder e políticaPoder e política
Poder e política
 
Cultura - Sociologia
Cultura - SociologiaCultura - Sociologia
Cultura - Sociologia
 
Relações de poder
Relações de poderRelações de poder
Relações de poder
 
Estratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade SocialEstratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade Social
 
Sociologia do poder
Sociologia do poder Sociologia do poder
Sociologia do poder
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
 
Fatos sociais
Fatos sociaisFatos sociais
Fatos sociais
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
O Que é PolíTica
O Que é PolíTicaO Que é PolíTica
O Que é PolíTica
 
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
Karl marx
 Karl marx Karl marx
Karl marx
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedadeAs relações entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedade
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Direitos e cidadania
Direitos e cidadaniaDireitos e cidadania
Direitos e cidadania
 

Semelhante a Política e o Poder

Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfLeandroBrando21
 
Nocoes de-direito-constitucional
Nocoes de-direito-constitucionalNocoes de-direito-constitucional
Nocoes de-direito-constitucionalrosangelafremes
 
Apostila de Nocões de Direito Constitucional
Apostila de Nocões de Direito ConstitucionalApostila de Nocões de Direito Constitucional
Apostila de Nocões de Direito ConstitucionalVitor Carvalho
 
Constitucionalismo
ConstitucionalismoConstitucionalismo
ConstitucionalismoDebora Rocha
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02Clesia Moreira
 
O poder e o estado
O poder e o estadoO poder e o estado
O poder e o estadoLucas Castro
 
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...andrea almeida
 
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOppt
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOpptAULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOppt
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOpptdramagnoliaaleixoadv
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismoEstado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismoLucio Braga
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo  Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo Lucio Braga
 
O estado e o pensamento político liberal
O estado e o pensamento político liberalO estado e o pensamento político liberal
O estado e o pensamento político liberalDavi Islabao
 
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.ppt
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.pptTGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.ppt
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.pptdramagnoliaaleixoadv
 
Ciência política e teoria geral do estado
Ciência política e teoria geral do estadoCiência política e teoria geral do estado
Ciência política e teoria geral do estadoProerd Dare Nyno Justino
 

Semelhante a Política e o Poder (20)

Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Estado
EstadoEstado
Estado
 
Estado 02
Estado 02Estado 02
Estado 02
 
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
 
Nocoes de-direito-constitucional
Nocoes de-direito-constitucionalNocoes de-direito-constitucional
Nocoes de-direito-constitucional
 
Apostila de Nocões de Direito Constitucional
Apostila de Nocões de Direito ConstitucionalApostila de Nocões de Direito Constitucional
Apostila de Nocões de Direito Constitucional
 
Constitucionalismo
ConstitucionalismoConstitucionalismo
Constitucionalismo
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
 
Módulo 5
Módulo 5Módulo 5
Módulo 5
 
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02
Cap14 filosofiapoltica-130123100652-phpapp02
 
O poder e o estado
O poder e o estadoO poder e o estado
O poder e o estado
 
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...
1000%20 perguntas%20e%20respostas%20sobre%20teoria%20geral%20do%20estado%20de...
 
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOppt
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOpptAULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOppt
AULA DE CIENCIA POLITICA - TGE. O ESTADOppt
 
Aula 14 - Estado Nacional e Poder Político
Aula 14 - Estado Nacional e Poder PolíticoAula 14 - Estado Nacional e Poder Político
Aula 14 - Estado Nacional e Poder Político
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismoEstado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo
 
Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo  Estado liberal e contratualismo
Estado liberal e contratualismo
 
O estado e o pensamento político liberal
O estado e o pensamento político liberalO estado e o pensamento político liberal
O estado e o pensamento político liberal
 
Estado 02
Estado 02Estado 02
Estado 02
 
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.ppt
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.pptTGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.ppt
TGE- teoria geral do estadoperguntas20e20respostas.ppt
 
Ciência política e teoria geral do estado
Ciência política e teoria geral do estadoCiência política e teoria geral do estado
Ciência política e teoria geral do estado
 

Mais de Kamila Joyce

Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e aves
Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e avesSistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e aves
Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e avesKamila Joyce
 
Mini-curso sobre sistema circulatório
Mini-curso sobre sistema circulatório Mini-curso sobre sistema circulatório
Mini-curso sobre sistema circulatório Kamila Joyce
 
Código de ética da radiologia
Código de ética da radiologiaCódigo de ética da radiologia
Código de ética da radiologiaKamila Joyce
 
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...Kamila Joyce
 
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPV
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPVPeça sobre o Câncer do colo do útero e HPV
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPVKamila Joyce
 
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9Kamila Joyce
 
O trabalho ao longo da história
O trabalho ao longo da históriaO trabalho ao longo da história
O trabalho ao longo da históriaKamila Joyce
 
Revolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismoRevolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismoKamila Joyce
 
Fernando Henrique Cardoso
Fernando Henrique CardosoFernando Henrique Cardoso
Fernando Henrique CardosoKamila Joyce
 
Matrizes e Vetores para programação
Matrizes e Vetores para programaçãoMatrizes e Vetores para programação
Matrizes e Vetores para programaçãoKamila Joyce
 
Mini curso redes sociais - IMD instituto Metrópole Digital
Mini curso redes sociais -  IMD instituto Metrópole DigitalMini curso redes sociais -  IMD instituto Metrópole Digital
Mini curso redes sociais - IMD instituto Metrópole DigitalKamila Joyce
 
Teoria moderna da evolução
Teoria moderna da evoluçãoTeoria moderna da evolução
Teoria moderna da evoluçãoKamila Joyce
 
