Capítulo 1
Ao caminho de pedra irá se curvar,
Para que as linhas do destino se cruzem...
Em um instante há de parar,
E per...
Quando ele iria tocar nela, o ser misterioso de sobretudo aparece
no começo do beco:
Ser Misterioso: _Ei você, retire a mã...
Então o ser olhou para a rua e caminhou em direção, sem falar
nada com a garota.
Ele andou apenas alguns metros, quando ou...
Bellatrix: - Ainda bem que você está bem! Troca de vestido que eu
vou lavar esse, e coloca um bem bonito, pois nós vamos a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cap 1

380 visualizações

Publicada em

Primeiro capítulo do meu livro ainda sem título, divirta-se =)

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
380
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cap 1

  1. 1. Capítulo 1 Ao caminho de pedra irá se curvar, Para que as linhas do destino se cruzem... Em um instante há de parar, E permitir que os fracos sejam fortes e lutem... A palpitação pelo momento de assustar, Irá perceber o que um coração bom tem... Giro 5, Tarde. Existia uma estrada de pedra no meio da floresta do lado da grande cidade de Zhareth. Havia um ser, caminhando com um sobretudo, por essas estradas, estava indo em direção à Zhareth. Aparentemente, tinha uns 2 metros e 30 centímetros de altura, seu sobretudo era preto. No capuz do sobretudo, saía 2 orelhas de metal. Na parte de trás, nas costas, 4 espinhos rasgavam seu sobretudo e mostravam-se junto com a calda metálica na altura das pernas. Suas pernas eram de metal também. Ele andava vagarosamente por entre as sombras das árvores. Quando viu o portão da cidade, ele parou e disse: Ser Misterioso: _Hmm, então aqui que é Zhareth... Então esse metamorpho de sobretudo entrou na cidade de Zhareth, muito movimentada no dia em questão. Muitos comerciantes vendiam produtos e artesanatos para ganhar fundos e montavam suas barracas em plenas ruas. O ser de sobretudo pegou um caminho diferente daquele amontoado de pessoas, caminhou por uma rua um pouco deserta e fechada. Era uma rua em que as casas eram grandes e pareciam abandonadas e a luz não passava por elas, então a rua ficava mais escura e medianamente assustadora. Ele continuou caminhando até que em um momento, ele viu uma coisa bem estranha: Uma metamorpho fêmea e jovem estava correndo de outros metamorphos estranhos por entre a rua. Eles entraram em um beco, com a metamorpho gritando e correndo. O ser foi em direção ao beco, vagarosamente. Dentro do beco, a garota (podemos assim dizer) estava encurralada no fundo do beco com os monstros envolta dela. Eles pareciam com demônios. Tinham pele vermelha com chifres e eram grandes. DemônioLíder: _Não adianta maiscorrer! Nós nãovamos continuar te seguindo por que já está encurralada!
  2. 2. Quando ele iria tocar nela, o ser misterioso de sobretudo aparece no começo do beco: Ser Misterioso: _Ei você, retire a mão deste ser indefeso! O demônio então olhou para ele e cuspiu no chão: Demônio: _Quem é você para negar as ordens dos nossos superiores? Estamos querendo eliminá-la a mando de Polaris, o grande semideus do medo! Se quiser viver, não vos atrapalhe! Terminando de dizer isso, ele direcionou a mão dele até a garota encostada e agachada na parede. Então, de repente, uma grande espada voa rapidamente em direção a ele e acerta sua mão que a atravessa e a espada crava na parede. O demônio solta um grito de dor e depois o ser misterioso, que estava com o braço para frente depois de arremessar a espada: Ser Misterioso: _Não pararei perante a nenhum semideus... Já lhe disse para retirar a mão dela. O demônio que estava com a mão presa diz para seus comparsas: Demônio: _Ei vocês! Não fiquem parados aí! Matem esse idiota! Na mesma hora que ele diz isso, a espada que estava cravada desaparece e reaparece na mão