SlideShare uma empresa Scribd logo

Música

1 de 6
Baixar para ler offline
A Música
       A música é uma forma de arte que se constitui basicamente
em combinar sons e silêncio seguindo, ou não, uma pré-
organização ao longo do tempo.
       É considerada por diversos autores como uma prática
cultural   e   humana.   Atualmente   não   se   conhece   nenhuma
civilização ou agrupamento que não possua manifestações
musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse
objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte,
considerada por muitos como sua principal função.
       A criação, a performance, o significado e até mesmo a
definição de música variam de acordo com a cultura e o contexto
social. A música vai desde composições fortemente organizadas (e
a sua recriação na performance), música improvisada até formas
aleatórias. A musica pode ser dividida em gêneros e subgêneros,
contudo as linhas divisórias e as relações entre gêneros musicais
são muitas vezes sutis, algumas vezes abertas à interpretação individual e ocasionalmente
controversas.       Dentro das "artes", a música pode ser classificada como uma arte de
representação, uma arte sublime, uma arte de espetáculo.


Gêneros musicais:


       Assim como existem várias definições para música, existem muitas divisões e agrupamentos
da música em gêneros, estilos e formas. Dividir a música em gêneros é uma tentativa de classificar
cada composição de acordo com critérios objetivos, que não são sempre fáceis de definir.
Uma das divisões mais frequentes separa a música em grandes grupos:

       Música erudita - a música tradicionalmente dita como "culta" e no geral, mais elaborada. É
                            erroneamente conhecida como "música clássica", pois a música clássica
                            real é a música do período conhecido como Classicismo. Porém, deve
                            também ser lembrado que mesmo os compositores eruditos várias
                            vezes utilizaram melodias folclóricas para que em cima dela fossem
                            compostas variações. Alguns compositores chegaram até a apenas
                            colocar melodias folclóricas como o segundo sujeito de suas músicas
                            (como Villa-Lobos fez extensamente). Os gêneros eruditos são divididos
                            sobretudo de acordo com o períodos em que foram compostas ou pelas
                            características predominantes.
       Música popular - associada a movimentos culturais populares. Conseguiu se consolidar
apenas após a urbanização e industrialização da sociedade e se tornou o tipo
musical icônico do século XX. Se apresenta atualmente como a música do dia – a -
dia, tocada em shows e festas, usada para dança e socialização. Segue tendências e
modismos e muitas vezes é associada a valores puramente comerciais, porém, ao
longo do tempo, incorporou diversas tendências vanguardistas e inclui estilos de
grande sofisticação. É um tipo musical frequentemente associado a elementos extra
musicais, como textos (letra de canção), padrões de comportamento e ideologias. É
subdividida em incontáveis gêneros distintos, de acordo com a instrumentação, características
musicais predominantes e o comportamento do grupo que a pratica ou ouve.
      As apresentações musicais são cada vez mais realizadas pelo mundo, seja em datas festivas,
ou em compromissos de artistas. A música sempre foi uma atração, desde a antiguidade. Cada uma
dessas divisões possui centenas de subdivisões. Gêneros, subgêneros e estilos são usados numa
                    tentativa de classificar cada música. Isso faz com que subgêneros e fusões
                    sejam criados a cada dia.           Quando estas características se misturam,
                    subgêneros ou estilos de fusão são utilizados em um processo interminável.
                             Os estilos musicais ao entrar em contato entre si produzem novos estilos
                    e há uma miscigenação entre culturas para produzir gêneros transnacionais. O
                    blues e o jazz dos Estados Unidos, por exemplo, têm elementos vocais e
                    instrumentais das tradições anglo-irlandesas, escocesas, alemãs e afro-
americanas que só podem ser fruto da produção do "século XX".
      O Rock, por exemplo, possui dezenas de subgêneros, cada um com características musicais
diferentes mas também pelas roupas, cabelos, ornamentação corporal e danças, além de variações
de comportamento do público e dos executantes.


A musica de divide em diversos gêneros:
A                                                   * Hardcore * Hip Hop
* Axé Music                                         J
B                                                   * Jazz
* Black Metal * Bossa Nova                          M
C                                                   * MPB * Música Erudita
* Clássico                                          P
E                                                   * Pagode * Pop * Pop Punk * Psy * Punk
* Eletrônica                                        R
F                                                   * Reggae * Reggae * Rock * Rock Progressivo
* Forró * Funk                                      S
G                                                   * Samba * Sertanejo * Swingueira
Grunge *Gospel                                      T
H                                                   * Tango * Techno * Trance


Segue abaixo alguns e seus detalhes:


