Rebelioes coloniais

438 visualizações

Publicada em

Slides Rebeliões Coloniais

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
438
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rebelioes coloniais

  1. 1. Prof. APArecido SoAreS de AlcântArAProf. APArecido SoAreS de AlcântArA filhofilho MurAldoconheciMento.blogSPot.MurAldoconheciMento.blogSPot. coMcoM rebeliÕeSrebeliÕeS coloniAiScoloniAiS
  2. 2. REBELIÕESREBELIÕES COLONIAISCOLONIAIS MovimentosMovimentos reivindicadores (2ª met.reivindicadores (2ª met. do séc. XVII-2ª met. Dodo séc. XVII-2ª met. Do séc. XVIII)séc. XVIII) - Caráter regionalCaráter regional - Questionamento de aspectosQuestionamento de aspectos específicosespecíficos
  3. 3. REBELIÕESREBELIÕES COLONIAISCOLONIAIS MovimentosMovimentos Emancipacionistas ouEmancipacionistas ou Separatistas (A PARTIR DASeparatistas (A PARTIR DA 2ª MET. DO SÉC. XVIII2ª MET. DO SÉC. XVIII )) - Caráter políticoCaráter político - Influenciados pelo Iluminismo,Influenciados pelo Iluminismo, Rev. Industrial, IndependênciaRev. Industrial, Independência dos E.U.A. e Revolução Francesados E.U.A. e Revolução Francesa
  4. 4. MovimentosMovimentos ReivindicadoresReivindicadores
  5. 5. Revolta de Beckman –Revolta de Beckman – Maranhão (1684)Maranhão (1684)  ParticipantesParticipantes :: elite localelite local  LíderesLíderes :: Irmãos BeckmanIrmãos Beckman (Tomás e Manuel)(Tomás e Manuel)  MotivosMotivos :: Descumprimento dosDescumprimento dos compromissos da Cia. Decompromissos da Cia. De Comércio do Maranhão eComércio do Maranhão e utilização de mão-de-obrautilização de mão-de-obra indígena pela elite local.indígena pela elite local.
  6. 6. Revolta de Beckman –Revolta de Beckman – Maranhão (1684)Maranhão (1684)  Resultados :Resultados : - os rebeldes- os rebeldes mantiveram por um mês o governomantiveram por um mês o governo na regiãona região - repressão violenta da Coroa- repressão violenta da Coroa PortuguesaPortuguesa - os líderes foram enforcados- os líderes foram enforcados - fim do monopólio da Cia. de- fim do monopólio da Cia. de comérciocomércio - retorno dos jesuítas ao Maranhão
  7. 7. Guerra dos Emboabas – M.G.Guerra dos Emboabas – M.G. (1707-1709)(1707-1709) ParticipantesParticipantes : Bandeirantes (paulistas) X Forasteiros (emboabas) Motivo :Motivo : Disputa pela região aurífera
  8. 8. Guerra dos Emboabas – M.G.Guerra dos Emboabas – M.G. (1707-1709)(1707-1709) Resultados :Resultados : - Violentos conflitos - Intervenção da Coroa - Deslocamento de paulistas para a região centro-oeste (Goiás e Mato Grosso)
  9. 9. Guerra dos MascatesGuerra dos Mascates (Pernambuco – 1710)(Pernambuco – 1710)  ParticipantesParticipantes :: Senhores de Engenho (Olinda) X Comerciantes de Recife (Mascates)  MotivosMotivos :: - endividamento e empobrecimento dos senhores de engenho
  10. 10. Guerra dos MascatesGuerra dos Mascates (Pernambuco – 1710)(Pernambuco – 1710) Reinvindicação dos comerciantes em ter maior participação política - Início dos conflitos : Elevação de Recife à categoria de Vila . ResultadosResultados :: - Intervenção da Coroa Portuguesa - Recife é elevada à capital
  11. 11. Revolta de Felipe dos SantosRevolta de Felipe dos Santos ou Vila Ricaou Vila Rica Minas Gerais (1720)Minas Gerais (1720)  ParticipantesParticipantes : Elite local (mineradores, fazendeiros e comerciantes)  Motivos :Motivos : - Cobrança excessiva de impostos - Instalação das Casas de Fundição - Proibição do comércio de ouro em pó e pepitas
  12. 12. Revolta de Felipe dos SantosRevolta de Felipe dos Santos ou Vila Ricaou Vila Rica Minas Gerais (1720)Minas Gerais (1720)  Resultados :Resultados : - Lutas armadas - Repressão violenta da Coroa - Separação das capitanias de S. Paulo e Minas - Felipe dos Santos é morto e esquartejado - Adiadas por 5 anos o funcionamento das Casas de Fundição
  13. 13. MovimentosMovimentos EmancipacionistasEmancipacionistas
  14. 14. Inconfidência Mineira (1789)Inconfidência Mineira (1789) Participantes :Participantes : Donos de minas, militares, padres e intelectuais. Motivos :Motivos : Altos impostos, instalação da Derrama e influência do Iluminismo, Ind. dos E.U.A e Revolução Industrial.
  15. 15. Inconfidência Mineira (1789)Inconfidência Mineira (1789) Características :Características : Elitista, Republicana, sem expressão popular, facilmente debelada. Resultados :Resultados : A maioria dos inconfidentes foram enviados para a África e o alferes Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes) foi enforcado e esquartejado.
  16. 16. Joaquim José da Silva Xavier - TiradentesJoaquim José da Silva Xavier - Tiradentes
  17. 17. Conjura Baiana ou Revolta dosConjura Baiana ou Revolta dos Alfaiates (1798)Alfaiates (1798) Participantes :Participantes : Classes médias urbanas, populares e militares. Motivos :Motivos : Crescimento das idéias liberais, crise do pacto colonial e grave situação econômica dos baianos.
  18. 18. Conjura Baiana ou Revolta dosConjura Baiana ou Revolta dos Alfaiates (1798)Alfaiates (1798) Características :Características : De caráter popular, republicana e separatista, influenciada pela Revolução Francesa e Independência do Haiti. Resultados :Resultados : Centenas de mortos e os líderes executados (Manuel Faustino, Lucas Dantas, João de Deus e Luiz Gonzaga)
  19. 19. Bandeira da Conjuração BaianaBandeira da Conjuração Baiana Reunião dos Cavaleiros da Luz discutindo o fim da opressão colonial.
  20. 20. Praça da Piedade, Salvador, cenário daPraça da Piedade, Salvador, cenário da execução dos condenados à morteexecução dos condenados à morte
  21. 21. FIMFIM

×