do ser misterioso, que faz pose de combate e espera os demônios virem até ele. Eram três demônios contra ele. Os demônios então investiram contra ele. O ser apenas foi para cima do primeiro. O primeiro deu um soco, mas errou depois que o ser se abaixou e acertou-o com a espada, cortando o primeiro demônio ao meio. O segundo chegou levantando o braço e correndo, o ser então se abaixou e investiu contra o terceiro, cravando a espada toda em seu peito. O segundo não deixou barato e tentou bater no demônio por trás, mas um dos espinhos que estava nas costas do ser de sobretudo se libertou ao longo de um tentáculo imenso e acertou a barriga do outro demônio, lançando-o na parede e atravessando ele. O ser então largou os demônios e, com o sobretudo todo ensangüentado, foi para cima do ultimo demônio vagarosamente. O mesmo, que estava no chão, se levantou rapidamente e correu para a rua novamente: Demônio: _Você ainda vai sofrer, idiota de sobretudo! Então ele desapareceu correndo. O ser misterioso fez a espada desaparecer e olhou para a garota que estava no chão. Ela estava no chão, em meio ao sangue. Ela não tinha se machucado, mas não conseguia se mover por estar traumatizada. Ele disse em voz baixa com um tom de ironia: Ser Misterioso: _Grande Polaris... Ainda ficará me devendo essa...
  3. 3. Então o ser olhou para a rua e caminhou em direção, sem falar nada com a garota. Ele andou apenas alguns metros, quando ouviu alguns passos vindos de trás. Quando olhou, era a garota do beco. Ela estava com o vestido manchado de sangue e com a cabeça baixa, com um grande chapéu em sua cabeça. Estava cansada de ter corrido tanto. Quando ela levantou a cabeça, se revelava uma da raça metamorpho tipo gato. Então ela olhou para o ser e sorriu. Ele olhou para ela: Ser Misterioso: _Depois de tudo que aconteceu, ainda consegue sorrir? Ela então arrumou o vestido e limpando-o: Garotinha: _Mas claro, o senhor me salvou daqueles monstros! Ser Misterioso: _Hum... Garotinha: _Muito Obrigada senhor! Ele então se virou: Ser Misterioso: _Você não tem o que me agradecer... Ele foi andando um pouco, então ela novamente chamou ele: Garotinha: _Senhor! Qual é o seu nome? Ser Misterioso: _Meu nome? Garotinha: _É, senhor, como todos te chamam! Ser Misterioso: _Meu nome é Alderamin... Garotinha: _É um prazer, senhor Alderamin, meu nome é Alicia. Ele ficou pouco tempo olhando para ela, então depois se virou e foi embora. Ela tentou chamar ele, mas não conseguiu, ele já estava longe. Já era final da tarde, e Alicia já ia voltando para casa. Quando ela chegou a porta e tocou a campainha, sua mãe apareceu e já abraçou ela fortemente, dizendo: Mãe: _Filha, já estava preocupada! Não desapareça assim de novo! Alicia: _Desculpe mãe. O nome da menina era Alicia Alamak, o nome da mãe dela era Bellatrix Alamak, elas duas viviam sozinhas em uma casa grande, deixada pelo marido de Bellatrix, em que o paradeiro é desconhecido. Bellatrix olhou para o vestido de Alicia: Bellatrix: _O que são essas manchas em seu vestido filha? Então Alicia olhou e disse: Alicia: _Aah mãe, é sangue de monstro. Sujou o meu vestido enquanto um senhor lutava contra eles. Bellatrix: _Mas que monstros? Eles atacaram você de novo? Alicia:_Sim, mãe, maseu nãome machuquei, por que um senhor me salvou. O nome dele é Alderamin. A mãe parou por uns instantes e depois se levantou:
  4. 4. Bellatrix: - Ainda bem que você está bem! Troca de vestido que eu vou lavar esse, e coloca um bem bonito, pois nós vamos ao Kawazu hoje à noite! Alicia já foi correndo para trocar de vestido, muito alegre por ir ao evento. Quando o relógio dasala tocou, anunciando o começo do Kawazu, elas foram para o evento, contentes. Alicia estava com um vestido azul claro com um chapéu da mesma cor, radiante e feliz como sempre.

×