      Rock: Este gênero musical de grande sucesso surgiu nos Estados
Unidos nos anos 50. Inovador e diferente de tudo que já tinha ocorrido na
música, o rock unia um ritmo rápido com pitadas de música negra do sul
dos EUA e o country. Uma das características mais importantes do rock era
o acompanhamento de guitarra elétrica, bateria e baixo. Com letras simples
e um ritmo dançante, caiu rapidamente no gosto popular. Apareceu pela
                primeira vez num programa de rádio no estado de Ohio
                (EUA), no ano de 1951.
A rock na década de 1950 : primeiros passos
       É a fase inicial deste estilo, ganhando a simpatia dos jovens que se identificavam
com o estilo rebelde dos cantores e bandas. No ano seguinte, surge no cenário musical
o rei do rock Elvis Presley. Unindo diversos ritmos como a country music e o rhythm &
blues. O roqueiro de maior sucesso até então, Elvis Presley lançaria o disco, em 1956,
Heart breaker Hotel, atingindo vendas extraordinárias.
       O rock nos anos 60: rebeldia e transgressão
       Esta fase marca a entrada no mundo do rock da banda de maior sucesso de todos
os tempo : The Beatles. Os quatro jovens de Liverpool estouram nas paradas da Europa e Estados
Unidos, em 1962, com a música Love me do. Os Beatles ganham o mundo e o sucesso aumentava a
cada ano desta década.
                                           A década de 1960 ficou conhecida como Anos Rebeldes,
                                        graças aos grandes movimentos pacifistas e manifestações
                                        contra a Guerra do Vietnã. O rock ganha um caráter político de
                                        contestação nas letras de Bob Dylan. Outro grupo inglês
                                        começa a fazer grande sucesso : The Rolling Stones.
                                           No final da década, em 1969, o Festival de Woodstock
                                        torna-se o símbolo deste período. Sob o lema "paz e amor",
                                        meio milhão de jovens comparecem no concerto que contou
com a presença de Jimi Hendrix e Janis Joplin.
       Bandas de rock que fizeram sucesso nesta época : The Mamas & The Papas, Animals, The
Who, Jefferson Airplane, Pink Floyd, The Beatles, Rolling Stones, The Doors.


       O rock nos anos 70 : disco music, pop rock e punk rock
       Nesta época o rock ganha uma cara mais popular com a massificação da música e o
surgimento do videoclipe. Surge também uma batida mais forte e pesada no cenário do rock. É a
vez do heavy metal de bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple. Por outro lado,
surge uma batida dançante que toma conta das pistas de dança do mundo todo. A dance music
desponta com os sucessos de Frank Zappa, Creedence Clearwater, Capitain Beefheart, Neil Young,
Elton John, Brian Ferry e David Bowie.


       Bandas de rock com shows grandiosos aparecem nesta época : Pink Floyd Genesis, Queen e
Yes.
       Anos 80 : um pouco de tudo no rock
       A década de 1980 foi marcada pela convivência de vários estilos de rock. O new wave faz
sucesso no ritmo dançante das seguintes bandas: Talking Heads, The Clash, The Smith, The Police.
Surge em Nova York uma emissora de TV dedicada à música e que impulsiona ainda mais o rock.
Esta emissora é a MTV, dedicada a mostrar videoclipes de bandas e cantores.
       Começa a fazer sucesso a banda de rock irlandesa chamada U2 com letras de protesto e com
forte caráter político. Seguindo um estilo pop e dançante, aparecem Michael Jackson e Madonna.


      Anos 90 : década de fusões e experimentações
      Bandas como Red Hot Chili Peppers e Faith no More fundem o heavy metal e o funk,
ganhando o gosto dos roqueiros e fazendo grande sucesso.
      Surge o movimento grunge em Seattle, na California. O grupo Nirvana, liderado por Kurt
Cobain, é o maior representante deste novo estilo. R.E.M., Soundgarden, Pearl Jam e Alice In Chains
também fazem sucesso no cenário grunge deste período.
      O rock britânico ganha novas bandas como, por exemplo, Oasis, Green Day e Supergrass.


      O Rock no Brasil
      O primeiro sucesso no cenário do rock brasileiro apareceu na voz de
uma cantora. Celly Campello estourou nas rádios com os sucessos Banho de
Lua e Estúpido Cupido, no começo da década de 1960. Em meados desta
década, surge a Jovem Guarda com cantores como, por exemplo, Roberto
Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. Com letras românticas e ritmo acelerado,
começa fazer sucesso entre os jovens.


      Na década de 1970, surge Raul Seixas e o grupo Secos e Molhados. Na
década seguinte, com temas mais urbanos e falando da vida cotidiana, surgem bandas como:
Ultraje a Rigor, Legião Urbana, Titãs, Barão Vermelho, Kid Abelha, Engenheiros do Hawaii, Blitz e Os
Paralamas do Sucesso.
Na década de 1990, fazem sucesso no cenário do rock nacional : Raimundos, Charlie Brown Jr., Jota
Quest, Pato Fu, Skank entre outros.
      Você sabia?
−Comemora-se em 13 de julho o Dia Mundial do Rock.


