Comunicação integrada: uma experiência em assessoria na área da saúde pública

112 visualizações

Publicada em

Apresentação ComSaúde 2012 sobre as atividades da Assessoria de Comunicação em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
112
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação integrada: uma experiência em assessoria na área da saúde pública

  1. 1. Comunicação Integrada: uma experiência em assessoria na Saúde Pública Kalyne Menezes, mskalyne@gmail.com, UFG Daiana Stasiak, daiastasiak@gmail.com, UFG Silvana Coleta, silvanacoleta@gmail.com, UFG Marcelo Costa, publicite.marcelocosta@gmail.com, UFG Goiânia, Goiás.
  2. 2. Sistema Único de Saúde • Imagem nos meios de comunicação: “crise na saúde”; • A área da saúde é uma das que mais necessitam das ações do campo da comunicação, principalmente pela necessidade de serviços de informação pública aos cidadãos. • Comunicação em saúde: estratégias para informar e influenciar as decisões dos indivíduos na promoção da saúde
  3. 3. Convênio UFG-SMS • Iniciativa do gestor: interesse na comunicação e percepção de uma necessidade (crise na saúde, falta de estrutura de comunicação); • Implantação de uma Assessoria de Comunicação Social Integrada (Ascom- SMS) - convênio entre a Prefeitura e a Universidade Federal de Goiás; • Comunicação integrada: Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas; • 12 estudantes da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia (Facomb), quatro de cada área da Comunicação; três professores da Facomb, um de cada área da comunicação; • Profissionais da SMS: jornalistas, relações públicas, desenvolvedor de web e assistentes administrativos.
  4. 4. O trabalho informativo: a área de jornalismo • Ações: agendamento de entrevistas para os veículos; acompanhamento e orientação de autoridades da SMS em entrevistas; coberturas de eventos internos, marcação de entrevistas coletivas, atendimento à imprensa, produção de notícias para veículos da SMS, atendimento de usuários – informação e solicitação; gerenciamento de redes sociais, atividades de planejamento em comunicação, em parceria com as demais áreas, e outros. • Produtos: Jornal impresso, jornal mural, página em rede social, boletim eletrônico, site, releases, revista especial, publicação história da SMS e outros; • Informação, transparência e publicidade dos atos. Enfoque nos usuários do SUS.
  5. 5. Capa do Jornal Impresso “Saúde Goiânia”. Produzido pela Ascom.
  6. 6. O trabalho persuasivo: a área de Publicidade e Propaganda • Planejamento e criação de arte, atende demandas internas da SMS; campanhas com materiais impressos e pela internet; • Desenvolvem publicidade de caráter institucional e tem objetivo de informar e criar hábitos; • Parceria com Jornalismo e Relações Públicas no desenvolvimento de uma identidade visual para melhorar comunicação da SMS com seus públicos internos; • Desenvolvimento dos layouts e diagramação dos conteúdos dos veículos.
  7. 7. Campanhas Campanha Conheça a Saúde Mental
  8. 8. O trabalho institucional: a área de Relações Públicas • Ações de desenvolvimento institucional: Pesquisa, Clipping, Jornal Mural, produção de material informativo para site, concursos culturais; • Pesquisas: identificar e conhecer a opinião dos públicos – pesquisas com colaboradores da SMS e com usuários do SUS; • Clipping: relatórios de notícias e auditoria de imagem da SMS e do SUS. A partir do clipping e do relatório são propostas ações, desenvolvidas na SMS, como: produção de releases, investimento em trabalhos que busquem pauta positiva e pesquisa de opinião.
  9. 9. Campanha interna (dia do enfermeiro) e marca do evento Mãe Mulher
  10. 10. Considerações Finais • Experiência ilustra a demanda existente da união entre as áreas de comunicação e Saúde; • As pesquisas da área de relações públicas e as campanhas publicitárias colaboraram para o reconhecimento de problemas de comunicação e a realização de ações estratégicas em busca da imagem positiva em relação aos serviços municipais de saúde; • Jornalismo: dimensionamento das informações que compõem o universo da área da saúde, em especial do SU; trabalho voltado para a visibilidade da SMS nos veículos locais; • Em um ano todas as equipes desenvolveram estratégias para que os públicos reconheçam os serviços oferecidos pela SMS; • SMS Goiânia: órgão preocupado não somente em transmitir informações, mas também em trabalhar com a construção de um conhecimento sobre as questões que se referem à saúde.

×