Cap 4

410 visualizações

Publicada em

Capítulo 4 =)

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
410
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cap 4

  1. 1. Capítulo 4 “Em nosso mundo de famas e guerras; São os guerreiros que nos trazem paz... Aos deuses que foram a nossa criação Seu desejo é a nossa perdição e nada mais...” Giro 5, noite Era finalde tarde e eu estava mearrumando parair ao Kawazu. Vi varias roupas e fiquei meio em duvida do que usar para ir. Poderia demorar mais um pouco. Alguém no portão: _Lucas! Mais rápido! Já estamos esperando! Ou eu vou ser obrigado a ser mais rápido... Olhei pela janela e vi Adara junto com Diphrá, me esperando. Diphrá: _Seja mais rápido, ou perderemos o evento principal! Eu: _Esperem! Vieram aqui então vão ter que esperar! Adara cruzou os braços e me disse: Adara: _Então seja rápido, não gosto de ficar em pé na frente de uma casa tão grande sem entrar nela! Logo entendi os gestos dela e perguntei: Eu: _Você quer entrar, não é? Adara: _Ora, se você está convidando... Eu e o Diphrá nos olhamos com uma cara risonha enquanto ela entrava na casa. Os dois entraram e ficaram meia hora parados na porta de entrada. Eu até pensei em perguntar por que estavam parados, mas isso era meio óbvio. (Mansão gigante com pilares nas extremidades das paredes brancas e todas desenhadas e com móveis caros, brilhantes e reluzentes. Mesa com talheres de prata e pratos de cristal. Toda a sala e a cozinha reluziam.) Diphrá: _Lucas, você tem uma casa e tanto ein... Adara: _Eu que o diga! Eu: _Vocês poderiam parar de olhar tanto... Isso me deixa constrangido... Apenas se sentem no sofá e esperem... Então eles se sentaram enquanto eu me arrumava. Diphrá: _E pensar que o Lucas tem tudo isso... Adara: _Pois é... Diphrá: _Isso é tão injusto... Adara: _Por quê? Ele aumentou o tom de voz só para eu poder escutar: Diphrá: _E pensar que eu trabalhei tanto! Eu: _Olha que eu ouvi isso! Então ele caiu na risada junto com a Adara. Quando eu terminei de me arrumar, nós estávamos meio em cima da hora, então apressamos o passo. A escola estava brilhando por cima com os holofotes presentes no campus. Na entrada já tinham várias barracas espalhadas Diphrá: _Caramba, olha quanta gente! E olhe quantas barracas! Adara: _Olha! Também têm barracas de conhecimentos! Diphrá olhou pra ela e disse: Diphrá: _Nossa, nem em feriado você para de pensar na escola...
  2. 2. Adara: _Você que é burro e não tem interesse pela nossa história! Diphrá: _Prefiro ser burro do que viciado... Adara: _Como é que é? Eu:_Eivocês!Parem de brigar! Cadaum vai na barraca que cada um achar melhor oras... Adara: _Então ok! Vou ir aos conhecimentos! Tchau pra vocês! Depois que ela foi, ficou apenas eu e o Diphrá. Eu: _Eu vou ali nos templos, no centro da cidade. Não quero ficar por aqui. Diphrá: _Ok! Eu vou ficar aqui, depois volte para assistirmos alguns eventos... Eu: _Ok, até mais! Em uma barraca com cadeiras leves de madeira, estava em um tipo de fórum que dissertava sobre a mitologia de Singdall, lá estava Adara assistindo. O começo do fórum dizia o seguinte: Palestrante: Boa noite à todos presentes! Hoje, vou falar um pouco sobre os Deuses na qual nós veneramos neste planeta. Os que nós conhecemos, são apenas 4 deles, que se chamam Órion, Aludra, Azula e Acrux... Primeiro; Órion, Deus dos Guerreiros, é o que cuida da saúde de todos os nossos guerreiros e diz a lenda que ele envia anjos para defender nossa cidade toda vez que algo dá errado. Por Segundo; Aludra, Deus do Destino, para nós, um dos deuses mais importantes, pois é ele que cuida do destino de todos os seres de Singdall, ou seja, ele que decide a vida de todos nós. Terceiro; Azula, Deusa das Virtudes, a mais importante para nós, pois ela cuida do amor, amizade, compaixão, enfim, de todas as virtudes que existem, ela também é conhecida como Deusa do Amor. E por ultimo, Acrux, Deus Da Morte, um dos menos importantespara nós, por ele cuidar dosmortose todosos tipos de monstros e pecados que existem. Digamosque ele quefez o mundoser mal, ele que distribuiu maldade para todos os seres... Então se extendeu por várias horas. Diphrá estava, como sempre, comendo nas bancas de doces, com o dinheiro que ele tinha juntado até o evento. Eu estava meio atrasado para ir ao templo, estava na ruaque ficava envoltade um pequeno parque, então para economizar tempo, decidi cortar caminho por entre as árvores. O parque era da parte alta da cidade, então os templos ficavam um pouquinho abaixo na terra que foi erguida. Estava bem escuro lá, a única coisa que eu podia ver, era a claridade dos templos na parte de baixo do parque. Então passei por entre as árvores e consegui ver os templos. Sabendo do caminho, eu regredi. Até certo ponto, eu ouvi algum barulho nos arbustos atras de mim. Então eu paralisei, olhei para trás e gritei: Eu: _Te-Tem alguem aí!? Ninguem respondeu... Eu estava meio apavorado, mas então falei para mim mesmo: Eu: _Ora essa, é só minha imaginação... Então, quando eu virei a minha cara para frente, alguma coisa caiu em alta velocidade na minha frente. Eu: _Aaaaaah!