      O Samba: O nome samba é, originário do nome angolano semba, um ritmo religioso, cujo
nome significa umbigada, devido à forma como era dançado.
      O samba surgiu da mistura de estilos musicais de origem africana e brasileira. O samba é
tocado com instrumentos de percussão (tambores, surdos timbal) e acompanhados por violão e
                                         cavaquinho. Geralmente, as letras de sambas contam a
                                         vida e o cotidiano de quem mora nas cidades, com
                                         destaque para as populações pobres. O termo samba é de
                                         origem africana e tem seu significado ligado às danças
                                         típicas tribais do continente.
                                                As raízes do samba foram fincadas em solo brasileiro
                                         na época do Brasil Colonial, com a chegada da mão-de-
                                         obra escrava em nosso país.
                                                O primeiro samba gravado no Brasil foi          Pelo
                                         Telefone, no ano de 1917, cantado por Bahiano. A letra
                                         deste samba foi escrita por Mauro de Almeida e Donga .
                                                Tempos depois, o samba toma as ruas e espalha-se
                                         pelos carnavais do Brasil. Neste período, os principais
                                         sambistas são: Sinhô Ismael Silva e Heitor dos Prazeres .
                                                Na década de 1930, as estações de rádio, em plena
                                         difusão pelo Brasil, passam a tocar os sambas para os
                                         lares. Os grandes sambistas e compositores desta época
                                         são: Noel Rosa autor de Conversa de Botequim; Cartola de
As Rosas Não Falam; Dorival Caymmi de O Que É Que a Baiana Tem?; Ary Barroso, de Aquarela do
Brasil; e Adoniran Barbosa, de Trem das Onze.
      Na década de 1970 e 1980, começa a surgir uma nova geração de sambistas. Podemos
destacar: Paulinho da Viola, Jorge Aragão, João Nogueira, Beth Carvalho, Elza Soares, Dona Ivone
Lara, Clementina de Jesus, Chico Buarque, João Bosco e Aldir Blanc.
      Outros importantes sambistas de todos os tempos: Pixinguinha, Ataulfo Alves, Carmen
Miranda (sucesso no Brasil e nos EUA), Elton Medeiros, Nelson Cavaquinho, Lupicínio Rodrigues,
Aracy de Almeida, Demônios da Garoa, Isaura Garcia, Candeia, Elis Regina, Nelson Sargento, Clara
Nunes, Wilson Moreira, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim e Lamartine Babo.

•Principais tipos de samba:

       Samba-enredo
       Surge no Rio de Janeiro durante a década de 1930. O tema está ligado ao assunto que a
escola de samba escolhe para o ano do desfile. Geralmente segue temas sociais ou culturais. Ele
que define toda a coreografia e cenografia utilizada no desfile da escola de samba.
       Samba de partido alto
       Com letras improvisadas, falam sobre a realidade dos morros e das regiões mais carentes. É
o estilo dos grandes mestres do samba. Os compositores de partido alto mais conhecidos são:
Moreira da Silva, Martinho da Vila e Zeca Pagodinho.
       Pagode
       Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, nos anos 70 (década de 1970), e ganhou as rádios e
pistas de dança na década seguinte. Tem um ritmo repetitivo e utiliza instrumentos de percussão e
sons eletrônicos. Espalhou-se rapidamente pelo Brasil, graças às letras simples e românticas. Os
principais grupos são : Fundo de Quintal, Negritude Jr., Só Pra Contrariar, Raça Negra, Katinguelê,
Patrulha do Samba, Pique Novo, Travessos, Art Popular.
       Samba-canção
       Surge na década de 1920, com ritmos lentos e letras sentimentais e românticas. Exemplo: Ai,
Ioiô (1929), de Luís Peixoto.
       Samba carnavalesco
       Marchinhas e Sambas feitas para dançar e cantar nos bailes carnavalescos. exemplos : Abre
alas, Apaga a vela, Aurora, Balancê, Cabeleira do Zezé, Bandeira Branca, Chiquita Bacana,
Colombina, Cidade Maravilhosa entre outras.
       Samba-exaltação
       Com letras patrióticas e ressaltando as maravilhas do Brasil, com acompanhamento de
orquestra. Exemplo: Aquarela do Brasil, de Ary Barroso gravada em 1939 por Francisco Alves.
Samba de breque
       Este estilo tem momentos de paradas rápidas, onde o cantor pode incluir comentários,
muitos deles em tom crítico ou humorístico. Um dos mestres deste estilo é Moreira da Silva .
       Samba de gafieira
       Foi criado na década de 1940 e tem acompanhamento de orquestra. Rápido e muito forte na
parte instrumental, é muito usado nas danças de salão.
       Sambalanço
       Surgiu nos anos 50 (década de 1950) em boates de São Paulo e Rio de Janeiro. Recebeu uma
grande influência do jazz.. Um dos mais significativos representantes do
sambalanço é Jorge Bem Jor, que mistura também elementos de outros estilos.
       Dia Nacional do Samba
- Comemora-se em 2 de dezembro o Dia Nacional do Samba.