Divisão do tempo geológico
Divisão do tempo geológicoDivisão do tempo geológico
Divisão do tempo geológicoKamila Joyce
 
Conceito de espécie e especiação
Conceito de espécie e especiaçãoConceito de espécie e especiação
Conceito de espécie e especiaçãoKamila Joyce
 
Bases genéticas da evolução
Bases genéticas da evoluçãoBases genéticas da evolução
Bases genéticas da evoluçãoKamila Joyce
 
Evolução automotiva
Evolução automotivaEvolução automotiva
Evolução automotivaKamila Joyce
 

Mais de Kamila Joyce (20)

Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e aves
Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e avesSistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e aves
Sistema digestório Peixes, repteis, anfíbios e aves
 
Mini-curso sobre sistema circulatório
Mini-curso sobre sistema circulatório Mini-curso sobre sistema circulatório
Mini-curso sobre sistema circulatório
 
Código de ética da radiologia
Código de ética da radiologiaCódigo de ética da radiologia
Código de ética da radiologia
 
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...
O PROBLEMA DO SEDENTARISMO DA OBESIDADE E DOS TRANSTORNOS PSICOLÓGICOS OCASIO...
 
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPV
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPVPeça sobre o Câncer do colo do útero e HPV
Peça sobre o Câncer do colo do útero e HPV
 
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9
Tecnologia radiológica e diagnóstico de imagem cap. 9
 
O trabalho ao longo da história
O trabalho ao longo da históriaO trabalho ao longo da história
O trabalho ao longo da história
 
Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
 
Reino Metaphyta
Reino MetaphytaReino Metaphyta
Reino Metaphyta
 
Revolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismoRevolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismo
 
Doenças vírais
Doenças víraisDoenças vírais
Doenças vírais
 
Fernando Henrique Cardoso
Fernando Henrique CardosoFernando Henrique Cardoso
Fernando Henrique Cardoso
 
Matrizes e Vetores para programação
Matrizes e Vetores para programaçãoMatrizes e Vetores para programação
Matrizes e Vetores para programação
 
Mini curso redes sociais - IMD instituto Metrópole Digital
Mini curso redes sociais -  IMD instituto Metrópole DigitalMini curso redes sociais -  IMD instituto Metrópole Digital
Mini curso redes sociais - IMD instituto Metrópole Digital
 
Nicolau Maquiavel
Nicolau MaquiavelNicolau Maquiavel
Nicolau Maquiavel
 
Teoria moderna da evolução
Teoria moderna da evoluçãoTeoria moderna da evolução
Teoria moderna da evolução
 
Divisão do tempo geológico
Divisão do tempo geológicoDivisão do tempo geológico
Divisão do tempo geológico
 
Conceito de espécie e especiação
Conceito de espécie e especiaçãoConceito de espécie e especiação
Conceito de espécie e especiação
 
Bases genéticas da evolução
Bases genéticas da evoluçãoBases genéticas da evolução
Bases genéticas da evolução
 
Evolução automotiva
Evolução automotivaEvolução automotiva
Evolução automotiva
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 

Política e o Poder

  • 2.  Poder, sobre o ponto de vista de Max Weber, é a capacidade de impor a própria vontade em uma relação social, mesmo contra resistência. Max Weber (1864-1920)
  • 3.  O Estado Moderno se caracteriza por sua função centralizada, impessoal e especialmente determinada sobre dado território. Isso se concretiza principalmente a partir da fragmentação do poder Feudal. Pirâmide social do Feudalismo
  • 4.  O território- É a base física de Estado, sobre a qual ele exerce sua jurisdição;  A população- Composta pelos habitantes do território;  O governo- Grupo de pessoas colocados á frente das instituições fundamentais estatais e que seu nome exercem o poder, os representantes do Estado.
  • 5.
  • 6.  Ao considerar o poder do Estado liberal, ele surge amparando em normas e leis que lhe dão legitimidade.  A constituição compreende para o liberalismo, o conjunto de leis no desenvolvimento do governo estatal.  O poder constituinte, em linhas muito gerais, é o poder da constituição.
  • 7.  A classificação da constituição pode ser distribuídas em: escrita (como a constituição brasileira, promulgada em 1988) e não-escrita (não se encontram em um único texto, mas em textos esparsos, bem como se referem aos costumes da comunidade como constituição inglesa).
  • 8.
  • 9. Quando á origem da constituição ela está enquadrada em dois tipos básicos, a promulgada, popular ou democrática e Outorgada.  Constituições populares: Compreendem aquelas resultantes de um poder constituinte legítimo, em que a vontade popular foi soberana e representada através de membros constituintes eleitos, como as constituições brasileiras de 1891, 1934, 1946 e 1988.  Constituição Outorgados: Não há participação popular no processo constituinte de discussão e deliberação como ocorreu nas constituições brasileiros republicanos de 1967, 1967 e 1969.
  • 10. Declaração dos direitos do Homem e do Cidadão (Revolução Francesa de 14 de Julho de 1789)
  • 11.  Direitos esses denominados de inalienáveis, ou seja, não transferíveis e que o Estado não pode desrespeitar. IGUALDADE VIDA LIBERDADE PROPRIEDADE
  • 12.
  • 13.
  • 14.  1° Um poder Legislativo Bicameral é necessário para o Brasil?
  • 15.  2° Qual a importância do poder Executivo na estrutura do Estado?
  • 16.  Primeiro conceito – A politica e o poder  http://pt.wikipedia.org/wiki/Max_Weber  http://pt.wikipedia.org/wiki/Poder_executivo  http://pt.wikipedia.org/wiki/Poder_legislativo