  3. 3. Quando eu me dei conta do que era, eu vi um machado gigante de pedra, e era bem afiado, pois conseguiu cravar fundo no chão, e só o cabo dele, era um pouco maior que eu. Enquanto eu ainda estava olhando para o machado, eu ouvi outro barulho atras de mim. Quando eu virei novamente, eu vi uma espada apontada para meu olho. Era uma espada bem grande. Quando eu olhei naoutra extremidade, eu vi alguem com um capuz preto e dentro dele, estavam dois brilhos vermelhos. Eu me afastei, com medo. Então eu encostei no machado, e fiquei com mais medo, pois não tinha para onde fugir. Então aquele grande ser de capuz abaixou aquela espada e falou: Ser misterioso: _Qual é o teu nome completo? Eu: _Lu-Lu-Lucas Mortifer Zhareth! Ser misterioso: _Ótimo, finalmente o encontrei... Então ele abriu a mão direita, que eu percebi que não era normal, pois aquilo parecia uma luva de metal com garras. Quando ele apostou aquela mão para minha cara, eu caí de uma vez para trás, mas consegui colocar a mão na frente. O grande machado que estava atrás de mim estava sumindo rapidamente, quando de repente ele desapareceu no ar. Então ele ttirou o capuz, e o que eu via era uma coisa muito estranha. Ele era um Metamorpho com aparencia de um lobo. Mas o diferente é que ele era de metal, todo de metal, até as orelhas. Ele tirou o capuz e fez desaparecer do mesmo jeito a espada que estava na mão dele, dizendo: Ser misterioso: _O meu nome é Alderamin, sou um mensageiro dos Deuses, e estava procurando pelo filho de Pollux Zhareth, que aparentemente é você... Eu: _Você disse... Mensageiro dos Deuses? Alderamin: _Afirmativo, fui enviado por que o grande Aludra, Deus do Destino, procura por você... Eu: _Deus!? M-Mas o que um Deus quer comigo!? Alderamin: _Poderiamos poupar palavras se o senhor me acopanhasse. Quando ele disse isso, nós ouvimos outro som em meio aos arbustos. Em uma velocidadeincrível, eu vi ele materializar umaespadana mão dele, apontar para o lugar do arbusto e dizer: Alderamin: _Quem está aí? Apareça! Voz por entre as árvores: _Olha só, quem eu encontro no meio da floresta! Quando eu vi, era uma Metamorpho também, com aparencia de gato, com um vestido azul escuro e pêlo branco que estava saindo dos arbustos. Imediatamente, Alderamin fez a espada dele sumir e falou: Alderamin: _Hmm... Bellatrix Alamak... Bellatrix: _Pois é, quanto tempo ein grandão! Atrás dela, saiu uma pequena Metamorpho com o mesmo vestido pequeno, que tinha a mesma aparencia. Alicia: _Alderamin! Bellatrix: _Soube que você estava aqui pela cidade, então acharia que você estaria por aqui. E mais uma coisa, obrigado por salvar a minha filha hoje.
  4. 4. Alderamin: _Hmm... Nunca saberia que esta é sua filha... Ela estava sendo perseguida pelos demônios servos de Acrux... E eu também achava que você estava morta... Bellatrix: _Quenada, depoisqueoEsquadrãose dissipou, eu fuiviver em paz... Em paz até esses dias... Eu: _Eeeer... Gente, eu não estou entendendo nada do que está acontecendo... Alderamin: _Bom, vou continuar com o que estava fazendo, eu tenho que levar esse metamorpho para Aludra... Bellatrix: _Aah, amanhã você vai, não precisa fazer tudo imediatamente para aqueles deuses idiotas! Alderamin: _Mas eu tenho de ser imediato, isso pode ser importante. Bellatrix: _Não deve ser nada importante, Aludra pode esperar pelo grande filho de Pollux, ele esperou tanto tempo, por que não pode esperar mais? Alderamin: _Hmm... Eu: _Gente... Acho que vocês estão esquecendo-se de algo... Então eles olharam para mim e aquela que se chama Bellatrix falou comigo: Bellatrix: _Ora, me desculpe. Como eu disse, meu nome é Bellatrix, e eu sou ex- integrante de um esquadrão de Órion... Alicia: _E eu sou Alicia! Eu olhei para a pequena, ainda confuso, e olhei para a mãe, perguntando: Eu: _Eeer... Órion? Esquadrão? Acho que estou ainda mais confuso agora... Bellatrix: _Então, temos muito tempo nessa noite para explicar tudo, eu convido todos vocês para ir à minha residência para dormirem, o que acham? Alderamin: _Digo novamente que... Então Alicia foi e agarrou o braço dele e falou: Alicia: _Ora, vamos, vamos! É só uma noite! Bellatrix agarrou o outro braço dele e disse: Bellatrix: _Pois é Alderamin, faz tantos anos que a gente num se fala mais! Vamos! Elas estavam arrastando aquele grandalhão pela floresta enquanto eu estava lá, ainda confuso. Ainda não entendo o que um Deus iria querer comigo... Irei acompanhar essas pessoas apenas para saber o que está acontecendo...

×