      Música Popular Brasileira: Podemos dizer que a MPB surgiu ainda no
período colonial brasileiro, a partir da mistura de vários estilos. Entre os séculos XVI e XVIII,
misturou-se em nossa terra, as cantigas populares, os sons de origem africana, fanfarras militares,
músicas religiosas e músicas eruditas europeias. Também contribuíram, neste caldeirão musical, os
indígenas com seus típicos cantos e sons tribais.
      Na segunda metade do século XIX, surge o Choro ou Chorinho, a partir da mistura do lundu,
da modinha e da dança de salão europeia. Em 1899, a cantora Chiquinha Gonzaga compõe a música
                    Abre Alas, uma das mais conhecidas marchinhas carnavalescas da história.
                            No ano de 1917 é um marco, pois neste ano, aparece a primeira gravação
                    de Pixinguinha, importante cantor e compositor da MPB do início do século XIX.
                            Nesta época inicial do rádio brasileiro, destacam-se os seguintes
                    cantores e compositores : Ary Barroso, Lamartine Babo (criador de O teu cabelo
                    não nega), Dorival Caymmi, Lupicínio Rodrigues e Noel Rosa. Surgem também
                    os grandes intérpretes da música popular brasileira : Carmen Miranda, Mário
                    Reis e Francisco Alves.
      Na década de 1940 destaca-se, no cenário musical brasileiro, Luis Gonzaga, o "rei do Baião".
Falando do cenário da seca nordestina, Luis Gonzaga faz sucesso com músicas como, por exemplo,
Asa Branca e Assum Preto.
      A televisão começou a se popularizar em meados da década de 1960, influenciando na
música. Nesta época, a TV Record organizou o Festival de Música Popular Brasileira. Nestes festivais
são lançados Milton Nascimento, Elis Regina, Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso e Edu
Lobo. Neste mesmo período, a TV Record lança o programa musical Jovem Guarda, onde despontam
os cantores Roberto Carlos e Erasmo Carlos e a cantora Wanderléa.
      Na década de 1970, vários músicos começam a fazer sucesso nos quatro cantos do país.
Nara Leão grava músicas de Cartola e Nelson do Cavaquinho. Vindas da Bahia, Gal Costa e Maria
Bethânia fazem sucesso nas grandes cidades. O mesmo acontece com DJavan (vindo de Alagoas),
Fafá de Belém (vinda do Pará), Clara Nunes (de Minas Gerais), Belchior e
Fagner ( ambos do Ceará), Alceu Valença (de Pernambuco) e Elba Ramalho
(da Paraíba).
      Os anos 90 também são marcados pelo crescimento e sucesso da
música sertaneja ou country. Neste contexto, com um forte caráter
romântico, despontam no cenário musical : Chitãozinho e Xororó, Zezé di
Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo e João Paulo e Daniel.
      Nesta época, no cenário rap destacam-se: Gabriel, o Pensador, O
Rappa, Planet Hemp, Racionais MCs e Pavilhão 9.

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Axe
AxeAxe
Axe
 
Musica
Musica Musica
Musica
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
 
Jongo e indígena
Jongo e indígenaJongo e indígena
Jongo e indígena
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
 
Ritimos musicais mikael,arthur napoleo e janaina q
Ritimos musicais mikael,arthur napoleo e janaina qRitimos musicais mikael,arthur napoleo e janaina q
Ritimos musicais mikael,arthur napoleo e janaina q
 
Estilos andry tiago_b
Estilos andry tiago_bEstilos andry tiago_b
Estilos andry tiago_b
 
Apostila ensino médio danca
Apostila ensino médio dancaApostila ensino médio danca
Apostila ensino médio danca
 
Samba
SambaSamba
Samba
 
Musica
MusicaMusica
Musica
 
01 danças sudeste 172
01  danças sudeste 17201  danças sudeste 172
01 danças sudeste 172
 
Danças brasileiras
Danças brasileirasDanças brasileiras
Danças brasileiras
 
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional   aula 7º anoManifestações de repercussão nacional   aula 7º ano
Manifestações de repercussão nacional aula 7º ano
 
Trabalho de tecnologia
Trabalho de tecnologiaTrabalho de tecnologia
Trabalho de tecnologia
 
Danças existentes no brasil
Danças existentes no brasilDanças existentes no brasil
Danças existentes no brasil
 
Hotmail
HotmailHotmail
Hotmail
 
Culturas ancestrais 1ª etapa eja mèdio
Culturas ancestrais   1ª etapa eja mèdioCulturas ancestrais   1ª etapa eja mèdio
Culturas ancestrais 1ª etapa eja mèdio
 
Danças existentes
Danças existentesDanças existentes
Danças existentes
 
Kizomba Denise E Telmo
Kizomba  Denise E TelmoKizomba  Denise E Telmo
Kizomba Denise E Telmo
 
Cultura popular portuguesa
Cultura popular portuguesaCultura popular portuguesa
Cultura popular portuguesa
 

Semelhante a Música

Semelhante a Música (20)

Musica
MusicaMusica
Musica
 
Música ivo francisco_rudolfo
Música ivo francisco_rudolfoMúsica ivo francisco_rudolfo
Música ivo francisco_rudolfo
 
Música ivo francisco_rudolfo
Música ivo francisco_rudolfoMúsica ivo francisco_rudolfo
Música ivo francisco_rudolfo
 
Gêneros Musicais
Gêneros MusicaisGêneros Musicais
Gêneros Musicais
 
dia mundial do rock
dia mundial do rockdia mundial do rock
dia mundial do rock
 
Ap
ApAp
Ap
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Rock
Rock Rock
Rock
 
Rock
RockRock
Rock
 
POP MUSIC
POP MUSICPOP MUSIC
POP MUSIC
 
Rock and roll ip
Rock and roll ipRock and roll ip
Rock and roll ip
 
Ja bateste! nº 2
Ja bateste! nº 2Ja bateste! nº 2
Ja bateste! nº 2
 
Ja bateste! nº 2
Ja bateste! nº 2Ja bateste! nº 2
Ja bateste! nº 2
 
A origem do rock kevyn
A origem do rock kevynA origem do rock kevyn
A origem do rock kevyn
 
Rock
RockRock
Rock
 
C:\Documents And Settings\Convidado\Ambiente De Trabalho\Nova Pasta (4)\Evolu...
C:\Documents And Settings\Convidado\Ambiente De Trabalho\Nova Pasta (4)\Evolu...C:\Documents And Settings\Convidado\Ambiente De Trabalho\Nova Pasta (4)\Evolu...
C:\Documents And Settings\Convidado\Ambiente De Trabalho\Nova Pasta (4)\Evolu...
 
História do rock
História do rockHistória do rock
História do rock
 
Música
MúsicaMúsica
Música
 
Musica portuguesa
Musica portuguesaMusica portuguesa
Musica portuguesa
 
Seminario integrado 2013
Seminario integrado 2013Seminario integrado 2013
Seminario integrado 2013
 

Música

  • 1. A Música A música é uma forma de arte que se constitui basicamente em combinar sons e silêncio seguindo, ou não, uma pré- organização ao longo do tempo. É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Atualmente não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte, considerada por muitos como sua principal função. A criação, a performance, o significado e até mesmo a definição de música variam de acordo com a cultura e o contexto social. A música vai desde composições fortemente organizadas (e a sua recriação na performance), música improvisada até formas aleatórias. A musica pode ser dividida em gêneros e subgêneros, contudo as linhas divisórias e as relações entre gêneros musicais são muitas vezes sutis, algumas vezes abertas à interpretação individual e ocasionalmente controversas. Dentro das "artes", a música pode ser classificada como uma arte de representação, uma arte sublime, uma arte de espetáculo. Gêneros musicais: Assim como existem várias definições para música, existem muitas divisões e agrupamentos da música em gêneros, estilos e formas. Dividir a música em gêneros é uma tentativa de classificar cada composição de acordo com critérios objetivos, que não são sempre fáceis de definir. Uma das divisões mais frequentes separa a música em grandes grupos: Música erudita - a música tradicionalmente dita como "culta" e no geral, mais elaborada. É erroneamente conhecida como "música clássica", pois a música clássica real é a música do período conhecido como Classicismo. Porém, deve também ser lembrado que mesmo os compositores eruditos várias vezes utilizaram melodias folclóricas para que em cima dela fossem compostas variações. Alguns compositores chegaram até a apenas colocar melodias folclóricas como o segundo sujeito de suas músicas (como Villa-Lobos fez extensamente). Os gêneros eruditos são divididos sobretudo de acordo com o períodos em que foram compostas ou pelas características predominantes. Música popular - associada a movimentos culturais populares. Conseguiu se consolidar apenas após a urbanização e industrialização da sociedade e se tornou o tipo musical icônico do século XX. Se apresenta atualmente como a música do dia – a - dia, tocada em shows e festas, usada para dança e socialização. Segue tendências e modismos e muitas vezes é associada a valores puramente comerciais, porém, ao longo do tempo, incorporou diversas tendências vanguardistas e inclui estilos de grande sofisticação. É um tipo musical frequentemente associado a elementos extra musicais, como textos (letra de canção), padrões de comportamento e ideologias. É
  • 2. subdividida em incontáveis gêneros distintos, de acordo com a instrumentação, características musicais predominantes e o comportamento do grupo que a pratica ou ouve. As apresentações musicais são cada vez mais realizadas pelo mundo, seja em datas festivas, ou em compromissos de artistas. A música sempre foi uma atração, desde a antiguidade. Cada uma dessas divisões possui centenas de subdivisões. Gêneros, subgêneros e estilos são usados numa tentativa de classificar cada música. Isso faz com que subgêneros e fusões sejam criados a cada dia. Quando estas características se misturam, subgêneros ou estilos de fusão são utilizados em um processo interminável. Os estilos musicais ao entrar em contato entre si produzem novos estilos e há uma miscigenação entre culturas para produzir gêneros transnacionais. O blues e o jazz dos Estados Unidos, por exemplo, têm elementos vocais e instrumentais das tradições anglo-irlandesas, escocesas, alemãs e afro- americanas que só podem ser fruto da produção do "século XX". O Rock, por exemplo, possui dezenas de subgêneros, cada um com características musicais diferentes mas também pelas roupas, cabelos, ornamentação corporal e danças, além de variações de comportamento do público e dos executantes. A musica de divide em diversos gêneros: A * Hardcore * Hip Hop * Axé Music J B * Jazz * Black Metal * Bossa Nova M C * MPB * Música Erudita * Clássico P E * Pagode * Pop * Pop Punk * Psy * Punk * Eletrônica R F * Reggae * Reggae * Rock * Rock Progressivo * Forró * Funk S G * Samba * Sertanejo * Swingueira Grunge *Gospel T H * Tango * Techno * Trance Segue abaixo alguns e seus detalhes: Rock: Este gênero musical de grande sucesso surgiu nos Estados Unidos nos anos 50. Inovador e diferente de tudo que já tinha ocorrido na música, o rock unia um ritmo rápido com pitadas de música negra do sul dos EUA e o country. Uma das características mais importantes do rock era o acompanhamento de guitarra elétrica, bateria e baixo. Com letras simples e um ritmo dançante, caiu rapidamente no gosto popular. Apareceu pela primeira vez num programa de rádio no estado de Ohio (EUA), no ano de 1951.
  • 3. A rock na década de 1950 : primeiros passos É a fase inicial deste estilo, ganhando a simpatia dos jovens que se identificavam com o estilo rebelde dos cantores e bandas. No ano seguinte, surge no cenário musical o rei do rock Elvis Presley. Unindo diversos ritmos como a country music e o rhythm & blues. O roqueiro de maior sucesso até então, Elvis Presley lançaria o disco, em 1956, Heart breaker Hotel, atingindo vendas extraordinárias. O rock nos anos 60: rebeldia e transgressão Esta fase marca a entrada no mundo do rock da banda de maior sucesso de todos os tempo : The Beatles. Os quatro jovens de Liverpool estouram nas paradas da Europa e Estados Unidos, em 1962, com a música Love me do. Os Beatles ganham o mundo e o sucesso aumentava a cada ano desta década. A década de 1960 ficou conhecida como Anos Rebeldes, graças aos grandes movimentos pacifistas e manifestações contra a Guerra do Vietnã. O rock ganha um caráter político de contestação nas letras de Bob Dylan. Outro grupo inglês começa a fazer grande sucesso : The Rolling Stones. No final da década, em 1969, o Festival de Woodstock torna-se o símbolo deste período. Sob o lema "paz e amor", meio milhão de jovens comparecem no concerto que contou com a presença de Jimi Hendrix e Janis Joplin. Bandas de rock que fizeram sucesso nesta época : The Mamas & The Papas, Animals, The Who, Jefferson Airplane, Pink Floyd, The Beatles, Rolling Stones, The Doors. O rock nos anos 70 : disco music, pop rock e punk rock Nesta época o rock ganha uma cara mais popular com a massificação da música e o surgimento do videoclipe. Surge também uma batida mais forte e pesada no cenário do rock. É a vez do heavy metal de bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple. Por outro lado, surge uma batida dançante que toma conta das pistas de dança do mundo todo. A dance music desponta com os sucessos de Frank Zappa, Creedence Clearwater, Capitain Beefheart, Neil Young, Elton John, Brian Ferry e David Bowie. Bandas de rock com shows grandiosos aparecem nesta época : Pink Floyd Genesis, Queen e Yes. Anos 80 : um pouco de tudo no rock A década de 1980 foi marcada pela convivência de vários estilos de rock. O new wave faz sucesso no ritmo dançante das seguintes bandas: Talking Heads, The Clash, The Smith, The Police. Surge em Nova York uma emissora de TV dedicada à música e que impulsiona ainda mais o rock. Esta emissora é a MTV, dedicada a mostrar videoclipes de bandas e cantores. Começa a fazer sucesso a banda de rock irlandesa chamada U2 com letras de protesto e com forte caráter político. Seguindo um estilo pop e dançante, aparecem Michael Jackson e Madonna. Anos 90 : década de fusões e experimentações Bandas como Red Hot Chili Peppers e Faith no More fundem o heavy metal e o funk, ganhando o gosto dos roqueiros e fazendo grande sucesso. Surge o movimento grunge em Seattle, na California. O grupo Nirvana, liderado por Kurt Cobain, é o maior representante deste novo estilo. R.E.M., Soundgarden, Pearl Jam e Alice In Chains
  • 4. também fazem sucesso no cenário grunge deste período. O rock britânico ganha novas bandas como, por exemplo, Oasis, Green Day e Supergrass. O Rock no Brasil O primeiro sucesso no cenário do rock brasileiro apareceu na voz de uma cantora. Celly Campello estourou nas rádios com os sucessos Banho de Lua e Estúpido Cupido, no começo da década de 1960. Em meados desta década, surge a Jovem Guarda com cantores como, por exemplo, Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. Com letras românticas e ritmo acelerado, começa fazer sucesso entre os jovens. Na década de 1970, surge Raul Seixas e o grupo Secos e Molhados. Na década seguinte, com temas mais urbanos e falando da vida cotidiana, surgem bandas como: Ultraje a Rigor, Legião Urbana, Titãs, Barão Vermelho, Kid Abelha, Engenheiros do Hawaii, Blitz e Os Paralamas do Sucesso. Na década de 1990, fazem sucesso no cenário do rock nacional : Raimundos, Charlie Brown Jr., Jota Quest, Pato Fu, Skank entre outros. Você sabia? −Comemora-se em 13 de julho o Dia Mundial do Rock. O Samba: O nome samba é, originário do nome angolano semba, um ritmo religioso, cujo nome significa umbigada, devido à forma como era dançado. O samba surgiu da mistura de estilos musicais de origem africana e brasileira. O samba é tocado com instrumentos de percussão (tambores, surdos timbal) e acompanhados por violão e cavaquinho. Geralmente, as letras de sambas contam a vida e o cotidiano de quem mora nas cidades, com destaque para as populações pobres. O termo samba é de origem africana e tem seu significado ligado às danças típicas tribais do continente. As raízes do samba foram fincadas em solo brasileiro na época do Brasil Colonial, com a chegada da mão-de- obra escrava em nosso país. O primeiro samba gravado no Brasil foi Pelo Telefone, no ano de 1917, cantado por Bahiano. A letra deste samba foi escrita por Mauro de Almeida e Donga . Tempos depois, o samba toma as ruas e espalha-se pelos carnavais do Brasil. Neste período, os principais sambistas são: Sinhô Ismael Silva e Heitor dos Prazeres . Na década de 1930, as estações de rádio, em plena difusão pelo Brasil, passam a tocar os sambas para os lares. Os grandes sambistas e compositores desta época são: Noel Rosa autor de Conversa de Botequim; Cartola de As Rosas Não Falam; Dorival Caymmi de O Que É Que a Baiana Tem?; Ary Barroso, de Aquarela do Brasil; e Adoniran Barbosa, de Trem das Onze. Na década de 1970 e 1980, começa a surgir uma nova geração de sambistas. Podemos destacar: Paulinho da Viola, Jorge Aragão, João Nogueira, Beth Carvalho, Elza Soares, Dona Ivone
  • 5. Lara, Clementina de Jesus, Chico Buarque, João Bosco e Aldir Blanc. Outros importantes sambistas de todos os tempos: Pixinguinha, Ataulfo Alves, Carmen Miranda (sucesso no Brasil e nos EUA), Elton Medeiros, Nelson Cavaquinho, Lupicínio Rodrigues, Aracy de Almeida, Demônios da Garoa, Isaura Garcia, Candeia, Elis Regina, Nelson Sargento, Clara Nunes, Wilson Moreira, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim e Lamartine Babo. •Principais tipos de samba: Samba-enredo Surge no Rio de Janeiro durante a década de 1930. O tema está ligado ao assunto que a escola de samba escolhe para o ano do desfile. Geralmente segue temas sociais ou culturais. Ele que define toda a coreografia e cenografia utilizada no desfile da escola de samba. Samba de partido alto Com letras improvisadas, falam sobre a realidade dos morros e das regiões mais carentes. É o estilo dos grandes mestres do samba. Os compositores de partido alto mais conhecidos são: Moreira da Silva, Martinho da Vila e Zeca Pagodinho. Pagode Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, nos anos 70 (década de 1970), e ganhou as rádios e pistas de dança na década seguinte. Tem um ritmo repetitivo e utiliza instrumentos de percussão e sons eletrônicos. Espalhou-se rapidamente pelo Brasil, graças às letras simples e românticas. Os principais grupos são : Fundo de Quintal, Negritude Jr., Só Pra Contrariar, Raça Negra, Katinguelê, Patrulha do Samba, Pique Novo, Travessos, Art Popular. Samba-canção Surge na década de 1920, com ritmos lentos e letras sentimentais e românticas. Exemplo: Ai, Ioiô (1929), de Luís Peixoto. Samba carnavalesco Marchinhas e Sambas feitas para dançar e cantar nos bailes carnavalescos. exemplos : Abre alas, Apaga a vela, Aurora, Balancê, Cabeleira do Zezé, Bandeira Branca, Chiquita Bacana, Colombina, Cidade Maravilhosa entre outras. Samba-exaltação Com letras patrióticas e ressaltando as maravilhas do Brasil, com acompanhamento de orquestra. Exemplo: Aquarela do Brasil, de Ary Barroso gravada em 1939 por Francisco Alves. Samba de breque Este estilo tem momentos de paradas rápidas, onde o cantor pode incluir comentários, muitos deles em tom crítico ou humorístico. Um dos mestres deste estilo é Moreira da Silva . Samba de gafieira Foi criado na década de 1940 e tem acompanhamento de orquestra. Rápido e muito forte na parte instrumental, é muito usado nas danças de salão. Sambalanço Surgiu nos anos 50 (década de 1950) em boates de São Paulo e Rio de Janeiro. Recebeu uma grande influência do jazz.. Um dos mais significativos representantes do sambalanço é Jorge Bem Jor, que mistura também elementos de outros estilos. Dia Nacional do Samba - Comemora-se em 2 de dezembro o Dia Nacional do Samba. Música Popular Brasileira: Podemos dizer que a MPB surgiu ainda no
  • 6. período colonial brasileiro, a partir da mistura de vários estilos. Entre os séculos XVI e XVIII, misturou-se em nossa terra, as cantigas populares, os sons de origem africana, fanfarras militares, músicas religiosas e músicas eruditas europeias. Também contribuíram, neste caldeirão musical, os indígenas com seus típicos cantos e sons tribais. Na segunda metade do século XIX, surge o Choro ou Chorinho, a partir da mistura do lundu, da modinha e da dança de salão europeia. Em 1899, a cantora Chiquinha Gonzaga compõe a música Abre Alas, uma das mais conhecidas marchinhas carnavalescas da história. No ano de 1917 é um marco, pois neste ano, aparece a primeira gravação de Pixinguinha, importante cantor e compositor da MPB do início do século XIX. Nesta época inicial do rádio brasileiro, destacam-se os seguintes cantores e compositores : Ary Barroso, Lamartine Babo (criador de O teu cabelo não nega), Dorival Caymmi, Lupicínio Rodrigues e Noel Rosa. Surgem também os grandes intérpretes da música popular brasileira : Carmen Miranda, Mário Reis e Francisco Alves. Na década de 1940 destaca-se, no cenário musical brasileiro, Luis Gonzaga, o "rei do Baião". Falando do cenário da seca nordestina, Luis Gonzaga faz sucesso com músicas como, por exemplo, Asa Branca e Assum Preto. A televisão começou a se popularizar em meados da década de 1960, influenciando na música. Nesta época, a TV Record organizou o Festival de Música Popular Brasileira. Nestes festivais são lançados Milton Nascimento, Elis Regina, Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso e Edu Lobo. Neste mesmo período, a TV Record lança o programa musical Jovem Guarda, onde despontam os cantores Roberto Carlos e Erasmo Carlos e a cantora Wanderléa. Na década de 1970, vários músicos começam a fazer sucesso nos quatro cantos do país. Nara Leão grava músicas de Cartola e Nelson do Cavaquinho. Vindas da Bahia, Gal Costa e Maria Bethânia fazem sucesso nas grandes cidades. O mesmo acontece com DJavan (vindo de Alagoas), Fafá de Belém (vinda do Pará), Clara Nunes (de Minas Gerais), Belchior e Fagner ( ambos do Ceará), Alceu Valença (de Pernambuco) e Elba Ramalho (da Paraíba). Os anos 90 também são marcados pelo crescimento e sucesso da música sertaneja ou country. Neste contexto, com um forte caráter romântico, despontam no cenário musical : Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo e João Paulo e Daniel. Nesta época, no cenário rap destacam-se: Gabriel, o Pensador, O Rappa, Planet Hemp, Racionais MCs e Pavilhão 9.